Templates by BIGtheme NET
Início » Mangualde (Pagina 3)

Mangualde

Requeijão Vale da Estrela recebe Medalha de Ouro

Recentemente decorreu a 11.ª edição do concurso nacional de queijos tradicionais portugueses, com prémios para Mangualde.

A Queijaria Vale da Estrela, sediada em Mangualde, foi distinguida com a Medalha de Ouro no Concurso Nacional de Queijos Frescos Tradicionais Portugueses que o CNEMA organizou em conjunto com a Qualifica/oriGIn Portugal, certame que contou com a 11.ª edição com o objetivo de premiar, promover, valorizar e divulgar os genuínos queijos frescos tradicionais Portugueses.

Segundo o júri do concurso, o requeijão VALE da ESTRELA “é deliciosamente tenro, de massa cremosa, branca, ligeiramente granulosa, macia e que se funde delicadamente na boca”.

Para Anabela Fraga, responsável pela produção, “a distinção atribuída ao requeijão Vale da Estrela é um orgulho para uma equipa que se dedica de forma empenhada na produção tradicional de um produto de excelência como é o requeijão da Serra da Estrela DOP, produzido exclusivamente com o soro do leite de ovelha bordaleira, raça característica da região, preservando a autenticidade de um produto genuinamente regional, numa missão a que o fundador da Queijaria sempre se dedicou na defesa da região da Serra da Estrela e a quem todos dedicamos o Prémio agora atribuído.”

A distinção atribuída agora a nível nacional pelo seu requeijão segue-se ao reconhecimento da Queijaria Vale da Estrela em 2019, em Paris, foi, pela primeira vez, um queijo da Serra da Estrela Velho DOP distinguido no Mondial du Fromage, um dos três concursos internacionais de maior renome, revelador da qualidade superior e respeito pela preservação do verdadeiro queijo e requeijão da Serra da Estrela, certificado como DOP.

A Queijaria Vale da Estrela

Sediada em Mangualde, na região demarcada da Serra da Estrela, a Queijaria Vale da Estrela resultou de um investimento realizado por Jorge Coelho, originário do concelho e que se destacou como político, gestor e empresário, tendo por intuito recuperar a tradição familiar iniciada pelo seu avô Raul na produção e comercialização dos queijos da serra da estrela e produtos da região.

Para cumprir o desígnio de valorização do interior e da região em que se insere, promovendo um modelo de gestão inclusivo e sustentável, a Queijaria promoveu desde o início do projeto parcerias locais, terminando o ano de 2020 com relação comercial com cerca de 35 produtores de leite e 73 fornecedores da região que representaram mais de um milhão de euros de compra de matérias-primas e prestação de serviços adquiridos a empresas sediadas na região da Serra da Estrela, numa missão a que a família Coelho pretende dar continuidade.

Campanha “Visit Viseu Dão Lafões” lançada para o verão

A Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões (CIM Viseu Dão Lafões) apresentou  a sua nova campanha de promoção turística para este verão. Uma bela aposta na promoção do turismo seguro nos 14 Municípios associados, através de uma campanha de âmbito nacional e do lançamento das páginas “Visit Viseu Dão Lafões”.

Com a retoma das várias atividades económicas no processo de desconfinamento, a CIM Viseu Dão Lafões sugere a região como ponto central para as férias de amantes da natureza, apaixonados da gastronomia e vinhos, público familiar e fãs das propostas de saúde e bem-estar das estâncias termais.

Viseu Dão Lafões é a opção segura para viver o interior de Portugal, este verão, fora dos grandes centros”, declara Rogério Mota Abrantes, Presidente CIM Viseu Dão Lafões. “À semelhança de campanhas anteriores, a CIM afirma a marca Viseu Dão Lafões, naquela que é uma nova era de investimento na promoção turística desta região”, acrescenta.

A campanha, sob o mote “O verão começa aqui”, aposta na diferenciação do destino nas suas vertentes mais fortes e identitárias: “Natureza? É aqui.”, “Sabores? É aqui.” e “Férias em família? É aqui.” são algumas das áreas temáticas que vão viver em simultâneo, em meios físicos, online, na rádio e na imprensa escrita.

Esta é uma campanha muito relevante de afirmação da região Centro do país. Valorizar Viseu Dão Lafões enquanto destino multifacetado e seguro é indispensável no âmbito da nossa estratégia de atração turística e recuperação económica, neste pós-desconfinamento.”, refere Pedro Machado, Presidente do Turismo do Centro de Portugal.

A CIM Viseu Dão Lafões apresenta, também, as páginas criadas especificamente para a promoção turística com o naming “Visit Viseu Dão Lafões”, orientada para a divulgação das atrações no portal que passa a adotar esta designação e que está disponível em www.visitviseudaolafoes.pt, a par de páginas novas nas redes sociais Facebook e Instagram (@visitviseudaolafoes).

Simultaneamente, e como pretexto para desfrutar do ar livre, em oposição aos espaços fechados, a Comunidade Intermunicipal lançou a “Rede de Percursos em Natureza”. O guia reúne as várias propostas de percursos pedestres, centros de BTT, ecopistas, espaços de termalismo, culturais e de gastronomia.

A CIM aposta não só numa campanha de promoção da região e dos seus principais atributos, mas também na organização e comunicação de um produto consolidado e que é particularmente valorizado no contexto pandémico: o Guia de Turismo de Natureza. Neste guia condensar num mesmo produto a oferta rica que existe na região neste domínio”, afirma Nuno Martinho, Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões.

Esta campanha turística apresenta especial valor numa altura de retoma para os setores relacionados com o turismo, mas a promoção da região será uma aposta que a CIM manterá ao longo de todo o ano, como forma de afirmar o destino no contexto nacional.

Para o período outono/inverno será preparada uma nova campanha com foco nos atributos mais convidativos para esse período do ano.

Residência Sénior “Nossa Senhora do Castelo”inaugurada

Mangualde acolheu recentemente a cerimónia de inauguração da Residência Sénior “Nossa Senhora do Castelo”, propriedade da  Santa Casa da Misericórdia de Mangualde.
Trata-se de um investimento na ordem dos 600 mil euros e irá servir 20 utentes.
A cerimónia foi presidida pela  Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho e marcaram presença o Presidente da União das Misericórdias Portuguesas, Manuel de Lemos, do Presidente do Município de Mangualde,  Elísio Oliveira e do Deputado da Assembleia da República, João Azevedo, entre outras entidades.

Existem 755 Espaços Cidadão em Portugal

Em Portugal, a rede de Espaços Cidadão conta atualmente com mais 151 balcões do que no início da legislatura do executivo de António Costa, num total de 755 Espaços em todo o território de Portugal continental.

Com a abertura, de dois novos Espaços Cidadão – em Escalos de Baixo e na Mata, em Castelo Branco – fica cumprida a meta de aumentar em 25% o número de Espaços Cidadão.

Este era um dos objetivos da Estratégia para a Inovação e Modernização do Estado e da Administração Pública que, no seu Eixo 4: Reforçar a proximidade, através do Objetivo estratégico 11: Promover a integração e a inclusão no atendimento, estabelecia como meta para a legislatura um aumento de 25% no número de Espaços Cidadão, reforçando as parcerias com as autarquias locais.

No que diz respeito à dispersão geográfica, foram abertos 50 Espaços Cidadão no Norte, 71 no Centro, 13 na Área Metropolitana de Lisboa, 14 no Alentejo e 3 no Algarve, tendo sido já quase 104 mil atendimentos nestes novos 151 Espaços Cidadão desde as respetivas aberturas.

Entre os serviços mais procurados nestes Espaços, está a renovação do cartão de cidadão, a Chave Móvel Digital (registo presencial no backoffice) e a alteração da morada do cartão de cidadão. Também a revalidação da carta de condução, a confirmação da alteração de morada no cartão de cidadão, o pedido de registo criminal, pedidos de informações ao Instituto de Segurança Social e o envio de documentação para reembolsos da ADSE Direta estão entre os serviços mais solicitados.

Os Espaços Cidadão são fruto de uma estreita colaboração entre a Administração Pública Central e as autarquias locais, sobretudo as juntas de freguesia, que tem permitido aproximar os serviços públicos das populações.

Além do investimento na desmaterialização e disponibilização digital de serviços, o Governo considera essencial manter o investimento na rede física de atendimento e na presença dos serviços públicos em todo o território nacional, através da rede presencial de balcões desconcentrados, das Lojas de Cidadão e, em particular, destes pontos de atendimento, que não só se mantiveram abertos mesmo nos períodos de confinamento como passaram a disponibilizar novos serviços como o agendamento para a vacinação da Covid-19 ou, em diversos pontos da rede, a entrega de cartões de cidadão.

Assim, os Espaços Cidadão continuaram a prestar um serviço de proximidade às populações, garantindo que todos aqueles que, por qualquer razão, não podem ou não querem recorrer aos serviços públicos digitais têm acesso a esses serviços de forma mediada e com acompanhamento personalizado.

Fonte:GP

Comércio digital- Compre online mas em segurança

O comércio digital tornou-se uma prática cada vez mais comum entre os consumidores, muito devido ao confinamento e encerramento de espaços comerciais físicos. Hoje em dia, e com a constante inovação tecnológica, é cada vez mais fácil e seguro pagar sem sair de casa, utilizando um computador ou um smartphone. Contudo, se é verdade que a maioria das transações decorre sem qualquer problema, noutras situações já não é bem assim. Prova disso é o aumento das burlas online – de acordo com o Portal da Queixa, em 2020 aumentaram em 69% o número de reclamações face ao ano anterior.

O melhor para estas situações é estar informado sobre todos os cuidados que ajudam a reforçar a segurança das compras online, e, nesse sentido, o UNIBANCO apresenta-lhe algumas dicas úteis para garantir uma maior segurança neste processo.

  1. Confirme a origem do pedido. Emails ou mensagens de contactos desconhecidos e/ou com erros ortográficos são sempre motivo de alerta, sobretudo se apelam a uma ação como clicar num link ou enviar dados pessoais. A melhor solução será reportar esse contacto e, no caso de se fazer passar por uma entidade da sua confiança (como o seu banco, por exemplo), denuncie a situação à respetiva instituição financeira.
  2. Confirme também a autenticidade das páginas a que acede. Uma boa tática para saber se é seguro comprar online em determinado website é verificar se o URL é o correto e se está bem escrito. Além disto, procure sempre o cadeado de ligação segura ou o “https”, protocolo que certifica que o site é seguro – atenção que este terá de ter sempre um “s”, no final. Poderá, em acréscimo, pesquisar a reputação da loja virtual nas redes sociais ou nos portais de queixa. Isso significa que existe uma encriptação SSL (Secure Sockets Layer) instalada.
  3. Utilize passwords diferentes e seguras. As passwords são pessoais e intransmissíveis, e se idealmente deveríamos ter uma senha de acesso diferente para cada conta, esta recomendação pode ser difícil de concretizar no dia a dia. Nesse sentido, e para tornar o processo totalmente seguro, o recomendável será utilizar um gestor de passwords – que muitos dispositivos já têm – que vai permitir gerar acessos aleatórios e com a mistura certa de letras, capitulares, números e símbolos. Mas atenção: não se esqueça da password que adotar para este software.
  4. Tenha atenção aos dados que fornece. Independentemente do canal utilizado – website, SMS ou chamada telefónica – nunca forneça dados confidenciais ou pessoais que não sejam os estritamente necessários para a realização de uma compra ou transação. Por exemplo, à partida nenhuma marca necessita de saber o seu número de cartão de cidadão ou a data de nascimento. Também não há nenhum motivo para guardar os dados do cartão de crédito para “compras futuras” – o aconselhado será voltar a digitá-los em compras futuras.
  5. Proteja o seu computador. Porque a segurança nunca é demais, proteger o computador é também um passo muito importante – mesmo para quem já tem os cuidados mais básicos. Utilizar um antivírus que ofereça uma solução de proteção completa – firewall, anti-malware, anti-spyware, uma Virtual Private Network (VPN) – e, ao mesmo tempo, manter o seu sistema operativo atualizado, são o reforço de segurança necessário para manter os seus dados seguros. Além disto, não abra, nem execute ficheiros ou anexos de emails sem os ter validado antes com um antivírus atualizado.
  6. Não efetue compras online em público. Para uma maior proteção dos seus dados, sobretudo quando está a efetuar uma comprar online, evite utilizar redes de internet de acesso público, como as de espaços comerciais. Manter-se longe de olhares ou ouvidos mais curiosos é também muito importante, porque no meio de toda esta tecnologia um curioso a espreitar por cima do ombro pode ser a forma mais fácil de apanhar o número cartão de crédito, prazo de validade e os três dígitos de segurança.
  7. Tenha atenção ao extrato de movimentos. Mesmo adotando todas as recomendações até agora apresentadas, nunca é demais acompanhar todos os movimentos do seu cartão de forma recorrente. Caso exista qualquer movimento estranho, ou do qual desconheça a origem, pode ser mais rápido a detetar e entrar em contacto com a instituição financeira. E não se esqueça: nunca utilize um cartão de débito para compras online, pois estará mais protegido com um cartão de crédito.
  8. Reclame, reclame, reclame. Quando tudo falha, saiba que tem o direito de apresentar uma reclamação, tanto às associações de defesa do consumidor, como para a linha de resolução de litígios criada pela União Europeia.

Foto : DR

Alto Mondego- Rede Cultural apresentado dia 22 em Nelas

 Iniciativa “Alto”, coordenada artisticamente pela Contracanto Associação Cultural, no âmbito do projeto do Alto Mondego’ rede cultural, enquanto proposta de programação cultural em rede no território composto pelos Municípios de Gouveia, Nelas, Fornos de Algodres e Mangualde, que tinha sido adiada em 2020 devido à pandemia Covid-19, será retomada no próximo ano, em 2022.
O Alto Mondego’ rede cultural é um projeto cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.
que vai ser apresentado no próximo sábado, durante a manhã no auditório Multiusos de Nelas.

Mangualde- Marco Almeida apresenta os 12 candidatos às diversas freguesias

O tempo urge e as Autárquicas estão ali, logo o candidato à Câmara Municipal de Mangualde do PS, Marco Almeida, apresentou os candidatos das diversas freguesias do concelho mangualdense.

Assim o candidato refere que o Compromisso Mangualde nasce e cresce com o envolvimento de todos aqueles que pela proximidade, participação na vida pública querem fazer do concelho de Mangualde , um território diferenciado.

Os autarcas das freguesias estão na linha da frente da governação pela proximidade às pessoas e pelo profundo conhecimento do território. Este é um projeto de lideranças fortes de grande sentido cívico e de um inestimável valor.

Assim aqui ficam os 12 candidatos:

  • Abrunhosa – a -Velha- Eduardo Albuquerque
  • Alcafache – Nelson Almeida
  • Cunha Baixa – Paulo Marques
  • Espinho – António Monteiro
  • Fornos Maceira Dão – Humberto Mendes
  • Freixiosa – José Carlos Almeida
  • Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta – Carlos Gonçalves
  • Moimenta Maceira Dão e Lobelhe–Jorge Marques
  • Quintela de Azurara – Rui Marques
  • Santiago Cassurrães e Povoa de Cervães- Rui Valério
  • S.João da Fresta – Fernando Lopes
  • União Freguesias de Tavares – Alexandre Constantino

Futsal- Resultados da II Divisão Futsal Série D – Jornada 9

ABC NELAS LIDERA
A II Divisão Futsal Série D , continua a disputar-se, neste sábado com a jornada 9, onde o líder ABC de Nelas venceu o Cariense por três bolas a uma, por sua vez, os Gigantes de Mangualde também venceram em casa por 5-4, conquiatando os três primeiros pontos.
Com um triunfo também o GD Sameiro selou a  ronda fora de portas diante do Travassô, por 4-1.
Jornada 9
Ossela – Domus Nostra-6-3
GD Mata – Lobitos Futsal-3-1
ABC Nelas – Cariense-3-1
Gigantes Mangualde – Saavedra Guedes-5-4
AD Travassô – GD Sameiro-1-4
Classificação
1º – ABC Nelas– 25
2º Lobitos Futsal -17
3º GD Mata ——16
4 º Saavedra Guedes- 15
5 ºGD Sameiro —–15
6º Cariense —–14
7º Ossela ——11
8 º Domus Nostra– 4
9 º Gigantes Mangualde- 3
10 º AD Travassô —-2

Ampliação do Centro de Recolha Oficial Intermunicipal (CROI) no Satão

O Município de Mangualde investiu cerca de 100 mil euros na ampliação do Centro de Recolha Oficial Intermunicipal (CROI), instalado no Sátão e do qual fazem parte também os Concelhos de Sátão, Penalva do Castelo e Aguiar da Beira.

Esta ampliação permitiu aumentar o número de cercas para abrigar os animais, construir uma nova área para gatil, bem como um parque de exercício para cães. Foram ainda plantadas árvores de forma a oferecer sombra e melhorar o bem-estar animal. Toda esta ampliação foi aprovada pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária.

 

Para assinalar o momento estiveram presentes os Presidentes de Câmara Municipal dos quatro Municípios associados neste CROI, bem como a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, vice-presidentes e membros da assembleia do CROI dos respetivos Municípios. A Câmara Municipal de Mangualde está ainda neste tema a trabalhar com a GRUMAPA (Grupo Mangualdense de Apoio e Proteção aos Animais) para nas suas instalações serem criados Parques de Acolhimento de Matilhas e aumentar a capacidade de resposta.

A problemática dos animais errantes tem crescido ao longo do tempo, gerando problemas de segurança e de saúde pública, suscitando assim respostas por parte da autarquia“ destacou Elísio Oliveira, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde.

Livro “Viver com alegria” apresentado em Mangualde

A Biblioteca Municipal Dr.Alexandre Alves, em Mangualde, acolheu a apresentação do livro “Viver com alegria” da autoria da  professora Maria Fernanda Silva .

Nesta sessão a autora partilhou com o público presente, alguns dos seus testemunhos através do seu livro “Viver com alegria”.

Foram seus convidados de painel o Pe. Marcelino Pereira, o Pe. Paulo Domingues e o Vereador da Cultura João Lopes.