Templates by BIGtheme NET
Início » Guarda

Guarda

Estudantes do IPG debatem problemas sociais para desconstruir estereótipos

O Gabinete de Apoio Psicológico (GAP) do Instituto Politécnico da Guarda, organiza para todos os seus estudantes um encontro online para discutirem questões psicossociais – pandemia, transsexualidade, consumo de substâncias psico-activas/jogo, racismo, entre outras. O objetivo desta iniciativa, coordenada pela psicóloga Odília Cavaco, é desenvolver laços e afinidades entre os estudantes e, ao mesmo tempo, desconstruir estereótipos.

No GAP, para além da consulta de Psicologia, é procurado ter outras iniciativas de carácter mais grupal mas que vão igualmente no sentido de promover o bem-estar e a saúde dos estudantes”, afirma Odília Cavaco, docente no IPG e responsável pelo GAP. “Decidimos lançar agora estes ‘Encontros Online’ que desejamos sejam conversas nas quais os estudantes podem, com a orientação de um perito, discutir temas atuais e (alguns) polémicos com o objetivo de desconstruir falsas ideias e estimular o espírito crítico, num ambiente descontraído e de abertura ao desenvolvimento pessoal.”Realça a docente.

Na primeira sessão, que irá acontecer segunda-feira, dia 19 de abril, irão ser debatidas as experiências dos estudantes durante a pandemia: quais as maiores dificuldades que têm enfrentado; o modo como têm lidado com essas dificuldades; e quais as descobertas e aprendizagens feitas durante os confinamentos.

Segundo a psicóloga, esta iniciativa pretende também unir os estudantes deslocados e combater o isolamento social provocado pela pandemia da Covid-19. “Queremos contribuir para o desenvolvimento do sentido de pertença à academia e à maior inclusão dos estudantes oriundos de outros países, desde os PALOP aos Programas Erasmus. O convite é, portanto, para todos os estudantes das quatro Escolas do IPG. Um convite à partilha em torno de temas variados que vão da alimentação e do estudo, aos consumos, ao racismo ou à transsexualidade.”

Odília Cavaco explica ainda que “se houver boa adesão, lançaremos outros temas proximamente. Serão sempre temas atuais que precisam ser discutidos e desconstruídos para que tenhamos cada vez melhores profissionais, melhores cidadãos e uma sociedade mais justa e feliz!”.

As sessões irão decorrer online, via zoom, em horário pós-laboral (18h30). A inscrição é gratuita, mas obrigatória em: https://forms.gle/e5SXU3CQdnCLHSg49
Os estudantes participantes terão direito a um certificado de presença/participação.

Próximas sessões:

• 26 abril – Transsexualidade

• 3 maio – Estudo

• 17 maio – Consumos

• 31 maio – Alimentação

• 14 junho – Racismo

 

CP-Resultados da 22ªjornada

Teve lugar neste sábado, a derradeira ronda do Campeonato de Portugal na Serie D, com o Vila Cortez  a receber o Canelas 2010 e a ser derrotado por três bolas a zero, resultado alcançado na fase inicial da partida no Municipal da Guarda.
Resultados:
Beira-Mar – Valadares Gaia-2-1
Espinho -Lusitano FCV-2-1
Sanjoanense -Águeda-1-0
São João Ver – Lusitânia Lourosa-2-0
Castro Daire – Anadia-2-1
Vila Cortez – Canelas-0-3
Classificação final:
1º Anadia-44
2ºCanelas 2010-43
3ºLus.Lourosa- 39
4ºSJ Ver-38
5ºSanjoanense-36
——————-
6ºCastro Daire-35
7ºValadares Gaia- 33
8ºSC Espinho-31
—————–
9ºBeira Mar-31
10ºRec.Agueda- 17
11ºLus.Vildemoinhos-16
12ºVila Cortez- 4

GNR- Atividade operacional dos dias 02 e 08 de abril

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, entre os dias 02 e 08 de abril, que visaram, não só, a prevenção e o combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, como também a fiscalização de diversas matérias de âmbito contraordenacional, registando-se os seguintes dados operacionais:

1.    Detenções: 260 detidos em flagrante delito, destacando-se:

·         122 por condução sem habilitação legal;

·         49 por condução sob o efeito do álcool;

·         15 por tráfico de estupefacientes;

·         Nove por furto e roubo;

·         Oito por posse ilegal de armas e arma proibida;

·         Seis por violência doméstica;

·         Um por incêndio florestal.

2.    Apreensões:

·         1 160 doses de MDMA;

·         971,28 doses de haxixe;

·         580,4 doses de cocaína;

·         237,5 doses de liamba;

·         41,5 doses de heroína;

·         Três comprimidos de MDMA;

·         11 armas de fogo;

·         13 armas brancas ou proibidas;

·         158 munições de diversos calibres;

·         25 veículos;

·         40 quilos de metais não preciosos;

·         1 605 euros em numerário.

3.    Trânsito:

Fiscalização: 7 303 infrações detetadas, destacando-se:

·         2 251 excessos de velocidade;

·         703  por falta de inspeção periódica obrigatória;

·         299 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;

·         303 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;

·         290 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;

·         249 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;

·         243 por falta de seguro de responsabilidade civil;

·         212 relacionadas com tacógrafos.

aBEIRAr foi apresentada num palco natural

Teve lugar no Covão D’Ametade , a apresentação pública de aBEIRAr : Parceria de Ciência Cidadã para a Valorização do Território, uma iniciativa da Rede Intermunicipal de Bibliotecas das Beiras e Serra da Estrela (RIBBSE), apadrinhada pela CIMBSE e em parceria com o Geopark Estrela, UBI e Plataforma da Ciência Aberta do Município de Figueira Castelo Rodrigo.
Face a isso, a Mesa de oradores foi composta por :Presidente da Câmara de Manteigas, Esmeraldo Carvalhinho,  RIBBSE – Catarina Santos, Plataforma de Ciência Aberta de Figueira de Castelo Rodrigo – Maria Vicente, Estrela Geopark – Emanuel Castro, UBI – Vice – Reitor José Marques e o Presidente da CIMBSE, Dr. Luís Tadeu.
É uma parceria de ciência cidadã que tem como missão potenciar o envolvimento e a participação cívica com a ciência, promover o diálogo entre cientistas e cidadãos e despertar o interesse da comunidade na construção de conhecimento e valorização do território.
Este evento vai decorrer de maio a outubro do ano em curso, irá realizar-se em todos os Municípios que compõem a RIBBSE e desenvolve-se sobre os temas: a Água, o Céu e a Rocha.

Novo livro “Governo Local Conceitos, Estratégias e Práticas” em breve disponível

Ex autarca António Edmundo Ribeiro é o autor

Vai estar disponível no mercado um novo livro da autoria de António Edmundo Ribeiro, que já foi autarca em Figueira de Castelo Rodrigo, vai agora lançar um novo livro com o título “Governo Local, Conceitos, Estratégias e Práticas”, das Edições Sílabo.

Segundo a editora, este livro visa apoiar os eleitos locais no exercício das suas funções, robustecendo conhecimentos e competências na gestão e administração local.
A sua perspetiva multidisciplinar e sistémica concede-lhe também a característica de instrumento de suporte ao estudo de administração pública, ciência política, gestão, economia e direito.
Os conceitos, procedimentos, estratégias e práticas que expõe são a base da gestão autárquica, sendo aplicados quotidianamente nas Freguesias, Municípios, Comunidades Intermunicipais e Áreas Metropolitanas do país.
Livro formativo e holístico, será também um instrumento indispensável para os dirigentes e técnicos das autarquias locais na gestão das suas carreiras e preparação para as avaliações.
Beneficiando da vasta experiência do autor, este livro, esclarecedor, aborda os assuntos sob a forma de «Glossário Técnico», proporcionando leituras breves por vastos temas do Governo Local e orientadas para a prática.

O autor, António Edmundo Ribeiro é Jurista pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Curso Geral de Gestão pela Nova School of Business and Economics, mestre em Ciência Política pelo ISCSP/UL, pós-graduado em Liderança pela Católica Lisbon School of Business & Economics e em Planeamento pela Xhanghai Business School, Curso Avançado de Gestão Pública pelo INA e doutorando em Administração Pública no ISCSP da Universidade de Lisboa. Gestor Tributário e Aduaneiro, professor auxiliar convidado de Administração Autárquica, Governo e Administração Local e Planeamento Estratégico no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Foi subdiretor-geral das Autarquias Locais; coordenador do Programa Capacitar; técnico-especialista no Gabinete do Secretário de Estado da Administração Local; presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo; vogal do Conselho Diretivo da Associação Nacional dos Municípios Portugueses, administrador das Águas do Zêzere e Côa S.A.; diretor da Guarda Digital, da Associação das Aldeias Históricas e da Territórios do Côa; conselheiro das Comunidades Portuguesas pelos PALOP, diretor do departamento jurídico do Grupo JFS e professor convidado de Finanças Públicas e Direito Económico na Faculdade de Economia da Universidade Eduardo Mondlane em Moçambique.

foto:Sílabo.pt

TMG reabre com arte digital

A atividade presencial  no Teatro Municipal da Guarda (TMG) reinicia  a partir de 19 de abril, com a terceira fase de desconfinamento. Nesta primeira iniciativa que marcará esta reabertura será a uma exposição/instalação de arte digital designada aMostra_v.0.1 >>no luzente alcantil da magnitude >>> Poesia digital no TMG e que vai decorrer de 22 a 28 de abril. Esta mostra junta o trabalho de dez artistas locais, nacionais e internacionais e conta com a curadoria de VJ ManuHell e Pushkhy, ambos com raízes artísticas na Guarda.

Ao longo desses sete dias, a arte digital apresenta-se em formato inédito na cidade da Guarda, nas suas mais diversas abordagens e conta com obras de artistas com um vasto currículo e historial de presenças em festivais, Vídeo Mapping e performances. Esta exposição inclui obras dos portugueses David Negrão, Pedro Zaz e Desy Ysed, num registo diferente do habitual, @s brasileir@s Astronauta Mecanico e Caio Fazolin, a artista russa VJkET, a italiana Carlotta Premazzi, a sueca IAKDS e o duo franco-húngaro Manu Kaleido & Éri Viràg. Para além destes, a aMostra_v.0.1 acrescenta três outras instalações da autoria dos seus curadores, VJ ManuHell e Pushkhy, designadas ‘Dilema’, ‘Per se’ e ‘Pó Húmido’. Estas obras audiovisuais foram executadas no âmbito de uma recente residência artística no TMG, ao abrigo do programa INCENTIVARTE – Incubadora de projetos artísticos.

Trata-se de «uma iniciativa original, no âmbito da programação do TMG, que tem o mérito de trazer de novo às suas raízes, jovens artistas guardenses que se estão a afirmar no panorama internacional das artes digitais e visuais, provando que a nossa aposta na Cultura é o caminho certo para atrair e fixar talento e, com isso, estamos ainda a promover mais qualidade de vida e desenvolvimento na região», explica, a propósito da aMostra v.0.1, o presidente da Câmara Municipal da Guarda, Carlos Chaves Monteiro. Um projeto que se inscreve por isso na ambição de envolvimento e vitalidade criativa de jovens artistas da Guarda e região no âmbito do processo da Candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura em 2027.

A aMostra_v.0.1 garante uma experiência sensorial totalmente distinta de outras exposições, desde logo por decorrer nos espaços não convencionais do teatro, através de um percurso predefinido e guiado pelo ator Valdemar Santos que interpreta Crates da Caverna. Em cada recanto, uma obra digital é desvendada como uma surpresa, com novas emoções.

Guarda- Pedovia vai nascer junto à VICEG da cidade mais alta

Investimento de 1,5 milhões de euros

Foi assinado recentemente, pela Câmara da Guarda e o Consórcio ASF, LDA & OPUALTE, LDA  o Auto de Consignação da empreitada “Incremento do Modo Suave no Acesso ao Parque Industrial da Guarda – Projeto Piloto”.
Trata-se de uma Pedovia que será construída junto ao espaço adjacente à VICEG e no troço viário definido por esta estrutura que liga a zona baixa da Estação ao Centro Urbano, passando por diversos equipamentos como o Parque Urbano do Rio Diz, a zona industrial, as Piscinas, serviços, comércio e diferentes zonas residenciais que passam a ter acesso a circulação pedonal com qualidade.

A obra, no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, corresponderá a um investimento na ordem de 1,5 milhões de euros acrescidos de IVA e tem um prazo de execução de 480 dias a contar desde a assinatura.

Trancoso e Guarda com candidaturas a casas de renda acessível

As candidaturas a casas de renda acessível está aberto , no  âmbito do Programa de Arrendamento Acessível. Vão a sorteio 54 habitações do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana, (IHRU) no total do País.

Deste modo, é possível durante os próximos 10 dias, que todos os interessados possam  candidatar-se, encontrando toda a informação sobre os concursos, aqui: www.portaldahabitacao.pt

As inscrições e os sorteios terão lugar através do mesmo site.

2ª edição do Projeto ATUA!- Preparar crianças e jovens para os novos desafios do século XXI

Desde o arranque da 2ª edição do Projeto ATUA!, promovido pela Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, que professores e alunos do 1º Ciclo e Ensino Secundário (Regular/Profissional) se destacam pela mobilização, resiliência e enorme vontade de concretizar ideias e objetivos de mais-valia para o território. Este projeto tem como principal objetivo inspirar comunidades educativas para a ação enquanto agentes de mudança do seu território, através de metodologias ativas que incentivam os alunos a desenvolverem competências empreendedoras tais como a autonomia, criatividade, responsabilidade, atitude e mentalidade empreendedoras, para que possam encontrar soluções para os mais diversos problemas da sua Região. Deste modo acreditamos contribuir para a criação de  profissionais com competências múltiplas, que tenham capacidade de aprender, de se adaptar a situações novas e de promover transformações. Esta iniciativa insere-se no Projeto de Combate ao Insucesso Escolar, financiado pela União Europeia ao abrigo do Centro 2020.

No dia 7 de abril, pelas 11h, o ATUA! irá apresentar a todos os participantes do Projeto e suas comunidades educativas, mais 2 excelentes empreendedores, através da página de Facebook do Projeto (https://www.facebook.com/atuacimbse). Rita Pelica, networker, CEO e fundadora da ONYOU, define-se como uma mente curiosa, empreendedora e viciada em aprender. Concebe projetos de educação e formação com foco nas soft skills e mentalidade empreendedora.  Por sua vez, Bruno Paulino, empreendedor de ideias sustentadas na farmacêutica e saúde, encontra-se a estudar Enfermagem e conta já no seu currículo com participações em Concursos de Ideias, destacando-se por ter vencido 3 vezes consecutivas Concursos Municipais de Ideias de Negócio, tendo conquistado também o pódio numa final de um Concurso Intermunicipal de Ideias de Negócio.

Certamente que o testemunho de ambos os convidados, apesar de percursos de vida completamente diferentes, será inspirador e de incentivo para que brevemente, os alunos participantes no Projeto ATUA! apresentem as suas  ideias e projetos únicos de valor acrescentado para o seu território.

A CIMBSE convida, uma vez mais, todos os interessados a assistir à 2ª Palestra motivacional do Projeto, a qual será transmitida em direto na página de Facebook do ATUA! (https://www.facebook.com/atuacimbse) na quarta-feira às 11h00.

Guarda-Exposição “Bruto” de Agostinho Santos com curadoria de Valter Hugo Mãe em breve

Vai ser inaugurada, em vários locais da cidade, a exposição Bruto, de Agostinho Santos, com curadoria de Valter Hugo Mãe, na próxima quinta-feira, 8 de abril.

Duas personalidades do mundo das Artes e da Cultura que dispensam qualquer apresentação plantaram este projeto na Guarda: a árvore cresceu e deu belos frutos. Com mais de 300 peças artísticas -pinturas, objetos, esculturas e livros de artista- distribuídas por vários equipamentos culturais, a exposição apresenta-se, desde logo, como um roteiro pelo centro Histórico da Guarda. Roteiro esse que vai do Museu até ao Café Concerto do Teatro Municipal da Guarda (TMG), passando pela Capela do Solar dos Póvoas e pela Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço (BMEL). As obras de arte expostas, desenvolvendo uma linguagem muito pessoal, ainda que de cariz predominantemente neoexpressionista, materializam uma visão fantasmagórica do mundo pandémico em que temos estado mergulhados.

O Livro da exposição será igualmente apresentado na sessão de abertura desta iniciativa que contará com três momentos com horas e locais diferentes:

17h30 – Desenhos do «Alfabeto Monstruoso» e «Livros de artista» – BMEL;
18h00 – Instalação – Capela do Solar do Póvoas;
18h30 – Desenho, Pintura Escultura e lançamento do livro Bruto – Museu da Guarda (com textos de Carlos Alberto Chaves Monteiro, Thierry Santos, Ilda Figueiredo, Eduarda Chiote e Valter Hugo Mãe).

A sessão irá contar com a presença do autor, Agostinho Santos, e do curador da exposição, o escritor Valter Hugo Mãe, entre outras personalidades.