Templates by BIGtheme NET
Início » Idanha-a-Velha

Idanha-a-Velha

“Mangualde Fashion no Largo Dr.Couto

O “Mangualde Fashion” está de regresso ao Município de Mangualde. A 9.ª edição da iniciativa terá lugar no próximo dia 2 de setembro, pelas 21h00, no Largo Dr. Couto. O evento, onde a moda é o mote principal, é promovido pelo Município de Mangualde e conta com o apoio da Associação Empresarial de Mangualde e do Viseu Now. A entrada no evento é gratuita.

 

Trata-se de um desfile de moda que visa promover e dinamizar o comércio e as marcas locais, bem como dar uma oportunidade no mundo da moda aos jovens que sonham enveredar por esse caminho. A edição de 2022 conta com Ricardo Guedes e Cláudia Belo como protagonistas na passarela.

 

O “Mangualde Fashion” envolve vários representantes de lojas de roupa e acessórios, ourivesarias, sapatarias, cabeleireiros, barbearias, óticas, entre outros.  No desfile estarão representadas as marcas Ergovisão, Soft, Xock, Rodeo Company Sportswear e Rodeo Company Kids, Pereirinha Ouriversarias, Vitó Moda Jovem, Carlinha Pronto a Vestir,   Sapataria Fernandos,  Óptica Beira Alta e Óptica Médica das Beiras, Konsenso, Rossio 77, Espelho Mágico Cabeleireiro, Nova Gente Cabeleireiro, Fátima Abrantes Cabeleireiro, RARI Cabeleireiros, Salão Lenita, Barbearia Viegas, Barbearia Cravo e Canela, Sofia Gomes Make Up, Margarida Pinto, Art & Lã, Filipe Coelho Produções Fotográficas, Somnium – Noivas e Cerimónia, Papelaria Adrião, Pacheco Optivisão e Raf &Tom.

Estatuto do cuidador informal em destaque na Reunião da ANAFRE

Vai ter lugar a reunião ordinária mensal e estatutária da ANAFRE esta sexta-feira, em Coimbra
Entre outros assuntos, será discutida a articulação entre o Instituto da Segurança Social e a Associação Nacional de Freguesias no âmbito da implementação do Estatuto do Cuidador Informal, assim como as
propostas de cooperação com a Associação Nacional de Assembleias Municipais (ANAM) e a
Associação dos Trabalhadores da Administração Local (ATAM).
Na agenda consta a seguinte ordem de trabalhos para o Conselho Diretivo:
. Apreciação e votação da Ata n.º 02/CD/2022 de 25/03/2022;
. Apreciação e votação da Ata n.º 03/CD/2022 de 22/04/2022;
. Ratificação do Protocolo de Colaboração ISS | ANAFRE no âmbito da implementação do
Estatuto do Cuidador Informal;
. Apreciação e votação da proposta de Protocolo de Cooperação entre a ANAM e a
ANAFRE;
. Apreciação e votação da proposta de Protocolo de Cooperação entre a ATAM e a
ANAFRE.

 

Castelo Branco um ponto de turismo nas férias de verão

  Castelo Branco, onde o sol brilha mais forte. Longe da confusão e incerteza vivida nos aeroportos, Castelo Branco acolhe todos aqueles que querem celebrar o calor e a diversão da época de verão. As longas filas são substituídas por banhos de sol à beira rio ou piscina. As noites são preenchidas pelo convívio ao ar livre com a família ou amigos. Os dias são bem dispostos a conhecer a terra que fica no centro de tudo. Todos os caminhos passam ou vão dar a Castelo Branco, uma cidade onde se alia a boa
gastronomia à animação, a tranquilidade à segurança, as paisagens aos rios, e a história à cultura.

É fácil gostar de Castelo Branco. A pouco mais de duas horas de carro de Lisboa e Porto, Castelo Branco
está, também, a duas horas de Cáceres, Espanha, um pouco mais de Valladolid e a quatro horas de
Madrid. Com tanto para oferecer, será difícil não se cruzar com Castelo Branco, aquando da pesquisa
por locais para férias em grupo, família, ou casal, e em que o calor seja um dado adquirido. São umas
férias com tudo incluído!
Castelo Branco, é fácil de chegar. Difícil é ir embora! E, vale tanto a pena conhecer Castelo Branco,
mesmo para quem pensa que já viu tudo. Do castelo dos templários ao centro cívico – o local de eleição
para animar o fim-de-dia e noite que fica no coração da cidade, uma praça com vida, que reúne cafés e
esplanadas, espaços verdes e um espelho de água, que servem para amenizar o calor que se sente nas
noites albicastrenses – passando pelas ruas pitorescas marcadas pelos portados quinhentistas, a torre do
relógio, o núcleo de museus – do Museu do Cargaleiro ao Centro de Interpretação do Bordado – a Sé
Concatedral e o Jardim do Paço Episcopal. Há muito por descobrir.
Também apelidado de “oásis refrescante de história natural”, com 310 milhões de anos, o Parque do
Barrocal tem um espaço pensado inteiramente para as famílias, com sete mirantes, diversas formações
geológicas de interesse, passadiços e trilhos naturais, um parque infantil para os mais novos e um
observatório de aves, entre outras atrações naturais. As visitas são gratuitas e com possibilidade de
agendar visita guiada.

A piscina-praia pensada para aquelas famílias para quem férias são sempre sinónimo do bom e velho
“dolce far niente”, que é como quem diz, em bom português, não fazer nada, estar apenas deitado ao
sol, com ocasionais banhos para refrescar. Fácil é habituar-se a umas férias em Castelo Branco, difícil é
Para marcar uma visita guiada ao Parque do Barrocal basta enviar um email antecipadamente para:
barrocal.parque@cm-castelobranco.pt

perceber que o paraíso tem os dias contados. Nem é preciso preocupar-se com as refeições, porque o
local é servido de um belo restaurante com esplanada e diversas opções para refeições. Se, ao final do
dia ficar com vontade de fazer uma leve caminhada, mesmo na zona envolvente à piscina há uma zona
de lazer com largos metros de passeio e uma ciclovia, sem que tenha de sair do centro da cidade, uma
vez que fica ali ao lado do Parque do Barrocal e das piscinas de Castelo Branco.

Fácil é levar a família toda ou os amigos. Difícil é convencer-se que vai ter de voltar para o dia-a-dia dos
dias normais, sem as temperaturas altas a que Castelo Branco o habitua. Se é daquelas pessoas que nas
férias procura estar mais perto da natureza, Castelo Branco oferece duas praias fluviais. A praia fluvial
do Sesmo, no extremo Oeste do concelho, em proximidade à antiga vila condal – Aldeia do Xisto de
Sarzedas, esta praia é rodeada por montes e vales característicos da zona do pinhal interior. Aqui pode
refrescar-se, sem que lhe falte nada, já que o espaço é servido de um bar, instalações sanitárias, rampas
de acesso p/ pessoas com mobilidade reduzida, parque de merendas e ainda um parque infantil. E, a
praia fluvial de Almaceda, conhecida também por “Poço do Lagar”, um espaço que conquista qualquer
um, num abrir e fechar de olhos, já que ao chegar é-se presenteado com uma bela ponte que atravessa
a ribeira desde a zona de chegada até ao relvado, ao campo de futebol, ao bar ou à zona de churrasco.
Com o calor que se faz sentir, fácil é ficar estendido a aproveitar o bom tempo, difícil será resistir a ir a
banhos.
Fácil é pensar que lá fora é que é. Ainda mais fácil é perceber que em Castelo Branco tem tudo… até
duas Aldeias do Xisto – Sarzedas e Martim Branco. Sarzedas distingue-se pelos traços de cor que lhe
marcam as fachadas das casas rebocadas a caminho da Fonte da Vila. Antiga Vila e sede de Concelho, o
seu Pelourinho, o Largo, as Igrejas e Capelas, sobressaem numa malha urbana com casas de belo
traçado e volumes grandiosos, que atestam a presença marcante da História. Já, Martim Branco ficou
ali, ao lado da ribeira, a ver as pessoas a partir, esqueceu-se do mundo. E assim ficou durante muito
tempo, até que, há alguns anos, despertou dessa dormência. Por detrás das casas da última rua, a
ribeira de Almaceda faz cantar as águas e os rouxinóis. Lá fora, o forno comunitário ainda exala o cheiro
do pão acabado de cozer. Os fornos são os elementos mais interessantes em Martim Branco. Basta
provar o pão para perceber porquê.
Fácil e difícil, ao mesmo tempo, é escolher o que comer entre toda a gastronomia, porque toda a gente
sabe que as calorias das férias não contam. Seja o cabrito, borrego assado ou chanfana, uma sopa da
Beira, o azeite, o queijo, o mel e os enchidos, o vinho, uma sobremesa como a tigelada, há um pouco de
tudo para todos os gostos. É fácil gostar de Castelo Branco!

Por:César Nóbrega

Em abril, experiências mil nas Aldeias do Xisto

O mês de abril chegou e com ele traz a Páscoa, a celebração da Liberdade, férias escolares, fins de semana prolongados. Já pensou como pode aproveitar da melhor forma estes dias? Espreite as experiências que temos disponíveis no Bookinxisto e encontre o programa certo para si.

Em abril, experiências mil. É este o mote e a promessa que as Aldeias do Xisto adotam para o mês que agora se inicia. Há fins de semana prolongados, Páscoa, Dia da Liberdade e férias escolares. Os dias já são mais longos e clamam para ser preenchidos com experiências inesquecíveis, como as que estão à sua espera no Bookinxisto.

Se está a pensar numa Páscoa tranquila e envolvida em natureza, as Casas de Campo Aldeia de Camelo, no concelho de Castanheira de Pera, têm uma proposta imperdível: três noites pelo preço de duas. A campanha está em vigor de 14 a 18 e 22 a 25 de abril.

A diversidade gastronómica é um dos elementos que mais diferencia as Aldeias do Xisto. Por isso, o Convento da Sertã Hotel e a Casa Ti’Augusta, localizada na Aldeia do Xisto da Figueira, juntam esforços para lhe dar a conhecer algumas das iguarias mais ricas e tradicionais desta região. Aprenda a fazer a deliciosa e tradicional Tigelada das Beiras em forno a lenha e, enquanto coze, faça uma visita guiada à aldeia. Esta experiência gastronómica inclui alojamento e almoço e está disponível de 22 a 24 de abril e de 29 de abril a 1 de maio.

Ainda no campo gastronómico, pode também aprender a fazer queijo fresco e compotas, a cozer pão em forno a lenha e até mesmo a confecionar a tradicional chanfana.

Se procura explorar e desfrutar da natureza, não faltam opções: há passeios que o levam a conhecer cascatas, ribeiras e fragas, bem como a flora, a fauna e a geologia que caracterizam a envolvente dos rios Zêzere e Ocreza. Estão ainda disponíveis programas completos, com alojamento, para fazer a pé ou de bicicleta, que atravessam o território e, além do património natural, lhe permitem conhecer e vivenciar a cultura tão particular das Aldeias do Xisto.

Para os amantes de artes e trabalhos manuais, temos workshops onde pode aprender a construir uma mini casa de xisto, conhecer as técnicas da talha em madeira, dominar a roda de oleiro ou aprender como fazer figurado em cerâmica.

É adrenalina e aventura que procura? Então, pode optar por percorrer, a pé ou de bicicleta, a Grande Rota do Zêzere ou praticar paintball, canoagem, rapel e tiro com arco junto à barragem de Santa Luzia, em Pampilhosa da Serra.

 

Se, por algum motivo, abril não for a melhor altura para si, saiba que há sempre algo a acontecer e é possível reservar alojamentos e experiências sem marcar data. No Bookinxisto, tem à sua disposição vouchers no valor de 100€, 200€ e 500€ que pode adquirir agora e usar quando lhe for mais conveniente, ao longo de todo o ano.

Por aqui, há sempre muito para ver, ouvir e sentir. Consulte o nosso calendário de animação, explore o Bookinxisto, reserve alojamentos e experiências, faça as malas e venha ter connosco.

Fotos:AX

O Ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa” 2021em Idanha

Sabores e iguarias de Idanha-a-Velha inspiram um dia pleno de emoções na Aldeia Histórica

Sob o mote “Nas Terras do Rei Wamba… Há Pão!”, o Ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa” 2021 promove, no próximo dia 30 de outubro, um dia dedicado à gastronomia da Aldeia Histórica, com muitas surpresas e atividades para todos os gostos e idades.

Reza a lenda que, no lugar que hoje conhecemos como a Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha, um humilde lavrador chamado Wamba tornou-se rei dos Visigodos (um dos vários povos que passou por aquele território). Ancorada numa paisagem de montado e olival, naquele tempo e até hoje, o sustento dos homens andou sempre de mão dada com a terra.

A gastronomia é, por isso, um dos grandes atrativos da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha, sendo o mote para o décimo evento do Ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa” 2021 que, durante todo o ano, leva animação e cultura às 12 Aldeias Históricas de Portugal.

Com o tema “Nas Terras do Rei Wamba… Há Pão!”, no próximo dia 30 de outubro, visitantes e habitantes podem participar, por exemplo, em workshops para aprender a fazer pão ou “borrachões” (biscoito típico da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha), visitar a mostra de produtos endógenos, ouvir “Estórias de Pão” (atividade direcionada para o público infanto-juvenil), assistir ao lançamento do Fascículo II de receitas desenvolvidas e confeccionadas nos workshops das edições 2020/2021 do Ciclo de eventos “12 em Rede” ou ao showcooking “Ervas e Aromas” com a chef Maria Caldeira de Sousa.

Como, pelo notável conjunto de ruínas que conserva, a Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha é uma das mais importantes estações arqueológicas do país, o evento irá incluir, também, momentos lúdico-educativos sobre o tema. Por exemplo, duas visitas ao atelier “MosaicoLab”, que se irão focar no legado da arte do mosaico pela civilização romana, e que pode ser observado em Idanha-a-Velha, e um percurso orientado pela extraordinária coleção epigráfica da Aldeia Histórica. As visitas atelier “MosaicoLab” repetem-se ainda no dia seguinte, domingo, dia 31 de outubro.

Não faltará também um momento musical, com a acordeonista, cantora e compositora Celina da Piedade, cuja sonoridade folk, inspirada no cancioneiro tradicional alentejano, promete terminar o dia de sábado, em grande, na Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha.

Devido à pandemia, a participação no evento será limitada e sujeita a inscrição prévia – mas a festa poderá ser sentida e vivida em todo o mundo, via streaming, no Facebook das Aldeias Históricas de Portugal.

A inscrição, que é gratuita, pode ser feita para a totalidade do evento ou apenas para um momento específico, como um concerto ou uma visita guiada – sendo que o limite de participantes dependerá do espaço e da tipologia de cada atividade. Pode inscrever-se para o evento na Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha junto do Gabinete de Turismo da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, de forma presencial ou através do número de telefone 277202900 ou do turismo@cm-idanhanova.pt, ou o Posto de Turismo de Idanha-a-Velha, de forma presencial.

O evento é promovido pela Aldeias Históricas de Portugal – Associação de Desenvolvimento Turístico, numa organização do Município de Idanha-a-Nova, Junta de Freguesia da União de Freguesias de Monsanto e Idanha-a-Velha, Associações e Agentes Económicos locais. Uma iniciativa apoiada pelo Centro 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, através do Programa de Valorização Económica de Recursos Endógenos (PROVERE).

Entre nesta festa e viva um dia inesquecível na Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha!

Programa do evento e limite de participantes:

30 de outubro
08h – 17h – Vamos ao Forno!
Local: Forno Comunitário
15 pax máx

11h – 12h – Atelier de Borrachões
Local: Forno Comunitário
15 pax máx

10h – 17h – Mostra de Produtos Endógenos
Local: Envolvente da Sé / Lagar de Varas

10h – 12h – Atelier MosaicoLab #1
Local: Largo do Espírito Santo/ Recinto de Festas
10 pax máx

10h – 12h – Estórias de Pão #1
Local: Antiga Casa da Câmara
10 pax máx

10h30 – Receituário Colecionável | Lançamento Fascículo II
Local: Igreja de Sta. Maria /Sé de Idanha-a-Velha
50 pax máx

11h – Visita Orientada| Árvores com História
Início: Porta Norte
12 pax máx

14h – 16h – Visita Atelier MosaicoLab #2
Local: Largo do Espírito Santo/ Recinto de Festas
12 pax máx

14h – 16h – Estórias de Pão #2
Local: Antiga Casa da Câmara
10 pax máx

15h – Showcooking | Ervas e Aromas – entre a História e a Tradição
Local: Palheiros de São Dâmaso
10 pax máx

15h30 – Prova de Bolos de Forno
Local: Forno Comunitário
15 pax máx

16h – Artes de Rua | Rasto – Companhia Erva Daninha
Local: Exterior da Igreja de Sta. Maria /Sé de Idanha-a-Velha

17h15 – Visita Orientada | Valete Vos Viatores
Local: Pavilhão Epigráfico
12 pax máx

21h – Concerto | Celina da Piedade
Local: Igreja de Sta. Maria /Sé de Idanha-a-Velha
Sujeito à lotação do espaço

31 de outubro
Visita Atelier MosaicoLab
Sessão #1 – 10h30
Sessão #2 – 12h30
Local: Largo do Espírito Santo/ Recinto de Festas
12 pax máx

A festa só acaba em novembro!
O Ciclo “12 em rede – Aldeias em Festa” 2021 só termina em novembro! Depois de Idanha-a-Velha, a festa segue para Monsanto, a 6 de novembro.