Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: Recreativa

Tag Archives: Recreativa

Conversa com Rosa Costa (Associação de Maceira)

Novos serviços nas respostas sociais vão surgir

    Depois da tomada de posse dos novos órgãos sociais da Associação de Maceira fomos conversar com a nova Presidente Rosa Costa que nos traçou como será o futuro nesta instituição.

Magazine Serrano-Que objetivos e atividades para 2020?

Rosa Costa-Em novembro de 2019 a Assembleia Geral desta Associação aprovou o seu Plano de Ação, onde estão inscritos os principais objetivos e atividades para o ano 2020. Nessa Assembleia tive oportunidade de apresentar as minhas ideias e contributos para o Plano, como seja, a introdução de novos serviços nas respostas sociais SAD e Centro de Dia, com o intuito de contrariar a diminuição da procura e da frequência das mesmas e manter os Acordos de Cooperação que a Associação tem com a Segurança Social. Também apresentei a proposta de criação da figura do Provedor do Cliente, pensando em alguém que reside na instituição, concretamente, a Presidente da Assembleia, em quem reconheço aptidões próprias e disponibilidade de tempo para prestar este tipo de serviço voluntário e assegurar permanente monitorização da satisfação do cliente. Nesta Assembleia reforcei, sobretudo, a importância de não perdermos a Visão estatutária que assume a centralidade da Pessoa Humana como o seu principal compromisso, acreditando que visões mais economicistas de desenvolvimento da instituição acabam por nos afastar da nossa verdadeira Missão.

 

Esta instituição possui algumas valências, tem tudo para crescer mais?

Sim, de facto a Associação de Maceira é hoje uma instituição de referência com um leque de intervenções diversificadas e inovadoras com enorme potencial de crescimento.

Se me perguntar qual o sentido desse crescimento eu direi que é tão importante investir no alargamento e beneficiação das estruturas físicas e equipamentos já existentes como na criação de novas respostas sociais (ex: Residências assistidas), em busca de novos públicos e novos desafios de desenvolvimento social.

A construção do Hostel, e a atividade turística que está a ser desenvolvida através deste equipamento revelou-se uma boa aposta que importa expandir, sobretudo, através da experimentação de novas formas de turismo sustentadas na identidade, nos valores culturais e no património local.

A equipa que me acompanha está deveras empenhada em trabalhar para alcançarmos uma melhoria contínua e um crescimento diferenciado e sustentável da Associação de Maceira, colocando sempre em primeiro lugar os interesses desta instituição, a sua história sempre respeitada e a memória dos nossos antepassados, honrada.

 

A comunidade é envolvida diversas vezes em atividades? Será para manter?

Sim queremos estar em contacto permanente com os associados e com a comunidade, e promover uma maior divulgação e adesão aos nossos projetos e atividades. A participação dos associados e da comunidade vai ser particularmente importante na realização do inventário da história e do património local, onde cada habitante de Maceira, e, de modo particular os mais idosos, poderão fazer história partilhando a sua história. Começaremos por realizar um ciclo de “encontros de memórias” na sala polivalente do Hostel, utilizando-a como um espaço aberto à participação de todos para, de forma colaborativa, trabalharmos temas e aprofundarmos o conhecimento histórico da nossa aldeia, e protegermos uma herança cultural identitária, diferenciadora.

Também queremos dinamizar a atividade física na aldeia organizando caminhadas e outras modalidades, designadamente, as que servem para melhorar a postura e diversos problemas de saúde, como seja, “Pilates clínico”, orientada pela fisioterapeuta  Jessica Andrade, nossa conterrânea.

Tencionamos também iniciar uma aula de aprendizagem de Bandolim desde que haja um número mínimo de participantes. Brevemente daremos notícias…

 

Que projetos gostaria de realizar no futuro?

Saliento dois: o primeiro está relacionado com a Certificação das Respostas Sociais da Associação de Maceira como “Unidades Humanitude”. O conceito de Humanitude diz respeito a uma metodologia de cuidados muito interessante baseada em comportamentos e ações simples que vão ao encontro do Ser naquilo que ele tem de mais essencialmente Humano. É, sobretudo, uma tomada de consciência por parte de quem lida com pessoas idosas, da importância dos nossos gestos quotidianos e de como eles podem influenciar o equilíbrio psicológico e a conservação das capacidades humanas e, de modo geral, do nosso bem-estar e do bem-estar das pessoas de quem cuidamos.

O segundo projeto que gostaria de ver concretizado no futuro tem a ver com uma nova resposta de acolhimento e apoio a idosos ainda autónomos e ativos, a que se tem chamado “Residências Assistidas”. Trata-se de casinhas autónomas, onde cada idoso tem o seu espaço individual, personalizado a seu gosto, onde pode receber amigos como se estivesse em sua casa, e beneficiar dos serviços da Instituição (alimentação, tratamento de roupa, higiene habitacional e outros serviços) sem estar institucionalizado.  Há já algumas experiências em Portugal bastante interessantes promovidas por IPSS, que tocam o conceito e que têm vindo a revelar-se particularmente bem sucedidas na promoção do envelhecimento ativo.

 

Que mensagem deixa a todos nesta altura?

Penso que podemos orgulhar-nos de ter realizado um bom trabalho no que diz respeito à estabilidade financeira da instituição, e de ter dado passos importantes nos processos de qualidade da intervenção, mas, ainda precisamos de investir muito na qualificação e crescente motivação dos recursos humanos; no aumento da satisfação e humanização dos serviços que prestamos aos clientes; no envolvimento crescente dos associados e da comunidade, na vida associativa; na melhoria da cooperação interinstitucional e do trabalho em rede.

Esta demanda não dispensa o envolvimento e a participação ativa de todos os colaboradores, de todos os clientes, de todos os associados, de toda a comunidade, na construção de uma Associação forte, coesa e dinâmica. Fica por isso o nosso apelo à colaboração!

 

 

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar