Templates by BIGtheme NET
Início » Gouveia (Pagina 20)

Gouveia

Gouveia-Dia Internacional dos Monumentos e Sítios (DIMS)

O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios (DIMS) que se celebra a 18 de abril, este ano subordinado ao tema “Passados Complexos: Futuros Diversos”, definido pelo ICOMOS (Conselho Internacional de Monumentos e Sítios), vai ser assinalado em Gouveia.

Deste modo, o Município  associa-se mais uma vez às comemorações desta data através da organização de visitas guiadas, de participação gratuita, enquadradas na temática “Sociedade e Trabalho – Paisagens de uma vila industrial serrana na primeira metade do século XX”. Através desta iniciativa é possível conhecer a arqueologia industrial na construção urbana da cidade de Gouveia, descobrir as novas incorporações do Museu Municipal de Arte Moderna Abel Manta, bem como apreciar as viaturas automóveis da primeira metade do Séc.XX expostas no Museu da Miniatura Automóvel.

A atividade tem início às 9h00, no Posto de Turismo, em Gouveia, e todos os interessados devem fazer a inscrição até ao dia 15 de abril, no Posto de Turismo de Gouveia, através dos seguintes contatos: 962 033 099, 238 083 930 ou turismo@cm-gouveia.pt.

Do mesmo modo, a proposta estende-se ao conhecimento das novas incorporações do Museu Municipal de Arte Moderna Abel Manta, artista plástico maior da nossa praça e que, como poucos, eternizou estas paisagens nas suas telas, mas também os rostos desta época. Tal é o caso da pintura a óleo sobre tela adquirida em janeiro passado pelo Município de Gouveia, Paisagem, de 1945, em que Abel Manta capta o ambiente rural, muito provavelmente, da aldeia de Vinhó. Ou o retrato do artista, fixado no negativo em vidro que o fotógrafo Carlos Nabais doou ao Museu em dezembro de 2019. Num outro nível, o multifacetado João Abel Manta preserva a veia artística familiar e finíssimo humor, expressos nos dois desenhos a tinta da china doados ao Museu em dezembro de 2020 pelo Dr. Francisco George, e que João Abel executou aos 20 anos, durante a sua prisão em Caxias, acusado de pertencer a uma organização clandestina, o MUD Juvenil.

Termina a  proposta com uma visita orientada ao Museu da Miniatura Automóvel, direcionada para os meios de transporte que caracterizavam a primeira metade do século XX, tanto em Gouveia como na Europa.

Segunda a Direção Geral do Património Cultural, ao “adoptar o tema Passados Complexos: Futuros Diversos, o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios convida os participantes a explorar a ideia de reconciliação – mas também de contestação e discussão – e o desejo de construir um futuro mais justo, mais participado e mais variado, destacando o papel fundamental do património enquanto factor de identidade e agregação de grupos e de comunidades, nas relações entre culturas e na responsabilização colectiva para a protecção e salvaguarda dos atributos, dos significados e valores que constituem a nossa herança comum.

O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios (DIMS) 2021 constitui, assim, uma oportunidade para sensibilizar comunidades e públicos para uma reflexão sobre o passado e para a importância de preparamos um futuro mais harmonioso, na consciência de que o património deve, sempre, ser factor de união, de partilha, de cidadania e de resiliência na evolução e valorização de sítios, paisagens, práticas e colecções.”

O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios (DIMS) foi criado pelo Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios (ICOMOS), em 1982, e aprovado pela UNESCO, e visa sensibilizar os cidadãos para a diversidade e vulnerabilidade do património, bem como para a necessidade da sua proteção e valorização.

Provas de Ingresso na Carreira de Bombeiro Voluntário com 74 candidatos

Decorreram neste fim de semana, as Provas de Ingresso na Carreira de Bombeiro Voluntário (teórico-práticas) , com a participação de  74 estagiários pertencentes aos Corpos de Bombeiros de Sabugal, Gouveia, Mêda, Vila Nova de Foz Côa, Seia, Folgosinho, Fornos de Algodres, Aguiar da Beira, S. Romão e Vila Franca das Naves.
As provas teóricas tiveram lugar em Vila Franca das Naves, Gouveia e Seia e as provas práticas na ULF da Guarda, todas realizadas em total respeito pelas normas de segurança indicadas pela Direção-Geral da Saúde para a situação de pandemia por COVID 19.

Raid do Bucho está de regresso com a receita de sempre em maio

A pandemia de Covid-19 impediu que o Raid do Bucho tenha ido para a estrada em 2020, mas a 11º edição adiada para 2021 vai realizar-se nos próximos dias 7 a 9 de maio. Servindo a receita de sucesso de anos anteriores que trouxe participantes de todo o país a um dos mais concorridos passeios do Clube Escape Livre: mescla de história, gastronomia e condução fora de estrada. Irresistível!

O ano de 2020 foi duramente atingido pela pandemia de Covid-19 e o Clube Escape Livre não escapou aos estilhaços provocados pelos confinamentos. Viu-se forçado a cancelar vários eventos, entre eles o apreciado e concorrido Raid do Bucho.

Volvido um ano sobre o pesar da anulação da edição 2020, o Clube Escape Livre redobrou o seu compromisso para 2021. Colocou de pé a 11ª edição do Raid do Bucho, cumprindo todas as regras de segurança sanitária e colocando em prática todas as recomendações da Direção Geral de Saúde, colocando-lhe o selo de aprovação.

Assim, o distrito da Guarda vai receber nos dias 7 a 9 de maio, dois meses mais tarde que o habitual, mais uma edição do Raid do Bucho e Outro Sabores, reunindo o melhor de três mundos: tradição, gastronomia e condução fora de estrada. Uma combinação irresistível que sublinha o sucesso do evento.

Como sempre sucede, o Clube Escape Livre desenha o percurso fora de estrada sempre diferente, seja no trajeto, seja nas áreas visitadas, deixando nos participantes o desejo de regressar. A edição de 2021 não foge à regra e recupera o percurso que não se cumpriu o ano passado. Quer isto dizer que os participantes vão do coração da Serra da Estrela até à raia, por caminhos estreitos e íngremes com corta-fogos para todos os gostos. Isto para abrir o primeiro dia de passeio!

O caminho até Gouveia e o regresso à Guarda tem como pano de fundo a Serra da Estrela e paragens para beber cultura, com a passagem pelo Museu dos Meios, e aconchegar o corpo com a paragem para almoço no Albertino, conhecido restaurante em Folgosinho.

Em Gouveia, paragem para conhecer ou rever o Museu da Miniatura Automóvel e, no regresso à Guarda passagem por Videmonte, aldeia onde vão experimentar o pão característico feito em forno de lenha. A passagem junto ao rio Mondego lado a lado com os passadiços do Mondego, é a reta final antes da chegada à cidade mais alta.

No segundo dia, o percurso espraia-se languidamente pela paisagem raiana até demandar Freineda. Aqui, os concorrentes vão ser banhados pela história junto ao quartel de Wellington. Desta feita, e de forma a cumprir as regras sanitárias a caravana regressa à Guarda para o tradicional almoço do Bucho.

As inscrições estão abertas e têm o valor de 395€, incluindo todo o programa do fim de semana, desde hotel, refeições e visitas, podendo reservar o seu lugar nesta 11ª edição do Raid do Bucho e Outros Sabores em www.escapelivre.com

Coape-Nova edição da Bolsa de Terras de Mangualde disponível

Esta aberta a nova edição da Bolsa de Terras de Mangualde, uma iniciativa da COAPE – Cooperativa Agropecuária
dos Agricultores de Mangualde em parceria com o Município. Disponíveis estão cerca de 14 hectares, as rendas são simbólicas e o período de carência pode chegar aos cinco anos.
Com esta iniciativa pretende-se dar nova vida aos terrenos e fazer despertar novos projetos no mundo rural. Há terrenos disponíveis em Santiago de Cassurrães, Cunha Baixa e Espinho, no concelho de Mangualde, Senhorim, no concelho de Nelas e Vila Nova de Tazem, no concelho de Gouveia.
Os interessados têm até ao dia 16 de abril para formalizar a intenção em concorrer ao processo. Depois terão a oportunidade de agendar uma visita aos terrenos. Finalmente, entre os dias 20 e 27 de abril, decorre o prazo para a submissão da inscrição final, para efeitos de atribuição de terrenos da Bolsa de Terras de Mangualde.
Nesta primeira fase, a intenção deve ser formalizada via email, através do adereço:cideca@coape.pt. Na informação os interessados devem remeter o nome completo, o contacto telefónico, o número de contribuinte, a data de nascimento, a morada e a naturalidade.
Depois da visita, a inscrição final deve ser enviada através do mesmo endereço. Aí os
interessados devem preencher a ficha de inscrição e indicar por ordem de preferência os
terrenos que pretendem arrendar.
O regulamento, o aviso de abertura e a ficha de inscrição estão disponíveis no website da COAPE: www.coape.pt. Para mais informações os interessados podem contactar diretamente para: 930505428 | 965218193.

Rotas da Rede Municipal de Percursos Pedestres em Gouveia

O Município de Gouveia apresentou um leque de rotas da Rede Municipal de Percursos Pedestres , com objetivo de os seus visitantes conhecerem mais a fundo a beleza paisagística e as maravilhas naturais da Cidade Jardim, assim temos: PR1 GVA – Rota dos Galhardos
PR2 GVA – Rota dos Caminhos da Fé
PR5 GVA – Rota do Vale de Cadela
Todas estas rotas se encontram devidamente sinalizadas e podem ser realizadas de forma autónoma e sem o recurso a um guia especializado, podendo ser percorridas em grupo ou individualmente.
Todas as informações sobre o trilho como a ficha técnica, dificuldade, distância, cartografia, altimetria e informação turística, bem como uma descrição sucinta do património visível, natural e cultural, encontram-se disponíveis para consulta, na página do Município: http://www.cm-gouveia.pt/…/rede-municipal-de-percursos…/

aBEIRAr foi apresentada num palco natural

Teve lugar no Covão D’Ametade , a apresentação pública de aBEIRAr : Parceria de Ciência Cidadã para a Valorização do Território, uma iniciativa da Rede Intermunicipal de Bibliotecas das Beiras e Serra da Estrela (RIBBSE), apadrinhada pela CIMBSE e em parceria com o Geopark Estrela, UBI e Plataforma da Ciência Aberta do Município de Figueira Castelo Rodrigo.
Face a isso, a Mesa de oradores foi composta por :Presidente da Câmara de Manteigas, Esmeraldo Carvalhinho,  RIBBSE – Catarina Santos, Plataforma de Ciência Aberta de Figueira de Castelo Rodrigo – Maria Vicente, Estrela Geopark – Emanuel Castro, UBI – Vice – Reitor José Marques e o Presidente da CIMBSE, Dr. Luís Tadeu.
É uma parceria de ciência cidadã que tem como missão potenciar o envolvimento e a participação cívica com a ciência, promover o diálogo entre cientistas e cidadãos e despertar o interesse da comunidade na construção de conhecimento e valorização do território.
Este evento vai decorrer de maio a outubro do ano em curso, irá realizar-se em todos os Municípios que compõem a RIBBSE e desenvolve-se sobre os temas: a Água, o Céu e a Rocha.

Museu Municipal de Arte Moderna Abel Manta abre ao público dia 12

Vai ser na  próxima segunda-feira, dia 12 de abril, que o Museu Municipal de Arte Moderna Abel Manta reabre ao público, para tal, é  marcada pela exposição de quatro novas peças. O Município adquiriu uma pintura a óleo de Abel Manta, denominada a “Paisagem”, de 1945; o Dr.º Francisco George doou dois desenhos a tinta da china de João Abel Manta, criados durante a estadia na prisão de Caxias; Carlos Nabais doou o negativo em vidro de uma fotografia de Abel Manta, pelos anos 50.
Estas novas incorporações foram integradas nas áreas de exposição permanente do Museu e vieram enriquecer, em muito, o acervo do Museu Municipal de Arte Moderna Abel Manta.
A abertura do Museu Municipal Abel Manta cumpre as normas de segurança e medidas de higiene e proteção recomendadas pela DGS e enquadra-se no movimento de reabertura dos espaços culturais, de acordo com o plano de desconfinamento.
O Museu Municipal de Arte Moderna Abel Manta está a ser alvo de obras de beneficiação, reabre apenas o primeiro piso, onde pode ser visitada boa parte da exposição permanente do Museu, de 2ª a 6ª feira, entre as 09h30 e as 12h30 e entre as 14h00 e as 18h00.

Gouveia- Abertas candidaturas de apoio e incentivo à produção de ovinos Serra da Estrela e de caprinos

Estão abertas as candidaturas de apoio e incentivo à produção de ovinos Serra da Estrela e de caprinos do concelho de Gouveia, até ao próximo dia 30 de abril de 2021 , assim informa o  Município de Gouveia .

Elaborado e aprovado em 2019, o Regulamento Municipal de Incentivo à Produção de ovinos Serra da Estrela e caprinos do Concelho de Gouveia destina-se aos agricultores, pessoas singulares ou coletivas com domicílio fiscal e com assento de lavoura no concelho de Gouveia.

Consulte quais os apoios/incentivos e os respetivos montantes aqui:
https://www.cm-gouveia.pt/…/municipio-de-gouveia-tem…/

Tendo em conta as atuais contingências que atravessamos, devido à pandemia da COVID-19, as candidaturas devem ser formalizadas através de e-mail ou telefone, até ao dia 30 de abril 2021:E-mail.: reginalopes@cm-gouveia.pt

Nova Rede Itinerante Cultural do Interior une 7 municípios 

Uma nova Rede Cultural do Interior leva dezenas de espetáculos, a partir de junho, a 7 municípios, com a coordenação da  Companhia de Teatro ASTA, rede itinerante de intervenção cultural para levar dezenas de espetáculos a territórios de baixa densidade.

Será entre castelos, anfiteatros ao ar livre, jardins, escadarias, teatros, praças e largos em Belmonte, Covilhã, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Manteigas e Seia que a companhia profissional da Covilhã – ASTA, juntamente com estes 7 municípios, leva à cena dezenas de espetáculos de dança, teatro e artes circenses. Paralelamente será ainda criada uma Rede Interior Virtual de visitação itinerante aos espaços patrimoniais dos 7 Municípios através de visitas com recurso à realidade aumentada.

Esta “Rede Interior” tem como objetivo desenvolver uma programação artística e cultural integrada no território constituído pelos Municípios de Belmonte, Covilhã, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Manteigas e Seia, com o intuito de promover e valorizar o património histórico-cultural e sensibilizar a comunidade a participar ativamente na afirmação destes territórios.

Com a coordenação da ASTA – Teatro e Outras Artes, as comunidades locais são convidadas a participar nesta Rede Cultural do Interior. As apresentações de teatro, dança e circo contemporâneo terão lugar em dois dias consecutivos por forma a contribuir para a oferta, animação cultural da região, o aumento dos fluxos turísticos e, consequente, tempo de permanência de quem visita os territórios.

Os projetos artísticos vão ao encontro da identidade, a cultura e a história do território “Rede Interior”, demonstrando o que une e o que diferencia os 7 Municípios desta rede cultural. Ao longo de 18 meses, serão apresentados 14 espetáculos, itinerantes e propagadores da identidade, do património natural e cultural do território, catalisadores da participação da comunidade local.

Esta é uma Rede Cultural diferenciadora não só pelo cariz itinerante dos espetáculos na criação de iniciativas culturais fortemente ligadas ao território, mas também pelo seu cariz social de apoio e capacitação dos agentes de cultura locais, que há muito se debatem com os constrangimentos da crise pandémica.

A dinamização destas iniciativas culturais está intimamente relacionada com os ativos patrimoniais distintivos do território, contribuindo para a formulação e implementação de iniciativas vocacionadas para a conservação e proteção do património, mas também constituem um veículo para a promoção da região e para a diferenciação desta, num contexto de competitividade territorial.

No período de 5 dias que antecede os espetáculos em cada Município, serão dinamizadas sessões teatrais abertas a todos; pessoas com problemas de inclusão social, desempregados, idosos e minorias étnicas. Será incentivada a participação direta da comunidade de forma a alavancar os laços sociais e comunitários que foram afetados com o isolamento social.

Em todos os locais serão aplicados os princípios legais e as diretrizes da Direção-Geral de Saúde (DGS) referentes aos espetáculos de natureza artística nomeadamente, distanciamento físico, higienização das mãos com postos móveis, utilização de máscara e controlo de lotação.

Rede Interior Virtual com realidade aumentada

Além desta Rede de Artes Performativas será ainda criada uma Rede Interior Virtual de visitação itinerante aos espaços patrimoniais dos 7 Municípios através de visitas com recurso à realidade aumentada. O objetivo será acrescentar uma valorização turística dos territórios da rede, oferecendo uma atividade alternativa às tradicionais formas de apresentação das visitas guiadas e encenadas, realizadas de forma presencial,
permitindo ao turista a visita ao território de uma forma autónoma e “fora de horas”, o que torna a ação mais aliciante tendo em conta o atual contexto de pandemia e os aspetos de saúde pública.

O Projeto Rede Interior tem como entidade líder executora a ASTA – Teatro e Outras Artes, e como entidades parceiras não executoras, os Municípios de Belmonte, Covilhã, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Manteigas e Seia. Projeto cofinanciado pelo Centro2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

2ª edição do Projeto ATUA!- Preparar crianças e jovens para os novos desafios do século XXI

Desde o arranque da 2ª edição do Projeto ATUA!, promovido pela Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, que professores e alunos do 1º Ciclo e Ensino Secundário (Regular/Profissional) se destacam pela mobilização, resiliência e enorme vontade de concretizar ideias e objetivos de mais-valia para o território. Este projeto tem como principal objetivo inspirar comunidades educativas para a ação enquanto agentes de mudança do seu território, através de metodologias ativas que incentivam os alunos a desenvolverem competências empreendedoras tais como a autonomia, criatividade, responsabilidade, atitude e mentalidade empreendedoras, para que possam encontrar soluções para os mais diversos problemas da sua Região. Deste modo acreditamos contribuir para a criação de  profissionais com competências múltiplas, que tenham capacidade de aprender, de se adaptar a situações novas e de promover transformações. Esta iniciativa insere-se no Projeto de Combate ao Insucesso Escolar, financiado pela União Europeia ao abrigo do Centro 2020.

No dia 7 de abril, pelas 11h, o ATUA! irá apresentar a todos os participantes do Projeto e suas comunidades educativas, mais 2 excelentes empreendedores, através da página de Facebook do Projeto (https://www.facebook.com/atuacimbse). Rita Pelica, networker, CEO e fundadora da ONYOU, define-se como uma mente curiosa, empreendedora e viciada em aprender. Concebe projetos de educação e formação com foco nas soft skills e mentalidade empreendedora.  Por sua vez, Bruno Paulino, empreendedor de ideias sustentadas na farmacêutica e saúde, encontra-se a estudar Enfermagem e conta já no seu currículo com participações em Concursos de Ideias, destacando-se por ter vencido 3 vezes consecutivas Concursos Municipais de Ideias de Negócio, tendo conquistado também o pódio numa final de um Concurso Intermunicipal de Ideias de Negócio.

Certamente que o testemunho de ambos os convidados, apesar de percursos de vida completamente diferentes, será inspirador e de incentivo para que brevemente, os alunos participantes no Projeto ATUA! apresentem as suas  ideias e projetos únicos de valor acrescentado para o seu território.

A CIMBSE convida, uma vez mais, todos os interessados a assistir à 2ª Palestra motivacional do Projeto, a qual será transmitida em direto na página de Facebook do ATUA! (https://www.facebook.com/atuacimbse) na quarta-feira às 11h00.