Templates by BIGtheme NET
Início » Mangualde (Pagina 5)

Mangualde

Espetáculo de slackline em Mangualde a 17 de setembro

No âmbito do projeto “Alto Mondego Rede Cultural”, Mangualde acolhe no próximo dia 17 de setembro o espetáculo Slackline – Andorinhas Shows’21, pelas 21h30, no Largo Dr. Couto (em frente à Câmara).  Trata-se de um espetáculo diferente do habitual, aliando uma vertente teatral ao desporto, coordenado pelo campeão nacional Rui Mimoso e conta com o envolvimento de elementos da comunidade, onde cada um sobe ao palco para contar a perspetiva individual de uma história em comum. É ainda um espetáculo de capacitação da Rede Cultural Alto Mondego que envolve os Municípios de Nelas, Mangualde, Fornos de Algodres e Mangualde.

 O enredo por detrás do espetáculo varia de concelho para concelho. Em Nelas e Mangualde a história desenvolve-se em torno de despedidas e reencontros, das festas e das romarias. Enquanto, em Gouveia, à trama junta-se a poesia de Virgílio Ferreira. Já Em Fornos de Algodres o desafio passa por pedir emprestado o olhar do rio Mondego e mergulhar na travessia, no tempo e no espaço, desde a origem aos dias de hoje. A criação faz, ainda, referência às linhas de comboio e ao fadista António Menano.

O programa começou a 3 de julho em Nelas, passando nos dias 4 e 5 de setembro em Gouveia. Seguindo-se Fornos de Algodres, no dia 10 de setembro e novamente Nelas a 11 de setembro. A digressão termina em Mangualde no dia 17 de setembro.  Todos os espetáculos decorrem ao livre e têm início pelas 21h30.

LOTAÇÃO LIMITADA E RESERVA DE LUGARES OBRIGATÓRIA

A lotação do concerto é limitada e os lugares são marcados, de forma a respeitar as normas emanadas pela DGS. A entrada é gratuita, mas com aquisição obrigatória de bilhetes na Biblioteca Municipal e/ou na Papelaria Adrião. A organização solicita a todos que respeitem sempre as regras da DGS e as indicações/sinalética no local, mantendo sempre o distanciamento social de segurança, a utilização da máscara e as regras de etiqueta respiratória.

 

PROJETO “ALTO MONDEGO REDE CULTURAL”

O projeto “Alto Mondego Rede Cultural” junta os municípios de Nelas, Mangualde, Fornos de Algodres e Gouveia e é cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

SLACKLINE

O Slackline é um desporto que consiste prática de equilíbrio sobre uma linha dinâmica, esticada entre dois pontos fixos. O praticante pode caminhar sobre ela ou fazer manobras e truques, dinâmicos ou estáticos.

As capacitações a desenvolver, não foram só slackline, mas incorporaram também o movimento corporal no solo, como forma de expressão artística e complementar à slackline, conseguindo assim mais conteúdo, mais movimento na criação e produção do espetáculo final. Apesar do foco da capacitação ser a slackline, Rui Mimoso aliará o “free runnig” ou “parkour” às sessões de capacitação, assim como outras formas mais gerais de movimento corporal. Em conjunto, estas ferramentas irão possibilitar um maior controlo motor, como maior expressão e liberdade corporal.

INQUÉRITO- 77,5% dos residentes do Centro satisfeitos com a sua vida

Foi realizado um inquérito para analisar o grau de satisfação dos residentes na região Centro.

Deste modo, aumentou em 2021, com 77,5% dos residentes a considerarem-se globalmente satisfeitos com a sua vida. Esta é uma das conclusões da 7.ª edição do Inquérito à Satisfação dos Residentes na região Centro, promovido pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), no âmbito do Barómetro Centro de Portugal.

O inquérito mostra que, em 2021, 12,2% dos residentes estão “muito satisfeitos”, 65,3% “satisfeitos”, 13,7% “não muito satisfeitos” e 8,8% “nada satisfeitos”. Face aos anos anteriores, destaca-se o significativo acréscimo da percentagem de inquiridos “satisfeitos” e o decréscimo expressivo de inquiridos “não muito satisfeitos”.

Estes são os resultados mais positivos das sete edições deste inquérito efetuado para a Região Centro, com 77,5% dos residentes globalmente satisfeitos, contra 73,7% em 2019, 72,5% em 2018, 77,1% em 2017, 69,2% em 2015, 58,2% em 2014 e 61,2% em 2013. Este valor é superior à média obtida pelo Eurobarómetro de março de 2021 (inquérito realizado à escala europeia) para Portugal (70%), mas continua aquém da avaliação média dos cidadãos europeus (79%), apesar da tendência de aproximação.

Entre os principais motivos de satisfação encontram-se a qualidade de vida e um nível de vida estável (24,5%), ter emprego (20,7%), ter saúde (19,3%), a vida familiar (18,3%) e gostar do local onde reside (17,3%).

Em termos de motivos de insatisfação, os problemas de saúde (29,6%), a remuneração e reformas baixas (27%) e as dificuldades financeiras (27%) são as três principais razões apontadas pelos inquiridos.  A solidão (6,6%) e a pandemia Covid-19 (4,6%) aparecem, pela primeira vez, como motivo de insatisfação. O desemprego (2,6%) e as políticas governamentais (2,6%) são outros dos motivos apontados.

Para informações adicionais, consultar o estudo “Resultados do Inquérito à Satisfação dos Residentes na Região Centro 2021” ou o Barómetro Centro de Portugal em www.ccdrc.pt

Ricardo Lopes reeleito presidente da direção do Grupo Desportivo de Mangualde

Nesta terça -feira, teve lugar, a Assembleia Geral do Grupo Desportivo de Mangualde para eleição dos corpos gerentes para o biénio 2021 / 2023.
Uma vez que a sufrágio, apenas surgiu uma lista encabeçada pelo atual presidente da direção Ricardo Lopes, foi  eleita pela unanimidade dos sócios presentes.
Após o ato eleitoral, o presidente da Mesa da Assembleia Geral, Joaquim Patrício, deu posse aos reeleitos órgãos sociais do clube.
Assim na direção, Ricardo Lopes é o presidente e terá como Vice-presidente, José Carlos Correia, Tesoureiro será Manuel Cadete. Depois no Conselho fiscal preside Manuel Azevedo e na Assembleia Geral preside Joaquim Patrício.

Concerto “Pangea” estreia em Mangualde

O Município de Mangualde irá receber, na noite de 12 de setembro, o concerto “Pangea”. Uma iniciativa que será protagonizada pela Orquestra POEMa e pelo músico galego Abraham Cupeiro. O evento terá lugar no Largo Dr. Couto, pelas 21h30. Este concerto, onde será apresentado o segundo álbum do músico galego, surge no âmbito do culminar de um estágio que será realizado, entre os dias 6 e 12 de setembro, pela Orquestra POEMa com o músico Abraham Cupeiro, que se apresentará em estreia nacional.

A lotação do evento é limitada e os lugares são marcados, de forma a respeitar as normas emanadas pela DGS. A entrada é gratuita, mas com aquisição obrigatória de bilhetes na Biblioteca Municipal e/ou na Papelaria Adrião. A organização solicita a todos que respeitem sempre as regras da DGS e as indicações/sinalética no local, mantendo sempre o distanciamento social de segurança e as regras de etiqueta respiratória.

PANGEA

“Há cerca de 200 milhões de anos no nosso planeta existia um único e gigantesco continente: Pangea. Este começou a separar-se e com o passar do tempo deu lugar aos diferentes continentes atuais tal como os conhecemos.

A viagem que propomos com este concerto é a união mediante a música das diferentes partes do planeta.

É um espetáculo didático e ameno que nos aproxima a outras culturas, com música original de Abraham Cupeiro e María Ruiz.

Durante o concerto, ouviremos o som do sul da Oceania com os ecos dos seus caracóis, até mesmo as misteriosas montanhas chinesas que o som do Hulusi atrai com suas melodias melismáticas; grandes planícies como as da América do Norte, selvas como as da América do Sul, a flauta Peule do Senegal, a gaita de foles búlgara, a desafiadora Zurna e os chifres do pastor milenar costurarão o vestido que vai unir a nossa terra mais uma vez.

O Concerto será acompanhado com a projeção de imagens especialmente criadas para este momento transformando Pangea num espetáculo educativo, divertido e uma canção para a diversidade cultural do nosso planeta.

Foi gravado no mês de novembro [de 2019] no Abbey Road com a Royal Philharmonic de Londres, e o disco saiu em setembro de 2020 com o selo da Warner Classics”.

ABRAHAM CUPEIRO

Como músico, Abraham Cupeiro é a expressão da versatilidade.

Embora a sua formação seja clássica, sempre sentiu atração por todos os tipos de música. Assim, desde muito jovem fez parte de grupos folclóricos, jazz, música antiga.

A sua curiosidade e inquietação proporcionaram-lhe uma visão multifacetada do mundo da arte musical e uma grande experiência em diferentes áreas: organologia, interpretação historicamente informada, construção de instrumentos, composição… e acima de tudo imaginação.

Abraham tocou como solista em diferentes orquestras, entre as quais, a Orquestra Filarmónica das Palmas de Gran Canaria, a Real Filarmónica Galega, Orquestra Sinfónica Las Palmas de Gran Canaria, Orquestra Sinfónica Galega, Filarmónica de Oviedo, Orquestra Vaasa (Finlândia), entre outras.

 

ORQUESTRA POEMa

A POEMa é uma iniciativa da Câmara Municipal de Mangualde em parceria com o Conservatório Regional de Música Dr. José Azeredo Perdigão, de Viseu que teve a sua estreia em 2013.

O projeto é composto por duas formações: Orquestra de Sopros e Orquestra de Câmara. A formação de Sopros compreende os seguintes instrumentos: Flautim, Flauta – Transversal, Oboé, Corne-Inglês, Fagote Clarinete em Mib (requinta); Clarinete em Sib, Clarinete Baixo, Clarinete Alto, Saxofone Tenor, Saxofone Barítono, Trompa, Trompete, Trombone, Trombone Baixo Eufónico (Bombardino), Tuba; Violoncelo, Contrabaixo de Cordas e Percussão. A Orquestra de Câmara é comporta por Violino, Viola D`arco, Violoncelo, Contrabaixo, Flauta Transversal, Clarinete, Oboé, Fagote, Trompa, Trompete e Percussão.

Os intervenientes deste projeto são elementos das Bandas Filarmónicas do concelho de Mangualde e alunos/ ex-alunos do Conservatório Regional de Música José Azeredo Perdigão, de Viseu, com idades compreendidas entre os 12 e os 30 anos.

O trabalho de naipe da Orquestra POEMa é orientado pelos Professores de Música do Conservatório Regional de Música Dr. José Azeredo Perdigão, de Viseu, estando a Direção Musical a cargo do Professor/Maestro Tiago Correia.

A Orquestra POEMa é já um marco na cultura de Mangualde e tem proporcionado momentos musicais de grande qualidade ao público mangualdense.

Mangualde recebe a peça “Só Queria Que Me Saísse… Dão”

O espetáculo de teatro musical “Só Queria Que Me Saísse… Dão”, nos dias 9 e 10 de setembro, pelas 21h30, vai ter lugar ,no Largo Dr. Couto, em Mangualde. Uma iniciativa que ocorre no âmbito da Programação Cultural em Rede Viseu Dão Lafões.

A peça de teatro é um projeto da Contracanto Associação Cultural, que irá transportar o espetador para os clássicos do cinema português.

Nos dois dias de espetáculo, a lotação é limitada e os lugares são marcados, de forma a respeitar as normas emanadas pela DGS. A entrada é gratuita, mas com aquisição obrigatória de bilhetes na Biblioteca Municipal e/ou na Papelaria Adrião.

A organização solicita a todos que respeitem sempre as regras da DGS e as indicações/sinalética no local, mantendo sempre o distanciamento social de segurança e as regras de etiqueta respiratória.

SINOPSE DO “SÓ QUERIA QUE ME SAÍSSE… DÃO”

“A história acontece em plena Lisboa, no Pátio do Carrascão e transporta-nos para o imaginário dos clássicos do cinema português.

Barbosa é o único beirão no bairro, condição que ele tenta esconder aos turistas para os atrair para a sua casa de fados “Solar do Vinho” que representa o que de mais pitoresco Lisboa tem para oferecer.

Entre cantigas e muitas histórias, os moradores do pátio não se esquecem de lembrar Barbosa das suas raízes beirãs e Barbosa perde as estribeiras de cada vez que um deles o provoca!

Mas o destino tem hora marcada para fazer das suas e este ano, o arraial vai mudar para sempre o pátio. Tudo por conta do tal vinho do beirão Barbosa que, afinal, não é de Lisboa, nem carrascão, mas sim, vinho do Dão. E quando o vinho é Dão… até um pátio alfacinha quer ser beirão!”

Deolinda Carvalho vence 2ª Edição do Concurso “Apoie a Economia Local – Compre no Comércio Tradicional de Mangualde”

Pode ser uma imagem de ‎ao ar livre e ‎texto que diz "‎APOIE A ECONOMIA LOCAL ن 2°EDIÇÃO COMPRE NO COMÉRCIO TRADICIONAL DE MANGUALDE‎"‎‎Realizou-se o quarto sorteio da 2ª Edição do Concurso “Apoie a Economia Local – Compre no Comércio Tradicional de Mangualde”: assim aqui ficam os premiados;
1º Prémio – Deolinda Lemos de Carvalho – Quintela de Azurara
 2º Prémio – Paulo Alexandre Almeida da Silva – Mangualde
 3º Prémio – Laurinda Amaral – Mangualde
 4º Prémio – Joaquim Amaral – Almeidinha
 5º Prémio – Gabriela Costa Sousa – Mangualde
 6º Prémio – Maria da Glória Correia Pires – Roriz
 7º Prémio – Alberto Ferreira – Abrunhosa-a-Velha
8º Prémio – Sérgio André Ferreira Rodrigues – Mangualde
 9º Prémio – Ana Rita Salgado de Matos – Mangualde
 10º Prémio – Carla Marisa G. da S. Costa Pereira – Mangualde
 11º Prémio – Catarina Nunes – Quintela de Azurara
 12º Prémio – Mafalda Sofia Peixoto Lopes – Vila Garcia
13º Prémio – Helena Patrícia Serra Messias – Lobelhe do Mato
Os vencedores já foram contactados e facultadas as indicações para se deslocarem à AEM a fim de receberem o seu prémio!
A listagem de estabelecimentos aderentes encontra-se disponível em www.aemangualde.com

Futsal- 3ªdivisão nacional-Viseu e Gigantes Mangualde conheceram sorteio

Realizou-se o sorteio da 3ªdivisão nacional de Futsal com a presença das equipas da região:
Série C
1 – São Martinho Mouros
2 – Viseu
3 – Beira-Ria
4 – Mozelos
5 – Gigantes Mangualde
6 – Ossela
Série D
1 – São João / Urgicentro
2 – Pombal
3 – Mata
4 – Boa Esperança
5 – Covão Lobo
6 – Vilaverdense
1.ª jornada: 1-3; 4-5; 6-2
2.ª jornada: 3-6; 5-1; 2-4
3.ª jornada: 3-5; 1-2; 6-4
4.ª jornada: 6-5; 2-3; 4-1
5.ª jornada: 5-2; 3-4; 4-1
6.ª jornada: 3-1; 5-4; 2-6
7.ª jornada: 6-3; 1-5; 4-2
8.ª jornada: 5-3; 2-1; 4-6
9.ª jornada: 5-6; 3-2; 1-4
10.ª jornada: 2-5; 4-3; 6-1

Treinadores do Distrito da Guarda pretendem formar uma associação

Em comunicado, alguns treinadores de Futebol e Futsal do distrito da Guarda referem que têm, de forma informal, colocado a hipótese dos treinadores de Futebol e Futsal se constituírem como associação de classe.

Na necessidade de alguém dar o “pontapé de saída” para a realização de uma primeira reunião informal, é divulgado o presente formulário de inscrição/manifestação de interesse para que todos os interessados se inscrevam. As inscrições são essenciais para reservar um espaço adequado ao número de participantes.

No referido encontro pretende-se debater a pertinência do tema, os objetivos de uma eventual associação de classe e os procedimentos para a sua criação. O mesmo é de partição livre e voluntária.

No formulário de inscrição são sugeridas 3 datas para a realização do encontro. A data com maior número de votações será a escolhida pelo movimento de treinadores para a realização deste primeiro encontro. Cada treinador(a) pode votar em duas datas“.

Lâmpadas vão ter nova etiqueta energética

Com a evolução dos tempos, a poupança energética é uma das prioridades da sociedade, face a isso, as lâmpadas vão passar a ter um anova etiqueta energética, idêntica à inserida no eletrodomésticos.

Passam a ser classificadas numa escala de A a G, abandonando as classes  “+” e ainda o código QR, para melhor esclarecimento do consumidor.

Troféu Inter-regional de XCO das Beiras vai rolar em setembro e outubro

O troféu Inter-regional de XCO das Beiras, vai ter lugar nesta região, com a prova de abertura a ser realizada na região da Associação de Ciclismo da Beira Alta, na localidade de Tondela, já no dia 5 de setembro.
Este troféu é uma colaboração entre as associações de Ciclismo da Beira Alta e da Beira Interior, e pretende trazer mais praticantes à vertente de XCO, a nível regional.
Esta é uma das vertentes olímpicas do ciclismo (XCO – Cross Country Olímpico) e é uma das grandes apostas da FPC ao nível das seleções nacionais sendo, portanto, uma das vertentes onde é prioritário investir, quer ao nível da formação, quer ao nível do alto rendimento.
As provas de XCO desenrolam-se em circuitos de cerca de 4km, onde os atletas completam um determinado número de voltas, tendo em conta a sua categoria. É uma vertente de grande espetacularidade e de exigência técnica, mas também onde as distâncias curtas obrigam a elevada intensidade de esforço.
O calendário previsto para 2021 é o seguinte:
XCO #1 – Tondela – 5 de setembro (ACBA)
XCO #2 – Sabugal – 19 setembro (ACBI)
XCO #3 – Mangualde – 10 outubro (ACBA)
XCO #4 – Vila Velha de Ródão – 24 outubro (ACBI)
Inscrições para a primeira prova em www.fpciclismo.pt