Templates by BIGtheme NET
Início » Nelas

Nelas

PS- Borges da Silva recandidata-se à Câmara de Nelas

Depois de ter sido eleito em 20132, o atual presidente da Câmara de Nelas, Borges da Silva,eleito pelo PS  recandidata-se ao terceiro mandato para concluir projetos e arrancar com outros planos “estruturais” para o concelho, segundo avançou à Lusa.
Sou conhecedor da máquina municipal, dos fundos comunitários e vem aí um novo quadro, o PT 2030, e está também à porta o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), portanto, teria de propor à comunidade a realização de um terceiro mandato, até do ponto de vista da minha dádiva cívica à Câmara” de Nelas, sustentou o autarca de Nelas.

Nelas- 20 novos cartões Seniores entregues com grandes vantagens

O Cartão Sénior  em Nelas tem cada vez mais beneficiários, agora já são seis centenas.

Recentemente, a Câmara Municipal de Nelas, na pessoa do seu Presidente, José Borges da Silva, procedeu à entrega de mais 20 novos cartões repletos de vantagens, elevando, assim, o número de beneficiários a 600 seniores do Município, que podem usufruir de um conjunto de benefícios e descontos em cerca de 107 estabelecimentos de comércio, serviços e indústrias do Concelho de Nelas.

Este momento foi também aproveitado pelo Presidente da Câmara e pelos Técnicos da Ação Social para um breve diálogo com os Munícipes e explicar o modo de utilização do cartão, que constitui mais uma resposta social face às necessidades da população mais idosa, contribuindo para a melhoria do seu bem-estar e qualidade de vida, fomentando o desenvolvimento pessoal e social e envelhecimento ativo, constituindo-se, ainda, como uma forma de apoio no estímulo às compras de bens e serviços no comércio tradicional existente no Concelho.

O Cartão Sénior é disponibilizado a todos os residentes e/ou naturais do Concelho de Nelas, com idade igual ou superior a 66 anos, de forma totalmente gratuita.

Se ainda não aderiu ao Cartão Sénior Municipal, poderá fazê-lo junto do Balcão Único, na Loja do Cidadão da Câmara Municipal de Nelas.

Pós-graduação em cibersegurança lançada pelo Piaget

Foi lançado recentemente pelo Instituto Piaget  uma nova pós-graduação inovadora em Cibersegurança e Proteção de Dados na Administração Pública.

O curso, a lecionar em regime de e-learning (100% online), em horário pós-laboral, terá a duração de seis meses, sendo promovido pela Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Piaget de Almada, em colaboração com o ISEIT de Viseu.

O curso surge numa altura em que as questões relacionadas com a proteção de sistemas, programas e infraestruturas de redes contra eventuais ataques cibernéticos entraram na ordem do dia e assumiram o estatuto de prioridade. Um bom exemplo é o facto de o Estado português se preparar para usar, pelo menos, 130 milhões de euros dos fundos europeus para reforçar a cibersegurança nos seus serviços nucleares, de acordo com o Plano de Recuperação e Resiliência a apresentar à Comissão Europeia.

Mas não basta reforçar com meios tecnológicos para se assegurar a proteção das infraestruturas críticas nos serviços públicos. São igualmente necessários os meios humanos, devidamente preparados. É neste contexto que o Instituto Piaget abriu as candidaturas para a sua nova pós-graduação que prevê a formação específica no âmbito da liderança e gestão da cibersegurança e proteção de dados, de acordo com os principais standards e boas-práticas.

Entre os pontos fortes desta pós-graduação está a experiência do seu corpo docente, que integra vários profissionais e quadros superiores há muito ligados aos temas da segurança digital. É o caso, por exemplo, do coordenador do curso, Paulo Moniz, diretor de Cibersegurança da EDP; e dos docentes Wilson Lucas, coordenador da área de Cibersegurança no Instituto de Informática do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social; e Filipe Frasquilho, diretor de operações da IP Telecom.

Com início previsto para maio, a pós-graduação mantém candidaturas abertas até 28 de abril. Toda a informação pode ser consultada em https://ipiaget.org/ciberseguranca-e-protecao-de-dados-na-administracao-publica/.

Este curso, a que se juntará em breve uma oferta formativa mais alargada na área tecnológica, representa mais um passo na “orientação do Instituto Piaget para a componente digital”, afirma Ricardo Simões Santos, diretor da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Piaget de Almada. E o docente acrescenta: “Queremos construir um ecossistema digital nos nossos vários polos universitários, trazendo o melhor da tecnologia para áreas geográficas tradicionalmente menos favorecidas”.

O Piaget tem já atualmente a funcionar um curso técnico superior profissional (CTeSP) em Cibersegurança, Redes e Sistemas Informáticos, coordenado pelo professor Miguel Frasquilho. Este curso, com a duração de dois anos letivos e que conta com as parcerias da Microsoft e Huawei, é igualmente lecionado pela ESTG de Almada.

AF Viseu – Revelados clubes que continuam em prova nos campeonatos

Em comunicado, a AF Viseu revelou, o mapa de clubes que continuam em prova , uma das equipas que revelou que não existem condições para continuar é o GD Mangualde.

Mas segundo a AF Viseu refere:”Para a devida organização da retoma competitiva das Provas dos Campeonatos Distritais Seniores, que foram interrompidas por constrangimentos provocados pela pandemia COVID-19 que levaram à interrupção das mesmas desde janeiro de 2021, vem-se desta forma comunicar e publicar os clubes que enviaram as declarações de continuidade de participação nas respetivas provas. Os regulamentos, formatos competitivos e calendários a aplicar em cada uma das provas serão publicados na próxima semana. As datas e horas específicas dos respetivos sorteios, também serão publicadas no decurso da próxima semana , nos dias 19 a 21 de abril.

Covid-19- Centro de Vacinação em Nelas passa para o Cine Teatro municipal

O Centro de Vacinação contra a doença Covid-19 mudar-se-á para o Cineteatro Municipal de Nelas a partir da próxima quinta-feira, dia 8 de abril, saindo do Pavilhão Desportivo Municipal de Nelas, onde se tem mantido desde meados de fevereiro, por razões decorrentes quer do início das atividades escolares, quer da abertura progressiva à atividade desportiva que vai verificar-se em breve.

O novo espaço foi devidamente adaptado ao processo de vacinação que vai decorrer nos próximos meses, tendo sido visitado pelo Diretor Executivo do ACES Dão Lafões, Cabrita Grade, e pelo Presidente da Câmara, José Borges da Silva, confirmando que o mesmo reúne as melhores condições para esse efeito, quer em termos de acessibilidade e mobilidade, quer em termos energéticos, bem como pode propiciar ótimas condições aos munícipes e aos profissionais que ali vão passar a desenvolver a sua atividade.

Até ao momento foram já ministradas no Concelho de Nelas mais de 2300 vacinas, sendo mais de 500 já segundas doses, encontrando-se, pois, cerca de 18% da população vacinada ou já em processo de vacinação.

A Câmara Municipal, que continua a prestar todo o apoio logístico e de recursos humanos à operação de vacinação, continuará a disponibilizar transporte a todos os munícipes que, por qualquer razão, tenham dificuldade em se deslocar para efeito de serem vacinados, continuando a aconselhar que, por razões sanitárias, os munícipes devem, tanto quanto possível, deslocar-se em meios próprios, evitando ajuntamentos ou até a partilha de transporte com outras famílias.

Em matéria Covid-19, continua em funcionamento a Zona de Concentração de Apoio à População, instalada com cerca de 50 camas e os respetivos serviços associados na sede da Associação de Santo António/Bairro da Igreja, em Nelas, instalações que foram também disponibilizadas pela Direção daquela Associação para eventual Centro de Vacinação, situação que não veio a ocorrer por determinação das Autoridades de Saúde Pública em função das condições existentes no Cineteatro Municipal, ficando, no entanto, um agradecimento por tal disponibilização à Direção daquela Associação, agradecimento que se renova por haverem já permitido instalar um equipamento de apoio ao combate da calamidade que vimos vivendo.

Nelas e diversos municípios celebram o Dia Nacional dos Moinhos

Os Municípios de Águeda, Albergaria-a-Velha, Nelas, Sever do Vouga e Vagos associaram-se à iniciativa do Dia Nacional dos Moinhos com uma programação cultural e turística, de promoção e divulgação do património molinológico, ainda marcadamente presente nestes 5 territórios.

Serve também de mote ao arranque do projeto nacional da Rota dos Moinhos de Portugal, projeto que resultou da 1ª edição  do Curso ALA + T, selecionado e apoiado  pelo Turismo de  Portugal.

Assim, sejam bem vindos  todos  os que queiram conhecer estes misteriosos engenhos e estórias que  proliferaram de Norte a Sul do País, e que muito tem a ver com a identidade cultural e etnográfica das comunidades rurais a nível nacional.

Autárquicas 21- PSD- Mª Joaquina Domingues candidata em Fornos de Algodres

Foram apresentados pelo secretário-geral do PSD , José Silvano, mais alguns candidatos às autárquicas 21, onde se destaca Maria Joaquina Domingues em Fornos de Algodres, recorde-se que já tinha sido candidata em 2017 e volta agora a merecer a confiança do partido para enfrentar Manuel Fonseca do PS.

Depois destacamos mais alguns candidatos desta região:

Aguiar da Beira- Fernando Andrade (ex presidente de câmara)

Mêda- João Mourato (ex presidente de câmara)

Mangualde – Joaquim Patrício

Nelas- Joaquim Amaral

Penalva do Castelo – Pedro Monteiro

Seia- Luís Caetano

 

 

 

 

Ministério da Saúde isenta Antigos Combatentes de taxas moderadoras

Foi recentemente aprovado pelo Ministério da Saúde, atribuir a isenção de taxas moderadoras a todos antigos combatentes, para tal basta a apresentação do cartão de cidadão ou cartão de utente.

Ainda permite garantir a isenção de pagamento de taxas moderadoras nas consultas, exames complementares de diagnóstico e nos serviços de urgência do SNS.

Esta é uma das medidas aprovadas recentemente com a atribuição do Estatuto do antigo combatente em Portugal.

Censos 21- Arranca hoje a 1ªfase

Inicia-se nesta segunda -feira, dia 5 de abril, a primeira fase dos Censos 2021 com a distribuição das cartas com a informação necessária para a resposta à maior operação estatística do país.
O Instituto Nacional de Estatística, IP (INE) inicia a distribuição das cartas para resposta aos Censos 2021 em todos os alojamentos do país. As cartas, que serão colocadas nas caixas de correio pelos recenseadores, contêm os códigos e toda a informação necessária para a resposta aos Censos através da Internet.

Os recenseadores do INE estão munidos com cartão de identificação e colete alusivo aos Censos 2021.
A fase de distribuição das cartas para resposta aos Censos terá a duração de duas semanas, estando a sua conclusão prevista para o dia 18 de abril.
A partir de 19 de abril tem início a fase de resposta aos Censos pela Internet, preferencialmente até dia 3 de maio (censos2021.ine.pt).
A resposta aos Censos 2021 pela Internet permite uma abordagem fácil, segura e rápida para os cidadãos. No atual contexto epidemiológico, este modo de recolha de dados reveste-se da maior relevância, tendo em conta que minimiza os contactos entre recenseadores e a população.
Para as situações em que a resposta pela Internet não seja possível, o INE disponibiliza outros modos de resposta, nomeadamente: telefone, para grupos da população com maior dificuldade na resposta pela Internet ou impedidos de contacto presencial; e-balcão nas Juntas de Freguesia, mediante as condições de acessibilidade locais e em função da respetiva situação de saúde pública; autopreenchimento dos questionários em papel, entregues pelos recenseadores, que cumprem um rigoroso Protoloco de Saúde Pública.

Salvaguardando as necessárias adaptações em função do ritmo das respostas e das características da área geográfica e da sua população, será na fase de conclusão dos Censos, a partir de 31 de maio, que a resposta resultará do contacto presencial dos recenseadores e apenas junto dos alojamentos que ainda não tenham respondido por outro modo.
A situação epidemiológica decorrente da COVID-19 resultou na elaboração de um Plano de Contingência de forma a garantir a realização da operação censitária com qualidade e protegendo a saúde de toda a população, recenseadores e demais envolvidos.
No âmbito do Plano de Contingência foi elaborado um rigoroso Protocolo de Saúde Pública para a preparação e execução dos Censos 2021, no âmbito da pandemia COVID-19, cujo objetivo principal é garantir que todas as atividades são realizadas de forma segura e cumprindo todas as normas sanitárias estabelecidas pelas autoridades de saúde, de acordo com as diferentes condições do país ou de determinadas áreas
geográficas.
Para além da implementação do Protocolo de Saúde Pública foram incorporadas um conjunto de alterações aos Censos 2021, incluindo o reforço dos mecanismos de controlo do trabalho de campo e de validação da informação recolhida num contexto de crise pandémica, nomeadamente através da integração de informação administrativa.
As adaptações e os ajustamentos introduzidos às várias atividades dos Censos 2021 permitem garantir a realização da operação censitária com toda a segurança.

O que reabre já dia 5 de abril em Portugal

Foi assim aprovado em Conselho de Ministros realizado na passada quinta-feira o decreto que regulamenta o estado de emergência decretado pelo Presidente da República.
Prosseguindo a estratégia gradual de levantamento de medidas de confinamento no âmbito do combate à pandemia da doença Covid-19, e tendo em conta a avaliação dos critérios epidemiológicos de definição de controle da pandemia, foi decidida a reabertura, no próximo dia 5 de abril, das seguintes atividades:
  • 2.º e 3.º ciclo do ensino básico nos estabelecimentos de ensino públicos, particulares e cooperativos e do setor social e solidário;
  • centros de atividades de tempos livres e centros de estudo e similares, para os alunos que retomam agora as atividades educativas e letivas;
  • equipamentos sociais na área da deficiência;
  • centros de dia de apoio às pessoas idosas;
  • estabelecimentos de comércio a retalho e de prestação de serviços em estabelecimentos abertos ao público, com menos de 200 m2 e porta para a rua;
  • museus, monumentos, palácios e sítios arqueológicos ou similares, nacionais, regionais e municipais, públicos ou privados, bem como de galerias de arte e salas de exposições. Estes equipamentos encerram às 22:30h durante os dias de semana e às 13:00 h aos sábados, domingos e feriados;
  • estabelecimentos de restauração para serviço em esplanadas, com um limite de quatro pessoas por grupo. Estes estabelecimentos devem encerrar às 22:30h durante os dias de semana e às 13:00 h aos sábados, domingos e feriados;
  • permite-se o funcionamento de feiras e mercados, para além das feiras e mercados de produtos alimentares, mediante autorização do presidente da câmara municipal territorialmente competente, de acordo com as regras fixadas;
  • atividade física e desportiva de baixo risco, bem como a prática de atividade física e desportiva em ginásios e academias, estando proibida a realização de aulas de grupo;
  • prática de atividade física ao ar livre, em grupos de até quatro pessoas;
  • no âmbito das instalações desportivas permite-se a abertura de determinados equipamentos: campos de tiro; courts de ténis, padel e similares; circuitos permanentes de motas, automóveis e similares; velódromos; hipódromos e pistas similares; ginásios e academias; pistas de atletismo e campos de golfe.