Templates by BIGtheme NET
Início » Imagens

Imagens

Gouveia associa-se à iniciativa regional “Todos Por Todos”

O concelho de Gouveia, na freguesia de Vila Nova de Tazem, junta-se aos vários concelhos da Região Centro que integram a iniciativa solidária e de voluntariado comunitário “Todos Por Todos”(TpT). O seu objetivo é a sensibilização para a prevenção do cancro e a promoção de estilos de vida saudável. A Caminhada “Todos Por Todos” em Gouveia é assinalada no próximo dia 29 de maio, com início às 09h00, Avenida em Vila Nova de Tazem.

A organização é da responsabilidade do Grupo de Voluntariado Comunitário de Gouveia, da Liga Portuguesa Contra o Cancro, com apoio da Câmara Municipal de Gouveia, Junta de Freguesia e Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Tazem, e ainda a GNR de Vila Nova de Tazem. Através de um trabalho em rede, a LPCC pretende fomentar mecanismos e espaços que possibilitem o envolvimento ativo dos cidadãos no projeto.

As inscrições, com um valor de 5 euros, poderão ser realizadas juntos dos Voluntários Comunitários de Gouveia e conferem acesso à T-shirt TpT.

“Todos Por Todos” pretende, assim, fomentar os valores de inclusão e capacitação (promover conhecimento, despertar, motivar, entusiasmar, reforçar sentidos de pertença); dinamismo (estimular a ação de base local e a participação ativa na criação de dinâmicas de promoção das atividades da campanha); bem como de alegria, felicidade e jovialidade nas comunidades locais.

A iniciativa TpT tem uma grande abrangência geográfica e descentralizada em todos os concelhos da Região Centro, e decorre até final de setembro de 2022.

 

Aguiar da Beira, Sátão, Penalva do Castelo, Mangualde e Nelas vão ter oficinas de cocriação

Vai ser promovido pela Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões e  Associação de Desenvolvimento do Dão (ADD), no âmbito do projeto CRAFT – Turismo Criativo Viseu Dão Lafões, entre os dias 08 e 15 de junho, vão promover oficinas de cocriação, dedicadas a participantes com competências criativas e de design.

Estes workshops, abertos ao público em geral, pretendem reinterpretar matérias primas tradicionais e desenvolver novas abordagens estéticas e modos de aplicação das mesmas. Aqui, os participantes, acompanhados por mestres artesãos locais, são desafiados a entrar em contacto e experimentar várias técnicas artesanais.

As oficinas de cocriação estão calendarizadas da seguinte forma: “Ferro e Vidro” | dia 08 | Antigo Balneário dos Ingleses, Canas de Senhorim | Nelas; “Cestaria” | dia 09 | Penalva do Castelo; “Têxtil” | dia 14 | Biblioteca Municipal | Aguiar da Beira; “Cerâmica” | dia 15 | Ateliê Sérgio Amaral | Mangualde.

De acordo com o Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho, “A CIM está empenhada em promover o património associado às artes e ofícios tradicionais, enquanto fator de diferenciação e competitividade turística. Com o projeto CRAFT pretendemos estruturar, no nosso território, uma experiência turística de âmbito cultural ímpar, capaz de afirmar Viseu Dão Lafões enquanto destino de excelência”.

“Com esta iniciativa a CIM e os seus parceiros pretendem começar a envolver a comunidade local e abrir portas a outros interessados neste projeto, muito focado na capacitação dos agentes ligados ao artesanato”, concluiu o Secretário Executivo.  

Segundo o Coordenador da ADD, Emanuel Ribeiro, “Esperamos atrair novos públicos através da oferta estruturada de experiências criativas e inovadoras de turismo cultural”.

Recorde-se que o Craft Turismo Criativo, assume-se como um projeto de valorização, qualificação e promoção turística baseado nos recursos e ativos patrimoniais, culturais e imateriais associados ao artesanato, do saber-fazer à criatividade, que conta com a participação ativa das comunidades de Aguiar da Beira, Sátão, Penalva do Castelo, Mangualde e Nelas.

As Oficinas de Cocriação são gratuitas e decorrem entre as 15h00 e as 19h00, as inscrições podem ser efetuas em: https://tinyurl.com/9s7euyd

GNR-Balanço-Operação “Peregrinação Segura 2022”

A Guarda Nacional Republicana (GNR)  realizou, até 15 de maio, a operação “Peregrinação Segura 2022”, nas principais vias de acesso à cidade de Fátima, com o intuito de apoiar e garantir a segurança dos peregrinos durante as suas deslocações, reforçando ainda o policiamento no Santuário e zonas envolventes.

Durante toda a operação foram realizadas  2 139 ações, destacando-se os seguintes resultados operacionais:

Policiamento geral:

·         787 ações de apoio aos peregrinos em deslocamento;

·         Três incidentes reportados, sem gravidade;

Trânsito:

·         11 573 condutores fiscalizados;

·         1 473 autos de contraordenação levantados ao Código da Estrada; Ler Mais »

Futsal-Agrupamento de Escolas de Gouveia vence fase e segue em frente

O Pavilhão de São Miguel – Guarda recebeu a dupla jornada de apuramento para a Final Four Regional, onde estiveram presentes as escolas campeãs distritais da CLDE de Aveiro, Guarda e Viseu, representadas pelos Agrupamentos de Escolas de Estarreja, Gouveia e Castro Daire, respetivamente da modalidade de Futsal, do escalão de iniciados masculinos.
A primeira jornada, opôs as frente a frente as equipas de Gouveia e Castro Daire. Um jogo de sentido único em que os nossos alunos se apresentaram num bom nível. Sempre na frente do marcador, com domínio de todos os momentos de jogo e superiorizando-se ao adversário de forma natural. No final, o resultado foi expressivo. Uma vitória por 12 – 1. Marcaram: Martim Teixeira (1), Gustavo Sousa (1), João Pinto (3), Marcelo Saraiva (1), Rodrigo Forte (3), Miguel Silva (1) e Martim Garcia (2).
A segunda jornada colocou frente a frente as equipas de Castro Daire e de Estarreja. Um jogo bem disputado onde a vitória acabou por sorrir à equipa de Estarreja. Resultado final. 7-4.
A terceira e última jornada tinha como principal aliciante saber qual das equipas iria passar em primeiro na fase de grupo. Assim, num jogo muito equilibrado e com o resultado incerto até ao apito final, a vitória acabou por ser construída desde muito cedo (11 segundos), a equipa de Gouveia, conseguiu gerir os ritmos de jogo. Após reação natural da equipa adversário, chegando mesmo ao empate, os nossos alunos conseguiram reagir prontamente e passar ainda no primeiro período para a frente do marcador que não sofreu mais alterações até final do jogo. Resultado final. 2-1. Salienta-se a excelente participação dos árbitros do nosso agrupamento: Jorge Cardoso e Gonçalo Vaz.
Com estes resultados, o  agrupamento gouveense passou em primeiro lugar onde irá disputar no próximo dia 28 de maio, em Castelo Branco, a final four regional das CLDE de: Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu.

Mangualde faz remodelação da EN 16 na sua área de intervenção

O Município de Mangualde está a intervencionar a EN16, com o objetivo de melhorar as condições de circulação e de segurança rodoviária. A empreitada em curso, cujo investimento municipal é de cerca de 120 mil euros, contempla a substituição de todos os sinais verticais e a pintura termoplástica com adição de pérolas refletoras em todos os troços.

Proceder-se-á ainda ao complemento de sinalização, vertical e horizontal, em pontos considerados críticos, como por exemplo a reta da Sra. do Castelo/Cruzamento de Almeidinha e a curva que antecede o cruzamento da Cunha Alta.

Marco Almeida, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde destaca o objetivo desta intervenção municipal: “estamos a melhorar as condições de circulação rodoviária e a incrementar as condições de segurança rodoviária em toda a extensão da via”.

O troço agora intervencionado está sob administração do Município de Mangualde desde o limite com o concelho de Viseu (Oeste) e o limite com o concelho de Fornos de Algodres (Este).

Projeto WANTED “Concurso de Ideias de Negócio com grande adesão

Projeto “Banco Solar” venceu
O Auditório da Sede do Agrupamento de Escolas de Penalva do Castelo, acolheu a final municipal do Projeto WANTED “Concurso de Ideias de Negócio”, contando com a presença de cerca de 80 pessoas.
Esta iniciativa, promovida pela Câmara Municipal de Penalva do Castelo, Comunidade Intermunicipal da Região Dão Lafões, Gesentrepreneur e o Agrupamento de Escolas de Penalva do Castelo, destinou-se aos alunos do ensino secundário e inseriu-se no âmbito do Projeto de Empreendedorismo nas Escolas da Região Dão-Lafões.
Nesta final municipal, estiveram a concurso cinco ideias de negócio. O “Alarme de Medicamentos” é um projeto que consiste em desenvolver uma caixa de medicamentos de alerta ao doente, na hora certa de quando este deverá tomar os mesmos. O “Filtro de esgoto” é o projeto que comporta num aparelho que é fixado subterraneamente no esgoto que limpa a água (distribuindo-a limpa) e filtra o lixo para um depósito. O “Power Car” que se traduz num camião power bank para auxiliar outros veículos elétricos. O “Banco Solar” que apresenta como objetivo proporcionar um banco solar para carregamento de dispositivos móveis.
O júri, constituído pela Vereadora da Educação do Município de Penalva do Castelo, Lucília Santos; pelo elemento da Direção do Agrupamento de Escolas de Penalva do Castelo, Francisco Guedes e pela Dirigente da Unidade Orgânica de Comunicação, Marketing, Educação, Ação Social, Juventude e Turismo do Município de Penalva do Castelo, Paula Loureiro, teve a difícil tarefa de selecionar a melhor ideia de negócio.
Todos os concorrentes receberam prémios de participação, constituídos por produtos endógenos do concelho, oferecidos pela Câmara Municipal. O vencedor do Concurso Municipal foi o projeto “Banco Solar” ideia desenvolvida pelos alunos João Simões e Rodrigo Silva. O grupo foi premiado com um Jantar no Hotel Paradores “Casa da Ínsua”.
A equipa vencedora do projeto irá participar, no próximo dia 26 de maio, no Concurso Intermunicipal, em Viseu, onde será eleita a melhor ideia de negócio ao nível dos municípios da região Dão Lafões.
Com este projeto, pretende despertar o espírito de iniciativa e empreendedorismo nos jovens em idade escolar, envolvendo alunos, professores e empresas, reconhecendo e valorizando a criatividade e a inovação.
Na região Dão Lafões, pretende-se, desta forma, dotar as novas gerações de mais capacidade de iniciativa e de empreendedorismo impulsionando o desenvolvimento sustentado da região.

Guarda vai ter um Centro Operacional Agrícola

Foi assinado entre a Câmara Municipal da Guarda e a AgroGuarda  um contrato de comodato que tem por objetivo, a criação de um Centro Operacional Agrícola da Guarda, através da cedência de um espaço localizado na Plataforma Logística, com uma área total de 1.323,00m2. Sublinhando a importância do setor agrícola no desenvolvimento da economia, Sérgio Costa, presidente da Câmara, afirmou que com a implementação deste Centro “estamos a criar condições para que os nossos agricultores tenham quem os ajude a promover, a divulgar e escoar os seus produtos”, acrescentando que “a Guarda precisa que os seus produtos sejam reconhecidos pela sua origem porque têm qualidade de excelência”. Esta sessão, que decorreu dia 9 de maio, nos Paços do Concelho, contou com a presença do presidente e do vice-presidente da AgroGuarda, Jorge Godinho e José Simão Cabral, que assinaram o contrato, da Diretora Adjunta da DRAPC, Vanda Batista, de Presidentes de Junta e de diversos agricultores do concelho da Guarda.

Construção do Ecocentro de Mangualde a curto prazo

Decorreu uma reunião no Município de Mangualde com o Secretário Executivo do Planalto Beirão, José Portela, e o Vice-Presidente e responsável pelo Pelouro do Ambiente e Sustentabilidade da Câmara Municipal de Mangualde, João Pedro Cruz, onde foram ultimados os preparativos para a construção do Ecocentro de Mangualde.

O projeto de execução do futuro Ecocentro de Mangualde será realizado durante este ano de 2022, prevendo a autarquia que seja lançado o concurso público e que a obra esteja concluída até ao final de 2023. O Ecocentro de Mangualde será um espaço destinado a receber separadamente diversos materiais para posterior tratamento e/ou reciclagem.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Marco Almeida, “este é um investimento necessário e esperado pela população há muitos anos, que agora vai ser uma realidade e que para isso muito contribuiu a vontade que demonstrámos nos últimos meses junto do Planalto Beirão em querer resolver urgentemente este problema”.

O Vice-Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Pedro Cruz, destacou que “o Ecocentro de Mangualde deve ser visto com uma infraestrutura que aporta mais valor ao território, no âmbito da gestão de resíduos, promovendo a recolha e tratamento seletivo dos resíduos e a transição cada vez mais do nosso território de uma economia linear para uma economia circular. Ao mesmo tempo disponibilizamos um serviço que todos os mangualdenses desejam há muito tempo.

Artigo-Como poupar água e energia na cozinha

A cozinha é um dos espaços da casa que mais consome água e energia. Neste artigo elaborado pela Selectra em parceria com O Magazine Serrano, descubra as melhores dicas para poupar, cuidar do meio ambiente e ainda do seu bolso.

A poluição ambiental é um problema atual que nos preocupa a todos.. No entanto, para melhorar a situação atual (ou pelo menos que não piore) é necessário agir sobre o assunto, e isso pode começar em casa. Desta forma, mostraremos algumas dicas para poupar água e energia na cozinha.

Dados recentes publicados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) descrevem que 9 em cada 10 pessoas no mundo respiram ar contaminado. Por outro lado, a UNESCO alertou que, a menos que sejam tomadas medidas, espera-se que até 2030 o mundo tenha que enfrentar um déficit global de água de 40%.

Se cuidarmos do nosso consumo energético, contribuiremos para reduzir a produção de energia necessária e, portanto, a poluição ambiental. O mesmo acontece com a água, um recurso escasso e sem o qual não podemos viver. Reduzir o seu consumo significa proteger o nosso futuro e das próximas gerações.

Poupar água e energia na cozinha

A cozinha é o local onde mais utilizamos água e energia de toda a casa. Por isso, é importante estar atento e modificar os nossos hábitos. Saiba como reduzir os consumos na cozinha, reduzindo a conta da água e da energia.

Conselhos para poupar água na cozinha

A água é um dos recursos mais importantes do nosso planeta e, infelizmente, todos os dias milhares de litros são desperdiçados no mundo inteiro. Se mudarmos alguns hábitos, podemos reduzir o consumo de água em casa.

  1. Lave os legumes e frutas num recipiente

Quantos de nós lavamos as frutas e legumes em água a correr da torneira? De certeza que a maioria. Para poupar água, pode encher uma tigela ou um pequeno alguidar e mergulhar as frutas e vegetais na água e lavá-los. Depois, pode reutilizar essa água para regar as plantas.

  1. Encha o lava-loiça para lavar à mão

Novamente o erro de deixar a torneira aberta enquanto lavamos alguma coisa. O primeiro passo é remover todos os restos para evitar o entupimento lava-loiça. Depois disso, coloque os pratos e louças em ordem: primeiro os copos, xícaras, pratos e talheres e, finalmente, panelas e frigideiras. Ensaboe-os e encha o lava-loiça com água para enxaguar.

  1. Use a lava-louças

Acredite ou não, a máquina de lavar louça usa menos água do que você precisa para lavar a mesma quantidade de pratos e panelas à mão. Se você tem um em casa, use! Claro, ligue-o quando estiver cheio: colocá-lo para funcionar quando estiver meio cheio é um desperdício de água e energia.

  1. Verifique as torneiras

É importante que as torneiras da sua cozinha estejam em bom estado, sem fugas e, sobretudo, que as feche adequadamente após cada utilização. Pense que uma torneira a pingar pode perder mais de 20 litros por dia.

  1. Cozinhe a vapor

Sabia que os vegetais retém melhor os seus valores nutricionais quando são cozidos a vapor? Além disso, você reduzirá seu consumo de água. Experimente cozinhar espinafres, brócolos, abóbora, feijão verde ou cenouras.

  1. Não descongele nada com a torneira aberta

Quando nos esquecemos de descongelar os alimentos a tempo, acabamos por recorrer à água quente da torneira para acelerar o processo. Desta forma, desperdiçamos água potável.

  1. Se ferver legumes, reutilize a água

O caldo que se obtém depois de ferver os legumes é uma base perfeita para preparar sopas, ensopados e até massas. Não o desperdice deitando essa água fora, use-a para dar sabor aos seus pratos.

Conselhos para poupar energia

Poupar água e energia na cozinha é essencial para cuidar dos nossos bolsos e lutar por um mundo mais sustentável. Agora que já ficou com algumas ideias para cuidar do consumo de água, vamos mostrar outras para minimizar o consumo de energia.

É óbvio que mudar hábitos vai ajudar tanto a reduzir consumos como as contas de energia. No entanto, e embora aplique ações para poupar energia, é sempre importante que esteja atento ao preço da luz, já que existem várias empresas no mercado, e por mínimas que sejam, existem diferenças que podem ajudar a poupar ainda mais dinheiro. Por isso, compare preços, analise os vários fornecedores e contrate a energia mais barata. Associar bons hábitos de poupança, a tarifas de luz mais em conta, só lhe dará vantagens.

  1. Compre eletrodomésticos eficientes

Da próxima vez que tiver que comprar um novo aparelho, verifique a classe energética! Aqueles com a classificação A irão ajudá-lo a poupar dinheiro através do baixo consumo de energia, enquanto cuida do meio ambiente.

  1. Regule a temperatura do seu frigorífico de acordo com a época do ano

No inverno, o frigorífico não precisa funcionar em temperaturas tão baixas como no verão, portanto, se regular o termostato, poderá diminuir o consumo de energia. A temperatura deve estar entre 3 e 5 graus: 5 no inverno e 3 no verão. A diferença parece mínima, mas garantimos que notará a diferença.

  1. Coloque no frigorífico os alimentos quando estiverem frios

Evite manter alimentos quentes no frigorífico. Quando coloca um prato quente no frigorífico, vai forçá-lo a trabalhar mais para poder arrefecer a comida, aumentando assim o gasto de energia.

  1.  Verifique a localização do frigorífico

Este deve estar afastado de fontes de calor como o forno e, ao mesmo tempo, deve ter um espaço entre a parede para que o ar possa circular livremente, evitando o sobreaquecimento.

  1. Desligue o forno e a placa vitrocerâmica antes de terminar a cozedura

O forno e a placa vitrocerâmica permanecem quentes durante algum tempo depois de os desligar, pelo que é aconselhável terminar a cozedura com os mesmos desligados.Verá que os alimentos cozinham da mesma forma, mas com menos gasto de energia!

  1. Não abra o forno a meio da cozedura

Abrir o forno ao cozinhar significa perder 20% do calor que o aparelho deve recuperar quando a porta for fechada novamente. Calcule bem os tempos de cozimento e evite o desperdício de energia. Outra ideia? Cozinhe vários pratos ao mesmo tempo para aproveitar o forno pré-aquecido.

  1. Desligue os aparelhos que não usa

 

Pense, por exemplo, na máquina de café em cápsula. Já reparou que se não desligar, consome energia mesmo que não a use? O mesmo vale para o micro-ondas ou muitos outros aparelhos.

Poupar água e energia na cozinha envolve uma série de mudanças de hábitos. Comece a trabalhar e lute por um mundo mais saudável. Seguindo estas dicas, cuidará do seu bolso e do futuro dos seus filhos.

 

GNR Guarda-Sabugal – Detida por extorsão

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da Guarda, deteve uma mulher de 40 anos, pelo crime de extorsão no concelho do Sabugal.

No âmbito de uma investigação que decorria há cerca de um mês, foi possível apurar que a suspeita chantageava e ameaçava a ofendida com factos que conhecia sobre a sua vida pessoal. No decorrer das diligências de investigação, os militares da Guarda constataram que a vítima chegou mesmo a fazer uma pagamento de 400 euros à mulher que a extorquia.
A detida foi constituída arguida e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial da Guarda.