Início » Pinhel

Pinhel

Campanha Menos Desperdício, Mais Solidariedade em Pinhel

Neste início de dezembro, o Município de Pinhel vai lançar a campanha Menos Desperdício, Mais Solidariedade, com o objetivo de ajudar as famílias em situação de fragilidade social e, simultaneamente, combater o desperdício alimentar.

A implementação desta Campanha assenta numa parceria desenvolvida com os estabelecimentos comerciais sediados na cidade de Pinhel que vão contribuir com a doação de bens de primeira necessidade que estejam em “fim de validade”, evitando que os mesmos sejam retirados do circuito comercial.

Pão, laticínios, frutas e legumes, entre outros, serão recolhidos e entregues, em tempo útil (ainda com validade e em condições de consumo), a famílias acompanhadas pelo Gabinete de Ação Social do Município de Pinhel, sobretudo, famílias com crianças e idosos.

Numa altura em que o aumento do custo de vida exige destas famílias um esforço que muitas vezes já não conseguem suportar, o Município de Pinhel entende que deve promover a procura de ajudas extraordinárias, envolvendo neste processo as superfícies comerciais e também o projeto CLDS-4G Pinhel, que irá colaborar no processo de recolha e distribuição dos bens alimentares.

Neste momento, aderiram ao projeto 5 estabelecimentos comerciais, podendo de futuro alargar-se esta rede de parceiros:
• Supermercado Amanhecer (Pinhel)
• Casa Agrícola – Jardins do Côa (Malta)
• Supermercado Minipreço (Pinhel)
• Supermercado O Popular (Pinhel)
• Padaria PaniUnião (Pinhel)

Pinhel de Natal até 6 de janeiro

De 1 de dezembro a 6 de janeiro, a magia do Natal vai animar a cidade de Pinhel, com atividades pensadas para todas as idades e, sobretudo, para as famílias, tanto para as que
vivem por cá, como para aquelas que aproveitam a quadra para visitar a família ou, simplesmente, para conhecer novos destinos.

À semelhança de anos anteriores, o “Pinhel de Natal” vai ter luz, através das iluminações e decorações natalícias que se acenderam no dia 1 de dezembro, mas também o tradicional Carrossel Parisiense e uma divertida Pista de Gelo, a par de vários espetáculos.

Da programação, destaque para:

Carrossel Parisiense e Pista de Gelo
15 de dezembro a 6 de janeiro | Largo dos Combatentes

Espetáculo para as famílias
“Resposta a Todas as Perguntas”

Teatro em Caixa
18 de dezembro (domingo) | 16.00h | Cineteatro São Luís

Rodolfo é um cientista louco, com ambições desmedidas. Acreditando que, algures no futuro, já terá sido inventada uma Fórmula Matemática que Responde a Todas as Perguntas, constrói uma máquina do tempo e envia o seu assistente Ramiro numa viagem ao futuro com a missão de a encontrar e regressar ao presente, para dominar o mundo através do conhecimento.

Espetáculo cómico, educativo, dinâmico e original, que agrada a público de todas as idades, quer pela narrativa quer pelas músicas.

Concerto de Natal
Academia de Música de Pinhel

23 de dezembro (sexta-feira) | 21.30h | Centro Logístico de Pinhel
Fogueira de Natal

24 de dezembro (sábado) | 17.00h | junto à Igreja de Santo António

Corrida de São Silvestre 2022  31 de dezembro (sábado) | 10.00h | concentração junto ao Tribunal

Concerto de Reis
Las Cuatro Estaciones, de Vivaldi

Camerata Antonio Soler, de San Lorenzo de El Escorial
6 de janeiro (sexta-feira) | 21.30h | Centro Logístico de Pinhel

A Camerata Antonio Soler é uma orquestra de câmara multiestilística nascida em 2012 com o propósito de abordar um variado repertório de obras de diversas épocas e estilos (especialmente clássico, romântico e contemporâneo), baseando a sua interpretação em critérios musicais historicistas e no uso de instrumentos originais quando estes são requeridos.

Um dos seus principais objetivos é o redescobrimento e a interpretação de música do classicismo e romanticismo hispânico, assim como a interpretação de repertórios contemporâneos alternativos como os que derivam da fusão com “músicas do mundo” ou de raízes étnicas.

A Camerata Antonio Soler é dirigida por Gustavo Sánchez, sendo composta por 14 músicos profissionais.

Programação de cinema de dezembro 2022 em Pinhel

O Município de Pinhel apresenta a programação de cinema agendada para o mês de dezembro, sendo os filmes exibidos no Cineteatro São Luís, em Pinhel, nos dias e horários abaixo indicados.

2 e 4 de dezembro, 21.30h
Champagne!
(Comédia – M12)

9 e 11 de dezembro, 21.30h
Devotion – uma História de Heróis
(Guerra / Drama / Histórico – M12)

16 e 17 de dezembro
Estranho Mundo (VP)
(Animação / Aventura – M6)
sexta-feira, dia 16, 21.30h
sábado, dia 17, 16.00h

23 de dezembro, 21.30h
Noite Violenta
(Comédia / Ação – M16)

30 e 31 de dezembro
Avatar – O Caminho da Água
(Aventura / Ação – M16)
sexta-feira, dia 30, 21.30h
sábado, dia 31, 16.00h

Orçamento de cerca de 26 milhões para 2023 aprovado pelo Executivo Municipal de Pinhel

Recentemente, o Executivo da Câmara Municipal de Pinhel reuniu e aprovou as Grandes Opções e o Orçamento para 2023, que estiveram em destaque nesta segunda reunião do mês de novembro.

Este é o Orçamento mais difícil de que me recordo”, começou por explicar o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, acrescentando que “o aumento do custo de vida (a vários níveis) e a inflação refletiu-se, já este ano, no aumento de despesas associadas à energia elétrica, aos combustíveis, à alimentação e aos transportes escolares, entre outras”.
Sendo 2023 um ano imprevisível, fruto destes aumentos associados à situação de guerra que se prolonga, o autarca pinhelense assumiu que, ao elaborar o Orçamento do próximo ano, “tivemos de nos adaptar e mudar algumas estratégias”. “Não vamos parar, mas temos seguramente de abrandar, tendo em conta o objetivo que fixámos de pôr as contas em dia”.

Assim, explicou Rui Ventura, “vamos reduzir o valor associado aos eventos de maior dimensão, sendo nossa expetativa reduzir em cerca de 50% as despesas associadas à realização da Feira das Tradições, das Festas da Cidade e do certame Beira Interior – Vinhos & Sabores”. Além disso, “em 2023 não iremos realizar a Feira Medieval”. “É uma decisão que não foi tomada de ânimo leve, mas que tem de ser”, acrescentou o autarca.
Já no que diz respeito às obras, “as que estão em curso e as que contam com apoio financeiro através dos fundos europeus, essas irão avançar”. De resto, obras que não tenham comparticipação, terão de aguardar.
O Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, concluiu a apresentação do Orçamento para o próximo ano garantindo que apesar dos cortes, “o Município de Pinhel continuará a apoiar as Famílias e as Empresas”, motivo pelo qual, por exemplo, os impostos municipais não irão aumentar, mantendo-se a gratuitidade dos transportes escolares e os apoios na ação social escolar, entre outros.
Apresentadas e discutidas as Grandes Opções que estiveram na base da elaboração do Orçamento para 2023, que contempla despesas e receitas na ordem dos 26 milhões de euros, o documento foi aprovado por maioria pelo Executivo Municipal, devendo agora ser sujeito a análise e votação por parte da Assembleia Municipal de Pinhel.

Sarau educativo “TIK TOK -login para pais”em Pinhel

Neste mês de novembro, a CPCJ de Pinhel, com a colaboração do NACJR da UCSP de Pinhel, comemora o 33º aniversário da Convenção sobre os Direitos da Criança realizando algumas atividades:
– Sarau educativo “TIK TOK -login para pais” sobre os perigos inerentes e subjacentes ao uso das redes sociais por parte dos jovens. (Sexta-feira, 25 de novembro, 21.00h, Auditório do Agrupamento de Escolas de Pinhel)
– Elaboração e exposição de mural alusivo aos Direitos da Criança na área da Saúde envolvendo todos os profissionais da UCSP Pinhel.

Nada melhor que uma forma diferente para elucidar os pais sobre os perigos que podem surgir com o uso das redes sociais do jovens.

Pinhel em festa com a 6ªedição do Raid Vinhos Beira Interior

O Raid TT Vinhos Beira Interior voltou a encerrar o ano de aventuras fora de estrada do Escape Livre. Com os potentes Jeep 4xe a encabeçar um pelotão de mais de 35 automóveis 4×4, cerca de 90 aventureiros percorreram os encantos do Município de Pinhel, à descoberta de adegas, pedreiras, corta-fogos, travessias de água e muito mais. E até o Presidente da República se juntou à festa!

Como habitualmente, o final de tarde de sexta-feira ficou reservado para a chegada dos participantes a Pinhel. Recebidos no Centro Logístico da Feira Vinhos e Sabores, tempo para percorrer este magnífico certame de saberes e sabores e provar os maravilhosos néctares desta região. Tudo, antes de um jantar no salão da feira, repleto de enchidos tradicionais e outros sabores típicos. No final, tempo para receber a visita do Presidente da República que fez questão de enaltecer “o espírito de descoberta e vontade de conhecer o interior do país” dos participantes e deixar votos de boa viagem pelo meio de muitas fotografias com todos os participantes.

Tempo depois para ir recuperar energias para o dia seguinte, aproveitando a hospitalidade dos magníficos alojamentos locais da cidade de Pinhel. Os participantes ficaram hospedados nas Encostas do Côa, Quinta das Pias, Casa da Praça, Cidadelhe Rupestre e Casas do Juízo.

Com uma manhã de sábado fria, mas solarenga, a caravana reuniu-se à porta da Adega Cooperativa de Pinhel para dar início à jornada. Seguiram-se trilhos soberbos, com uma paisagem outonal magnífica, por vales e vinhas. Antes de almoço, travessia da serra da Marofa e visita ao Centro Interpretativo da Batalha de Castelo Rodrigo e travessia do rio Côa no pontão submerso. Já na Quinta da Cheínha, tempo para repor energias.

A parte da tarde, continuou por fora de estrada e levou a caravana até à pedreira Granitos de Pinhel para observar a zona de extração de granito e momentos de puro todo-terreno, antes da visita à adega Aforista com direito a prova de vinhos. O jantar decorreu nas Encostas do Côa antes de mais uma noite de descanso.

Domingo acordou enevoado e com chuva. Mas foi apenas uma curta ameaça já que, com a chegada da caravana ao Miradouro da Faia, um observatório sobre o Rio Côa com uma vista de cortar a respiração, a chuva deu tréguas e permitiu um agradável passeio a pé. Do alto da encosta, o rio corria forte e na estrutura suspensa sobre a escarpa do vale, só os mais aventureiros se assomaram ao parapeito com chão de vidro deste miradouro.

Mas a manhã ainda reservava outras emoções fortes, com a subida de um íngreme corta-fogo, tornada ainda mais desafiante pela lama e piso escorregadio. Mas nada que os Jeep 4xe não superassem com distinção, seguidos pelos mais bravos da restante caravana.

No final da manhã, tempo para regressar à Quinta da Cheínha para o tradicional almoço de encerramento repleto de iguarias da região. No final do repasto, entrega a todos os participantes do troféu SPAL e uma lembrança Bridgestone e First Stop, acompanhadas de um presente especial para os condutores Jeep e a Roda da Sorte da Valorpneu que contemplou vários felizardos com uma mochila especial feita de papel reciclado.

Rui Ventura, Presidente da Câmara de Pinhel, aproveitou a ocasião para agradecer a presença de todos em mais um passeio de todo terreno na região de Pinhel” e reforçar que “este município é vosso e espera por vós sempre que nos queiram visitar”. Já Sara Bravo, diretora de comunicação da marca Jeep em Portugal, reforçou que aliada à excelente organização do Clube Escape Livre, é um privilégio e um prazer para a Jeep associar-se a mais um magnífico passeio todo-terreno para, uma vez mais, demonstrar as capacidades únicas dos Jeep fora de estrada, agora nas recentes versões 4xe”.

A temporada de aventuras termina, por agora. Mas 2023 está já aí ao virar da esquina e em breve será anunciado o calendário de atividades do Escape Livre, com muitas oportunidades para se juntarem às caravanas de apaixonados pela aventura e descoberta de Portugal.

 

Contributo das regiões para o crescimento do Turismo em Portugal

Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal, destacou , em Fátima, o importante papel das regiões na procura de soluções para os grandes desafios colocados à atividade turística. As declarações foram feitas na sessão de abertura do 33.º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo, um evento que decorre durante três dias no Centro Pastoral Paulo VI, promovido pela AHP – Associação da Hotelaria de Portugal e que tem o apoio da Turismo Centro de Portugal.

“As regiões desempenham um trabalho importantíssimo na estruturação de novos produtos turísticos, que aumentam a diversidade da ‘oferta Portugal’. Em 2006, lançámos 10 produtos estratégicos; hoje, Portugal posiciona-se internacionalmente com 22 produtos turísticos. Produtos como o enoturismo, o turismo religioso, o ecoturismo, a arte, o património e tantos outros fazem de Portugal não só o melhor destino europeu, como tem sido reconhecido, mas representam uma atratividade para a qual continuaremos a trabalhar”, sublinhou Pedro Machado. “Eventualmente, precisamos de reforçar o volume de investimento da nossa promoção, sobretudo internacional, e precisamos de reforçar também e cuidar do nosso mercado interno, absolutamente estruturante no caso da região Centro de Portugal”, acrescentou.

Outras respostas para os desafios atuais passam, segundo Pedro Machado, por “restaurar a confiança dos viajantes, em particular dos internacionais”, “apoiar a consolidação das empresas”, apostar “nas bases de um turismo cada vez mais sustentável” e adequar a atividade turística “ao inverno demográfico que está a acontecer no mundo e à agenda das alterações climáticas, fazendo com que o turismo nas regiões e no nosso país continue a ser cada vez mais atrativo e competitivo”. “São estes grandes desafios que este Congresso também tem pela frente. Importa que saiam daqui grandes conclusões, que reforcem a posição de Portugal na Europa e no Mundo”, concluiu Pedro Machado.

Também na sessão de abertura, o ministro da Economia, António Costa Silva, anunciou um programa no valor de 50 milhões de euros para ajudar as empresas do turismo a reabilitarem ativos imobiliários. “Este anúncio vai sair hoje e será bastante importante para as empresas”, disse.

António Costa Silva realçou ainda que o próximo ano será marcado pela “resiliência da economia portuguesa, em particular do turismo”. “Tenho esperança de que 2023 seja um ano ainda de resiliência da economia portuguesa, em particular do turismo. Com abrandamento, mas continuaremos a crescer. Apesar da guerra na Ucrânia, da subida das matérias-primas e da Europa enfrentar a pior crise energética da sua história, a previsão para a economia portuguesa é a de crescer 6,5% este ano”, afirmou.

A sessão de abertura do congresso contou ainda com intervenções de Bernardo Trindade, Presidente da AHP, Luís Miguel Albuquerque, Presidente da Câmara Municipal de Ourém, o padre Carlos Cabecinhas, Reitor do Santuário de Fátima, e Francisco Calheiros, Presidente da Confederação do Turismo de Portugal.

O Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo reúne, este ano, 44 oradores e moderadores, nacionais e internacionais, e centenas de participantes para partilhar e debater ideias, tendências, estratégias e experiências, com um programa feito por profissionais para profissionais do setor.

Entre os muitos painéis de discussão, merecem destaque os temas “Gerir em Tempos de Mudança”, “A Era da Incerteza”, “Investir em Tempos de Mudança”, “Recrutar e Reter Talento: Missão (Im)Possível?”, “New Money” e “Teremos Ainda Tempo Para A Sustentabilidade?”.

7ªBeira Interior-Vinhos &Sabores abriu e Marcelo Rebelo de Sousa também marcou presença

Abriu ao fim da tarde desta sexta-feira, a 7ªBeira Interior-Vinhos &Sabores em Pinhel numa iniciativa do Município de Pinhel e em parceria com a CVR Beira Interior, com a presença de cerca de 55 expositores de vinhos e diversos sabores desta região da Beira Interior, com a presença de largas centenas de visitantes.

Face a um encontro com os Presidentes do Brasil e Moçambique o Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa, não conseguiu estar na abertura mas por volta do meio da noite, eis que numa viagem relâmpago, Marcelo Rebelo de Sousa chegou a Pinhel e fez questão de cumprimentar todos os representante dos diversos expositores deste certame e mostrou-se encantado como a forma da receção e da qualidade que a organização apresentou na elaboração deste certame.

Rui Ventura era um homem satisfeito por ter nesta Feira , o Presidente da República que com a sua simpatia encantou os visitantes, mais uma aposta ganha para a organização e para Pinhel que nesta década tem desenvolvido de forma fenomenal. Assim como, Rodolfo Queirós, da CVR Beira interior, por ver a marca Beira Interior cada vez mais poderosa a nível nacional e internacional.

Assim todos podem visitar este certame até domingo, no Centro Logístico de Pinhel e provar o bom vinho e saborear os diversos sabores desde mel,azeite, doces, chouriços, queijos entre outros,

 

Pinhel- Ação sobre obrigações do empregador e as medidas de apoio na contratação

O NERGA em parceria com a ACT – Autoridade para as Condições do Trabalho, IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional e o Município de Pinhel promoveram junto das empresas do concelho de Pinhel, nesta quarta-feira, uma sessão de esclarecimento dedicada as obrigações do empregador e as medidas de apoio à contratação.
Esta iniciativa contou com a presença de cerca 35 participantes, que puderam esclarecer as dúvidas existentes sobre estes temas, junto dos representantes da ACT e do IEFP.
Na abertura dos trabalhos estiveram presentes, Orlando Faísca, Presidente do NERGA e Daniela Capelo, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Pinhel.

EIP “congeladas” na área da CIMBSE

Reclamam-se  novas condições de financiamento serem garantidas pelo Governo

As Equipas de Intervenção Permanente (EIP) destinam-se ao cumprimento de missões que, no âmbito da Proteção Civil, estão confiadas aos Bombeiros. Nos últimos anos, o financiamento dessas equipas tem sido suportado em 50 por cento através de fundos das Câmaras Municipais.

Os 15 municípios que compõe a CIMBSE (Comunidade Intermunicipal Beiras e Serra da Estrela) consideram, no entanto, esta ser uma clara delegação de competências do Governo nos Municípios, sem que os mesmos recebam qualquer valor, como deveriam, por via da Delegação de Competências na área da Proteção Civil.

Neste sentido, na reunião do conselho executivo da CIMBSE, de 8 de novembro 2022, os municípios que integram esta Comunidade Intermunicipal, deliberaram por unanimidade que a partir desta data não aprovarão a criação de quaisquer novas EIP, enquanto as condições de financiamento de estruturas de Proteção Civil não forem alteradas.