Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: Saúde (page 2)

Tag Archives: Saúde

Artigo de Opinião- A Terapia da Fala na Gaguez

Quando se suspeita que uma determinada criança apresenta uma gaguez, é essencial determinar se se trata de um período de disfluências ou se já apresenta sinais característicos de uma gaguez. A maioria das crianças lida bem com a gaguez mas existem situações específicas, no seu futuro académico ou mesmo a nível social, em que tal não irá suceder, como por exemplo a leitura em voz alta, a apresentação oral de trabalhos ou até mesmo falar ao telemóvel.

A Terapia da Fala foca-se na identificação dos comportamentos associados à mesma, na aprendizagem de estratégias de relaxamento, no controlo respiratório e na alteração do padrão de fala. Todos estes passos vão permitir a modificação voluntária da gaguez e tornar mais fáceis todas as situações referidas anteriormente.

É crucial que a criança com gaguez se sinta confortável e confiante quando fala, pelo que o interlocutor deverá ser um bom ouvinte. Como é importante que se potencie um ambiente construtivo que promova a fluência, de seguida apresentam-se algumas estratégias que pode adotar:

  • Aceitar as disfluências no decorrer do discurso;
  • Mostrar interesse na conversação;
  • Não interromper nem completar as palavras/frases da criança;
  • Não transparecer que a fala da criança o preocupa;
  • Servir de modelo e para isso falar pausadamente e de forma descontraída.

Quando os pais e familiares sentem que algo não está dentro do esperado, ficam naturalmente preocupados e assustados. Antes de tentar ajudar é muito importante que deixe de lado as ideias falsas sobre a gaguez. Os mitos em torno desta patologia são muitos e também são muitas as pessoas que os tomam como adquiridos! Este tipo de crenças para além de não corresponderem à verdade, podem ter um impacto negativo na evolução da gaguez.

Saiba aqui quais os mitos mais comuns na nossa população. Ficar informado não custa!

  • A pessoa gagueja porque apanhou um susto!
  • A gaguez começou devido à rigidez/exigência em casa! ­
  • A gaguez desparece com o tempo!
  • O stress, a ansiedade e a baixa autoestima causam gaguez!
  • Dar indicações à pessoa com gaguez como “calma”, “falar devagar” ajudam a aumentar a fluência!
  • Quem gagueja é menos inteligente!

Lembre-se que existem técnicos qualificados para intervir e ajudar a criança a falar de uma forma mais fluente e a sentir-se mais confiante nas suas competências comunicativas. Por isso, em caso de dúvidas consulte um Terapeuta da Fala.

Ana Carolina Melo Marques C-046322175

Terapeuta da Fala na APSCDFA e na Clínica Nossa Srª da Graça

Artigo de Opinião- Hipnose Clínica no controlo da dor

A subjugação da Hipnose Clínica às várias áreas da psique humana é notória, esta não só engloba as questões referentes à depressão, perdas emocionais, ansiedade, baixa autoestima e fobias, mas também tem um papel muito importante no controlo da dor. Quando falamos de dor, falamos de uma experiência muito própria, que compreende tanto a realidade física como emocional. Já se questionou como é gerado este conceito?! Ao contrário, do que possa pensar, a dor é produzida pelo nosso cérebro. Quando nos magoamos, pequenos receptores nervosos vão transportar-se pela medula espinhal enviado informações ao cérebro para que este consiga processar a localização e a intensidade da dor. Este sistema de receção e processamento é real tanto para a dor física como para a dor emocional.

Na verdade, este circuito funciona como um painel de sistema de alarme, tornando a dor numa luz amarela que nos avisa que algo não está bem com o nosso organismo. Mas se a experiência da dor é algo que é essencial ao ser humano enquanto indicativo do estado de saúde, quando é que devemos pedir ajuda?

O consulente deve procurar intervenção profissional para o controle da dor quando esta se torna persistente e incapacitante, condicionando as tarefas rotineiras e o seu dia a dia.

Como a Hipnose Clínica pode ajudar no controlo da dor?

A Hipnose estimula o relaxamento da mente e do corpo, e por sua vez vai produzir a serotonina e as beta-endorfinas, o que vai neutralizar a percepção da dor reduzindo os níveis de cortisol. A técnica aplicar para o controle é variável consoante o background e as queixas do consulente. No entanto, através das várias técnicas disponíveis é possível, mudar a localização da dor para um local que não condicione a vida do utente, e sobretudo modificar a intensidade da dor, reorganizando a transmissão inicial para uma transmissão que reporte o alívio parcial ou total da dor.

Alerto, no entanto, que a Hipnose Clínica é eficaz no controlo da dor mas não na cura total da causa da mesma, pelo que é importante identificar a causa da dor e procurar o tratamento mais adequado para a mesma.

Dra. Sara Morais Hipnoterapeuta

Mais informações: Consultas Fornos de Algodres Espaço São Ferreira Estética 919539401 / smoraishipnose@gmail.com

1º CEB dos Agrupamentos de Escolas fizeram banda desenhada

O desafio foi lançado a cerca de 450 crianças que frequentaram o 1º CEB dos Agrupamentos de Escolas do Concelho, Canas de Senhorim e Nelas, no passado ano letivo, distribuídas por 26 turmas, que em conjunto criaram, desenharam e pintaram a Banda Desenhada : https://drive.google.com/file/d/1uwLqnZ7yoAzckodsE2xAzUJA5rUp9fdk/view?usp=sharing uma história repleta de criatividade, contada pelos alunos das turmas do 3º e 4º anos, desenhada pelos 2º anos e ilustrada pelos mais pequenos, os alunos das turmas dos 1º anos.

Às personagens desta história, juntou-se a mascote do Fruticool que no desenrolar da ação alerta para os benefícios do consumo diário de fruta na escola e em casa, bem como para as implicações que os hábitos de uma alimentação pouco saudável têm na saúde, sensibilizando assim crianças e famílias para a adoção de práticas alimentares mais saudáveis. O projeto Fruticool do Município de Nelas garante a distribuição de uma peça de fruta no 1º CEB dos Agrupamentos de Escolas, nos dias não abrangidos pelo Regime da Fruta Escolar (RFE) do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP), bem como a distribuição de uma peça de fruta diária a todo o pré-escolar do Concelho.

No cumprimento das medidas educativas de acompanhamento, monitorização, desenvolvimento e avaliação das atividades associadas ao RFE, que anualmente garante a distribuição gratuita de 1 peça de fruta, duas vezes por semana, aos alunos do 1.º CEB dos estabelecimentos de ensino público, foi enviada ao IFAP a Banda Desenhada elaborada, como testemunho de todo o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido em redor da importância de uma alimentação e estilo de vida saudáveis
Ainda neste âmbito, e para o presente ano letivo 2019/2020, foi lançado o desafio “Missão S.A.B.E. Pela tua Saúde, Alimentação e Bem-Estar!”, aos 571 alunos do Pré-Escolar e do 1º CEB dos Agrupamentos de Escolas do Concelho, sob a forma de Caderneta que se divide em diferentes temáticas, composta por informação útil, adivinhas, dicas, desafios, jogos lúdico-pedagógicos e uma coleção de autocolantes que dão a conhecer os alimentos, bem como as suas propriedades e benefícios para a saúde. A Missão decorre durante este ano letivo, e convida todos os alunos em conjunto com os professores titulares, a cumprir a MISSÃO S.A.B.E! com muito empenho e êxito, no sentido de contribuir para uma efetiva melhoria da qualidade de vida e saúde de todos, sensibilizando os pais para adoção de estilos de vida saudáveis.

Por:Mun.Nelas

II Jornadas de Cuidados Continuados Integrados Dão Lafões em Mangualde

O auditório do Complexo Paroquial acolhe as II Jornadas de Cuidados Continuados Integrados Dão Lafões, nos próximos dias 18 e 19 de outubro  em Mangualde, numa organização  da Associação Questão Temática, com a promoção da Equipa de Coordenação Local para os Cuidados Continuados Integrados Dão Lafões, em estreita colaboração da Câmara Municipal de Mangualde, da Administração Regional de Saúde do Centro, do ACES Dão-Lafões, e ainda do ISS – Segurança Social.

A cerimónia de abertura, que terá lugar pelas 15h00 do dia 18 de outubro, contará com as presenças de Marta Temido, Ministra da Saúde; João Azevedo, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde; Ana Gomes da Comissão Nacional de Coordenação da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados; Rosa Reis Marques, Presidente da Administração Regional de Saúde do Centro; Maria José Hespanha, Coordenadora da Equipa Coordenadora Regional do Centro; António Grade, Diretor Executivo do Agrupamento de Centros de Saúde Dão Lafões; Márcia Martins, Diretora do Centro Distrital de Viseu, do Instituto da Segurança Social; Germano Loureiro, Coordenador da Equipa Coordenadora Local Dão Lafões e Presidente destas Jornadas.

A abertura do secretariado acontece pelas 8h45 do dia 18. Entre as 9h30 e as 11h00 falar-se-á sobre “Articulação da Segurança Social e da Saúde face às exigências da RNCCI”, tendo como moderador o Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Mangualde, José Tomás. Pelas 11h30 e até às 13h00 será abordada a temática “Cuidados Paliativos na RNCCI”. Durante a tarde, após a cerimónia de abertura que terá lugar entre as 15h00 e as 16h00, falar-se-ão de vários temas, nomeadamente “Novos anticoagulantes orais na população geriátrica”, “A Realidade nas U.C.CI.” e “AVC – Prevenção nos doentes com F.A.”.

No dia 19 os trabalhos decorrem das 9h30 às 13h00 e serão debatidos os seguintes assuntos: “Tratar a Diabetes no doente frágil”; “ECCI: Percurso e Intervenção Multidisciplinar”; “Cuidados Paliativos no Domicílio: abordagem e intervenção multidisciplinar”; “Fisioterapia e Reabilitação no Domicílio – Diferentes abordagens, objetivos comuns!”; entre outros.

Agrupamento de Escolas de Fornos Algodres recebeu Selo Escola Saudável

 

Recentemente, a Escola Básica e Secundária de Fornos de Algodres recebeu  o galardão “Escola Saudável” – nível intermédio, para receber esta distinção, esteve presente Artur Oliveira, Diretor do Agrupamento de Escolas, Fernanda Cunha, Coordenadora da Equipa de Educação para a Saúde, numa cerimónia realizada na Escola do Cerco , no Porto.

Este galardão foi criado sob desígnio da Direção-Geral da Educação e no âmbito do Programa de Apoio à Promoção e Educação para a Saúde (PAPES), o galardão Selo Escola Saudável visa o reconhecimento das escolas que integram e assumem nas suas práticas quotidianas a promoção da saúde e do bem-estar da comunidade educativa. Através de diferentes ações/projetos, estas escolas procuram contribuir para a promoção de relações interpessoais saudáveis, envolvendo toda a comunidade educativa, buscando uma imagem mais positiva da escola.
Foi atribuído o Selo Escola Saudável de nível II, categoria intermédia numa escala de três, percetível nos 2 corações sorridentes visíveis no dístico. Este logotipo poderá passar a constar dos documentos oficiais da escola. Assim este Agrupamento fornense entende que o grau agora atribuído, válido por dois anos letivos, seja um incentivo a alcançar o nível superior.
Sendo certo que a SAÚDE, é muito mais que não ter doenças, urge continuar a desenvolver atividades que promovam o bem-estar físico, mental e social, conducentes a uma harmoniosa convivência entre todos os elementos da comunidade educativa e promotoras de um correto crescimento pessoal e cívico.

 

JSD Fornos de Algodres sensibiliza os munícipes para uma Vida com Saúde

A designação de doenças do aparelho circulatório ou doenças cardiovasculares (DCV) abrange problemas que afetam os vasos sanguíneos, mas também o próprio músculo cardíaco, as válvulas ou o ritmo cardíaco. Esta doença, segundo o Pordata é a principal causa de morte no município de Fornos de Algodres e no nosso país. Além disto, são uma importante causa de incapacidade.

O risco cardiovascular global significa que se deve ter atenção a todos os fatores de risco ao mesmo tempo, e não só a cada um isoladamente. Tendo em conta que os fatores de risco se potenciam uns aos outros. E o seu controlo é a melhor forma de prevenir as doenças cardiovasculares.

Sendo por isso uma preocupação dos jovens social democratas de Fornos de Algodres, sensibilizar os munícipes de todas as idades a adotarem hábitos de vida saudáveis e a monitorizarem os principais fatores de risco. Nesse sentido, a JSD desenhou um folheto informativo, que foi distribuído esta semana pelo concelho, com os 7 principais fatores de risco, os respetivos valores aconselháveis de controle e sugestões de hábitos a adotar, de forma a minimizar o risco de se sofre com uma doença cardiovascular.

5 Sentidos, um caso de sucesso

 A empresa  5 Sentidos, Espaço de Reabilitação e Intervenção Psicoeducacional, Lda. tem vindo a crescer gradualmente nestes 12 anos de trabalho, em prol de toda a comunidade. Situada em Mangualde, Guarda e Viseu.

Desta forma fomos conversar com as Dras Tatiana e Teresa para sabermos de como funciona esta empresa no Seu dia a dia e qual o segredo para tanto sucesso.

Deste modo, acompanhe a entrevista na nossa edição papel de 30 de maio. Fique a saber tudo!!

ULS Guarda com atividades no Dia do Doente com AVC

O Dia Nacional do Doente com Acidente Vascular Cerebral (AVC) foi instituído no ano de 2003, a 31 de março, com o objetivo de sensibilizar a população para a realidade da doença em Portugal e promover a melhoria das práticas profissionais de saúde, incentivando uma dinâmica que conduza a novas atitudes.
A Unidade Local de Saúde da Guarda assinala esta data com um conjunto de actividades que decorrerão no Hospital Sousa Martins e no Hospital Nossa Senhora da Assunção, em Seia. No dia 1 de abril de 2019, pelas 14h 30m vai ser levada a cabo uma ação de sensibilização para utentes e profissionais de saúde no Hospital Nossa Senhora da Assunção, em Seia.
Na terça-feira, 02 de abril, das 10h e até às 17h decorrerá um rastreio no átrio do edifício da Consulta Externa da ULS do HSM, aonde estará também patente uma exposição alusiva à prevenção do AVC.

Por:ULSG

“Hospitalização ao Domicílio: Mito ou Realidade? em debate em Coimbra

Saúde em análise

Falar de saúde é sempre importante e para tal, através de uma organização conjunta da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos e da Associação Portuguesa de Engenharia e Gestão da Saúde, o tema ‘Hospitalização ao domicílio: Mito ou Realidade?’ estará em debate, esta quarta-feira, dia 16 de janeiro, na Ordem dos Médicos, em Coimbra.

A sessão contará com a participação do Coordenador Responsável pela Implementação e Dinamização das Unidades de Hospitalização Domiciliária do Ministério da Saúde, Delfim Rodrigues e do presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, Carlos Cortes.

Com início marcado para as 21h00 na Sala Miguel Torga da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (Av. Afonso Henriques, 39, Coimbra), neste importante debate estará em análise o modelo que foi introduzido recentemente em Portugal e que surge como alternativa ao internamento convencional.

Esta sessão irá contar, entre outras personalidades, com as participações de:

  • Ana Pais,  Diretora Clínica do IPO de Coimbra
  • Armando de Carvalho, Diretor do Serviço de Medicina Interna A do CHUC
  • Carlos Ordens, Diretor Executivo do Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Mondego;
  • Guiomar Gonçalves de Oliveira, Diretora Clínica UGI Pediátrica do Hospital Pediátrico de Coimbra / Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra
  • João Casteleiro, Presidente CA Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira
  • João Correia, Diretor do Serviço de Medicina Interna da Unidade Local de Saúde da Guarda
  • Inês Rosendo, Vice-presidente da Secção Regional da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos
  • Lurdes Sá, Diretora Clínica do Hospital Arcebispo João Crisóstomo – Cantanhede
  • Rui Passadouro da Fonseca, Presidente da Sub Região de Leiria da Ordem dos Médicos
  • Rui Nogueira, Presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar

Número de vagas para médicos recém-especialistas para a ULS da Guarda questionadas pelo CDS

CDS questiona Ministra e contesta número de vagas para médicos recém-especialistas para a ULS da Guarda

Os deputados do CDS-PP João Rebelo e Ana Rita Bessa querem saber se a Ministra da Saúde considera suficiente o número de vagas abertas no recente procedimento concursal para médicos recém-especialistas, para a Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda e se está em condições de garantir que a qualidade e acesso da população aos cuidados de saúde não está posta em causa.

Na pergunta, os deputados do CDS-PP querem também saber quando serão abertas vagas para a ULS da Guarda para as especialidades de Anestesiologia, Anatomia Patológica, Gastrenterologia, Medicina Interna, Neurologia, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Patologia Clínica, Pneumologia, Psiquiatria e Radiologia e se a Ministra não considera que a decisão de atribuir à ULS da Guarda apenas seis das 57 vagas abertas para a Região Centro contraria a propalada aposta deste Governo no combate à interioridade e à desertificação do interior.

No mais recente procedimento concursal para médicos recém-especialistas, das 57 vagas para a Região Centro apenas seis são atribuídas à Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda, nomeadamente em Cardiologia, Cirurgia Geral, Ginecologia/Obstetrícia, Ortopedia, Pediatria e Saúde Pública.

O CDS-PP já por várias vezes alertou e questionou a tutela sobre as carências existentes no Hospital Sousa Martins – que são, aliás, do conhecimento público – ao nível de especialidades médicas e do quadro de pessoal de enfermagem.

As vagas agora abertas, além de não serem suficientes para cobrir as necessidades em Cardiologia, Ortopedia e Cirurgia Geral, deixam de fora outras especialidades deficitárias, como é o caso de Anestesiologia, Anatomia Patológica, Gastrenterologia, Medicina Interna, Neurologia, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Patologia Clínica, Pneumologia, Psiquiatria e Radiologia, e impedem que os médicos que terminaram a sua especialidade em Medicina Interna e Psiquiatria na ULS da Guarda continuem no Hospital Sousa Martins, mesmo que assim o desejem.

O presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos manifestou já, em comunicado, a sua preocupação e considerou ser «incompreensível o atual mapa de vagas para o Hospital Sousa Martins, na Guarda, pois estamos perante áreas hospitalares já bastante penalizadas nesta região do interior», que «enfrentam dificuldades com especial complexidade, pelo que é urgente autorizar a contratação de médicos para estas áreas carenciadas».

O comunicado da SRCOM refere mesmo que «a grave carência de recursos humanos no Hospital Sousa Martins pode, a curto prazo, colocar em causa a qualidade dos serviços de saúde prestados, bem como a resposta nalgumas valências fundamentais».

Face a este desinteresse do Governo pela saúde no distrito da Guarda, acentuado pela recente suborçamentação da ULS no Orçamento do Estado para 2019, o CDS-PP manifesta a sua preocupação sobre o futuro do Hospital Sousa Martins, temendo que esteja em causa o acesso da população a cuidados de saúde. O esvaziamento do Hospital Sousa Martins, e eventual colapso desta unidade hospitalar, seria uma fortíssima machadada numa das regiões do interior mais penalizadas.

O CDS-PP considera que esta situação é grave, sendo por isso fundamental obter esclarecimentos urgentes por parte da Senhora Ministra da Saúde.

 

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar