Templates by BIGtheme NET
Início » Pinhel

Pinhel

ANAM reforça presença no distrito da Guarda com novos associados  

Para a Associação Nacional de Assembleias Municipais (ANAM) os últimos dois anos foram marcados por um acentuado crescimento que se fez notar não só pelo número de novos associados, como também a nível do número de consultas de assessoria jurídica e pedidos de pareceres. Albino Almeida, presidente da ANAM, considera que “este crescimento é revelador de todo um trabalho que se tem desenvolvido em torno da dignificação das Assembleias Municipais, pela melhoria da democracia no poder local e pela elevação do poder democrático em Portugal”.

Avaliando os últimos dois anos, fortemente marcados pela pandemia e por constrangimentos sociais, económicos e até políticos, o dirigente da associação que já conta com mais de 173 associados, nos 18 distritos do continente e nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, acredita  que “os últimos tempos foram muito importantes para reforçar o papel das  Assembleias Municipais que, como órgão deliberativo do município, tiveram um importante papel na apreciação das grandes linhas da política municipal, como seja o orçamento anual ou o plano de atividades das autarquias que foram apreciados pelas respetivas Assembleias Municipais à luz  de uma realidade até então desconhecida”.

 Albino Almeida, também presidente de uma Assembleia Municipal, relembra que “as Assembleias Municipais são um órgão deliberativo do município, constituído não só por representantes das diferentes forças eleitas, mas também pelos Presidentes de Junta que desempenharam um papel determinante nas fases mais críticas da pandemia. Foram estes autarcas que estiveram mais próximos das populações, sentiram as suas angústias e problemas e, muitas vezes, solucionaram pequenos aspetos como a distribuição de máscaras e álcool gel, a sinalização das famílias mais vulneráveis e alunos que necessitaram de equipamento informático e acesso à Internet. Estes e outros aspetos que pesaram na apreciação das medidas e orçamentos aprovados em Assembleia Municipal”.

 Para a ANAM não há duvida que o papel das Assembleias Municipais foi preponderante na gestão autárquica da pandemia. “Nos últimos dois anos, não só registámos um elevado número de adesões de novos associados como tivemos de reforçar a estrutura de apoio para dar resposta ao elevado número de consultas, pedidos e pareces que conferiram uma maior segurança aos procedimentos e atos praticados, tendo em conta que cabe às Assembleias Municipais assegurar o cumprimento das leis e a regularidade das deliberações tomadas nas reuniões.”

Apesar do poder reconhecido às Assembleias Municipais, Albino Almeida defende: “é fundamental que o Governo reconheça e promova o fortalecimento dos poderes deliberativos, de acompanhamento e de fiscalização das assembleias municipais. Estamos a falar de algo que não implica esperar por alterações legislativas, na medida em que esse reforço poderá resultar de uma maior aplicação das leis já existentes”.

Sobre a valorização dos deputados municipais, que já levou a ANAM a criar no ano passado um centro de valorização dos eleitos locais, o dirigente acredita que é cada vez mais importante valorizar a diversidade de profissões e de competências que muitas vezes caraterizam aqueles que são eleitos localmente. “Não queremos mais deputados que votem com exíguo conhecimento técnico ou que votem só por alinhamento partidário”, acrescenta.

O presidente da associação fundada em 2016 e estabelecida formalmente em 2018, que representa atualmente 173 das 308 Assembleias Municipais do país mostra-se convicto que “está criado o caminho para criar uma forte estrutura nacional que espera que saia reforçada no final de 2022, ultrapassando largamente os 200 associados.

Pinhel participa na FITUR 22 em Madrid

A cidade de Madrid vai acolher de 19 a 23 de janeiro, a FITUR- Feira Internacional de Turismo , onde o Municipio de Pinhel vai marcar presença.
Apesar de ser um certame dedicado aos profissionais de turismo a nível global, esta é uma excelente oportunidade para promover marcas, apresentar novos produtos, conhecer as últimas tendências do turismo, bem como promover contactos e dar a conhecer novas ideias.Como habitualmente, nos três primeiros dias da Fitur (19, 20 e 21 de Janeiro) apenas poderão entrar profissionais do sector e os dois dias do fim de semana (22 e 23) são reservados para o público em geral.

Segundo o catálogo de expositores, Portugal vai ter cerca de 80 entidades a mostrar a sua oferta turística, entre um total de 600 “expositores titulares”.

É também com estes objetivos que o Município de Pinhel participa uma vez mais nesta que é uma das maiores feiras de turismo a nível mundial, promovendo o concelho e as suas potencialidades, tanto a nível de património edificado e natural como no que diz respeito à oferta de serviços e experiências na área do turismo.
E porque a FITUR também é aberta ao público em geral, espera-se que esta presença de Pinhel contribua igualmente para promover a cidade e o concelho junto do mercado espanhol, sem dúvida um público-alvo muito importante para os territórios de fronteira, não esquecendo que Madrid fica a apenas três horas de Pinhel.
foto:arquivo

Município de Pinhel fez oferta de um livro aos alunos do Pré-Escolar e do 1ºCiclo do concelho de Pinhel

A semana começou com a oferta de um livro aos alunos do Pré-Escolar e do 1ºCiclo do concelho de Pinhel.
Durante a tarde de segunda-feira, 17 de janeiro, o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, esteve nos vários estabelecimentos de ensino a entregar, pessoalmente, um exemplar do livro “A Raposa Fabulosa”, da autoria de Pedro Seromenho e Sebastião Peixoto, que tem a Serra da Estrela como cenário.
A oferta de um livro por ocasião do Natal é um hábito que tem vindo a consolidar-se, no âmbito das iniciativas de promoção da leitura levadas a efeito pelo Município de Pinhel junto dos mais novos. Porque ler mais é saber mais…

Legislativas 22-Bloco de Esquerda vai estar em Fornos de Algodres, Celorico e Sabugal

A candidatura do Bloco de Esquerda ao círculo eleitoral da Guarda esteve no passado dia 15 de Janeiro de manhã na feira de Pínzio a contactar a população e os feirantes e à tarde visitou uma instituição de referência e de grande importância para o distrito e região: a Adega Cooperativa de Pinhel, onde ficaram a conhecer melhor o seu funcionamento, história e projetos para o futuro.

Assim, nesta terça-feira a candidatura vai estar com a deputada Isabel Pires no distrito da Guarda, a acompanhar a candidatura à Assembleia da República pelo respetivo círculo eleitoral, com o seguinte programa:

15H30 – Visita à N16 entre Fornos de Algodres e Celorico da Beira (ponto de encontro junto à Câmara Municipal de Fornos de Algodres)
 
A candidatura do Bloco de Esquerda pela Guarda estará também durante a manhã às 9h30 a contactar a população no mercado do Sabugal.

AF Guarda- Resultados da 16ªjornada do Campeonato Distrital da 1ªDivisão

Foi uma ronda muito emotiva com o triunfo do Fornos perante o líder Guarda Desportiva FC e a surpresa do desaire do Trancoso em Almeida.
Foram apontados 25 golos, com cinco triunfos caseiros e um fora de porta, não houve empates para já, nesta ronda.
Jornada 16
Estrela Almeida – GD Trancoso- 2-1
Guarda FC – Casal Cinza- 6-1
Vila Cortez – Aguiar da Beira- 6-0
SC Celoricense – Soito- 1-0
AD Fornos de Algodres – Guarda DFC- 3-2
SC Sabugal-  Foz Côa- 0-3
VF Naves – UD Os Pinhelenses (16 de março- 20:00)
Classificação:
1º Guarda DFC-36 pts—- (15 jogos)
2º- Vila Cortez-34 pts —–(15 jogos)
3º- AD Fornos de Algodres- 33pts—–(13 jogos)
4º- Trancoso-32 pts—–(14 jogos)
5º- Guarda FC – 32 pts—-(15 jogos)
6º- Foz Côa- 27 pts—-( 14 jogos)
7º- SC Celoricense- 27 pts—-(14 jogos)
8º- Estrela Almeida-19 pts—-(15 jogos)
9º- Aguiar da Beira- 16 pts—-(15 jogos)
10º- Os Pinhelenses- 15 pts—-(14 jogos)
11º- SC Sabugal- 15 pts (15 jogos)
12º- VF Naves-12 pts—-(14 jogos)
13º- Soito-7 pts—–(14 jogos)
14º- Freixo Numão- 4 pts—-(13 jogos)
15º- Casal Cinza- 0 pts(14 jogos)

Piscina Municipal , Ginásio e atividade da Academia de Música retomam em Pinhel

O Município de Pinhel informa que, a partir da próxima segunda-feira, dia 17 de janeiro, irá proceder à reabertura dos seus equipamentos desportivos, nomeadamente da Piscina Municipal e do Ginásio localizado no Pavilhão Multiusos.
Neste mesmo dia também serão retomadas as atividades da Academia de Música de Pinhel, nomeadamente as atividades letivas relacionadas com Música e também as aulas de Ballet.
Lembramos que deverão ser cumpridas todas as normas em vigor no âmbito das medidas de prevenção preconizadas pelas Autoridades de Saúde, face à situação de pandemia.

Casa Forte de Cidadelhe(Pinhel) aberta no terceiro domingo de cada mês

O espaço foi inaugurado em 2018 e nele pode ser visto e apreciado o famoso Pálio de Cidadelhe, assim como outras peças de interesse patrimonial.
Assim no terceiro domingo de cada mês, a Casa Forte de Cidadelhe está aberta de entrada gratuita das 14h as 18h.
Neste passeio até Cidadelhe, vale a pena uma visita à aldeia que por cá é conhecida como o “calcanhar do mundo”.

Diversas empresas do território CIMBSE rubricam contratos de apoio

O grande palco do TMG na cidade da Guarda acolheu a assinatura de diversas empresas da Comunidade Beiras e Serra da Estrela  de contratos de financiamento da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE), que a Guarda integra, no âmbito do Programa de Apoio à Produção Nacional (PAPN).
Uma  sessão  presidida pela ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, que contou com a presença da Secretária de Estado da Valorização do Interior Isabel Ferreira, a Presidente da CCDRC/Centro, Isabel Damasceno, o Presidente da Comunidade Intermunicipal Luís Tadeu, o Presidente da Câmara Municipal da Guarda Sérgio Costa e representantes de candidaturas aprovadas no PAPN, que assinaram contratos de financiamento com a Autoridade de Gestão do Programa Operacional Centro 2020.

Das 122 candidaturas ao aviso de concurso n.º CENTRO-D7-2021-12 publicado em fevereiro de 2021 pela Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela no âmbito do Programa de Apoio à Produção Nacional (PAPN), foram aprovadas 61 candidaturas, que totalizam um investimento elegível total de 9.074.310,00€ ao qual está associado um financiamento (fundo europeu FEDER) no montante de 5.133.835,00€, distribuído pelas empresas ligadas ao setor do Turismo no montante de 816.796,00€ e o restante pelas empresas ligadas ao setor da Indústria de transformação/extração no montante de 4.317.039,00€.

Estas empresas vão investir, na expansão das suas instalações, aquisição de novos equipamentos, diversificação da produção, redução de custos com energia e modernização de processos e serviços prestados.

Estas empresas operam sobretudo nos setores na CAE REV 3: Indústrias extrativas; Indústrias transformadoras; Turismo: Estabelecimentos hoteleiros, turismo no espaço rural, parques de campismo e de caravanismo, restauração e organização de atividades de animação turística.

Sérgio Costa, Presidente da Câmara da Guarda, abriu a sessão e referiu que o PAPN é um estímulo à Produção Nacional e um poderoso investimento público, reforçando que são medidas como esta que diferenciam os territórios do interior, contribuindo para uma economia mais sustentável. Salientou a importância do PAPN como instrumento de apoio direto ao investimento empresarial produtivo. Referindo, como autarca, a importância das micro e pequenas empresas para a economia local, uma vez que «dão sangue e vida económica ao nosso território». Reforçou ainda a ideia «de voltar à discussão da regionalização como fator de diferenciação e desenvolvimento territorial», como já referiu noutras ocasiões. E concluiu que «o Porto Seco da Guarda será uma realidade que trará desenvolvimento a todo o Distrito da Guarda e ao Interior». O PAPN é uma iniciativa do ministério da Coesão Territorial.

Luís Tadeu, Presidente do Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela assumiu que as micro e pequenas empresas candidatas são prova da sua existência e integração na sociedade e contribuem para uma melhor e maior dinâmica da Comunidade Intermunicipal.

Salientou ainda a importância dos próximos avisos serem alargados a outras áreas, e mostra-se disponível para colaborar na operacionalização de avisos que vão de encontro às necessidades das empresas do território.

Nas palavras de Isabel Damasceno, Presidente da CCDRC/CENTRO 2020, este projeto tratou-se de uma força conjunta e concertada, usando diversos instrumentos virados para o território com características diferenciadoras, nomeadamente SI2E, + COESO emprego e agora o PAPN.

A cerimónia encerrou com o discurso da Ministra da Coesão Territorial Ana Abrunhosa que ressalvou que esta medida é “um exemplo de coesão territorial, tratar diferente o que é diferente”.

GNR Guarda- Pinhel – Prisão preventiva por violência doméstica

O Comando Territorial da Guarda, através do Posto Territorial de Pinhel,  deteve um homem de 64 anos por violência doméstica, no concelho de Pinhel.

Na sequência de uma denúncia de violência doméstica, os militares da Guarda deslocaram-se para o local, onde foi possível apurar que o agressor ameaçou de morte a vítima, sua companheira de 62 anos, bem como o filho de 44 anos, chegando a agredi-lo com uma arma branca, nomeadamente uma catana.

No decorrer da ação, e na presença da Guarda, enquanto decorriam as diligências policiais, o agressor voltou a evidenciar um comportamento agressivo, culminando na sua detenção.

O detido foi presente a primeiro interrogatório , no Tribunal Judicial de Pinhel, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Omicron faz disparar casos em todo País e a região interior também regista números elevados

A incidência do vírus SARS-CoV-2 aumentou para um máximo histórico, com uma tendência fortemente crescente a nível nacional, que se faz sentir nos internamentos em enfermaria, embora os cuidados intensivos se encontram a cerca de 60% do nível de alerta.

A nível de casos no distrito da Guarda, ronda os 1800, com grande incidência na Guarda, Seia e Gouveia.

Os internamentos em Unidades de Cuidados Intensivos mantêm “uma tendência estável” e a mortalidade reduziu, mantendo-se também “uma tendência estável”, para um valor inferior ao linear determinado pelo Centro Europeu de Controlo e Prevenção de Doença ECDC (na sigla em inglês), de 20 óbitos a 14 dias por 100 mil habitantes, afirmou hoje Pedro Pinto Leite, da Direção-Geral da Saúde, na reunião do Infarmed, em Lisboa, segundo adiantou a Lusa.

Segundo os especialistas, o pico desta variante estará atingida nos  segundo e terceiro fins de semana de janeiro.