Templates by BIGtheme NET
Início » Distrito de Viseu

Distrito de Viseu

Projeto “Mochila às Costas, Sapatilhas no Pé” regressa a Mangualde

O projeto “Mochila às Costas, Sapatilhas no Pé” está de volta ao Município de Mangualde para a 4ª edição. Com início no dia 18 de maio, pelas 20h30, no Largo Dr. Couto, a iniciativa desafia os mangualdenses a praticarem desporto ao ar livre, todas as terças-feiras, durante os meses de maio e junho. Os interessados em participar devem fazer a sua inscrição através do email ssocial@cmmangualde.pt.Cada participante inscrito terá direito a uma T-shirt alusiva ao projeto, que será entregue aquando da sua inscrição. As caminhadas decorrem em cumprimento com as recomendações emanadas pela DGS (higienização das mãos, uso de máscara e o distanciamento social), para que todos os envolvidos possam praticar exercício em segurança. Os percursos estarão sinalizados e terão sempre a presença de técnicas/guias durante a sua realização.

O projeto “Mochila às Costas, Sapatilhas no Pé” está integrado no Plano de Ação de 2021 da Rede Social de Mangualde, no âmbito o Eixo IV – Promover Estilos de Vida Saudáveis. Uma iniciativa que visa incentivar para a prática de exercício físico como forma de combate à obesidade. Pretende ainda consciencializar a comunidade para os seus benefícios tais como: prevenir de doenças cardiovasculares, fortalecer os músculos, melhorar a postura corporal, promover o relaxamento, promover as relações interpessoais e intergeracionais, entre outros.

Kartcross-Alexandre Borges determinado para Montalegre

Com uma lista de inscritos, a rondar novamente as três dezenas, a segunda ronda do Campeonato de Portugal de Kartcross, em Montalegre, garante os ingredientes, para mais um fim de semana, de muita emoção e adrenalina, até ao cair da bandeira de xadrez.

Umas das presenças confirmadas, é o líder do Campeonato, Alexandre Borges, que após a vitória, na prova inaugural, será certamente, um dos protagonistas a ter em conta, na luta pelo pódio.

“O nível competitivo das várias equipas, está bastante forte, como foi visível em Lousada. Os diferenciais, por volta, estão na casa dos centésimos de segundo, por isso, o grau de concentração, tem que estar no máximo. Estou determinado em lutar novamente por um lugar no pódio, mas tenho a noção, que não é uma tarefa fácil. O Circuito Internacional de Montalegre, é extremamente rápido, por isso, não há margem para qualquer erro. Foco e determinação, são a imagem de marca da equipa, que tem sido incansável, para que tudo esteja a 100% para esta prova”, refere Alexandre Borges.

Devido às restrições, no âmbito da pandemia de COVID-19, Montalegre continuará sem público nas bancadas, contudo, a transmissão em live streaming, encontra-se assegurada, para que todos os aficionados possam acompanhar o desenrolar das várias corridas, ao longo do fim de semana.

Foto: newsmotorsports

Museu Nacional Ferroviário assinala o 6º Aniversário

Em tempo de pandemia, o Museu Nacional Ferroviário, continua a adaptar as suas atividades a
esta nova realidade, promovendo eventos em modo virtual, mas apelando também à visita aos nossos espaços na sua maioria amplos e ao ar livre, tendo sempre em consideração as orientações emanadas pelo Governo e pela DGS.

No dia 18 maio o Museu assinala o 6º Aniversário celebrando-se igualmente o Dia Internacional dos Museus, iniciativa promovida pelo ICOM – International Council of Museums e, em Portugal, pela Direção-Geral do Património Cultural, este ano sob o tema “O futuro dos museus: recuperar e reimaginar”, tendo como objetivo criar, imaginar e partilhar novas práticas de criação e soluções inovadoras para os desafios sociais, económicos e ambientais do presente e do futuro.

É neste contexto e garantindo sempre a sua segurança que no dia 18, inauguramos novos espaços, entre os quais abertura de duas salas expositivas, a Sala dos Compressores e a Sala dos Simuladores, bem como a nova Loja do Museu, um espaço onde poderá adquirir livros ou merchandising alusivo ao Museu. Nesta data será também disponibilizada online a integração do Museu Nacional Ferroviário no Google Arts & Culture, com cerca de 75 peças e uma exposição alusiva à Rotunda de Locomotivas.

As duas novas áreas expositivas são um incremento à exposição permanente do Museu, sendo a Sala dos Compressores a continuação do espaço alusivo às Oficinas da Figueira da Foz, no qual estarão expostas máquinas que integraram o espaço oficinal da CP na Figueira da Foz. A Sala dos Simuladores é espaço que integrará dois simuladores de condução virtual, em que o visitante poderá familiarizar-se com os sistemas de controlo e segurança mais básicos e essenciais da condução de uma locomotiva elétrica. O sistema foi desenhado propositadamente para não ter um grau de complexidade demasiado elevado, apenas o suficiente para permitir uma experiência desafiante e agradável a quem pegar nos controlos, tendo como cenário de condução o troço da linha do Norte compreendido entre Entroncamento e Pombal.

No dia 19, entre as 10h00 e as 12h00 teremos online um webinar sobre o “Futuro dos Museus : recuperar e reimaginar”, sublinhando a importância do digital para a relação dos museus com os seus públicos em tempo de pandemia. Também as questões da acessibilidade e equidade no acesso aos conteúdos, fazem igualmente parte dos desafios neste novo paradigma, a capacitação dos museus e a comunicação com os públicos, enquanto resposta aos desafios sociais e económicos sublinhados pela pandemia, temas que serão abordados neste webinar, que terá como apresentador Manuel de Novaes Cabral (FMNF), como moderadora Maria Vlachou (Acesso Cultura) e como oradores: João Neto (APOM/Museu da Farmácia), Ana Marti (REMED), Sónia Lobato (UDIPSS),Carlos Costa (Universidade de Aveiro) e M. José Teixeira (FMNF).
Este webinar realizar-se-á através da plataforma Zoom, em direto na página de Facebook do Museu (https://www.facebook.com/Museu.Nacional.Ferroviario ), sendo possível qualquer pessoa participar necessitando apenas de se inscrever através do email museu@fmnf.pt .
No dia 18 de maio o Museu Nacional Ferroviário está aberto das 10h00 às 18h00 com entradas
gratuitas.

Assinatura de protocolos de colaboração entre a AF Viseu, e a Câmara Municipal de Viseu

Teve lugar nas futuras instalações da Academia de Futebol Distrital, da Associação de Futebol de Viseu (AF Viseu) que se procedeu, na manhã desta segunda-feira (10 de maio), a cerimónia de assinatura de protocolos de colaboração entre a AF Viseu, e a Câmara Municipal de Viseu.

Na cerimónia estiveram presentes João Paulo Gouveia, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Viseu, José Alberto Ferreira, Diretor da FPF, José Carlos Lopes, Presidente da AF Viseu, Liliana Tavares, Presidente da Junta de Freguesia de Mundão, Ermelinda Afonso, Vereadora do Desporto da Câmara Municipal de Viseu e João Caiado, Presidente da Assembleia Geral da AF Viseu.

Na cerimónia de assinatura, José Carlos Lopes, Presidente da AF Viseu, salientou a importância deste protocolo, essencialmente porque vai permitir que todos os clubes e jovens atletas do distrito de Viseu, usufruam de um espaço de excelência para a prática do Futebol.

Em seguida, decorreu a visita às instalações da Academia de Futebol Distrital, acompanhados pelo Presidente da AF Viseu, José Carlos Lopes, que teve como objetivo mostrar ao Vice-Presidente da Câmara Municipal de Viseu a evolução dos trabalhos, naquela que será a futura “casa” dos árbitros e das seleções da AF Viseu.

José Alberto Ferreira, Diretor da FPF, destacou que esta academia tem um grande sentimento para ele, visto que foi ele que deu início a este projeto enquanto Presidente da AF Viseu. Referiu ainda que este era um projeto que a Federação Portuguesa de Futebol tinha muita estima e elogia o trabalho feito pela AF Viseu e a sua congénere AF Aveiro que são as primeiras associações a dar um passo tão importante como este.

Para João Paulo Gouveia, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Viseu, este é um projeto que a autarquia de Viseu se orgulha em apoiar. Relembrou o primeiro dia que as obras começaram e ver como está o dia de hoje é muito satisfatório.

Já Liliana Tavares, Presidente da Junta de Freguesia de Mundão, destaca a importância deste projeto estar a ser desenvolvido em Mundão pois futuramente será uma mais valia para o dinamismo da freguesia e da economia local, atraindo mais pessoas.

A Academia de Futebol Distrital está a ser construída no antigo Campo do GD Mundão, em Viseu, num espaço com cerca de dois hectares.

Relatório Anual de Execução de 2020 e a Reprogramação do Centro 2020 aprovados

O Comité de Acompanhamento do Programa Operacional Regional do Centro (Centro 2020), que
reuniu hoje por videoconferência, aprovou por unanimidade o Relatório Anual de Execução de 2020 e a
Reprogramação do Centro 2020.
A reprogramação do Centro 2020 visa financiar a retoma da atividade das empresas, apoiando o
regresso dos trabalhadores ao horário normal de trabalho, depois de cessado integralmente um
período de lay-off, alocando recursos de Fundo Social Europeu (FSE) a estes apoios, através da
criação de um novo objetivo específico com uma dotação de 70M€.
O Relatório Anual de Execução de 2020 permitiu efetuar um balanço do Centro 2020 muito focado nos
resultados alcançados, tendo sido destacados: o apoio ao investimento empresarial em 3328
empresas, que permitem criar 8.590 postos de trabalho, o apoio ao microemprendedorismo com 1.164
projetos, permitindo criar 2.519 postos de trabalho, o apoio à colocação de 90 pessoas altamente
qualificadas em empresas e o apoio a 138 equipamentos escolares e a 63 equipamentos de saúde.
Como indicadores de resultado transmitiu-se a boa evolução da região na taxa de emprego, no impacto
reduzido na taxa de desemprego e o sucesso no combate ao insucesso escolar.
Para Isabel Damasceno, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do
Centro (CCDRC), “O Comité de Acompanhamento decorreu da melhor forma, tendo-se verificado um
excelente nível de debate e participação. Aproveitando a presença dos nossos principais parceiros,
destacámos a importância de acelerar a execução do Centro 2020, colocando como meta de curto
prazo atingir a taxa de execução de 50% no final de junho, ou seja, pagar mais de 200 milhões de
euros de janeiro a junho. Este desafio implica o empenho de todos, tendo a região o desafio de garantir
a plena absorção dos fundos europeus disponíveis”.
A reunião contou com a presença de representantes da Comissão Europeia, da Agência para o
Desenvolvimento e Coesão, organismos intermédios dos sistemas de incentivos, Comunidades
Intermunicipais (CIM) e Grupos de Ação Local (GAL), e vários parceiros regionais como são as
associações empresariais, sindicatos, municípios, universidades e institutos politécnicos.
O Comité de Acompanhamento é um órgão colegial, responsável por analisar e aprovar a metodologia
e os critérios de seleção das operações, os relatórios de execução anuais e finais, as propostas da Autoridade de Gestão para alteração do programa e analisar as questões que afetem o seu
desempenho.

A.F.Viseu – Campeonato Distrital 1ª Divisão – CONSTRUÇÕES PELEZINHOS, LDA – Fase Promoção- Sul

GD Santacombadense – Vila Chã Sá- 2-2

Recreio Canas Senhorim – Moimenta Dão FC- 0-2

Campia – CF Repesenses- 3-1

Sport Viseu Benfica – SC Nandufe- 3-2

 

Classificação:

1-Sport Viseu Benfica- 21

2- Moimenta Dão FC-18

3-GD Campia-18

4- Recreio Canas Senhorim- 18

5- Vila Chã Sá- 15

6- GD Santacombadense- 12

7- CF Repesenses- 9

8- SC Nandufe- 7

A.F. Viseu – Campeonato Distrital 1ªDivisão – CONSTRUÇÕES PELEZINHOS, LDA- Norte

Fase Promoção – Norte

AC Travanca – Ass. Os Vouzelenses- 1-1

Tarouquense – Ud Sampedrense- 0-0

GD Parada – CD Santacruzense- 5-2

Gente Nave Alvite – Gd Casa Povo Oliv. Douro- 2-1

Classificação:

1-Gd Parada- 19

2-Tarouquense-19

3- Sampedrense-18

4-AC Travanca- 15

5- Gente Nave Alvite- 14

6-Gd Casa Povo Oliv. Douro- 14

7-Ass. Os Vouzelenses- 12

8- Cd Santacruzense- 8