Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: natal

Tag Archives: natal

Figueira de Castelo Rodrigo será “Terra Natal” de 8 a 25 de dezembro

 “Terra Natal” vai surgir em Figueira de Castelo Rodrigo, entre 8 e 25 de dezembro, acolhendo no coração da vila diversas atividades e iniciativas natalícias.

A abertura da “Figueira Terra Natal” tem lugar no dia 8 de dezembro, às 17h, sendo também esse dia que se irão ligar as iluminações natalícias, espalhadas por algumas ruas e avenidas da vila. Todo o programa é pensado para as famílias, em especial para as crianças, havendo música, cinema, teatro e uma diversidade de animações de rua e atividades planeadas pela autarquia.

O Largo Serpa Pinto será o epicentro da “Figueira Terra Natal” durante este período. É nessa zona que estarão a Casa do Pai Natal, o Presépio, a Casa dos Ateliers de Natal, o Baloiço, o Comboio e o Mercadinho. A solidariedade também não foi esquecida pelo Município, conseguindo em sinergia com parceiros locais criar iniciativas em prol dos mais desfavorecidos. O culminar destas atividades terá lugar no dia 24 de dezembro, dia em que será acesa a fogueira de Natal.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, Carlos Condesso, este evento irá “contribuir para devolver a autoestima coletiva aos Figueirenses e pretende dinamizar a economia local”. Para o autarca, “o Natal é época de paz e harmonia, de convívio e de apelo às raízes e às tradições”, terminando dizendo que está certo que a iniciativa “Figueira Terra Natal será um importante ativo para o reencontro dos Figueirenses, para a alegria das crianças e para a magia da esperança, ao mesmo tempo que pretende atrair novos fluxos de visitantes”.

Celorico da Beira- Elaborarem Postais de Natal

O Natal está à porta e, mesmo nos tempos conturbados que ainda atravessamos, é imperioso celebrar a vida e renovar a esperança.

A Câmara Municipal de Celorico da Beira lança o desafio, aos munícipes a elaborarem os Postais de Natal.

Todos podem apresentar até ao próximo dia 15 de dezembro, postais de Natal criativos e originais, resultantes de trabalhos de expressão artística de pintura, desenho, fotografia, recortes etc,,

Todos os participantes serão contemplados com um prémio personalizado eos trabalhos serão expostos numa galeria virtual no site e páginas do facebook do Município e do Centro Cultural.

Alguns trabalhos serão selecionados para serem utilizados como postais de Boas Festas do Município, nesta quadra natalícia.

Consulte as normas de participação em: www.cm-celoricodabeira.pt

Campanha “Por um Sorriso” em Mangualde

Vai ser promovido pelo Município de Mangualde , como em anos anteriores, a campanha “Por um Sorriso”, trata-se  de uma campanha solidária de recolha de brinquedos que pretende fomentar o espírito de entreajuda e tornar o Natal de todas as crianças do concelho especial.

 Sob o lema “Por um Sorriso”, esta ação, que decorre de 29 de novembro a 10 de dezembro, tem como destinatárias as crianças das famílias mais desfavorecidas do concelho que estejam sinalizadas no âmbito da Ação Social. Imbuída de espírito natalício, a restante comunidade pode, através de um gesto solidário, alegrar o Natal destas crianças e respetivas famílias.

De segunda a sexta-feira, entre as 9h00 e as 17h00, os brinquedos podem ser entregues no átrio da Câmara Municipal de Mangualde ou na Loja Social.

 

GD Mangualde está a recolher brinquedos e material escolar

Neste Natal, o Grupo Desportivo de Mangualde apela à sua solidariedade e convida a aderir a esta iniciativa com intuito de  oferecer brinquedos e material escolar às crianças mais desfavorecidas do  concelho.

Assim, a partir de hoje e até dia 19 de dezembro todos podem colocar um brinquedo ou material escolar debaixo da árvore de Natal exposta na entrada do Estádio Municipal de Mangualde.

Os brinquedos e material escolar angariado será posteriormente depositado na Loja Social do Município de Mangualde e distribuído por dezenas de crianças.

Lamego- “Mercado de Natal” decorre de 27 de novembro a 9 de janeiro

Câmara Municipal de Lamego apoia Comércio Tradicional em época natalícia

Através da iniciativa “Natal, Comércio Tradicional”, a Câmara Municipal de Lamego está a desenvolver uma série de ações de promoção e divulgação do comércio local. O objetivo é incentivar a população a efetuar as compras natalícias no concelho e apoiar os comerciantes locais.

O Natal está a chegar a Lamego!  

A Câmara Municipal de Lamego vai implementar várias acções alusivas à época para que o espírito festivo ajude no apoio ao comércio local. Assim, e para além da iluminação e das decorações natalícias, a iniciativa ”Natal, Comércio Tradicional” vai abranger três eventos de estímulo ao comércio do concelho:

“Mercado de Natal”: vai reunir na cidade uma ampla variedade de produtos artesanais e regionais que tem como intuito ajudar os artesãos e produtores locais, dando a conhecer o que de melhor Lamego tem para oferecer. Realizado no âmbito do projeto “Valorização dos Produtos Endógenos do Concelho de Lamego”, aprovado no programa Norte2020, esta iniciativa é co-financiada pelo FEDER em 85%.  O “Mercado de Natal” decorre entre 27 de novembro de 9 de janeiro na Avª Dr. Alfredo de Sousa.

  • Vouchers de Natal: atribuição de vouchers de consumo no valor de 10€ por cada 50€ de compras realizadas, entre 1 de dezembro e 9 de janeiro de 2022, em todas as lojas aderentes. Os vouchers podem ser levantados na Loja Interativa de Turismo (LIT), mediante a apresentação das faturas. Os vouchers devem ser posteriormente trocados entre os dias 9 de dezembro e 31 de março de 2022, nos estabelecimentos comerciais e de restauração inseridos nesta campanha.
  • Concurso “Montras de Natal”: estão a decorrer as candidaturas para participação no comércio de rua que irá escolher as montras dos estabelecimentos comerciais mais criativos de Lamego. Os cinco primeiros classificados serão distinguidos com um prémio pecuniário, sendo que todos os participantes receberão um prémio de participação no valor de 50€. Os formulários de candidatura encontram-se já disponíveis em cm-lamego.pte no Balcão de Atendimento do Município de Lamego.

Francisco Lopes, presidente da Câmara Municipal de Lamego, sublinha que «partindo da ideia de que fazer compras em Lamego é ainda mais especial na época natalícia, criámos a iniciativa “Natal, Comércio Tradicional” com um objetivo primordial: incentivar e dinamizar o comércio tradicional e a restauração local. O propósito do município é, sobretudo, apoiar e contribuir para a revitalização do nosso comércio, nomeadamente através de iniciativas que contribuam para a mobilização dos comerciantes, mas também que promovam e sensibilizem a população para o consumo local e tradicional, especialmente nesta altura do ano.»

Nelas atribuiu 40 vouchers de 25 euros cada em sorteio

O Salão Nobre da Câmara Municipal de Nelas, de acordo com as normas de funcionamento do projeto, acolheu o primeiro sorteio da campanha “Siga o Espírito de Natal e Compre no Comércio Local”, destinado ao apoio do comércio tradicional e dos serviços locais de todo o Concelho, a que aderiram já mais de 80 estabelecimentos e que se tem revelado um êxito, como se pode constatar até pelos mais de 5000 cupões que foram objeto de sorteio.
 Esteve a presidir ao sorteio , Borges da Silva, Presidente da Câmara, acompanhado pela Coordenadora da Proteção Civil Municipal e pela Coordenadora da Unidade Empreende, tendo sido sorteados 40 cupões, que deram origem a 40 vouchers de 25 euros cada, no montante total de 1000 euros.
Já a partir de amanhã, os Serviços Municipais da Unidade Empreende contactarão todos os 40 contemplados, no sentido de virem levantar o respetivo prémio, que poderá ser utilizado nos estabelecimentos aderentes do comércio tradicional e serviços do Concelho de Nelas até ao final do mês de abril.
No próximo dia 3 de fevereiro, pelas 15:00 horas, voltará a realizar-se novo sorteio de mais 40 vouchers de 25 euros cada, relativos aos cupões referentes às compras efetuadas entre os dias 4 e 31 de janeiro.
Campanha prolonga-se até abril
Para os comerciantes tradicionais ou serviços locais que ainda não aderiram à campanha “SIGA O ESPÍRITO DE NATAL E COMPRE NO COMÉRCIO LOCAL”, informamos que o poderão fazer até ao final do mês de Fevereiro de 2021, contactando o Município através do número 232941305, através do endereço eletrónico empreende@cm-nelas.pt ou dirigir-se pessoalmente às instalações da Unidade Empreende, sito no Edifício Multiusos na Praça do Município em Nelas.

Campanha “Natal a GUARDAr os nossos idosos”

MAIS DE TRÊS MIL IDOSOS PASSARAM O NATAL SOZINHOS

No contexto atual de pandemia COVID-19, e em complemento de todas as ações que vêm sendo desencadeadas por todo o seu dispositivo, a Guarda Nacional Republicana, desenvolveu, entre 18 e 24 de dezembro, uma campanha de acompanhamento dos idosos que vivem sozinhos, não só para diminuir o seu isolamento social, transmitindo uma mensagem de amizade e de esperança, mas sobretudo para os proteger, no âmbito do policiamento de proximidade. Ler Mais »

Mensagem de Natal do Presidente da FPF, Fernando Gomes

Assim, Fernando Gomes dirigiu-se à comunidade e deixou a seguinte mensagem de Natal:”A Federação Portuguesa de Futebol viveu no ano de 2020 os maiores desafios dos seus 106 anos de história.

Num ano marcado pelo aparecimento da pandemia, as vitórias e as derrotas, as alegrias e as tristezas, pela primeira vez no nosso historial, não poderão ser medidas pelos resultados das seleções ou pelas conquistas em campo.

O nosso sucesso em 2020, sejamos claros, passou muito mais pela nossa capacidade de servir aqueles que precisavam verdadeiramente de ajuda ou dos que mais se sacrificaram para poder ajudar o País e o mundo a encontrar uma janela de esperança nos dias mais escuros.

Procurámos dar a mão ao mundo do futebol, mas principalmente à sociedade civil – oferecendo o nosso know how, os nossos recursos financeiros e humanos e, essencialmente, a nossa boa vontade e disponibilidade total para acudir a quem precisou realmente de nós.

Preferíamos, com certeza, olha para o ano que passou e recordar orgulhosamente as qualificações para o Euro 2020 de futebol e para o Euro sub-21, a qualificação da seleção de futsal para o Mundial ou, entre muitos outros resultados, a conquista do título europeu de futebol de praia.

Preferíamos celebrar o nascimento da Casa dos Atletas, o crescimento da Portugal Football School, o trabalho de certificação das escolas de futebol ou o aumento da nossa base federada, mas sabemos que este não foi um ano igual aos outros. Sabemos que tivemos de encontrar dentro de nós a sabedoria de colocar o futebol num segundo plano e de nos concentrarmos, sempre que foi preciso, em ajudar doentes, médicos, enfermeiros, pessoal hospitalar, polícias, bombeiros, ou, simplesmente, os nossos compatriotas que enfrentaram e ainda enfrentam horas de grandes dificuldades.

Procurámos, como diz o aforismo, na humildade a grandeza de sermos maiores do que os nossos êxitos desportivos.

Se o conseguimos fazer, se persistimos em fazê-lo, isso só é possível graças à extraordinária equipa de funcionários, colaboradores, parceiros e sponsors que a FPF tem.

Este ano, muito mais do que em qualquer outro, a nossa direção, as nossas associações, os nossos atletas, os nossos treinadores, dirigentes e clubes também demonstraram uma capacidade de coesão adaptada aos tempos que vivemos e inversa à triste realidade de não podermos estar fisicamente juntos.

Lembro, nesta época natalícia, o sinal dado pela Seleção Nacional quando ofereceu grande parte dos prémios financeiros resultantes da qualificação para o Euro para ajudar o futebol amador. A nossa unidade revelou-se nos atos e não em meras palavras.

Se sentimos a falta uns dos outros é porque estamos a fazer as coisas certas. E se gostaríamos de celebrar este Natal como nos outros anos, em festa, também sentimos que a nossa identidade e os nossos valores não nos permitem festejos que coloquem em causa a segurança de todos.

Gostaria ainda de deixar uma palavra de esperança no futuro.

O futebol português soube adaptar-se, reagir e lutar contra todas as adversidades colocadas no seu caminho mas mais do que nunca os nossos olhos continuam a olhar em frente.

O “jogo” ainda está na primeira parte e teremos de continuar a dar o melhor de nós num contexto de inegável crise sanitária e económica. Assumimos a responsabilidade de tudo fazer para ajudar o país e os portugueses a superar os desafios que se apresentam.

Através do nosso exemplo e do nosso empenho sabemos que podemos contribuir para uma sociedade mais solidária, positiva e confiante nas suas capacidades.

E é esse o principal desafio de 2021: virarmos a página e construirmos todos os dias essa tarefa verdadeiramente tradicional que é a invenção do futuro.

Gostaria assim de desejar a todos um Santo Natal e um Feliz Ano Novo.

fonte:FPF

Idosos do concelho de Gouveia receberam lembranças de Natal

“Natal de Afetos”

Nesta semana, o Município de Gouveia entregou uma lembrança de Natal aos responsáveis pelos lares e centros de dia do concelho, para fazerem chegar aos utentes destas instituições, assinalando, assim, com este gesto simbólico a quadra natalícia. Denominado de “Natal de Afetos”, a ação do Município de Gouveia, percorreu 22 IPSS do concelho envolvendo no espírito de Natal 937 idosos.

Este ano, devido à situação de contingência para fazer face à pandemia, o Município não pôde levar aos lares/centros de dia o habitual momento de música e animação de Natal. No entanto, a autarquia quis cumprir a tradição e, através de um gesto simbólico comemorativo da quadra natalícia, levar aos utentes o mesmo brilho de anos anteriores e transmitir uma mensagem de amor, confraternização e amizade.

Os idosos são dos grupos que mais têm sentido a falta das famílias nesta época de pandemia. Com o aproximar do Natal, que este ano será diferente, esta saudade é ainda mais sentida e o Município de Gouveia não podia deixar de confortar os idosos que integram estas instituições, através da entrega de uma lembrança simbólica.

O “Natal de Afetos” é uma das ações do programa de Natal do Município de Gouveia que reconhece nas instituições particulares de solidariedade social um papel fundamental no apoio à população sénior e às famílias.

Artigo de opinião-Excessos no mês de Natal prejudicam possível gravidez

O mês de dezembro constitui um verdadeiro desafio e pode ser muito tentador para quem não resiste a doces, fritos e alimentos processados e acaba enredado em excessos. Mas, se está a tentar engravidar, de forma natural ou através de procriação medicamente assistida, deve aproveitar para adotar um estilo de vida saudável, mantendo um equilíbrio entre uma dieta e um exercício físico que permitam melhorar a fertilidade e, assim, alcançar a tão desejada gravidez. “Existem fatores que influenciam negativamente a fertilidade de homens e mulheres. É preciso ter cuidado com os excessos”, explica o Dra. Catarina Godinho.

A especialista acrescenta que a obesidade, o tabagismo e o álcool são de evitar, uma vez que condicionam as hipóteses de engravidar e deixa sete conselhos às mulheres e aos homens, a começar pela alimentação:

Dieta rica e equilibrada

Afaste-se do consumo de tabaco e álcool, pois está comprovado que prejudicam a fertilidade de homens e mulheres. Além disso, também deve evitar alimentos processados. Os alimentos naturais são a chave para alcançar uma dieta saudável. O consumo deve ser variado, rico em todos os tipos de alimentos, incluindo sementes, grãos, legumes, proteínas animais e/ou vegetais e produtos não refinados, ricos em fibras. “São essenciais os alimentos que contenham vitaminas e minerais como: ácido fólico (ajuda a prevenir defeitos e malformações no feto), DHA – ácido docosahexaenóico (essencial para a saúde do nosso cérebro, olhos e neurónios, além de revigorar os espermatozoides masculinos e promover o equilíbrio hormonal nas mulheres), Vitaminas B, C, D e E (para o controle hormonal, proteção espermática, desenvolvimento ósseo fetal, entre outros), selénio e cálcio”, revela a Dra. Catarina Godinho.

Controle o peso

Se optar por uma alimentação variada, rica em produtos naturais, não só conseguirá uma alimentação saudável, mas também evitará o excesso de peso corporal, grande inimigo da fertilidade. De acordo com a Dra. Catarina Godinho, “Quando se utiliza o tratamento reprodutivo assistido, o peso torna-se num grande obstáculo, pois provoca, nas mulheres, uma maior dificuldade da resposta aos medicamentos usados para induzir a ovulação, o que reduz as hipóteses de gravidez”. Além disso, “é também a principal causa de riscos obstétricos, tanto para a mãe quanto para o bebé”.A obesidade leva a um aumento das taxas de aborto e duplica o risco de morbidade fetal. O contrário também se verifica: a magreza extrema pode levar a problema de ovulação e dificultar a gravidez.

Procure apoio psicológico

Não tenha receio de pedir ajuda e nem a recuse mesmo que ache que não está a precisar de apoio psicológico. O processo de ser mãe nem sempre é um caminho fácil e tão rápido como desejamos. Ter apoio nas várias fases do tratamento e ter estratégias para lidar com essas emoções são alguns dos temas explorados na consulta psicologia.

Livre-se da ansiedade

O relaxamento físico e mental é importante para quem procura uma gravidez. “O ritmo de vida atual é um terreno fértil para o stress e a ansiedade, pelo que a meditação é recurso disponível, uma vez que ajuda a mitigar esses distúrbios psicológicos que ocorrem no dia a dia” e que se juntam, com frequência, à incerteza, mês após mês, de uma eventual gravidez.

Faça exercício físico

Se está a preparar-se para acolher uma vida dentro de si, deve estar o mais preparada possível para receber o embrião. “O exercício físico em si não melhora a fertilidade, mas produz benefícios cardiovasculares, metabólicos, endócrinos e neurológicos. Também ajuda a reduzir o stress e melhora o sono para pessoas que o praticam com frequência”, refere a Dra. Catarina Godinho. A prática de exercício físico leva-nos a ter um corpo saudável e a optar por uma alimentação mais equilibrada, portanto, abre caminho a um sistema reprodutivo mais bem preparado. “Porém, é importante encontrar um equilíbrio, pois tudo em excesso faz mal. Quando sujeitamos o nosso corpo a um esforço intensivo, que exige um gasto energético maior, ocorre uma alteração ao nível do hipotálamo, que pode eliminar o processo de

ovulação, que se traduz em amenorreia, por exemplo”, afirma.

Não se automedique

Converse com o médico que a acompanha sobre a medicação que toma regularmente e não inicie nenhuma medicação sem que o médico saiba.

Por último, mas não menos importante, mantenha um ciclo de sono saudável. É tão importante quanto a nutrição. Devemos dormir, no mínimo, oito horas por dia. O sono deve ser organizado de forma responsável, seguindo rotinas nas quais nos levantamos e vamos para a cama todos os dias na mesma hora. “Dormir no escuro também ajuda o corpo a descansar adequadamente, pois isso vai melhorar a produção de melatonina no nosso corpo. Não se trata apenas das horas que dormimos, mas da qualidade do nosso sono. Além disso, a melatonina desempenha um papel importante no desenvolvimento dos folículos ováricos”, conclui a Dra. Catarina Godinho.