Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: viseu

Tag Archives: viseu

Novas medidas do Estado de Emergência até 8 de dezembro

Suspensão de aulas antes dos feriados 1 e 8 de dezembro

Assim , ao fim da tarde deste sábado, António Costa, apresentou as novas medidas para o novo Estado de Emergência, onde sobressai a saída de Fornos de Algodres da lista dos concelhos de risco , ainda a novidade da suspensão de aulas antes dos feriados 1 e 8 de dezembro.

Por sua vez, o Primeiro- ministro referiu ainda que, “não obstante continuarmos a crescer, há uma desaceleração”, o que não significa baixar os braços. “Temos ainda muito que nos esforçar”, refere, justificando o reforço das medidas.

Medidas Gerais:

  • Uso obrigatório da máscara no local de trabalho, exceto quando os postos de trabalho são isolados ou quando haja separação física entre diferentes postos. “Também no trabalho se transmite o vírus e também no trabalho a máscara protege da transmissão do vírus”, apontou António Costa;
  • Proibição de circulação entre concelhos:
    • entre as 23h de 27 de novembro e as 5h de 2 de dezembro
    • entre as 23h de 4 de dezembro e as 5h de 9 de dezembro;
  • Nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro estão suspensas as atividades letivas em todos os níveis de ensino. Nas mesmas datas há tolerância de ponto e o apelo a entidades privadas para dispensa de trabalhadores. Costa justificou estas medidas como forma de se ter “um mês de dezembro o mais tranquilo possível”;

– Mapa de Risco

  • Os concelhos serão divididos em diferentes níveis de risco de contágio. Neste momento existem 65 concelhos de risco moderado, 86 de risco elevado, 80 de risco muito elevado e 47 de risco extremamente elevado. As regras específicas para cada concelho podem ser vistas no site Estamos On;
  • Será “em função destes critérios de risco” que nos próximos meses serão “modeladas as medidas a adotar para que se ajustem o melhor possível à realidade efetiva em cada concelho”;
  • Casos em cada nível de risco, nos últimos 14 dias:
    • “Extremamente elevado”: mais de 960 casos de doença por 100 mil habitantes;
    • “Muito elevado”: mais de 480 novos casos por 100 mil habitantes;
    • “Elevado”: mais de 240 e até 480 casos por 100 mil habitantes;
    • “Moderado”: menos de 240 casos por 100 mil habitantes.
  • António Costa referiu que 17 concelhos saem da lista de risco elevado, informação posteriormente corrigida pelo Governo, referindo que são apenas 15 concelhos: Aljustrel, Alvaiázere, Beja, Borba, Carrazeda de Ansiães, Ferreira do Alentejo, Fornos de Algodres, Santa Comba Dão, São Brás de Alportel, Sousel, Tábua, Tavira, Vila Real de Santo António, Vila Velha de Ródão e Vila Flor;

 

  • Nos concelhos onde há mais de 240 casos por cem mil habitantes, o Governo refere que vai haver uma “ação de fiscalização do cumprimento do teletrabalho obrigatório”, devido aos incumprimentos que se têm verificado;
  • Na quinzena que engloba os dois feriados — 1 e 8 de dezembro — não vão ser verificadas medidas diferentes entre os concelhos com 48o casos por cada 100 mil habitantes e os que têm mais de 960. Desta forma, mantém-se as medidas atualmente em vigor e são acrescentadas outras três:
    • Entre as 13h e as 5h é proibido circular na via pública e os estabelecimentos comerciais têm de estar fechados;
    • Nas vésperas dos feriados, os estabelecimentos comerciais têm de encerrar a partir das 15 horas;
    • As medidas dos fins de semana estão em vigor nos feriados de 1 e 8 de dezembro.

 

  • António Costa referiu também medidas de apoio à economia:
    • Programa Apoiar.pt, no valor total de 1.55o milhões de euros — estão previstos empréstimos de 750 milhões de euros e 160 milhões de euros a fundo perdido;
    • Medidas de apoio à restauração;
    • Apoio à Retoma Progressiva, com acesso imediato;
    • Adiamento dos pagamentos à Segurança Social e IVA trimestral;
    • Redução de rendas comerciais, com contrapartidas para os senhorios.

IPSS do Distrito da Guarda e de Viseu recebem donativo através da Campanha Electrão Empresas

A Campanha Electrão Empresas, uma iniciativa promovida pelo Electrão e pela Samsung Eletrónica Portuguesa ao longo de 2019, chegou agora ao fim.

A campanha permitiu angariar mais de 10.000€, doados a Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS).

No distrito da Guarda, uma Instituição Particular de Solidariedade Social está contemplada neste donativo, recebendo parte do valor arrecadado na campanha.

O Centro técnico RCDigitec Unipessoal, Lda. participou nesta iniciativa do Electrão e da Samsung. Graças ao empenho na campanha conseguiu ajudar a instituição Lugar dos Pequeninos – Porto da Carne.

No distrito de Viseu, uma Instituição Particular de Solidariedade Social está contemplada neste donativo, recebendo parte do valor arrecadado na campanha.

O Centro técnico Beiratrónica, Lda. participou nesta iniciativa do Electrão e da Samsung. Graças ao empenho na campanha conseguiu ajudar a instituição Escola de Cães-Guia.

A Campanha Electrão Empresas correu o território nacional para recolher equipamentos eléctricos, pilhas e lâmpadas usados com o objectivo de os converter em apoios para causas sociais. Graças à participação de 21 centros de assistência técnica da Samsung foi possível recolher 106,678 toneladas destes resíduos que foram convertidos em 10.667,80€, entregues a 22 IPSS.

Num ano que se revelou difícil para Portugal e para o mundo, o Electrão e a Samsung reconhecem ainda mais a importância de apoiar e dar retorno à sociedade. Esta é uma preocupação que uniu as duas organizações que já em 2018 recolheram mais de 48 toneladas de equipamentos eléctricos, pilhas e lâmpadas usados e doaram 4.800€ à casa da Encosta, Centro de Acolhimento Temporário de Crianças em Risco, no concelho de Cascais.

Lista de Centros Técnicos e IPSS envolvidos:

Centros Técnicos IPSS
AT informática Acreditar – Núcleo Regional Norte
C&V CRIPS – Centro Recuperaçao infantil de Ponte de Sor
Hot Cold Casa Mão Amiga
Refri Elo Social – Associação de Integração e apoio ao Deficiente Mental Jovem e Adulto
CTDI Operação Nariz Vermelho
CTL – Lar D. Pedro V ( para Praia da Vitória )
– Associação Atlântica de Apoio aos Doentes Machado-Joseph ( para a ilha de São Miguel)
BCD “ATR” – Associação tira-me da rua
Electropixel Lar Luis Soares de Sousa
Assistência 35 Centro Paroquial Santíssimo Sacramento
Electro Balsemão APPACDM Setúbal
STE Associação Nacional de Intervenção Precoce
Mavideo Casa do Kastelo
TV Principe Centro Social Paroquial S. Tiago de Silvalde
Tamet Associação do Porto de Paralisia Cerebral
Lidernor Operação nariz vermelho
Asteguima Centro Juvenil S- José
RCDigitec Lugar dos Pequeninos – Porto da Carne
Beiratrónica Escola de Cães-Guia
Álvaro Group Centro Social Paroquial do Entroncamento
Joel Tec Animalife – Associação dos amigos dos animais da Moita
ECS AFID Diferença
Samsung Acreditar – Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro

O Electrão – Associação de Gestão de Resíduos é a entidade responsável por três dos principais sistemas de recolha e reciclagem de resíduos: embalagens, pilhas e equipamentos eléctricos usados. Gere uma rede de recolha de equipamentos eléctricos e pilhas usadas com mais de 5.500 locais de recolha dispersos por todo o território nacional e é também responsável pela reciclagem de embalagens em todo o país. A sua principal missão é assegurar a reciclagem dos resíduos recolhidos, contribuindo para a minimização do impacto ambiental e para um reaproveitamento dos materiais que os constituem, como promotor da economia circular.  Desenvolve diversas campanhas de comunicação e sensibilização com o objectivo de promover uma maior consciencialização ambiental e uma mudança de comportamentos, e a separação para a reciclagem, das quais se destaca o Quartel Electrão, a Escola Electrão e o TransforMAR.

 A Samsung Electronics Co., Ltd. inspira o mundo e molda o futuro, através do desenvolvimento de tecnologias e ideias inovadoras. A empresa está a redefinir o universo das televisões, smartphones, equipamentos wearable, tablets, eletrodomésticos, sistemas de rede, memórias e soluções LED.

 

ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo decorre em Viseu

Turismo Centro de Portugal, a Câmara Municipal de Viseu e o Centro Portugal Film Commission apresentaram hoje, em conferência de imprensa, os principais destaques da edição de 2020 do que se vai realizar de 20 a 23 de outubro, em Viseu.

Já na sua 13.ª edição, o Festival ART&TUR é um evento ímpar no panorama nacional e internacional dos festivais de cinema, com um prestígio e notoriedade que crescem de ano para ano.

A concurso estarão filmes de turismo provenientes de todo o mundo. Trata-se assim de um grande evento de promoção turística audiovisual, que tem como missão apoiar o marketing de destinos e de produtos turísticos. Devido à sua integração no Comité Internacional dos Festivais de Cinema de Turismo (CIFFT), o ART&TUR é uma das etapas do circuito internacional de festivais em que se elege, anualmente, os dez melhores filmes de turismo feitos em todo o mundo.

A conferência de imprensa, que teve lugar no Teatro Viriato, em Viseu, contou com a presença de Francisco Dias, Diretor do Festival ART&TUR; António Almeida Henriques, Presidente da CM de Viseu e anfitrião do ART&TUR 2020; José Ribau Esteves, Presidente da CM de Aveiro e anfitrião do ART&TUR 2021; Jorge Sobrado, Vereador da CM Viseu; e Pedro Machado, Presidente do Turismo Centro de Portugal.

Na ocasião, Francisco Dias salientou o crescente sucesso do Art&Tur, festival que, recorde-se, no ano passado decorreu em Torres Vedras, no anterior em Leiria e que em 2021 rumará a Aveiro. “É um festival que promove a cidade e a região onde se realiza anualmente, ao mesmo que promove a criatvidade dos filmes a concurso”, disse.

Jorge Sobrado destacou “a ambição de se fazer em Viseu a melhor edição de sempre do Art&Tur”. “Para tal, quisemos abrir o festival às pessoas, trazê-las para dentro do festival”, explicou, frisando que, para tal, estão asseguradas todas as medidas de segurança em vigor.

Pedro Machado, por sua vez, realçou a preocupação do fesival com a sustentabilidade, “que vem ao encontro das preocupações dos viajantes”. Além disso, recordou, “51 por cento dos turistas atuais revelaram, num inquérito, estar dispostos a alterar o seu destino para cidades menos massificadas, como Viseu. Faz cada vez mais sentido estes festivais e outros eventos serem realizados nestes destinos. Queremos fazer desta uma grande edição do Art&Tur e afirmar cada vez mais o Centro de Portugal no contexto internacional”.

José Ribau Esteves considerou, falando já da próxima edição, que “Aveiro quer ser um bom herdeiro de Viseu e dar seguimento a esta excelente ideia que é o festival Art&Tur” “Trabalheremos todos juntos para termos um grande festival, pois quando somamos ficamos mais capazes”, disse.

A terminar, o anfitrião Almeida Henriques sublinhou ser “um privilégio suceder a Torres Vedras na organização do festival e passar o testemunho a Aveiro”. “Éa prova de que existe um país que vai além de Lisboa e Porto” e que “a cultura e o turismo combinam muito bem, sendo o Art&Tur um momento alto desta ligação”.

72 filmes em exibição durante quatro dias
Este ano, o júri internacional do Festival é presidido pelo cineasta António-Pedro de Vasconcelos e integra 31 profissionais reputados de 19 países.

Durante os quatro dias do Festival, serão exibidos os 72 filmes que compõem a short list de filmes distinguidos pelo júri, escolhidos entre os 295 filmes que cocorreram. O programa completo do evento pode ser consultado em https://tourfilm-festival.com/programa.

O primeiro dia é dedicado aos filmes integrados na competição nacional, sendo os dias 21 e 22 destinados aos filmes da competição internacional. No dia 23, terá lugar a Cerimónia de Prémios, sendo de manhã apresentados os Prémios da Competição Internacional e, à tarde, os prémios da Competição Nacional.

Todos os filmes da short list do Art&Tur 2020 podem ser vistos no site do Festival, em https://tourfilm-festival.com, já a partir do dia 6 de outubro, quando terá início a votação do público. Esta votação decorrerá durante duas semanas, atá ao dia de abertura do Festival, a 20 de outubro.
Durante o Festival, as exibições dos filmes serão intercaladas com sessões de uma conferência internacional sobre marketing turístico e marcas de destino, numa iniciativa do Festival Art&Tur. Nesta conferência destacam-se oito temas relevantes, designadamente:

– A inovação e resiliência do setor do Turismo face à atual pandemia de Covid-19. Pedro Machado, presidente Turismo Centro de Portugal, e Jorge Sobrado, vereador da Câmara Municipal de Viseu, abordam a gestão de destinos turísticos em contexto de crise.

– O turismo criativo como forma de valorizar os recursos endógenos do interior de Portugal. Uma equipa liderada pela professora Nancy Duxbury, da Universidade de Coimbra, apresentará o projeto Creatour, considerado um modelo de referência em Portugal.

– Estudos recentes sobre a imagem e perceção dos destinos turísticos pelos turistas portugueses. Investigadores dos politécnicos de Viseu e Leiria e da Universidade de Coimbra apresentam os resultados de dois estudos sobre a atratividade de destinos nacionais e internacionais para os turistas portugueses.

O papel das emoções nas experiências dos turistas. Este tema será objeto de duas palestras complementares: a primeira, pelo professor Carlos Peixeira Marques, da UTAD, aborda a relação entre emoções e memória – saudades, vivências e lembranças; a segunda, por um grupo de investigadores do CITUR-Leiria, apresenta uma nova abordagem experimental do papel das emoções na experiência turística, através de dispositivos usados no neuro-marketing: o interface cérebro-computador.

– Uma reflexão magistral sobre a relação entre Filosofia, Audiovisual, Cultura e Património, pelo produtor cultural italiano Aldo di Russo e por Enrico Panaï, presidente da Euro-Asia Tourism Studies Association.

– Finalmente, duas palestras em que intervêm seis bloggers de viagens portugueses, fundadores da Associação Portuguesa de Bloggers de Viagens. A primeira, mais de natureza concetual, aborda a influência dos bloggers de viagem na escolha do destino, com intervenções de Catarina Leonardo, autora do blog “Wandering Life”, Marlene Marques, autora do blog “Marlene on the Move”, e Raquel Morgado, autora do blog “365 dias no mundo”; a segunda é de natureza mais intimista e consiste na partilha de experiências de bloggers de viagem por parte de três bloggers Portugueses: Filipe Morato Gomes, autor do blog “Alma de Viajante”, Rui Barbosa Batista, autor do blog “Bornfreee”, e Ruthia Portelinha, autora do blog “O Berço do Mundo”.

Programa Cultural é aposta forte
Em paralelo ao Festival, mas integrado nele, terá lugar uma forte programação cultural na cidade de Viseu, destacando-se uma visita guiada à cidade, concertos da Orquestra Filarmónica Portuguesa e Orquestra Filarmónica das Beiras, assim como atuações de Moullinex e da fadista Mara Pedro.

Viseu acolhe oficina do Empreendedor

Tem início a primeira oficina do Empreendedor, em Viseu, já no dia 14 até  25 de setembro vão ser 6 sessões de capacitação sobre o empreendedorismo e visitas de campo a empreendedores de sucesso. As inscrições encerram até ao final desta sexta feira, 4 de setembro.

A iniciativa tem despertado interesse, a poucos dias de fechar o período de inscrições.  Engenharia de Computação, moagem de cereais, turismo rural e muitos mais são variados os projetos dos empreendedores inscritos, um bom indicador para o Programa V21 Rural e para Viseu. Tendo em conta os inscritos, nesta que é a primeira fase do projeto, perspetiva-se que o meio rural de Viseu venha a ter novo impulso.

Os interessados em ocupar as últimas vagas podem inscrever-se aqui ou na página de Facebook da Vissaium XXI, onde consta toda a informação ao detalhe.

Qual o perfil de um empreendedor? Como passar de um empreendedor a empresário? Estas e muitas outras questões vão ser abordadas na Oficina do Empreendedor que quer dar a oportunidade de os participantes prepararem e aprimorarem o seu perfil de empreendedor e ideia de negócio.

De 14 a 25 de setembro, o programa da Oficina do Empreendedor é composto por sete dias: 6 de capacitação (duas teóricas e quatro encontros com empresários) e um dia de vistas de campo a casos de sucesso.

A Oficina do Empreendedor está inserida no programa V21 Rural, promovida pela Vissaium XXI e pelo Município de Viseu, integrado no programa municipal Viseu Rural. O programa está dividido em três fases: depois da Oficina do Empreendedor os interessados vão ter a oportunidade de seguir em frente com as suas ideias, apresentando a sua candidatura para o Plano de Negócios e Estágio e Cooperação. Nestas fases os projetos escolhidos vão receber todo o acompanhamento necessário para poderem tornar a sua ideia de negócios numa empresa de sucesso.

Licenciaturas de Psicologia do Piaget recebem acreditação máxima

 A A3ES – Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior distinguiu, uma vez mais, os dois cursos de licenciatura em Psicologia do Instituto Piaget, lecionados no campus de Viseu e no polo universitário de Almada, com a acreditação máxima, sem condições, pelo período de seis anos.

 Esta distinção resulta do reconhecimento consistente da qualidade inovadora da formação ministrada pelo Instituto, numa das áreas do saber privilegiadas pelo inspirador e primeiro presidente honorário da instituição – o psicólogo suíço Jean Piaget, um dos mais importantes pensadores do século XX, mundialmente reconhecido pela sua revolução epistemológica.

 Iniciada em 1998, a licenciatura em Psicologia do Instituto Piaget conta já com mais de mil diplomados. Os jovens licenciados no curso têm acesso ao ciclo de ensino universitário seguinte, podendo prosseguir os seus estudos no Piaget através dos mestrados.

 Para o Instituto Piaget, a qualidade e credibilidade dos dois cursos assenta em boa parte na competência pedagógica e científica dos respetivos corpos docentes, a que se junta a sua experiência e formação profissional, tanto num contexto interno como externo.

 Entre as mais-valias das licenciaturas ministradas nos dois campi destaca-se, de acordo com o Instituto, o acompanhamento de proximidade aos alunos, visando dotá-los de uma boa formação de base para prosseguimento dos estudos, nas diversas áreas de especialização, para o futuro exercício da profissão de psicólogo.

Mangualde descontente com declarações na Assembleia Municipal de Viseu

A Autarquia de Mangualde veio publicamente manifestar o seu descontentamento e indignação pelas declarações proferidas pelo Deputado da Assembleia da República, Pedro Alves, na última Assembleia Municipal de Viseu. Segundo fonte noticiosa, o Deputado Pedro Alves acusa o anterior Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, de ter sido responsável pelo fracasso de criação da empresa intermunicipal de águas e por ter boicotado a melhoria do abastecimento de água a Viseu.

A autarquia lamenta, porque estas declarações não correspondem à verdade, e servem apenas como armas de arremesso político contra o ex-autarca de Mangualde e candidato em 2021 à Câmara Municipal de Viseu – sublinha o atual presidente da Câmara, Elísio Oliveira. “O processo de constituição da empresa Águas de Viseu foi, por natureza, um processo complexo, com negociações difíceis, feitas de avanços e recuos, numa primeira fase a oito e numa segunda fase a cinco municípios. Durante todo este processo, as reuniões entre os autarcas foram pautadas pela defesa do interesse das suas populações, com elevação, muitas vezes com crispação, mas tendo sempre subjacente a importância vital da água. Quando há acordos ou desacordos entre as partes a responsabilidade é de todos os intervenientes.”, contextualiza ainda Elísio Oliveira.

A autarquia de Mangualde não pode deixar de apelar à serenidade em volta deste tema, “pela sua importância vital e estratégica para as populações e para a região. Este processo ainda tem muito caminho a percorrer e deve ser feito com responsabilidade institucional não devendo ser arrastado para as disputas eleitorais”, conclui ainda o Presidente.

GNR-Operação “MOTO” 2020 – Resultados

A Guarda Nacional Republicana, no período de 7 a 13 de julho, realizou uma operação de âmbito nacional, promovendo ações de sensibilização e de fiscalização rodoviária, no sentido de prevenir comportamentos de risco durante a condução de motociclos e ciclomotores nas vias com maior intensidade de tráfego.

O objetivo da operação foi inverter a tendência de aumento da sinistralidade que tem vindo a verificar-se com os motociclos, e de contribuir para um ambiente rodoviário mais seguro. Durante este período, foram empenhados militares dos Comandos Territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito (UNT), que fiscalizaram 6 712 veículos de duas rodas, tendo registado o seguinte:

· 58 crimes, destacando-se:

o 41 por falta de habilitação legal;

o 14 por excesso de álcool no sangue.

· 695 contraordenações, destacando-se:

o 122 relacionadas com iluminação e sinalização;

o 42 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;

o 41 por excesso de velocidade;

o 36 por excesso de álcool no sangue;

o 31 por falta ao mau uso de capacete;

o 16 relacionadas com pneus.

Durante o dia 12 de julho, a GNR organizou ainda, em todo o território nacional, passeios de sensibilização para os motociclistas, empenhando 68 militares e sensibilizado 346 condutores.

Prevenção de incêndios

O período crítico para a ocorrência de incêndios iniciou-se a 1 de julho e decorrerá até 30 de setembro.

Dada a esta situação é essencial que cumpramos as indicações, sendo proibido:
• Fazer queimas ou queimadas
• Lançar foguetes, fogo de artificio e balões com mecha acesa
• Fumigar ou desinfetar apiários sem dispositivos de retenção de faúlhas
• A circulação de tratores, máquinas e veículos de transportes pesados que não possuam extintor, sistema de retenção de fagulhas ou faíscas e tapa chamas nos tubos de escape e chaminés
• Fazer lume ou fogueiras

“Dias Abertos”no Piaget em Viseu

“Dias Abertos” é o nome da iniciativa que o Instituto Piaget promove ao longo da primeira quinzena de julho dirigida aos estudantes interessados em candidatar-se às suas licenciaturas no próximo ano letivo.

A ação envolve todos os polos de ensino superior da instituição, de norte a sul do país, através de sessões online interativas gratuitas, em que os estudantes poderão obter todas as informações e esclarecer as suas dúvidas diretamente com os coordenadores e docentes dos cursos. A iniciativa arranca já no dia 1 e prolonga-se até 13 de julho, com dias específicos para cada curso.

Para participar os interessados só terão de se inscrever no dia aberto a que pretendem aceder, o que podem fazer através do site do Instituto Piaget, onde está igualmente disponível informação sobre o horário de cada uma das sessões.

No polo académico de Viseu há dois dias abertos programados: o dia 1 de julho, que marca o arranque da iniciativa, para a licenciatura de Psicologia, e o dia 3, para as licenciaturas de Enfermagem e Fisioterapia.

No campus de Silves, as licenciaturas de Fisioterapia, Osteopatia e Enfermagem têm a sua sessão marcada para o dia 2 de julho, as duas primeiras num evento que decorre de manhã e a terceira de tarde.

No polo de Vila Nova de Gaia, a data escolhida é o dia 3 de julho, para os interessados nas licenciaturas de Acupunctura, Enfermagem, Fisioterapia e Osteopatia.

Finalmente, o campus de Almada promove os seus dias abertos no dia 7, para as licenciaturas de Educação Básica, Educação Social e Informática, e no dia 13 para os cursos de Educação Física e Desporto, Gestão e Psicologia.

 

JLS – Transportes Internacionais S.A. investe em Mangualde

Na sequência de ações de dinamização empresarial, a JLS – Transportes Internacionais S.A., empresa de referência na região de Viseu, adquiriu cerca de 80.000 m2 em Mangualde, na estrada Mangualde – Nelas, em frente à empresa de granitos Ibergran, visando investimentos futuros. A JLS tem cerca de 350 trabalhadores, 300 camiões, várias estruturas de apoio logístico em Portugal e no estrangeiro e um nível de faturação de 26 milhões de euros.

“É de registar a colaboração dos diversos proprietários dos terrenos que viabilizaram esta operação”, explicou o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde. Elísio Oliveira salienta ainda que: “Mangualde reforça-se assim como potência na área dos serviços de transportes TIR e no acolhimento e desenvolvimento de serviços de apoio a este setor. Este sector de atividade é uma fileira com grandes potencialidades de absorver serviços de maior valor acrescentado”. O autarca sublinha ainda que “estamos muito gratos à empresa JLS, na pessoa do seu fundador e Presidente do Concelho de Administração, José Lopes de Sousa, bem como aos proprietários dos terrenos que viabilizaram esta operação.”

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar