Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: Saúde

Tag Archives: Saúde

Enfermeiros estagiários homenageados no Município de Mangualde

O Município de Mangualde, recebeu nos Paços do Concelho os enfermeiros estagiários que estiveram durante dois meses a ajudar o Lar São José, em Santiago Cassurrães. Foram recebidos nove profissionais, oito da Escola Superior Saúde de Viseu e um da Escola Superior Saúde de Bragança. Esta receção, em jeito de agradecimento e de reconhecimento pelo serviço e apoio prestados, foi efetuada pelo Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Elísio Oliveira, e pelo Presidente da Junta da União de Freguesias de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães, Rui Valério.

Elísio Oliveira começou por enaltecer o empenho e a coragem, porque “numa altura em que faltavam recursos humanos para responder ao surto do vírus da COVID-19 que estava instalado no Lar, estes jovens disseram sim, estamos presentes”. Para além deste gesto de agradecimento, “fica a nossa mais sincera gratidão e votos de muito sucesso no futuro. Pessoas com este carácter têm certamente muito a dar à nossa sociedade e esperemos que esta saiba agradecer e respeitar o momento que o mundo atravessa”, conclui o presidente.

Recorde-se que o concelho de Mangualde teve, até à data de hoje, 78 casos confirmados, sendo 70 casos na União de Freguesias de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães, dos quais 64 foram no Lar São José. Atualmente, o concelho apresenta apenas três casos ativos de COVID-19.

Vacinas pediátricas em atraso alerta o MOVA

Em comunicado, o Movimento Doentes pela Vacinação refere que mostra preocupação à quebra das taxas de vacinação entre os mais novos. O Programa Nacional de Vacinação e as vacinas extra- Plano não estão a ser cumpridos, potenciando o aparecimento de doenças graves como o sarampo, a meningite ou a tuberculose. O medo é a principal razão para que pais e encarregados de educação adiem consultas e deslocações aos hospitais e centros de saúde. Um receio que, a curto prazo, pode originar surtos e ter consequências em toda a comunidade. No Dia Mundial da Criança, o MOVA apela aos pais e encarregados de educação que retomem consultas e práticas de prevenção.

Há quebras nas taxas de vacinação pediátrica, mesmo nas vacinas incluídas em PNV. Uma situação considerada extremamente preocupante pelo MOVA, que no Dia Mundial da Criança deixa o apelo: é urgente que se retomem consultas e a vacinação, dentro e fora do Programa Nacional de Vacinação.

“As pessoas têm medo. Temos de assegurar que o seu regresso às rotinas de saúde se processe rapidamente, de forma segura e informada. É fundamental que a população compreenda os riscos desta quebra na vacinação. Que se sinta segura na deslocação para vacinar os seus filhos e que perceba que este é o maior ato de proteção”, explica Isabel Saraiva, fundadora do MOVA. “Não temos, ainda, vacina contra a Covid-19, mas não podemos viver a medo. Sabemos que existem muitas outras doenças graves que são preveníveis através de vacinação, como o sarampo ou a meningite. Felizmente podem ser evitadas”, conclui.

O MOVA considera urgente que as autoridades comuniquem com pais e encarregados de educação de forma assertiva e que os serviços e as infraestruturas estejam preparados para receber estes utentes de forma segura, prática e eficaz.

“Temos de sensibilizar a população para a importância da vacinação, ao mesmo tempo que lhe oferecemos as ferramentas e as infraestruturas ideais para a sua concretização. É urgente que se recupere o tempo perdido durante o confinamento, de forma a evitar a propagação de doenças graves”, continua a fundadora do MOVA.

É cada vez mais importante investir na prevenção, seja através do PNV ou de vacinas recomendadas pelos médicos assistentes. A vacinação previne doenças como o sarampo, a tosse convulsa, o tétano ou a meningite. A Direção-geral da Saúde reforçou recentemente que, até aos 12 meses de idade, inclusive, as crianças devem cumprir atempadamente a vacinação recomendada, imunização que confere proteção precoce contra onze doenças potencialmente graves. Aos 12 meses, as vacinas contra o meningococo C e contra o sarampo, papeira e rubéola são extremamente importantes. Situações epidemiológicas como a do sarampo, por exemplo, não nos permitem adiar esta vacina.

Não esquecer também que a vacina contra a tuberculose (a BCG) continua a estar no PNV para as áreas de risco social e endémico (áreas podem vir a aumentar com a CoVid 19).

Outro caso preocupante, é o da meningite, uma infeção grave, e potencialmente fatal. Qualquer pessoa a pode contrair, mas as crianças pequenas e os adolescentes correm maior risco. Aos pais e encarregados de educação, o MOVA deixa um pedido “Pelo bem dos vossos filhos e da comunidade, apostemos na prevenção”.

 

Nova plataforma EuAlerto para acompanhar Covid-19

A Secção Regional do Centro (SRCentro) da Ordem dos Enfermeiros reformulou a plataforma EuAlerto para integrar um sistema de registo regular do estado de saúde e exposição dos enfermeiros ao Coronavírus SARS-CoV-2.

A evolução e readaptação da plataforma EuAlerto para o contexto actual de pandemia tornou-se essencial para aproximar ainda mais a Ordem dos Enfermeiros dos seus membros. Permite agora que os Enfermeiros registem o seu estado de saúde, indicando a sua situação, possíveis sintomas e outros dados relevantes que possam influenciar o seu desempenho e atentar contra o seu exercício profissional.

Respeitando os critérios máximos exigidos de privacidade e sigilo, estas informações servirão para avaliar o desenvolvimento geográfico do Covid-19 entre os enfermeiros e para uma acção dirigida na área de abrangência da SRCentro.

Paralelamente, a plataforma EuAlerto continuará a ter disponível a opção de denúncia e/ou exposição de situações que comprometam a dignidade profissional e a qualidade e segurança dos cuidados prestados aos cidadãos, e que necessitem da intervenção da Ordem dos Enfermeiros. Desde Abril de 2017, data do seu lançamento, esta página online registou mais de 400 queixas por parte de enfermeiros, e que foram devidamente acompanhadas pela SRCentro.

Ricardo Correia de Matos, Presidente do Conselho Directivo Regional da SRCentro, destaca a importância desta ferramenta, afirmando que “a plataforma EuAlerto é sinónimo de cooperação e compromisso.

Acreditamos que só através de uma proximidade efectiva entre a SRCentro e os Enfermeiros, conseguiremos construir a confiança necessária para empoderar a profissão. Este é o caminho. Conto convosco!”.

O acesso dos enfermeiros à plataforma EuAlerto é realizado com as credenciais do Balcão Único da Ordemdos Enfermeiros.

Poderá aceder à nova Plataforma EuAlerto neste link: https://srcentro.ordemenfermeiros.pt/

 

GNR-1º militar recuperado com Covid-19

A Guarda Nacional Republicana anunciou a primeira recuperação de um militar infetado com o novo coronavírus.

Depois de ter testado positivo no passado dia 23 de março, o militar, permanentemente acompanhado pelo Centro Clínico da GNR, teve uma evolução clínica muito favorável, tendo efetuado já dois testes negativos, encontrando-se, por isso, pronto para o serviço, o que acontecerá já no dia de amanhã.

No dia de hoje, a GNR regista um total de 36 militares infetados, 105 em isolamento e 126 em quarentena. Recorda-se que o Centro Clínico da GNR, em linha com as orientações da Direção-Geral da Saúde, garante o atendimento presencial ou por meios digitais a todos os militares da Guarda, de forma a garantir, a todo o tempo, a máxima capacidade de resposta operacional.

Plano de Contingência Social ativado em Mangualde

A Câmara Municipal de Mangualde, em parceria com o Serviço de Proteção Civil Municipal, as Juntas de Freguesia, o Instituto da Segurança Social e a Rede Social de Mangualde ativou o Plano de Contingência Social, que pretende dar resposta às orientações emanadas pela Direção Geral da Saúde (DGS) para enfrentar a ameaça à saúde pública associada à infeção pelo Coronavírus-Covid-19.

Com o objetivo de reforçar o apoio psicossocial no Município neste cenário de crise epidemiológica, junto dos mais vulneráveis, a Câmara Municipal de Mangualde, criou uma linha de telefone de apoio municipal “Estamos Juntos!”. Esta linha tem como objetivo atender, acompanhar, encaminhar e apoiar nas diversas situações que nos são solicitadas, além de alertar para as burlas, higienização e afastamento social recomendadas. Este esforço concertado com a Proteção Civil Municipal, ISS, Rede Social e Juntas de Freguesia, permite ajudar quem mais precisa nesta hora difícil. Esta medida, não se substitui às equipas multidisciplinares que intervêm no território do Município, nem ao apoio concedido pelas várias IPSS nomeadamente, no âmbito do apoio domiciliário.

As linhas, que funcionam todos os dias das 9h00 às 20h00, são o 969 028 411 para atendimento psicológico e os 969 029 132 e 969 028 378 para atendimento social.

Com a medida “Linha de Apoio Municipal. Estamos juntos!” a autarquia pretende auxiliar e proteger as pessoas mais vulneráveis do Município de Mangualde, nomeadamente, a população idosa com idade igual ou superior a 70 anos, bem como, outras pessoas em situação de isolamento social e sem retaguarda familiar, Cuidadores Informais com dependentes a cargo com Atestado Multiuso igual ou superior a 80% e agregados familiares vulneráveis com mobilidade reduzida e/ou problemas graves de saúde.

No entanto, a autarquia reforça e apela para a importância da Rede Familiar e Rede de Vizinhança na vigilância dos idosos do nosso concelho, assegurando sempre as recomendações da segurança da DGS.

 

 

Covid-19- Alterações no Hospital Sousa Martins

Devido à pandemia Covid-19,  o Conselho de Administração da ULS Guarda resolveu fazer  algumas mudanças, reestruturando espaços e funcionamento dos Serviços que durarão enquanto se mantiver o período contingente que atravessamos.
Deste modo, ficam duas áreas distintas no Hospital Sousa Martins, de forma a cumprir o objetivo de segurança e proteção dos nossos utentes e profissionais.
No denominado Pavilhão Novo, toda a sua área de internamento e Bloco Operatório – Piso 1, ficarão afectos a doentes suspeitos ou confirmados de infecção por coronavírus. Manter-se-ão as restantes unidades e serviços que funcionam nos restantes pisos.
Nos denominados Pavilhões 1 e 5, serão internados todos os outros doentes com necessidade, das diversas especialidades.
Para acomodar esta situação houve necessidade de deslocar Serviços, a saber:
– O Serviço de Ortopedia passa a ocupar as instalações do serviço de Cardiologia;
– O Serviço de Cardiologia passa a partilhar o piso de Medicina Interna;
– O Serviço de Cirurgia passa a ocupar as instalações do Serviço de Ginecologia
– O Serviço de Ginecologia passa a partilhar um espaço no Serviço de Obstetrícia;
– O Serviço de Pneumologia passará a ocupar as instalações onde actualmente se encontra o internamento de Psiquiatria;
– A Urgência Pediátrica passa a ocupar as instalações onde se encontra actualmente a Consulta Externa de Psiquiatra;
– A Consulta Externa de Psiquiatria passa a funcionar na zona das Consultas Externas do Pavilhão Novo;
– As cirurgias de doentes não infectados por coronavírus serão realizadas no Bloco Operatório do Pavilhão 5;
Estas mudanças iniciaram e decorrerão de forma faseada, sendo que ,a Urgência Pediátrica funcionará já no novo espaço pelo que o seu acesso preferencial será pela portaria da antiga Consulta Externa.

Covid-19- Pico da doença será a 14 de abril em Portugal

Ao início da tarde deste sábado, a Ministra da Saúde, Marta Temido, anunciou aos portugueses que o pico da doença Covid-19, será por volta de 14 de abril, assim citou na habitual conferência diária:”De acordo com a evolução do número de casos de Covid-19 em Portugal e com os cálculos das estimativas epidemiológicas disponíveis, estima-se, com base naquilo que tem sido a evolução da incidência, que a data prevista para a ocorrência do pico da curva epidemiológica se situe à volta do dia 14 de abril“, afirmou Marta Temido.

Adiantou ainda Graça Freitas, Diretora-Geral de Saúde que, cerca de 80% dos infetados podem ser tratados em casa , dado que , a expansão geográfica dos infetados é grande.

Criação de Centros Covid-19 aponta a Secção Regional Centro da Ordem dos Enfermeiros

Em comunicado, a  Secção Regional Centro da Ordem dos Enfermeiros falou sobre a necessidade urgente de criar Centros Covid-19, manifestada pelo Enf. Ricardo Correia de Matos, Presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Enfermeiros.

“É urgente a criação dos Centro Covid-19”, alerta Presidente da SRCentro

É urgente a criação dos Centro Covid-19, separados dos hospitais e Centros de Saúde, para que seja possível continuar a receber, tratar e cuidar de pessoas com outras patologias, sem existir risco de contágio,alerta Ricardo Correia de Matos, Presidente do Conselho Directivo da Secção Regional do Centro.

“Todos os dias estão a aparecer cadeias de transmissão activas dentro dos hospitais e centros de saúde. Esta realidade é absolutamente drástica para o SNS, para as pessoas e para os profissionais de Saúde!

É urgente a criação dos Centro Covid-19, separados dos hospitais e Centros de Saúde, para que seja possível continuar a receber, tratar e cuidar de pessoas com outras patologias, sem existir risco de contágio.

Na área dos Hospitais de referência, deve ser isolado um edifício dedicado exclusivamente, ao diagnóstico e isolamento das pessoas suspeitas ou infectadas que ainda não necessitem de cuidados intensivos.

Precisamos de parar rapidamente a cadeia de contágio nos profissionais de saúde.

Mais uma vez, todos os doentes com sintomatologia respiratória devem ser tratados como casos suspeitos.

Sem o devido Equipamento de Protecção Individual, os profissionais de saúde não podem avançar!”, sublinha Ricardo Correia de Matos.

Município da Guarda disponibiliza dormitórios para profissionais de saúde, agentes das forças de segurança, elementos da proteção civil e bombeiros voluntários

Em comunicado, a Câmara da Guarda deixou a informação que: com o Hospital Distrital da Guarda ativado como unidade de segunda linha para contenção da infeção e tratamento dos infetados pelo COVID – 19 e depois do Governo, através da Ministra da Saúde, reconhecer que se está numa fase de crescimento exponencial da epidemia, a Câmara Municipal da Guarda vai disponibilizar dormitórios para profissionais de saúde, agentes das forças de segurança, elementos da proteção civil e bombeiros voluntários, caso se justifique.

Esta medida pretende prestar uma ajuda suplementar e relevante para estes profissionais, heróis em tempo de pandemia, por forma a terem um espaço onde possam pernoitar sem que coloquem em causa a saúde dos seus filhos e dos seus familiares.

Estes dormitórios poderão também, em casos de necessidade, e se a situação assim o justificar, como seja a falta de camas no Hospital Sousa Martins, ser adaptados para cidadãos infetados que estejam em recuperação.

Este propósito será feito em estreita articulação com os responsáveis das diversas instituições que estão a combater esta epidemia.

Covid-19-Plano de Contingência do Município de Trancoso

Em comunicado, face aos recentes acontecimentos ocorridos, relacionados com a rápida disseminação do vírus SARS-COV-2 (“Novo” Corona Vírus), e por forma a adotar medidas de contenção do mesmo, a Câmara Municipal de Trancoso torna público o seguinte:

• O Plano de Contingência do Município de Trancoso que visa dar resposta à ameaça da COVID-19 (doença provocada por infeção SARS-COV-2) foi aprovado em Reunião de Câmara realizada ontem, dia 12 de março, tendo entrado imediatamente em vigor.

• As visitas guiadas realizadas pelos técnicos de turismo da Câmara Municipal estão canceladas, por tempo indeterminado, não sendo possível fazer quaisquer marcações.

• Todos os eventos promovidos pela Câmara Municipal encontram-se, para já, suspensos.

• As Piscinas Municipais de Trancoso e Vila Franca das Naves estarão encerradas, pelo menos, até ao final de março.
Estas e outras medidas irão ser constantemente reavaliadas nos próximos dias/semanas, em função do evoluir da situação, sempre em concordância com as diretrizes governamentais.

A Câmara Municipal agradece a compreensão e colaboração de todos os munícipes, apelando ao cumprimento das recomendações da Direção-Geral da Saúde que, para além da sua divulgação em todas as instituições/estabelecimentos públicos do concelho, poderão também ser consultadas em https://www.dgs.pt/corona-virus/home.aspx.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar