Início » Celorico da Beira » Apresentado livro “A Espia do Bolonhês”, de Miguel Pires em Celorico

Apresentado livro “A Espia do Bolonhês”, de Miguel Pires em Celorico

Uma casa cheia

A Biblioteca Municipal de Celorico da Beira acolheu na tarde deste sábado, a apresentação do livro “A Espia do Bolonhês”, de Miguel Pires, onde esteve presente, o Presidente do Municipio, Carlos Ascensão, musica para animar e uma encenação a ilustrar a época. Assim o autor agradeceu e deu uma explicação sobre o livro e foram lidas partes do livro, numa sala cheia de amigos , convidados do autor.
Com inspiração no cerco ao Castelo de Celorico da Beira que decorreu em meados do séc. XIII, Miguel Pires apresentou-nos um romance histórico numa narrativa onde a lenda e a ficção se misturam com mestria e arte.

Sinopse:1246. Celorico da Beira. O obstinado alcaide Fernão Rodrigues Pacheco recusa entregar as chaves daquela praça e submeter-se à autoridade do Infante D. Afonso, Conde de Bolonha e irmão do Rei D. Sancho II. As pretensões do Bolonhês foram legitimadas pelo Papa Inocêncio IV quando assinou a bula Grandi non immerito, mas o rei não se conformou e, embora muitos dos nobres o tivessem abandonado, outros mantiveram-se fiéis ao seu juramento.
Para os partidários de D. Sancho II, os valores da lealdade e da honra eram mais fortes do que qualquer deliberação, mesmo quando realizada pelo representante máximo de Deus na terra.
O confronto tornou-se inevitável, arrastando todos os que viviam dentro e nas imediações da fortaleza que delimitava o burgo, mas no inferno da guerra nasceu uma paixão improvável entre Pedro Pacheco, filho bastardo do Alcaide-Mor, e Joana Brites, uma mulher do povo, convertida em espia ao serviço do Infante usurpador.
João Fernandes Pacheco, filho legítimo do Alcaide, que sempre alimentou um ódio visceral pelo irmão, não ia deixar que a felicidade dos dois florescesse sem que pagassem um preço elevado.
Assim começa uma história de paixão arrebatadora, carregada de erotismo, traição, desejo, renúncia e morte.
Quando a esperança se desvanecia e a fé dava lugar à resignação, um acontecimento inesperado veio alterar por completo o rumo dos acontecimentos, mostrando que, mesmo em tempo de trevas, há sempre um caminho para a luz…

Por:MCB

Publicidade...