Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: Turismo Centro de Portugal

Tag Archives: Turismo Centro de Portugal

Turismo Centro de Portugal está a participar no “Wine Summit” Must – Fermenting Ideas

O Turismo Centro de Portugal está a participar na segunda edição da Must – Fermenting Ideas, um dos mais importantes congressos mundiais de vinhos, que atrairá a Portugal cerca de 450 especialistas. O “Wine Summit” decorre  até dia 22 ​de junho, no Centro de Congresso do Estoril, reunindo um impressionante leque de oradores nacionais e internacionais.

O Turismo Centro de Portugal está a promover os vinhos da região durante os três dias, com um “wine bar” situado no salão principal do Centro de Congressos. Neste espaço, haverá seis momentos de promoção e provas, um por cada região de vinhos do Centro de Portugal e outro dedicado à Cidade Europeia do Vinho, que este ano distinguiu a candidatura Alenquer/Torres Vedras. Para estes momentos, o Turismo Centro de Portugal conta com a participação de parceiros – as Comissões Vitivinícolas do Centro de Portugal e a Cidade Europeia do Vinho 2018 – que promoverão os vinhos dos produtores de cada região.

A Must – Fermenting Ideas, que se realizou pela primeira vez em 2017, junta oradores, especialistas, jornalistas e participantes vindos de todo o mundo para refletir sobre aquilo que os une: o vinho. Durante três dias, proporciona um placo mundial privilegiado para todos os produtores, países e regiões que queiram dar a conhecer os seus produtos.

Por:TCP

Casa da Várzea (Fornos de Algodres) recebe galardão Green Key

Turismo Centro de Portugal premiou 21 candidaturas

Um total de 21 entidades do Centro de Portugal conquistaram o galardão Green Key, que premeia anualmente as empresas que se distinguem no turismo ambiental e sustentável. Os galardões foram entregues hoje, numa cerimónia realizada no Lisboa Marriott Hotel.

No ano de 2017, tinham sido 17 os galardoados no território da Turismo Centro de Portugal, pelo que há uma tendência de crescimento da região ao nível das melhores práticas de turismo sustentável.

O galardão Green Key é uma candidatura submetida pelos promotores, os quais podem ser empreendimentos turísticos, alojamentos locais ou restaurantes. Após uma análise detalhada de todos os elementos, cada um dos candidatos recebe uma visita técnica. O processo culmina numa reunião nacional, momento em que um júri emite um parecer final sobre as candidaturas de todo o país.

Este ano, registaram-se 31 candidaturas provenientes do Centro de Portugal, das quais 21 mereceram o galardão atribuído pelo júri. A saber:

Real Abadia Congress And Spa (Alcobaça); Your Hotel And Spa (Alcobaça); Sabores D´Italia (Caldas da Rainha); Luz Charming Houses (Fátima/Ourém); Casa da Várzea (Fornos de Algodres); Parque de Campismo Natura Glamping (Fundão); Lisotel Hotel & Spa (Leiria); Cerdeira Village (Lousã); Alegre Hotel (Mealhada); Casa da Lagoa (Mira); Hotel Parque Serra da Lousã (Miranda do Corvo); Apartamentos Marilda Vista Mar (Nazaré); Apartamentos Marilda Vista Terra (Nazaré); Aquahotel (Ovar); Furadouro Boutique Hotel (Ovar); Quinta Vale Porcacho (Tábua); Dolce Campo Real (Torres Vedras); Hotel Areias do Seixo (Torres Vedras); Hotel Promar (Torres Vedras); Noah Surf House (Torres Vedras); e Roots Food & Wine (Torres Vedras).

“Estes galardões premeiam o bom trabalho que está a ser feito pelos empresários de turismo do Centro de Portugal e inserem-se na estratégia de tornar esta região numa referência do turismo sustentável. O facto de cada vez mais empresas da região serem distinguidas pelas suas boas práticas nesta área é mais um sinal de que o Centro de Portugal está no caminho certo e é um exemplo a seguir, também a este nível”, sublinha Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal. “Apresento aqui as minhas felicitações, pelo excelente trabalho realizado, às empresas e empresários hoje distinguidos, com a certeza de que em 2019 ainda serão mais as premiadas”, acrescenta.

O Green Key é um programa de educação ambiental promovido pela ABAE – Associação Bandeira Azul da Europa, que põe em prática novas formas de encarar a gestão e a utilização de estabelecimentos turísticos. Ao desenvolver os conceitos de turismo sustentável e turismo responsável, procura dessa forma contribuir para uma nova consciência individual e coletiva orientada para o desenvolvimento sustentável.

A Turismo Centro de Portugal é entidade parceira deste programa da Associação Bandeira Azul da Europa desde 2011.

Turismo Centro de Portugal arrecadou um Prémio

Decorreu a Gala dos Prémios AHRESP, que foram entregues no Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa.

O Turismo Centro de Portugal venceu o prémio de Melhor Entidade Regional de Turismo, numa categoria em que todas as entidades regionais de turismo do país eram candidatas. O prémio foi recebido por Pedro Machado, que o partilhou com as várias personalidades presentes na cerimónia. “O ano de 2017 foi um ano sensível para a região Centro de Portugal. O trabalho de partilha foi uma das armas que utilizámos para conseguirmos terminá-lo da forma como terminámos e pensarmos com otimismo no futuro”, sublinhou o presidente do Turismo Centro de Portugal.

A iniciativa “The Day After – Uma Noite por Todos”, promovida pelo Grupo Visabeira e em que o Turismo Centro de Portugal esteve também envolvida, ganhou o Primeiro Prémio na categoria Projetos de Solidariedade. Recorde-se que esta iniciativa reabriu por uma noite a mítica discoteca de Viseu, numa ação de solidariedade cujas receitas reverteram para as vítimas dos incêndios de outubro de 2017.

O Beirão D’Honra venceu o Primeiro Prémio na categoria Produto ou Serviço do Ano. Este produto foi um novo lançamento do Licor Beirão, da Lousã, que alcançou um enorme sucesso.

A Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas, que mantém uma estreita relação de cooperação com o Centro de Portugal, está também de parabéns, por ter recebido o Primeiro Prémio na categoria Contributo para a Defesa da Gastronomia como Património Nacional.

Ana Mendes Godinho, Secretária de Estado do Turismo, recebeu o Prémio Excelência, enquanto o Prémio Carreira foi entregue a Vítor Neto, Vice-Presidente da AIP – Associação Industrial Portuguesa.

Os Prémios AHRESP distinguem anualmente os Melhores do Ano nos setores da Hotelaria, Promoção Turística e Restauração em Portugal e são promovidos pela Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal. Os vencedores são escolhidos pelo público, através de uma votação online.

Centro de Portugal recebeu visita da Ministra do Turismo da Jordânia

O Centro de Portugal recebeu nesta sexta-feira, a visita da Ministra do Turismo e das Antiguidades do Reino Hachemita da Jordânia. Lina Mazhar Ennab pernoitou em Fátima e dedicou o dia a conhecer a forma como a região estrutura o turismo religioso e patrimonial.

A preenchida agenda da governante incluiu uma reunião sobre promoção turística, que manteve com Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal e da Agência Regional de Promoção Turística Centro de Portugal, e Alexandre Marto, vice-presidente da ACISO – Associação Empresarial Ourém-Fátima.

“A Ministra do Turismo da Jordânia mostrou-se muito interessada em inteirar-se da forma como o destino Fátima tem vindo a promover, nacional e internacionalmente, o turismo religioso no Centro de Portugal. O turismo religioso é também um produto turístico muito importante na Jordânia”, destacou Pedro Machado.

Outro ponto importante da agenda foi um almoço na Escola de Hotelaria de Fátima, onde a governante tomou contacto com os currícula e os métodos de formação dos alunos. “A ministra adiantou que a formação na área do turismo, em especial dos guias turísticos, é uma grande preocupação e uma prioridade na Jordânia, pois a especificidade da História religiosa do país não é fácil de explicar. Em cima da mesa ficou a possibilidade de um intercâmbio, que traga estudantes jordanos a escolas de hotelaria portuguesas, para aprenderem com as técnicas e conteúdos da formação nesta área”, disse Pedro Machado.

Lina Mazhar Ennab reuniu-se também com Luís Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Ourém, além de ter, naturalmente, conhecido o Santuário de Fátima. O dia terminou com uma visita ao Mosteiro da Batalha, um dos ícones dos Lugares Património Mundial no Centro de Portugal, onde foi recebida pelo diretor, Joaquim Ruivo, e pelo presidente da Câmara Municipal, Paulo Batista Santos. Aqui, a ministra jordana ficou ao corrente da forma como a região implementa uma ligação próxima entre o património e o turismo religioso.

Por:TP

Fornos de Algodres acolheu apresentação do programa Inatel 55+.pt

Teve lugar ao fim da tarde desta quinta- feira, a cerimónia oficial da apresentação do programa Inatel 55+.pt, no concelho de Fornos de Algodres, mais concretamente nas instalações do Inatel em Vila Ruiva.

Marcaram presença, Manuel Fonseca, Presidente da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, José Vieira da Silva, Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, Secretária de Estado do Turismo e de Francisco Madelino, Presidente da Fundação Inatel.

 

Turismo no Centro de Portugal cresceu acima da média nacional em fevereiro

A atividade turística no Centro de Portugal continua a crescer a bom ritmo, o que deixa antever mais um ano globalmente positivo para o setor nesta região. Dados preliminares revelados hoje pelo INE, relativos ao mês de fevereiro de 2018, confirmam a tendência de crescimento já expressa nos meses anteriores.

No total de hóspedes, o mês de fevereiro de 2018, em comparação com o de fevereiro de 2017, registou um aumento percentual de 7,53%: tinham sido 166.856 em fevereiro de 2017 e foram 179.414 no mesmo mês de 2018: mais 12.558 hóspedes.

Já no número de dormidas, o Centro de Portugal cresceu 8,54%, acima de uma média nacional de 6,19%. Em fevereiro de 2017 tinham sido 259.466 dormidas na região, em fevereiro de 2018 foram 281.613. Merece destaque o crescimento nas dormidas de turistas estrangeiros, que aumentaram 12,92%, de 82.298 em fevereiro de 2017 para 92.931 no mesmo mês de 2018. Sinal de que o Centro de Portugal continua a observar um aumento consolidado de procura por parte de visitantes de fora do país, numa tendência imparável que ganhou particular relevância no último ano. Já as dormidas dos turistas nacionais subiram 6,50% na comparação entre os dois meses, de 177.168 para 188.682.

É de realçar, ainda, dois dados particularmente relevantes. Por um lado, os proveitos da atividade hoteleira, que, entre os dois períodos em análise, dispararam de forma muito significativa, de 11,91 milhões de euros para 14,09 milhões (mais 18,31%). São mais dois milhões de euros que as unidades hoteleiras do Centro de Portugal ganharam no mês mais curto do ano. Por outro, o rendimento médio por quarto disponível registou também um assinalável crescimento, de 15,9 euros para 17,8 euros: mais 1,90 euros.

Por:TC

5ºFórum de Turismo Interno “Vê Portugal”na Guarda

A Guarda vai receber, nos dias 7 e 8 de maio, a quinta edição do Fórum de Turismo Interno “Vê Portugal”. Esta é uma iniciativa anual do Turismo Centro de Portugal, que junta especialistas de várias áreas para conversarem e debaterem sobre o presente e o futuro do turismo interno. A cidade mais alta do país sucede a Viseu, Aveiro, Coimbra e Leiria, capitais de distrito que acolheram as edições anteriores, sempre com grande sucesso.

Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, sublinhou a importância do turismo interno para a economia nacional, durante a apresentação do programa, que aconteceu em dois locais: Guarda e Lisboa. “O mercado interno está cá o ano inteiro. Representa mais de dois milhões de dormidas, está 365 dias disponível para vir à região Centro de Portugal e é muito diverso, uma vez que procura produtos tão variados como a gastronomia e o enoturismo, o turismo ativo, a natureza, o património e a cultura”, disse.

Ao longo dos dois dias do Fórum Vê Portugal, especialistas nacionais e internacionais abordarão no Teatro Municipal da Guarda a situação atual do turismo interno e lançarão pistas para o futuro, integrados em seis painéis. A sustentabilidade das regiões mais afastadas dos centros de decisão, assunto muito em foco na sociedade portuguesa, é um dos vértices do programa do encontro, que oferece temas tão aliciantes como: “Turismo de Natureza: Que Desafios Para a Sustentabilidade?“; “Turismo de Interior – Desafios e Tendências”; “Inovação, Competitividade e Coesão”; “Novas Tendências na Promoção dos Destinos”; “Novas Tendências da Procura Turística”; e “Património e Turismo, uma Relação Estratégica?”. O programa completo pode ser descarregado em https://bit.ly/2H6DGST

Entre os vários oradores, destacam-se Miguel Freitas, secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural; Francisco Martín Simón, Diretor-Geral de Turismo da Junta da Extremadura (Espanha); Domingos Xavier Viegas, coordenador do Centro de Estudos sobre Incêndios Florestais da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra; João Paulo Catarino, coordenador da Unidade de Missão para a Valorização do Interior; Paula Araújo da Silva, Diretora-Geral do Património Cultural; Ana Abrunhosa, Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro; os bloggers Carlos Bernardo e Nelson Carvalheiro; ou o cineasta Ruben Alves, entre muitos outros.

Turismo homenageia personalidades em Jantar de Gala

À semelhança da edição anterior, o Jantar de Gala “Vê Portugal” será um dos momentos altos do programa. Pelo segundo ano consecutivo, o Turismo Centro de Portugal irá homenagear personalidades que se destacaram no setor turístico nacional e regional. No Jantar de Gala serão também entregues os Prémios de Concurso de Empreendedorismo Turístico “José Manuel Alves”, instituídos pelo Turismo Centro de Portugal, e que visam apoiar projetos inovadores no setor do Turismo com implementação na região, assim como os Prémios de Teses Académicas que incidam sobre o Centro de Portugal.

A participação no Jantar Gala “Vê Portugal”, tal como no Fórum, é gratuita e limitada, com obrigatoriedade de inscrição e sujeita a confirmação, através do link https://bit.ly/2JuBWkG

Por:TC

III Grande Prémio Internacional Beiras e Serra da Estrela na estrada de 13 a 15 de abril

Cerca de duas dezenas de equipas de ciclismo da Europa, Ásia e América vão participar no III Grande Prémio Internacional Beiras e Serra da Estrela, que se vai disputar de 13 a 15 de abril. A apresentação aconteceu nesta terça-feira, em Vilar Formoso, no CEDET – Centro de Desenvolvimento Transfronteiriço.

A prova, uma das poucas em Portugal a integrar o calendário internacional, vai percorrer durante três dias o Centro de Portugal, com o objetivo de acentuar cada vez mais o ciclismo como um importante veículo de promoção e divulgação da região das Beiras e Serra da Estrela.

A organização, a cargo da Associação de Municípios da Cova da Beira, em parceria com a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela e o Turismo Centro de Portugal, informou hoje que vão participar nove equipas portuguesas, três espanholas, duas colombianas e uma de Kuwait, Rússia, Estados Unidos, Holanda, Japão e Sérvia.

A primeira etapa terá lugar entre Mêda e Figueira de Castelo Rodrigo, com um percurso de 177 quilómetros. No dia 14, os ciclistas partem do Sabugal e terminam em Seia, 194 quilómetros depois. Nesta etapa, o pelotão escalará o Alto da Torre, o sítio mais alto de Portugal Continental, no Parque Natural Serra de Estrela. Finalmente, no dia 15, os atletas irão pedalar 168 quilómetros, entre Gouveia e Guarda, em outra etapa também disputada em alta montanha.

Estiveram presentes na apresentação Pedro Machado, presidente do Turismo do Centro, José Manuel Biscaia, em representação da Associação de Municípios da Cova da Beira, António Ruas, em representação da Comunidade Intermunicipal Beiras e Serra da Estrela, António Machado, presidente da Câmara Municipal de Almeida, Carlos Pereira, em representação da FullSport, Sérgio Sousa, em representação da Federação Portuguesa de Ciclismo, e o coronel Luís Cunha Rasteiro, comandante do Comando Territorial da GNR da Guarda.

Por:TC

Centro de Portugal atraí milhares de visitantes na Páscoa

Este fim de semana de Páscoa vai ser extremamente positivo para a atividade turística no Centro de Portugal. Um inquérito feito às unidades hoteleiras e de turismo rural, conduzido pelo Turismo Centro de Portugal, mostra que as taxas de ocupação estão muito altas, havendo dezenas de espaços completamente lotados.

Os dados, recolhidos até ao dia 28 de março, indicam que, na globalidade do Centro de Portugal, as taxas de ocupação serão de 70% na sexta-feira e 66% no sábado. A procura é particularmente intensa nas sub-regiões da Beira Baixa e da Beira e Serra da Estrela, com taxas de ocupação que rondam, respetivamente, os 90% e os 80%. A esta elevada procura não será alheio o forte nevão que cobriu a Serra da Estrela de branco por estes dias, e que convida à prática de desportos de inverno ou a simples passeios em família para ver a neve.

Mas não é apenas a neve a levar milhares de visitantes ao Centro de Portugal neste fim de semana, uma vez que outras sub-regiões registam elevadas taxas de ocupação. A Região de Coimbra e a Região de Aveiro, por exemplo, registam uma taxa superior a 75% na sexta-feira e a Região Viseu Dão-Lafões aproxima-se dos 70%.

Muito significativo é o fato de, num universo de 220 respostas, o inquérito ter registado 47 empreendimentos já lotados, para sexta-feira e sábado. Sinal de que o Centro de Portugal continua a atrair cada vez mais visitantes, que procuram experiências diferentes e enriquecedoras!

Por:TC

Filmes do Centro de Portugal premiados na maior feira de turismo da Europa

O Centro de Portugal continua a conquistar prémios e distinções pelo mundo fora. Os mais recentes reconhecimentos aconteceram na Alemanha, no decorrer da ITB Berlim, a maior feira de turismo da Europa e uma das mais importantes a nível mundial. O festival de cinema de turismo “The Golden City Gate”, que decorre inserido na feira, consagrou dois filmes oriundos da região.

O novo filme promocional do Centro de Portugal, intitulado “Next Stop / Próxima Paragem”, ganhou o “Urso de Prata”, referente ao segundo lugar, na categoria “Região”. Outro filme produzido na região foi igualmente distinguido: o “The Guardian of Naturia”, que promove o concelho da Pampilhosa da Serra, arrecadou também um “Urso de Prata” na categoria “Ecoturismo”.

Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal e da Agência Regional de Promoção Turística Centro de Portugal, recebeu ambos os prémios no espaço do Centro de Portugal na ITB Berlim, integrado no stand do Turismo de Portugal. As distinções foram entregues por Alexander Kammel e Hugo Marcos, respetivamente diretor e secretário-geral do CIFFT – Comité Internacional dos Festivais de Filmes Turísticos.

“Os filmes produzidos pela região Centro de Portugal continuam a surpreender os jurados dos festivais em que participam, pela qualidade das produções e pela magnificência dos cenários, naturais e patrimoniais, que tornam esta região verdadeiramente única. Não foi por acaso que o filme anterior da região foi consagrado como um dos três melhores do mundo em 2017, assim como não é por acaso que este está já também a ganhar prémios”, destaca Pedro Machado. “O filme da Pampilhosa da Serra, que mostra um destino fantástico no coração do Centro de Portugal, está também, e muito justamente, a conquistar quem o vê. Esta região tem, de facto, qualidades invejáveis do ponto de vista visual e cinematográfico”, acrescentou.

Este prémio é já o segundo conquistado pelo “Next Stop / Próxima Paragem”, depois de se ter estreado a vencer no festival Art&Tur, onde ganhou o 1.º prémio na categoria “Destinos Turísticos – Região”. Triunfos que deixam antever um percurso de sucesso para o filme nos restantes festivais de cinema de turismo do circuito CIFFT, seguindo as pisadas vitoriosas do filme seu antecessor, intitulado “Turismo Centro de Portugal – Destino Preferido da ECTAA”. Este, recorde-se, terminou o circuito CIFFT de 2017 como o terceiro mais premiado entre as centenas de concorrentes, somando 12 prémios em 10 festivais.

Em comum, os dois filmes têm a qualidade da matéria-prima – as imagens recolhidas em locais extraordinários do Centro de Portugal – e a empresa que os produziu para o Centro de Portugal: a Slideshow.

Este é também o segundo prémio conquistado pelo filme da Pampilhosa da Serra, que foi igualmente contemplado no Art&Tur, com o 1.º prémio na categoria Turismo Rural e de Natureza e o Grand Prix da Competição Nacional.

Pode ver o “Next Stop / Próxima Paragem”, com cerca de 6 minutos, neste link: https://vimeo.com/220445458.

E pode ver o “The Guardian of Naturia”, com cerca de 3 minutos, neste link: https://vimeo.com/228953910.

Recorde-se que o Centro de Portugal está desde quarta-feira na Alemanha, a participar na maior feira de turismo da Europa e uma das mais importantes do mundo, a ITB Berlim. A marca Centro de Portugal está presente em Berlim através da Agência Regional de Promoção Turística (ARPT) Centro de Portugal.

A representação é liderada pelo presidente da ARPT Centro de Portugal, Pedro Machado, simultaneamente presidente do Turismo Centro de Portugal, por Jorge Almeida, vice-presidente da ARPT Centro de Portugal e vogal do TCP, e pela técnica da ARPT Centro de Portugal, Ana Cota.

Por:TCP

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar