Templates by BIGtheme NET
Início » Cultura » Casa do Bandarra inaugurada em Trancoso

Casa do Bandarra inaugurada em Trancoso

A “Casa do Bandarra” foi inaugurada neste domingo ,12 de março.
Trancoso tem agora, um espaço dedicado ao sapateiro, poeta e profeta Gonçalo Anes Bandarra.
O programa oficial teve início no sábado (11 de março) com uma visita guiada ao Património Judaico e Cristão Novo no Centro Histórico em Trancoso.
À tarde o Jornalista Carlos Andrade encetou a Conferência “Bandarra XXI”, contando com a presença da Prof. Maria Antonieta Garcia, do Jornalista e Escritor António Carlos Carvalho, do escritor Fernando Santos Costa e do Dr. José Valle Figueiredo, seguida da apresentação dos livros: “Os Sonhos Proféticos de Bandarra” e “Palavras Eternas” do escritor António Carlos Carvalho, bem como, a apresentação do Jogo “Os Escritos do Bandarra” de Hugo Morango com ilustrações de Filipa Santos.
O Sr. João Duarte Fonseca inaugurou, no papel de comissário, a exposição “Bandarra – Memórias e Realizações 20 anos depois” no Centro Cultural de Trancoso.
Já durante a noite a comunidade de Moreira de Rei teve a oportunidade de visualizar em jeito de antestreia, a curta-metragem “ Sonho Primeiro”, trabalho de Hugo Morango dedicado à comunidade pelos préstimos e total empenho aquando das filmagens.
Às 9h30 de domingo, o grupo de BTT “Os Bandarras” juntamente com alguns amigos pedalaram “Por Trilhos de Bandarra” troço esse designado pelos vestígios/ passagem do poeta por tais paragens.
Pelas 14h45 homenageou-se o profeta Bandarra com a declamação de algumas trovas junto do seu túmulo na Igreja de São Pedro, momento ao qual nem o próprio poeta faltou, interpretado/encenado pelo ator João Janela, protagonista do filme “Sonho Primeiro”.
Bandarra não foi o único personagem a ressuscitar, também Mofina Mendes teve a sua aparição numa fábula interpretada por Graciosa e Paulo Inácio.
O Grupo de Teatro Mandrágora através dos seus atores e marionetas deram uma breve lição sobre a “Breve História de Portugal” a todos aqueles que no Largo Luís Afonso de Albuquerque se encontraram.
Após o término da peça teatral o Sr. Presidente da Câmara Municipal de Trancoso e a Srª Conselheira da Embaixada da Noruega, Drª Gunvor Alida Endreson descerraram a placa inaugural do Centro Interpretativo “Casa do Bandarra” contando também com a presença do Sr. Presidente da Assembleia Municipal, Dr. Amaral Veiga, da Sr.ª Diretora Regional da Cultura do Centro, Dr.ª Celeste Amaro e do Sr. Eng. Marco Batista representando a Rede de Judiarias de Portugal.
A Casa do Bandarra está integrada no projeto Rotas de Sefarad – Valorização da Identidade Judaica Portuguesa no Diálogo Interculturas, resultando de uma candidatura ao Programa EEA Grants 2009-2014, da Associação Rede de Judiarias de Portugal, da qual Trancoso foi cofundador a 17 de março de 2011.
Há mais de 20 anos (setembro de 1996), no âmbito das Comemorações dos 500 anos do nascimento de Bandarra, profetizou-se a fundação de um núcleo museológico, hoje tornado realidade, enquanto se lembrava e honrava aquele “… cujo coração foi não Português, mas Portugal” (Fernando Pessoa).

Por:Mun.Trancoso17264473_696605570519722_5148422834762114613_n tran

Publicidade...



 

Enviar Comentário