Templates by BIGtheme NET
Início » Mangualde

Mangualde

Existem 755 Espaços Cidadão em Portugal

Em Portugal, a rede de Espaços Cidadão conta atualmente com mais 151 balcões do que no início da legislatura do executivo de António Costa, num total de 755 Espaços em todo o território de Portugal continental.

Com a abertura, de dois novos Espaços Cidadão – em Escalos de Baixo e na Mata, em Castelo Branco – fica cumprida a meta de aumentar em 25% o número de Espaços Cidadão.

Este era um dos objetivos da Estratégia para a Inovação e Modernização do Estado e da Administração Pública que, no seu Eixo 4: Reforçar a proximidade, através do Objetivo estratégico 11: Promover a integração e a inclusão no atendimento, estabelecia como meta para a legislatura um aumento de 25% no número de Espaços Cidadão, reforçando as parcerias com as autarquias locais.

No que diz respeito à dispersão geográfica, foram abertos 50 Espaços Cidadão no Norte, 71 no Centro, 13 na Área Metropolitana de Lisboa, 14 no Alentejo e 3 no Algarve, tendo sido já quase 104 mil atendimentos nestes novos 151 Espaços Cidadão desde as respetivas aberturas.

Entre os serviços mais procurados nestes Espaços, está a renovação do cartão de cidadão, a Chave Móvel Digital (registo presencial no backoffice) e a alteração da morada do cartão de cidadão. Também a revalidação da carta de condução, a confirmação da alteração de morada no cartão de cidadão, o pedido de registo criminal, pedidos de informações ao Instituto de Segurança Social e o envio de documentação para reembolsos da ADSE Direta estão entre os serviços mais solicitados.

Os Espaços Cidadão são fruto de uma estreita colaboração entre a Administração Pública Central e as autarquias locais, sobretudo as juntas de freguesia, que tem permitido aproximar os serviços públicos das populações.

Além do investimento na desmaterialização e disponibilização digital de serviços, o Governo considera essencial manter o investimento na rede física de atendimento e na presença dos serviços públicos em todo o território nacional, através da rede presencial de balcões desconcentrados, das Lojas de Cidadão e, em particular, destes pontos de atendimento, que não só se mantiveram abertos mesmo nos períodos de confinamento como passaram a disponibilizar novos serviços como o agendamento para a vacinação da Covid-19 ou, em diversos pontos da rede, a entrega de cartões de cidadão.

Assim, os Espaços Cidadão continuaram a prestar um serviço de proximidade às populações, garantindo que todos aqueles que, por qualquer razão, não podem ou não querem recorrer aos serviços públicos digitais têm acesso a esses serviços de forma mediada e com acompanhamento personalizado.

Fonte:GP

Comércio digital- Compre online mas em segurança

O comércio digital tornou-se uma prática cada vez mais comum entre os consumidores, muito devido ao confinamento e encerramento de espaços comerciais físicos. Hoje em dia, e com a constante inovação tecnológica, é cada vez mais fácil e seguro pagar sem sair de casa, utilizando um computador ou um smartphone. Contudo, se é verdade que a maioria das transações decorre sem qualquer problema, noutras situações já não é bem assim. Prova disso é o aumento das burlas online – de acordo com o Portal da Queixa, em 2020 aumentaram em 69% o número de reclamações face ao ano anterior.
O melhor para estas situações é estar informado sobre todos os cuidados que ajudam a reforçar a segurança das compras online, e, nesse sentido, o UNIBANCO apresenta-lhe algumas dicas úteis para garantir uma maior segurança neste processo.
  1. Confirme a origem do pedido. Emails ou mensagens de contactos desconhecidos e/ou com erros ortográficos são sempre motivo de alerta, sobretudo se apelam a uma ação como clicar num link ou enviar dados pessoais. A melhor solução será reportar esse contacto e, no caso de se fazer passar por uma entidade da sua confiança (como o seu banco, por exemplo), denuncie a situação à respetiva instituição financeira.
  2. Confirme também a autenticidade das páginas a que acede. Uma boa tática para saber se é seguro comprar online em determinado website é verificar se o URL é o correto e se está bem escrito. Além disto, procure sempre o cadeado de ligação segura ou o “https”, protocolo que certifica que o site é seguro – atenção que este terá de ter sempre um “s”, no final. Poderá, em acréscimo, pesquisar a reputação da loja virtual nas redes sociais ou nos portais de queixa. Isso significa que existe uma encriptação SSL (Secure Sockets Layer) instalada.
  3. Utilize passwords diferentes e seguras. As passwords são pessoais e intransmissíveis, e se idealmente deveríamos ter uma senha de acesso diferente para cada conta, esta recomendação pode ser difícil de concretizar no dia a dia. Nesse sentido, e para tornar o processo totalmente seguro, o recomendável será utilizar um gestor de passwords – que muitos dispositivos já têm – que vai permitir gerar acessos aleatórios e com a mistura certa de letras, capitulares, números e símbolos. Mas atenção: não se esqueça da password que adotar para este software.
  4. Tenha atenção aos dados que fornece. Independentemente do canal utilizado – website, SMS ou chamada telefónica – nunca forneça dados confidenciais ou pessoais que não sejam os estritamente necessários para a realização de uma compra ou transação. Por exemplo, à partida nenhuma marca necessita de saber o seu número de cartão de cidadão ou a data de nascimento. Também não há nenhum motivo para guardar os dados do cartão de crédito para “compras futuras” – o aconselhado será voltar a digitá-los em compras futuras.
  5. Proteja o seu computador. Porque a segurança nunca é demais, proteger o computador é também um passo muito importante – mesmo para quem já tem os cuidados mais básicos. Utilizar um antivírus que ofereça uma solução de proteção completa – firewall, anti-malware, anti-spyware, uma Virtual Private Network (VPN) – e, ao mesmo tempo, manter o seu sistema operativo atualizado, são o reforço de segurança necessário para manter os seus dados seguros. Além disto, não abra, nem execute ficheiros ou anexos de emails sem os ter validado antes com um antivírus atualizado.
  6. Não efetue compras online em público. Para uma maior proteção dos seus dados, sobretudo quando está a efetuar uma comprar online, evite utilizar redes de internet de acesso público, como as de espaços comerciais. Manter-se longe de olhares ou ouvidos mais curiosos é também muito importante, porque no meio de toda esta tecnologia um curioso a espreitar por cima do ombro pode ser a forma mais fácil de apanhar o número cartão de crédito, prazo de validade e os três dígitos de segurança.
  7. Tenha atenção ao extrato de movimentos. Mesmo adotando todas as recomendações até agora apresentadas, nunca é demais acompanhar todos os movimentos do seu cartão de forma recorrente. Caso exista qualquer movimento estranho, ou do qual desconheça a origem, pode ser mais rápido a detetar e entrar em contacto com a instituição financeira. E não se esqueça: nunca utilize um cartão de débito para compras online, pois estará mais protegido com um cartão de crédito.
  8. Reclame, reclame, reclame. Quando tudo falha, saiba que tem o direito de apresentar uma reclamação, tanto às associações de defesa do consumidor, como para a linha de resolução de litígios criada pela União Europeia.

foto:DR

Alto Mondego- Rede Cultural apresentado dia 22 em Nelas

 Iniciativa “Alto”, coordenada artisticamente pela Contracanto Associação Cultural, no âmbito do projeto do Alto Mondego’ rede cultural, enquanto proposta de programação cultural em rede no território composto pelos Municípios de Gouveia, Nelas, Fornos de Algodres e Mangualde, que tinha sido adiada em 2020 devido à pandemia Covid-19, será retomada no próximo ano, em 2022.
O Alto Mondego’ rede cultural é um projeto cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.
que vai ser apresentado no próximo sábado, durante a manhã no auditório Multiusos de Nelas.

Mangualde- Marco Almeida apresenta os 12 candidatos às diversas freguesias

O tempo urge e as Autárquicas estão ali, logo o candidato à Câmara Municipal de Mangualde do PS, Marco Almeida, apresentou os candidatos das diversas freguesias do concelho mangualdense.

Assim o candidato refere que o Compromisso Mangualde nasce e cresce com o envolvimento de todos aqueles que pela proximidade, participação na vida pública querem fazer do concelho de Mangualde , um território diferenciado.

Os autarcas das freguesias estão na linha da frente da governação pela proximidade às pessoas e pelo profundo conhecimento do território. Este é um projeto de lideranças fortes de grande sentido cívico e de um inestimável valor.

Assim aqui ficam os 12 candidatos:

  • Abrunhosa a velha- Eduardo Albuquerque
  • Alcafache – Nelson Almeida
  • Cunha Baixa – Paulo Marques
  • Espinho – António Monteiro
  • Fornos Maceira Dão – Humberto Mendes
  • Freixiosa – José Carlos Almeida
  • Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta – Carlos Gonçalves
  • Moimenta Maceira Dão e Lobelhe–Jorge Marques
  • Quintela de Azurara – Rui Marques
  • Santiago Cassurrães e Povoa de Cervães- Rui Valério
  • S.João da Fresta – Fernando Lopes
  • União Freguesias de Tavares – Alexandre Constantino

Futsal- Resultados da II Divisão Futsal Série D – Jornada 9

ABC NELAS LIDERA
A II Divisão Futsal Série D , continua a disputar-se, neste sábado com a jornada 9, onde o líder ABC de Nelas venceu o Cariense por três bolas a uma, por sua vez, os Gigantes de Mangualde também venceram em casa por 5-4, conquiatando os três primeiros pontos.
Com um triunfo também o GD Sameiro selou a  ronda fora de portas diante do Travassô, por 4-1.
Jornada 9
Ossela – Domus Nostra-6-3
GD Mata – Lobitos Futsal-3-1
ABC Nelas – Cariense-3-1
Gigantes Mangualde – Saavedra Guedes-5-4
AD Travassô – GD Sameiro-1-4
Classificação
1º – ABC Nelas– 25
2º Lobitos Futsal -17
3º GD Mata ——16
4 º Saavedra Guedes- 15
5 ºGD Sameiro —–15
6º Cariense —–14
7º Ossela ——11
8 º Domus Nostra– 4
9 º Gigantes Mangualde- 3
10 º AD Travassô —-2

Ampliação do Centro de Recolha Oficial Intermunicipal (CROI) no Satão

O Município de Mangualde investiu cerca de 100 mil euros na ampliação do Centro de Recolha Oficial Intermunicipal (CROI), instalado no Sátão e do qual fazem parte também os Concelhos de Sátão, Penalva do Castelo e Aguiar da Beira.

Esta ampliação permitiu aumentar o número de cercas para abrigar os animais, construir uma nova área para gatil, bem como um parque de exercício para cães. Foram ainda plantadas árvores de forma a oferecer sombra e melhorar o bem-estar animal. Toda esta ampliação foi aprovada pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária.

 

Para assinalar o momento estiveram presentes os Presidentes de Câmara Municipal dos quatro Municípios associados neste CROI, bem como a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, vice-presidentes e membros da assembleia do CROI dos respetivos Municípios. A Câmara Municipal de Mangualde está ainda neste tema a trabalhar com a GRUMAPA (Grupo Mangualdense de Apoio e Proteção aos Animais) para nas suas instalações serem criados Parques de Acolhimento de Matilhas e aumentar a capacidade de resposta.

A problemática dos animais errantes tem crescido ao longo do tempo, gerando problemas de segurança e de saúde pública, suscitando assim respostas por parte da autarquia“ destacou Elísio Oliveira, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde.

Livro “Viver com alegria” apresentado em Mangualde

A Biblioteca Municipal Dr.Alexandre Alves, em Mangualde, acolheu a apresentação do livro “Viver com alegria” da autoria da  professora Maria Fernanda Silva .

Nesta sessão a autora partilhou com o público presente, alguns dos seus testemunhos através do seu livro “Viver com alegria”.

Foram seus convidados de painel o Pe. Marcelino Pereira, o Pe. Paulo Domingues e o Vereador da Cultura João Lopes.

Projeto “Mochila às Costas, Sapatilhas no Pé” regressa a Mangualde

O projeto “Mochila às Costas, Sapatilhas no Pé” está de volta ao Município de Mangualde para a 4ª edição. Com início no dia 18 de maio, pelas 20h30, no Largo Dr. Couto, a iniciativa desafia os mangualdenses a praticarem desporto ao ar livre, todas as terças-feiras, durante os meses de maio e junho. Os interessados em participar devem fazer a sua inscrição através do email ssocial@cmmangualde.pt.Cada participante inscrito terá direito a uma T-shirt alusiva ao projeto, que será entregue aquando da sua inscrição. As caminhadas decorrem em cumprimento com as recomendações emanadas pela DGS (higienização das mãos, uso de máscara e o distanciamento social), para que todos os envolvidos possam praticar exercício em segurança. Os percursos estarão sinalizados e terão sempre a presença de técnicas/guias durante a sua realização.

O projeto “Mochila às Costas, Sapatilhas no Pé” está integrado no Plano de Ação de 2021 da Rede Social de Mangualde, no âmbito o Eixo IV – Promover Estilos de Vida Saudáveis. Uma iniciativa que visa incentivar para a prática de exercício físico como forma de combate à obesidade. Pretende ainda consciencializar a comunidade para os seus benefícios tais como: prevenir de doenças cardiovasculares, fortalecer os músculos, melhorar a postura corporal, promover o relaxamento, promover as relações interpessoais e intergeracionais, entre outros.

Assinatura de protocolos de colaboração entre a AF Viseu, e a Câmara Municipal de Viseu

Teve lugar nas futuras instalações da Academia de Futebol Distrital, da Associação de Futebol de Viseu (AF Viseu) que se procedeu, na manhã desta segunda-feira (10 de maio), a cerimónia de assinatura de protocolos de colaboração entre a AF Viseu, e a Câmara Municipal de Viseu.

Na cerimónia estiveram presentes João Paulo Gouveia, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Viseu, José Alberto Ferreira, Diretor da FPF, José Carlos Lopes, Presidente da AF Viseu, Liliana Tavares, Presidente da Junta de Freguesia de Mundão, Ermelinda Afonso, Vereadora do Desporto da Câmara Municipal de Viseu e João Caiado, Presidente da Assembleia Geral da AF Viseu.

Na cerimónia de assinatura, José Carlos Lopes, Presidente da AF Viseu, salientou a importância deste protocolo, essencialmente porque vai permitir que todos os clubes e jovens atletas do distrito de Viseu, usufruam de um espaço de excelência para a prática do Futebol.

Em seguida, decorreu a visita às instalações da Academia de Futebol Distrital, acompanhados pelo Presidente da AF Viseu, José Carlos Lopes, que teve como objetivo mostrar ao Vice-Presidente da Câmara Municipal de Viseu a evolução dos trabalhos, naquela que será a futura “casa” dos árbitros e das seleções da AF Viseu.

José Alberto Ferreira, Diretor da FPF, destacou que esta academia tem um grande sentimento para ele, visto que foi ele que deu início a este projeto enquanto Presidente da AF Viseu. Referiu ainda que este era um projeto que a Federação Portuguesa de Futebol tinha muita estima e elogia o trabalho feito pela AF Viseu e a sua congénere AF Aveiro que são as primeiras associações a dar um passo tão importante como este.

Para João Paulo Gouveia, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Viseu, este é um projeto que a autarquia de Viseu se orgulha em apoiar. Relembrou o primeiro dia que as obras começaram e ver como está o dia de hoje é muito satisfatório.

Já Liliana Tavares, Presidente da Junta de Freguesia de Mundão, destaca a importância deste projeto estar a ser desenvolvido em Mundão pois futuramente será uma mais valia para o dinamismo da freguesia e da economia local, atraindo mais pessoas.

A Academia de Futebol Distrital está a ser construída no antigo Campo do GD Mundão, em Viseu, num espaço com cerca de dois hectares.

CIM Viseu Dão Lafões apresenta Sistema de Videovigilância contra incêndios

Foram  colocadas em funcionamento as 3 primeiras câmaras de videovigilância de um total de 37, um investimento de 3,7 Milhões de euros, a colocar na Região de Viseu Dão Lafões e Coimbra . Embora Mangualde já fique, em parte, sob a vigilância da câmara instalada no monte Santa Luzia em Viseu, fará parte dos concelhos onde será instalada uma das próximas 3 câmaras de vigilância.
“ Esta tecnologia, câmaras e Postos de Controlo e Gestão na GNR e CDOS , é fundamental para a vigilância do território, detetando imediatamente um incêndio e georreferenciando-o, ganhando tempo e eficácia fundamental no seu combate.
Para além de serem parceiros deste projeto intermunicipal, ainda neste campo de combate aos incêndios , foram tomadas medidas  recentemente, no Concelho de Mangualde:
– Aquisição de novos equipamentos de limpeza : trator com braço e retroescavadora, estando em curso a compra de uma giratória de pneus.
– Implementação de um regulamento municipal de incentivos financeiros ao voluntariado dos Bombeiros, valorizando esta função e incentivando o reforço dos recursos humanos dos BVM, para melhor proteção do nosso concelho.
– Em curso a criação de uma nova Equipa de Intervenção Permanente (EIP), financiada a 50% pela Câmara Municipal de Mangualde.
A defesa da floresta é a defesa da natureza e da vida. Em nome destes valores supremos devemos ser todos cuidadosos e preventivos. ” considera o Presidente da Câmara, Elísio Oliveira.
Por sua vez, o Presidente da CIM Viseu Dão Lafões, Rogério Mota Abrantes, “Este projeto que agora inicia a sua operação, irá contribuir, já este verão, para a deteção precoce de incêndios florestais e para uma melhor definição das estratégias de combate e apoio à decisão. Estando plenamente alinhado com as políticas de proteção civil e de defesa da floresta contra incêndios rurais, que a CIM preconiza para o território, esta ferramenta afirma-se como uma mais-valia para a proteção das populações e um investimento com um impacto direto na economia ligada à fileira florestal.”