Templates by BIGtheme NET
Início » Mêda (Pagina 3)

Mêda

SC Mêda prepara plantel sénior 2021/22

Depois de não ter competido a nível sénior em 2020/21, uma vez que a direção entendeu que não estavam reunidas as condições de saúde pública para competir e regressa agora com nova equipa para a nova temporada.

Para já estão conhecidos novos atletas: Gato , Prata, Fábio Fernandes e um reforço Miguel Vieira (ex – Sendim).

Decerto aos poucos vai ser um plantel forte para atacar os lugares cimeiros da prova, quanto ao treinador, tudo aponta que seja Rogério Afonso.

 

Mêda-Caminhada“Dou Mais Tempo à Vida- Juntos Venceremos o Cancro”

A cidade de Mêda vai acolher a iniciativa solidária “Dou Mais Tempo à Vida- Juntos Venceremos o Cancro” (DMTV) , já no próximo dia 25 de julho (domingo). A iniciativa visa a promoção de estilos de vida saudáveis, sobretudo da prática de exercício físico.

 A ação solidária “Dou Mais Tempo à Vida- Juntos Venceremos o Cancro” (DMTV), promovida pelo Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC.NRC), está a decorrer em toda a Região Centro do país, até setembro, e vem substituir as habituais caminhadas solidárias na comunidade, pela prática de exercício físico de forma individual ou em pequenos grupos.

A atividade visa a promoção de estilos de vida saudáveis, sobretudo da prática de exercício físico. Nesse sentido, pode ser realizada em horário e percursos livres, de forma individual ou em pequenos grupos.

As inscrições, com o valor de 5 euros, poderão ser feitas junto dos Voluntários Comunitários de Mêda. O valor angariado no âmbito desta iniciativa irá reverter a favor da LPCC.NRC, para o apoio ao doente oncológico e sua família.

Os participantes podem produzir e partilhar pequenos vídeos ou fotografias, exibindo a t-shirt “Dou Mais Tempo à Vida” e a atividade física realizada.  Os registos deverão ser enviados para o email voluntariado.nrc@ligacontracancro.pt, para posterior partilha online.

O projeto visa, ainda, a promoção da educação para a saúde, assim como a divulgação das iniciativas e dos serviços da LPCC de apoio ao doente oncológico e à família.

A participação nesta iniciativa implica o cumprimento de todas as orientações das Autoridades de Saúde, nomeadamente as relativas à desinfeção das mãos, utilização de máscara e de distanciamento físico

 

AF Guarda- Como será Distrital de Seniores em 2021/22?

O futebol distrital esta temporada terminou mais tarde, devido à pandemia, mas a nova época está quase a começar, logo as férias foram poucas, face a isso, a AF Viseu não perdeu tempo e reuniu os clubes e como tem 24 clubes na Divisão principal, já se organizou e vai ser disputada em três séries, tendo já arranque marcado da prova para 19 de setembro, uma vez que nessa reunião os clubes todos confirmaram a presença.

Ao invés, na AF Guarda, apenas foram lançados os comunicados com os valores de inscrições como fosse isso que mais interessa, quando na verdade, depois de uma época a duas velocidades com tantos clubes de fora, era urgente reunir com todos os clubes para  reorganizar a nova temporada atempadamente uma vez que na Taça de Portugal, já participa o Trancoso e a Guarda Desportiva e era de bom tom que estes clubes fizessem uma pré-temporada boa e pouco depois arrancasse o campeonato, para não acontecer terem de parar um mês até a prova distrital iniciar.

Por isso, como será o novo figurino e quando terá o seu início? São questões que os clubes hoje fazem, e depois a formação que tanto importante é para cada clube como tudo vai ser feito?

Sabemos que a evolução da pandemia pode alterar as coisas mas mas aguardar por ver se teremos uma ou duas divisões no futuro ou apenas uma como deverá acontecer.

São questões importantes que os clubes e os adeptos querem ver respondidas e depois se vai ou não haver público e qual a percentagem?

PS apresentou candidatos às Câmaras Municipais do Distrito da Guarda

Teve lugar , este domingo na cidade mais alta, mais concretamente no Parque Urbano do Rio Diz, Parque Polis, a apresentação dos candidatos às Câmaras Municipais do Distrito da Guarda, pelo Partido Socialista.

Assim a abrir a sessão , Alexandre Lote deu as boas vindas e apresentou os seus 14 candidatos para as Autárquicas 21, que vão realizar-se já no próximo dia 26 de setembro.

Assim são candidatos:

Luís Couto –Guarda

Ana Paula Freitas –Gouveia

Virgílio Cunha (candidatura independente apoiada pelo PS)- Aguiar da Beira, esteve presente Renato Pires(Presidente da Concelhia do PS de Aguiar da Beira em representação da Candidatura Independente apoiada pelo PS).

Alexandre Gonçalves- Almeida

José Albano Marques –Celorico da Beira

Paulo Langrouva- Figueira de Castelo Rodrigo

Manuel Fonseca –Fornos de Algodres

Esmeraldo Carvalhinho –Manteigas

Anselmo Sousa –Mêda

Francisco Alípio Fernandes –Pinhel

Vítor Cavaleiro –Sabugal

Amílcar Salvador –Trancoso

Vítor Sobral –Vila Nova de Foz Côa

Luciano Ribeiro –Seia

Para encerrar a apresentação, umas breves palavras por parte de Pedro Nuno Santos do Secretariado Nacional do PS.

Autárquicas 21-PSD e CDS-PP formalizam coligação “Juntos pela Mêda”

As estruturas concelhias do PSD Mêda e do CDS-PP Mêda formalizaram no dia de hoje um acordo de coligação para as próximas Eleições Autárquicas, juntando-se assim no apoio à candidatura de João Mourato à presidência da Câmara Municipal de Mêda.
Face à importância das próximas Eleições Autárquicas na decisão do futuro do nosso Concelho, os dois Partidos pretendem apresentar um projeto congregador e dinamizador para o nosso Concelho.
Sentimos o dever de apresentar uma solução conjunta forte, que seja uma verdadeira alternativa aos anos de (des)governação socialista em que o Concelho sucumbiu.
Acreditamos que esta coligação é muito mais do que uma aliança entre dois partidos. É acima de tudo, uma união de pessoas e de ideias. Com esta dedicação e união de esforços em torno deste projeto, ambicionamos trazer uma visão estratégica e uma nova dinâmica ao Concelho. Uma dinâmica que faça da Mêda um concelho referência a
nível regional e nacional como todos os Medenses desejam.
Esta será acima de tudo uma coligação de Medenses e que pretende contar com todos! Juntos vamos apresentar um novo rumo, com mais ambição para desenvolver o nosso Concelho.

Autárquicas 21 -PS apresenta candidatos no Distrito da Guarda

Vai ter lugar na cidade mais alta, a apresentação de todos os candidatos do PS às Câmaras Municipais, ao distrito da Guarda.  Uma cerimónia organizada pela Federação Distrital do PS, marcada para a tarde deste domingo, pelas 17 horas no Parque Urbano do rio Diz, com a presença de Pedro Nuno Santos, que vem na qualidade de membro do secretariado Nacional do PS.

IPG realiza estudos para criar sistemas de recolha de biorresíduos nos municípios da Cova da Beira

O Instituto Politécnico da Guarda – IPG foi escolhido pela Associação de Municípios da Cova da Beira para realizar estudos municipais que irão permitir o desenvolvimento de sistemas de recolha seletiva de biorresíduos: sobras de refeições, cascas de frutas e legumes, folhas e ervas do jardim. As versões preliminares dos estudos encontram-se disponíveis para consulta pública e para submissão de contributos que visem a melhoria dos documentos até julho. A iniciativa é financiada pelo Fundo Ambiental.

“O projeto visa identificar estratégias e soluções eficazes para que cada município possa assegurar a separação e a reciclagem dos biorresíduos”, afirma Joaquim Brigas, presidente do IPG. “Estamos empenhados em desenvolver projetos de investigação ambiental em parceria com empresas e municípios. Iniciativas como esta permitem melhorar a educação ambiental, sensibilizar para a economia circular e pôr o nosso conhecimento ao serviço da comunidade”.

Os biorresíduos representam 37% dos resíduos urbanos produzidos em Portugal. A diretiva do Parlamento Europeu e do Conselho sobre os resíduos obriga os Estados Membros a fazerem a recolha seletiva de biorresíduos ou a sua separação e reciclagem na origem, a partir de 1 de janeiro de 2024.

“Escolhemos o Politécnico da Guarda para desenvolver este projeto pela reconhecida qualidade científica, pelo mais baixo custo e pela longa relação de confiança que existe entre as duas instituições”, afirma José Manuel Biscaia, secretário-geral da Associação de Municípios da Cova da Beira. “Os estudos elaborados pelo IPG irão trazer grandes vantagens para o planeamento intermunicipal, permitindo uma visão integrada sobre os biorresíduos, bem como a definição de estratégias de atuação – ao nível de equipamentos e transportes – que beneficiem a região”.

A presidência do IPG nomeou Pedro Rodrigues, docente responsável pelo Laboratório de Monitorização e Investigação Ambiental do IPG, para coordenar este projeto. Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Fornos de Algodres, Figueira de Castelo Rodrigo, Fundão, Guarda, Manteigas, Mêda, Penamacor, Pinhel, Sabugal e Trancoso foram os municípios analisados para a elaboração dos estudos que irão permitir implementar eficazes sistemas de recolha de resíduos orgânicos.

“Este projeto faz parte da estratégia europeia para diminuir a deposição de resíduos sólidos em aterros sanitários”, afirma Pedro Rodrigues, docente do IPG. “Em termos ambientais iremos dar um salto qualitativo muito importante: os biorresíduos separados do lixo indiferenciado serão transformados em energia e/ou em composto orgânico para os solos. Para além destas vantagens ambientais, a reciclagem dos resíduos orgânicos irá permitir maior longevidade dos aterros sanitários”.

Centro de Portugal em destaque nos prémios Guia Boa Cama Boa Mesa

O Centro de Portugal voltou a estar em grande destaque nos prémios do “Guia Boa Cama Boa Mesa. Este ano, foram distinguidos dez hotéis e cinco restaurantes situados no território da região.

Os prémios, atribuídos ontem, são mais uma demonstração da qualidade cada vez sustentada da oferta do Centro de Portugal nas áreas da hotelaria e restauração. A região recebeu 4 Chaves de Ouro, 3 Chaves de Prata, 1 Garfo de Ouro e 1 Garfo de Platina na edição deste ano. Além destes, houve ainda 3 Prémios Resiliência para alojamentos e 3 Prémios Resiliência para restaurantes.

 

 

 

 

A equipa do guia do jornal “Expresso” distinguiu com a Chave de Ouro os seguintes alojamentos da região: Areias do Seixo Charm Hotel (Mexilhoeira, Torres Vedras), Casas do Côro (Marialva, Mêda), H2otel Congress & Medical SPA (Unhais da Serra, Covilhã) e Rio do Prado (Arelho, Óbidos). A Chave de Prata foi atribuída à Casa de São Lourenço – Burel Panorama Hotel (Manteigas), às Luz Charming Houses (Fátima, Ourém) e ao Sapientia Boutique Hotel (Coimbra).

 

 

 

 

A nível da restauração, foram premiados dois projetos emblemáticos do Centro de Portugal. O “Boa Cama Boa Mesa” distinguiu o Rei dos Leitões (Mealhada) com um Garfo de Platina e o Mesa de Lemos (Silgueiros, Viseu) com um Garfo de Ouro. De assinalar que apenas foram atribuídos quatro Garfos de Platina e nove Garfos de Ouro em todo o país.

Num ano excecional, o guia “Boa Cama Boa Mesa” fez questão de distinguir igualmente a resiliência de uma área da economia que muito sofreu com a pandemia. Segundo o guia, “foram escolhidos simbolicamente 10 restaurantes e 10 alojamentos, tendo em conta critérios como o apoio à população local e aos profissionais de saúde, o investimento em tempo de crise e a capacidade de reinvenção, transversal ao setor”.

Na região Centro de Portugal, foram distinguidos três alojamentos e três restaurantes. Foram eles, nos alojamentos, a Casa da Cisterna (Castelo Rodrigo), o Evolutee Hotel (Óbidos) e o Pena D’Água Boutique Hotel & Villas (Covilhã); e, nos restaurantes, O Açude (Coimbra), Palace (Viseu) e Salpoente (Aveiro).

Prémio Carreira para Lurdes Graça, do Manjar do Marquês

Este ano, os prémios do “Guia Boa Cama Boa Mesa” entregaram o Prémio Carreira a duas personalidades que se distinguiram pelo trabalho na restauração. Uma delas é Lurdes Graça, do Manjar do Marquês, em Pombal, um restaurante com muita História na região Centro de Portugal. Aos 89 anos, Lurdes Graça continua diariamente a trabalhar no restaurante que fundou em 1986!

É com grande satisfação que a Turismo Centro de Portugal regista que, ano após ano, o Boa Cama Boa Mesa continua a premiar os restaurantes e os hotéis da região. Os Garfos de Platina  e de Ouro, as Chaves de Ouro e de Prata e os Prémios Resiliência assumem um valor ainda maior, num ano tão difícil para o setor como foi o de 2020. Estas distinções são uma evidência da capacidade que os empresários do Centro de Portugal têm de constantemente se reinventarem, continuando a pautar os seus serviços por elevados padrões de qualidade, na gastronomia e no saber receber. Deixo, em particular, um aplauso muito especial à Dona Lurdes Graça, pelo seu justíssimo Prémio de Carreira, sublinha Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal.

Os prémios “Boa Cama Boa Mesa” são dos mais prestigiados no setor da restauração e hotelaria em Portugal, reconhecendo, desde 2013, unidades que se destacam no nosso país.

aBEIRAR – da ciência cidadã à valorização territorial

Os territórios UNESCO são por excelência lugares de ciência, educação e cultura. Como tal, as iniciativas no âmbito da ciência, da promoção da cultura e do desenvolvimento territorial fazem parte do quotidiano destes territórios. Estas são necessariamente abordagens holísticas ao desenvolvimento sustentável que visam a criação de novos instrumentos e ferramentas de desenvolvimento que reforcem os valores endógenos, capacitem as populações de conhecimento e que promovam uma participação ativa.

Como tal, o Estrela Geopark Mundial da UNESCO, desde a sua criação, tem tido uma preocupação crescente com a sustentabilidade do seu território, a Serra da Estrela e com a valorização do seu potencial endógeno, com destaque particular para o património geológico. Esta abordagem corrobora uma preocupação com a sustentabilidade e com os próprios Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, definidos pela Agenda 2030 da ONU. A abordagem destas temáticas deve ter como princípio, não apenas os 17 objetivos, mas sobretudo a forma como estes se relacionam, com especial destaque para o ODS 17, “Parcerias e Meios de Implementação”. Neste âmbito, o Estrela UGGp tem procurado estabelecer parcerias com diferentes stakeholders do território e fora deste.

Desta visão integradora nasce o projeto aBEIRAr, o qual constitui uma parceria de ciência cidadã que tem como missão potenciar o envolvimento e a participação cívica com a ciência, promover o diálogo entre cientistas e cidadãos e despertar o interesse da comunidade na construção de conhecimento e valorização do território. Esta parceria surge do cruzar de objetivos comuns entre a Rede Intermunicipal de Bibliotecas das Beiras e Serra da Estrela da CIMBSE (RIBBSE), a Plataforma de Ciência Aberta (Município de Figueira de Castelo Rodrigo), o Estrela Geopark Mundial da UNESCO e a Universidade da Beira Interior.

A prossecução deste projeto pretende ser um convite à curiosidade, à exploração e à descoberta dos recursos naturais do território das Beiras e Serra da Estrela, onde se insere grande parte do Estrela Geopark. Esta é uma viagem pelo território, juntando literatura e ciência, um apelo à participação conjunta de cidadãos, artistas e cientistas, pela construção de conhecimento e pela preservação, promoção e valorização do território. Estamos, pois, perante uma ação para caminhar em conjunto, inspirados pela Literatura e pela Ciência, que transformarão cada um de nós em cidadãos cientistas, embaixadores do território e promotores de desenvolvimento. Inspirados por um livro e pelas estórias da história da terra, mas também pelas histórias da ciência, construímos percursos que transformarão cada um/a de nós em investigadores, para a monitorização da qualidade e características da água, do céu e da rocha. Promovendo o conhecimento e o envolvimento dos cidadãos por um bem comum, o nosso território.

A parceria ‘aBEIRAr’ inicia-se no mês de maio com uma sequência de três ciclos, cada um dedicado a um tema central para o território: Água, a acontecer na primavera; Céu, a decorrer no verão; Rocha, a realizar no outono, uma iniciativa que irá percorrer os 15 concelhos da CIMBSE, (Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Guarda, Gouveia, Manteigas, Meda, Pinhel, Seia, Sabugal, Trancoso, Belmonte, Covilhã e Fundão). Junte-se a nós e “abeire-se” destes temas.

Colaboração da Equipa Técnica do Estrela Geopark.

Projeto Atua teve sucesso

O ATUA! Projeto de Empreendedorismo nas Escolas da Região,  promovido no âmbito do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar (PIICIE), foi concebido com o objetivo de “inspirar comunidades educativas para a ação enquanto agentes de mudança do seu território, incentivando o  desenvolvimento das competências empreendedoras, fomentando a criação de uma geração de problema solvers”. Para atingir este objetivo foram desenvolvidos dois programas pedagógicos, “A Aventura da Estrela e do Mondego” e “Cria o Teu Futuro”, que viram nas últimas semanas a realização dos eventos finais!

Estes eventos foram momentos de grande entusiasmo e emoção para os quais, alunos e professores trabalharam cerca de 4 meses, encarando todos os desafios como oportunidades para empreender e surpreender. Todos os projetos e ideias desenvolvidas transmitiram os principais valores do Projeto, atingindo com sucesso os objetivos propostos, desde a ligação com o território, a criação de parcerias locais, o desenvolvimento de conceitos e projetos inovadores com preocupações locais e atuais. Foi de facto possível ver florescer competências empreendedoras contribuindo assim, para o crescimento da cultura empreendedora da Região!

O programa “Cria o teu futuro”, destinado ao Ensino Secundário (Regular/Profissional) culminou com o Concurso Supramunicipal de Ideias de Negócio “The Future Is You”, no passado dia 28 de maio. A grande Final Supramunicipal contou com o envolvimento de 48 alunos, orientados por 15 professores, que com igual determinação e afinco representaram os seus Municípios (Covilhã, Fundão, Gouveia, Guarda, Manteigas, Mêda, Sabugal, Seia e Trancoso), apresentando 20 incríveis ideias de negócio em formato vídeo-pitch. Estes vídeo-pitch foram avaliados por um Júri composto por Maria José Aguilar Madeira, (UBI-Universidade da Beira Interior), João Marques Gonçalves (Maken Project), e Sandra Maria Alvim (IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, I.P.).

O evento ficou marcado pelo reconhecimento da CIMBSE, das Direções de Escolas e respetivos 9 Municípios ali presentes, de todo o trabalho desenvolvido por alunos e professores, trabalhos que mostraram ser uma grande mais-valia para o futuro da Região! Foi também o momento da revelação dos vencedores do Concurso “The Future Is You”,  a ideia de negócio Liojic, promovido pelas alunas Margarida Carvalho, Mariana Justino e Beatriz Isidro do Agrupamento de Escolas do Fundão, orientadas pela Professora Maria João Baptista, atingiu o 1º lugar do pódio, seguindo-se “BikeParkEstrela”, ideia de negócio dos alunos Guilherme Marques, António Marques e André Almeida, orientada pela professora Ana Cristina Martins, da Instituto de Gouveia-Escola Profissional. Em 3º lugar ficou a ideia de negócio CFMR Moving Theatre, promovido pelas alunas Francisca Rodrigues, Marta Pereira e Rita Custóias, do Agrupamento de Escolas da Mêda, tendo sido orientadas pela professora Rosário Duarte. Também a todas as outras ideias, ficou também um claro reconhecimento de excelência pela qualidade e empenho demonstrado nas suas apresentações!

Segundo a professora Delfina Leal, do Sabugal “O envolvimento no Projeto ATUA!  criou novas perspetivas, novas aprendizagens e abriu novos horizontes numa área que não é muito abordada a nível curricular pelo que não poderia estar mais satisfeita com a participação dos alunos, pelo seu entusiasmo, motivação e vontade de fazer acontecer”.

O programa destinado ao 1º Ciclo “A Aventura da Estrela e do Mondego” também viu entre o dia 8 e o dia 14 de junho os eventos finais municipais. Estes também foram eventos online, transmitidos em direto na página do Projeto e partilhados por todos os Municípios, permitindo assim que a comunidade escolar e a comunidade local tivesse acesso às magnificas apresentações das 15 turmas envolvidas, as quais representam 291 alunos e 32 professores. Os alunos de Almeida, Covilhã, Fundão, Mêda e Seia mostram com grande entusiamos os vídeos que produziram para partilhar os seus projetos, peças de teatro ou jogos empreendedores que espelharam a sua descoberta pela Região e o verdadeiro espírito empreendedor desenvolvido.  

Ao longo de 5 dias de eventos, a Estrela e o Mondego, também marcaram presença e ficaram extremamente surpreendidos pela qualidade de todos os projetos apresentados! Todas as turmas agarram o desafio com tanta dedicação que foi possível envolver toda a comunidade educativa, desde os Professores titulares, professores das AEC’s, professores de apoio, pessoal não docente, pais e encarregados de educação, direções das escolas, o próprio Município e mais uns quantos parceiros que tornaram possível a concretização de projetos que foram muito mais além dos objetivos estabelecidos. Em todos os eventos, foi possível também contar com a presença de vários elementos das comunidades educativas, bem como, elementos dos Municípios, os quais partilharam palavras de grande apresso e reconhecimento pelo Projeto e pelo trabalho desenvolvido pelas escolas!