Início » Ambiente » A fábrica dos Lacticínios da Marofa vai reabrir após uma década fechada

A fábrica dos Lacticínios da Marofa vai reabrir após uma década fechada

A fábrica dos Lacticínios da Marofa, onde era produzido o famoso Queijo da Marofa, vai voltar a laborar , após ter estado fechada há mais de 10 anos, adquirida agora por um investidor com larga experiência na área dos lacticínios.
A convite do Presidente da Câmara, Carlos Condesso, e do novo proprietário, a unidade fabril foi visitada pela  Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, que viu, in loco, as instalações e tomou conhecimento dos objetivos e dos projetos que o novo proprietário dos Lacticínios da Marofa tem em mente.
Para Carlos Condesso, “este investimento, de mais de 3 milhões de euros, é de extrema importância para o concelho, porque, para além de retomar o fabrico do saudoso “Que
ijo da Marofa”, vai dinamizar a nossa economia local e vai criar postos de trabalho que são tão necessários no nosso concelho, para além de ser um investimento importante para os produtores de leite do concelho.
O autarca refere ainda que “este investimento é uma lufada de ar fresco para o concelho, a nível económico, e também um enorme contributo para a valorização da pastorícia”.
O investidor está a fazer um levantamento do equipamento que se encontra danificado e já iniciou os trabalhos para ter as infraestruturas funcionais, com o objetivo de poder começar os testes com a linha de produção ainda no decorrer do ano de 2023.

Publicidade...