Templates by BIGtheme NET
Início » Foz Côa (Pagina 30)

Foz Côa

Aldeias Históricas de Portugal promovem destino turístico sustentável na FITUR

De 22 a 26 de janeiro, a Rede das Aldeias Históricas de Portugal marca presença na Feira Internacional de Turismo (FITUR), em Madrid. O objetivo é apresentar a mercados, profissionais e público geral “um destino que são 12”, com certificado BIOSPHERE DESTINATION, que se destaca pela comunhão com a natureza e contacto com a cultura e costumes locais.
Entre castelos e lendas, sabores e tradições únicas, natureza em estado puro e paisagens a perder de vista, as Aldeias Históricas de Portugal são “um destino que são 12” sem igual em todo o mundo. Um território ímpar, que promove experiências únicas e adequadas a famílias ou aventureiros, amantes de História, gastronomia e enoturismo, ou viajantes em busca de tranquilidade, que a Rede vai promover à 40.ª edição da Feira Internacional de Turismo (FITUR), que decorre de 22 a 26 de janeiro em Madrid.

A cerca de 100 km de Salamanca, 200 km de Cáceres e 300 km de Madrid, as Aldeias Históricas de Portugal são um destino muito apelativo para o mercado espanhol – um dos motivos para a presença da Rede na FITUR. Mas tratando-se de uma das maiores feiras internacionais de turismo, espera-se a participação de mais de 10 mil empresas de 165 países e regiões, 150 mil profissionais e 110 mil visitantes de público geral. Deste modo, a aposta na FITUR, onde a Rede das Aldeias Históricas de Portugal estará presente com stand próprio com cerca de 30m2, no Pavilhão 4, está em linha com a estratégia de internacionalização do destino.

Apresentar um destino turístico sustentável é um dos objetivos. Distinguido com o certificado BIOSPHERE DESTINATION – o primeiro destino em rede, no mundo, e o primeiro a nível nacional a receber esta distinção –, a sustentabilidade, a preservação da natureza e dos costumes das comunidades locais são prioridades da Rede das Aldeias Históricas de Portugal.

Devido a esse compromisso, descobrir as Aldeias Históricas de Portugal a pé ou de bicicleta, numa lógica de locomoção suave, e em plena comunhão com a natureza, é um dos principais atrativos deste destino. E é muito fácil fazê-lo, graças à Grande Rota das Aldeias Históricas de Portugal (GR22), que liga as 12 Aldeias Históricas de Portugal num percurso circular de cerca de 600 km, com sinalética interpretativa, informativa e de orientação recentemente renovada.

De facto, a GR22 tornou-se recentemente a maior rota europeia com selo Leading Quality Trails, atribuído pela European Ramblers Association (Associação Europeia de Caminhada).

A GR22 é também um convite irresistível para os aventureiros em duas rodas: homologada e classificada como Grande Travessia a nível nacional, a GR22 dispõe ao longo da sua extensão de uma rede de Centros BTT e Bikotels que garantem serviços de apoio exigidos pelos amantes de bicicletas.

O imenso território das Aldeias Históricas de Portugal envolve, ainda, 15 percursos de pequena rota (PRs), homologados e associados às 12 aldeias.

A Rede das Aldeias Históricas de Portugal vai também apresentar, na FITUR, eventos como o “Ciclo 12 em Rede – Aldeias em Festa 2020”, que todos os anos leva animação e cultura às 12 Aldeias Históricas de Portugal, assim como a nova edição “The Castles Quest”, um desafio em duas rodas que leva os amantes de “bikepacking” à conquista das Aldeias Históricas de Portugal, que este ano acontece de 23 de setembro a 3 de outubro, com início na Aldeia Histórica de Castelo Novo.

AF Guarda- Taça de Honra- Nespereira- Foz Côa-2-1

Uma tarde de sol, mas com o vento a comandar as operações, dificultava em muito a manobra das equipas que entraram determinadas a marcar, mas foi a turma da casa a conseguir transformar em golo uma situação de ataque para o Nespereira.

A reação fez-se sentir por parte dos visitantes , mas a vantagem era dos locais até ao intervalo.

Após o reatamento, o Foz Côa entra determinado a dar a volta ao rumo dos acontecimentos e chega ao golo da igualdade, aos 51´, por Pedro Leitão, num lance de ataque.

Os locais foram mexendo , com os pupilos de Fernando Santos a aumentar a velocidade e a usarem mais as faixas laterais e vai daí, chegam ao segundo golo aos 76´por Vasco.

Era a festa dos adeptos locais que puxavam pela sua equipa e geriram bem até final e alcançaram um belo triunfo, carimbando a passagem aos quartos finais da prova.

Celorico da Beira acolhe a X Edição da Gala do Bombeiro do Distrito da Guarda

O ano de 2019 foi trabalhoso e doloroso para os Bombeiros, e os soldados da paz do distrito da Guarda passaram por situações muito complicadas, mas conseguiram resolver as situações.

Assim na noite de sábado, 1 de fevereiro, a Federação Distrital dos Bombeiros da Guarda vai levar a efeito, a décima edição da Gala do Bombeiro, no Restaurante do Hotel Quinta dos Cedros em Celorico da Beira.

Esta é uma forma de homenagear os soldados da paz , numa noite importante na vida dos Bombeiros .

Taça de Honra- Associação Futebol da Guarda 1/8 final

Teve lugar mais uma fase da Taça de Honra da Associação Futebol da Guarda, com Nespereira a ser o único da 2ªdivisão a seguir em frente numa ronda que Trancoso,Vila Cortez e Manteigas ficaram pelo caminho.

Referência para a excelente prestação do Paços da Serra frente ao D.Gouveia.

Vilar Formoso- SC Celoricense – 2-2 (4-2)g.p

Estrela Almeida- V F Naves-0-2

Manteigas- Aguiar da Beira -1-2

Nespereira- Foz Côa-2-1

Os Pinhelenses – Soito-1-2

Trancoso – SC Mêda-1-1 (3-4)g.p.

Paços da Serra – CD Gouveia-2-2 (0-3)g.p.

Os Vilanovenses- Vila Cortez -3-3 (3-1)g.p.

Seguem em frente: V.Formoso, V.F.Naves, Mêda, A.Beira, Soito, Vilanovenses, Gouveia e Nespereira.

José Rodrigues reeleito presidente do Conselho Sub-Regional da Guarda da Ordem dos Médicos

O médico cirurgião José Manuel dos Santos Carvalho Rodrigues foi reeleito, esta quinta-feira, presidente do Conselho Sub-Regional da Guarda da Ordem dos Médicos.

A única lista única a sufrágio nesta região que se candidatou sob o lema “Médicos pela Guarda” obteve, no total, 106 votos.

Esta equipa indica como prioridades, entre outras, a realização de reuniões científicas, palestras, tertúlias e outros eventos e uma maior interligação entre os órgãos regionais e centrais para resolver as questões colocadas pelos colegas do distrito. Esta nova direção visa aglutinar a classe médica e pretende manter e desenvolver as habituais sessões de receção aos novos médicos especialistas e médicos internos no distrito, bem como as cerimónias de atribuição de medalhas dos 25 e 50 anos de inscrição na Ordem dos Médicos. Do programa de ação fazem ainda parte a promoção e realização de ações de sensibilização para a Saúde junto da população.

Carlos Cortes releito presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos

Na Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, a lista liderada por Carlos Cortes aumentou a maior votação de sempre. A lista única a sufrágio na região Centro obteve, no total, 2515 votos, enquanto que em 2017, também a liderar lista única, obteve 1883 votos.

O atual presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, Carlos Cortes, assinala o “redobrado empenho em desenvolver e incrementar mais projetos, com exigência e rigor, no sentido de tornar a Ordem dos Médicos ainda mais interventiva e próxima dos médicos e dos doentes. Esta equipa pugnará por uma Ordem dos Médicos inclusiva, interventiva e solidária”, assume.

Nestas eleições foram sufragados os órgãos sociais da Ordem dos Médicos para o triénio 2020-2022 (Assembleia de Representantes, os conselhos regionais do Norte, Centro e Sul e respetivos conselhos disciplinares e fiscais), exceptuando Castelo Branco e Açores onde não foram apresentadas candidaturas. António Araújo foi reeleito para o Conselho Regional do Norte e no Sul, com duas listas, foi reconduzido Alexandre Valentim Lourenço, o atual presidente.

A nível nacional, Miguel Guimarães foi reeleito como Bastonário da Ordem dos Médicos, num sufrágio em que se apresentou como candidato único para liderar esta instituição até 2022.

Artigo de opinião-Desconto nas telecomunicações com atestado multiusos

Ter um Atestado de Incapacidade de Multiusos oferece-lhe até 50% de desconto no serviço de TV, net e voz. Saiba como?

Sabia que pode ter acesso a um desconto imediato na sua fatura das telecomunicações?

A partir do momento em que tenha um atestado de incapacidade multiusos, a sua operadora de telecomunicações pode baixar o preço do serviço de TV, net e voz.

Descontos nas telecomunicações

À semelhança do que ocorre no mercado livre elétrico, os consumidores mais vulneráveis economicamente têm direito a usufruir um desconto, de modo a reduzir a conta da energia, e a minimizar o impacto que este gasto apresenta no orçamento familiar todos os meses.

No caso das telecomunicações é idêntico. Os consumidores destes serviços podem ter acesso a um desconto na fatura das telecomunicações ou no telemóvel de 30% ou 50%.

O desconto deve ser solicitado pelo titular do contrato e quando se comprove que possui uma incapacidade dede pelo menos 60%. No caso de ser sócio de alguma associação que ajude pessoas com incapacidade, também aufere deste desconto.

  • No caso da Meo, esta atribui 30% de desconto mensal no pacote TV NET e VOZ. Se tiver um tarifário de internet móvel, tem 50% de desconto e ainda recebe um router móvel oferecido pela operadora. A fundação Altice tem uma lista de aparelhos de software com desconto ou grátis para quem tem incapacidade física.
  • No caso da Vodafone, apresenta tarifas móveis mais baratas com descontos de 50%. No que diz respeito aos pacotes de TV, NET e VOZ, não há qualquer desconto associado, no entanto a empresa oferece o aluguer da BOX, o que lhe dará uma poupança de cerca de 120 euros anuais. O desconto pode ser solicitado tanto nas lojas como por e-mail.

Mais se informa que as empresas neste mercado podem optar por terminar com estes benefícios a qualquer momento. Ainda que exista responsabilidade social, não é obrigatório para nenhuma empresa no mercado das telecomunicações conceder qualquer desconto  neste âmbito.

Para mais informações sobre este tipo de apoio, contacte com o apoio ao cliente do serviço que tenha contratado.

Fonte: https://selectra.pt/energia

Foto:DR

 

Fornos de Algodres acolheu apresentação e debate do OE2020 aos militantes do PS

A tarde deste sábado, em Fornos de Algodres, ficou mais rica com a apresentação e debate do Orçamento de Estado 2020, perante um Plenário de militantes do Partido Socialista, no Centro Cultural Dr.António Menano.

Face a isso, a mesa foi composta por Rita Mendes, Secretária de Estado da Ação Social, Santinho Pacheco e Cristina Sousa, Deputados à Assembleia da República do Partido Socialista eleitos pelo círculo eleitoral da Guarda, Filipe Camelo, Presidente da Comissão Política do PS Guarda – Federação Distrital da Guarda do Partido Socialista, e Manuel Fonseca, Presidente da Concelhia de Fornos de Algodres do Partido Socialista.

Assim o Novo Orçamento de Estado para este ano 2020, foi apresentado e debatido nos diversos pontos inerentes, onde segundo os socialistas novas medidas de emprego, igualdade, crescimento e fixação de jovens no interior.

foto:FP

CCDRC-Prioridades estratégicas para 2030 em discussão na região Centro

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) iniciou já um
exercício de reflexão e discussão para definir a estratégia do Centro de Portugal até
2030, pretendendo que este seja um processo participado e enriquecido com os
contributos de todos os agentes da região num exercício de inteligência coletiva.
A primeira versão da “Visão estratégia para a Região Centro 2030”, apresentada numa
sessão pública, em Coimbra, pode ser consultada em www.ccdrc.pt, onde está
disponível também o formulário para o envio de contributos até ao final de janeiro.
A visão que é proposta à discussão da Estratégia Regional 2021-2027 aponta cinco
desígnios para a região: 1) reforçar a competitividade nacional e internacional e
consolidar um modelo de inovação territorial e socialmente inclusiva; 2) trabalhar e
promover a capacitação para a resiliência dos territórios mais vulneráveis e mais
carenciados de energia demográfica; 3) liderar a evolução para uma sociedade mais
sustentável, promovendo a inovação e transição para a economia circular, integrando a
emergência climática e as suas implicações em termos de sistemas produtivos e
organização territorial; 4) colocar estrategicamente o seu sistema urbano ao serviço de
um modelo territorial que evolua em combinação virtuosa entre territórios
competitivos e inovadores e territórios mais deprimidos; 5) organizar a oferta de
qualificações e competências que a sua transformação estrutural exige.
Pela importância do aproveitamento dos fundos europeus estruturais e de
investimento no período de 2021-2027 que se avizinha e pela necessidade de
articulação das estratégias locais, sub-regionais, regionais e nacionais com a estratégia
europeia, este exercício deve estar também alinhado com outras discussões: a
revisitação da estratégia regional de especialização inteligente, a construção de um
novo Programa Operacional Regional, as agendas temáticas regionais (como a da
economia circular) e outros instrumentos de políticas públicas.

GNR Guarda- Atividade operacional diária

O Comando Territorial da Guarda para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, no distrito da Guarda, na semana de 6 a 12 de janeiro, que visaram a prevenção e o combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados operacionais:

 

1.    Detenções: 33 detidos em flagrante delito, destacando-se:

·         12 por condução sob efeito do álcool;

·         Três por posse de arma proibida;

·         Três por condução sem habilitação legal.

 

2.    Apreensões:

·         11 doses de haxixe;

·         Sete armas de fogo;

·         369 munições.

 

3.    Trânsito

Fiscalização : 236 infrações detetadas, destacando-se:

·         129 por excesso de velocidade;

·         18 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;

·         Sete por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;

·         Seis relacionadas com pneus;

·         Quatro relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização

·         Três por falta de inspeção periódica obrigatória;

·         Três por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório:

·         Três por uso indevido do telemóvel no exercício da condução.

Sinistralidade: 25 acidentes registados, resultando:

·         Quatro feridos leves.

 

 Fiscalização Geral: 34 autos de contraordenação:

·         24 no âmbito da legislação da proteção da natureza e do ambiente

·         Dez no âmbito da legislação policial.

AF Guarda- Campeonato Distrital 1ª Divisão 12ª jornada

12ªjornada

Os Vilanovenses – Trancoso- 2-1

Foz Côa- SC Mêda- 0-3

Manteigas – AD Fornos de Algodres-5-2

SC Celoricense – Estrela Almeida- 3-0

VF Naves- CD Gouveia-1-5

Aguiar da Beira -Soito-2-0

Vilar Formoso- Vila Cortez -0-1

Classificação:

1º-SC Mêda- 28

2º-Manteigas-27

3ºCD Gouveia-27

4º-Trancoso-26

5º-Vila Cortez-25

6º-Soito- 18

7º- VF Naves-18

8º-AD Fornos de Algodres- 13

9º-Aguiar da Beira-12

10º-Os Vilanovenses-12

11º-SC Celoricense-11

12º-Vilar Formoso-9

13º-Foz Côa-4

14º-Estrela Almeida-3