Início » Portalegre

Portalegre

Fornense Mário Martins vai orientar o S.Paio d´Arcos

O fornense Mário Martins vai mostrando as suas qualidades como treinador de futebol e face a isso, vai agora enfrentar um novo desafio, no Pro Nacional , numa das associações mais fortes do País, a AF Braga. Desta forma, vai agora orientar o S.Paio d´Arcos, depois da boa prestação na Juventude da Póvoa, na 1ªdivisão.

Assim o jovem treinador vai procurar fazer regressar a nova equipa ao triunfos já na próxima ronda.

foto DR

Operação “RoadPol – Velocidade” – Balanço com cerca de 38 mil inspecionados

A Guarda Nacional Republicana (GNR), entre, o dia 17 e o dia 23 de abril, realizou em todo o território nacional continental uma operação de fiscalização rodoviária, direcionada para controlo de velocidade, orientando as ações de fiscalização para as vias mais críticas à sua responsabilidade e onde se verifique uma maior sinistralidade e infração aos limites de velocidade, a fim de promover a segurança rodoviária.

Os militares dos Comandos Territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito (UNT) que diariamente estiveram empenhados no patrulhamento rodoviário fiscalizaram 37 775 condutores neste período, tendo registado, no âmbito desta operação 10 453 autos de contraordenação nas estradas portuguesas relacionadas com o objetivo da operação, dos quais se destacam:

4 363 por excesso de velocidade
754 sem inspeção periódica obrigatória;
357 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança;
317 sem seguro de responsabilidade civil;
313 por uso indevido do telemóvel;

Reforço em 140 milhões de euros nos apoios à produção agrícola

Pacto para a Estabilização e Redução de Preços dos Bens Alimentares, celebrado entre o Governo, a APED – Associação Portuguesa de Distribuição de Empresas e a CAP – Confederação de Agricultores de Portugal, materializa um reforço em 140 milhões de euros nos apoios à produção agrícola, com o objetivo de mitigar o impacto dos custos de produção, incluindo eletricidade verde, através do reforço de verbas para os setores da suinicultura, aves, ovos, bovinos, pequenos ruminantes e culturas vegetais, para o universo dos agricultores apoiados no âmbito do Pedido Único de 2022.
O Governo assumiu ainda o compromisso de assegurar, em complemento, a renovação imediata do apoio extraordinário ao gasóleo agrícola, bem como do apoio para mitigar os aumentos dos custos com fertilizantes e adubos.
Ficou também estabelecida a constituição de uma Comissão de Acompanhamento do Pacto, da qual fazem parte, entre outras entidades, o GPP – Gabinete de Planeamento, Políticas e Administração Geral do Ministério da Agricultura e a CAP – Confederação de Agricultores de Portugal, em representação da produção nacional.
«Num contexto tão desafiante, este é um passo decisivo na garantia de mais justiça ao longo de toda a cadeia e na proteção dos direitos dos consumidores. Num esforço coletivo, estamos ao lado das pessoas e não deixamos de assegurar, aos agricultores, meios e apoios que contribuam para mitigar os efeitos deste período que vivemos», afirmou a Ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes.
Em contrapartida, os produtores comprometem-se a fazer refletir o apoio recebido nos custos de produção dos produtos constantes no cabaz, de forma direta e indireta, atendendo ao ciclo natural produtivo, e a associar o apoio a uma estabilização ou, sempre que possível, a uma redução dos preços à saída da exploração.
No processo de acordo foi ainda assinada pela Associação dos Jovens Agricultores de Portugal (AJAP), pela Confederação Nacional dos Jovens Agricultores e do Desenvolvimento Rural (CNJ) e a Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal (CONFAGRI), uma «Carta de Compromisso para a Estabilização e Redução dos Preços dos Bens Alimentares», envolvendo assim mais de 80% dos representantes do setor agrícola «neste grande desígnio nacional».
Por:GP

Portalegre acolheu Associações Distritais e Regionais de Futebol para reunião

Comissão de Coordenação da Mesa do Plenário eleita

As Associações Distritais e Regionais de Futebol reuniram, este sábado, em Portalegre.

Vila Real, Setúbal e Ponta Delgada foram reconduzidas, este sábado, para um segundo mandato à frente da Comissão de Coordenação da Mesa do Plenário das Associações Distritais e Regionais de Futebol (ADR).

Na eleição, que decorreu no âmbito da reunião plenária realizada no Centro de Congressos da Câmara Municipal de Portalegre, a contagem dos votos refletiu 74% de aprovação à recondução das três associações.

A associação de Vila Real reassumiu a presidência da comissão, para mais dois anos de mandato (2023/2025). Num balanço sobre o encontro interassociativo, o primeiro de 2023, António Marques da Silva, presidente da Associação de Futebol de Vila Real, em nome das associações reeleitas, afirmou o sentimento de “gratidão pelo voto de confiança, o que nos aumenta a responsabilidade na defesa dos interesses institucionais do movimento associativo amador ligado à família do futebol, futsal e futebol de praia”.

O líder da associação de Vila Real assegurou que vão “continuar a reafirmar a importância fundamental das ADR em todas as circunstâncias e perante as entidades com que nos relacionamos”.

A eleição da Comissão de Coordenação da Mesa do Plenário, que continua a ser protagonizada pelos presidentes António Marques da Silva (AF Vila Real), Francisco Cardoso (AF Setúbal) e Robert DaCamara (AF Ponta Delgada), foi um dos pontos da ordem de trabalhos da reunião de Portalegre. O presidente da AF Vila Real mostrou-se muito agradado com o debate e análise dos assuntos, tendo vincado, contudo, “preocupação sobre a sustentabilidade e desenvolvimento adequado da base do futebol, futsal e futebol de praia em Portuga” e que “as ADR estão focadas em poder apoiar ainda mais as células fundamentais neste processo, que são os clubes”.

Na qualidade de anfitrião do plenário interassociativo, Daniel Pina, presidente da AF Portalegre, reafirmou a unidade das associações tendo em conta os objetivos conjuntos: “continuamos, todos, determinados em fazer valer a importância do desenvolvimento e promoção de tudo aquilo que respeita ao futebol e futsal amador, que é evidenciado pelos clubes do nosso país, que são a verdadeira mola impulsionadora da dinâmica formativa e competitiva”.

A Associação de Futebol de Portalegre, anfitriã deste plenário, é uma das três associações de futebol que, conjuntamente com Lisboa e Porto, fundaram, em 31 de março de 1914, a Federação Portuguesa de Futebol.

Projeto Link me up – 1000 ideias: IPV em Evento Internacional

A equipa vencedora de 2022 do concurso de Cocriação de Inovação com recurso à
metodologia Demola, no âmbito do Projeto Link me up – 1000 ideias IPV (Curso de Inovação Pedagógica Demola – IPV), com o desafio “Hybrid Museum”, apresentou o seu projeto em evento internacional que decorreu de 7 a 11 de fevereiro de 2023 na Széchenyi István University of Györ (Hungria).
Participaram na iniciativa as equipas vencedoras dos Politécnicos que integram o
Consórcio do Projeto.
O desafio desenvolvido em parceria com Fundação Museu do Douro F.P., explorado pelos estudantes do IPV: Beatriz Costa, Gisela Santos, Jorge Mota, Laura Bernardo e
Mariana Godinho, apoiados pela docente/facilitadora Isabel Oliveira, docente da
ESTGL, centrou-se no futuro dos museus e no papel das tecnologias neste âmbito.
O evento internacional incluiu sessões temáticas e workshops na área da inovação e
empreendedorismo, visitas a laboratórios e empresas, bem como partilha de projetos
entre estudantes.
Felicitam-se os estudantes e a docente que participaram ativamente nesta iniciativa de
cooperação internacional, pelo contributo de excelência em representação do IPV!
Mais se informa que em breve inicia o período de cocriação da 6.ª e última edição deste
Projeto, estando abertas, até 5 de março de 2023, as inscrições para os estudantes em
https://portal.cocreationportugal.com/?location=ipviseu (brevemente ficarão disponíveis
todos os desafios do IPV para esta última edição do Projeto).
No Politécnico de Viseu, a coordenação do Projeto Link Me Up – 1000 ideias é efetuada
por Rosina Fernandes, coadjuvada por Susana Amante, que coordena, em estreita
articulação, o Projeto “Aprendizagem com base em processos de cocriação”.

AF Guarda ficou no 3º lugar no Interassociações Sub-16 feminino

Portalegre recebeu o Torneio Interassociações Sub-16 que decorreu em Fronteira e Sousel. Assim muita animação e competitividade, com  a AF Porto a sair vencedora da prova , ao  vencer a formação de Portalegre neste sábado por 2-0 e a formação da Associação de Futebol da Guarda na manhã de domingo por 3-0.
Em segundo lugar, ficou a AF Portalegre que, na sexta-feira, tinham vencido por 3-1 a AF Guarda que fica assim na terceira posição, sem qualquer ponto conquistado.
Resultados
AF Porto-AF Portalegre-2-0
AF Guarda- AF Porto- 0-2
AF Portalegre – AF Guarda-3-1
foto: AF Guarda

Exposição do concurso de ideias “Não Vás ao Engano! Lixo Não é no Cano!”em Proença-a-Nova

No âmbito do projeto-piloto da Campanha de Sensibilização para boas práticas no Saneamento “Não Vá ao Engano! Lixo não é no cano”, a Águas do Vale do Tejo, S.A. (AdVT) promoveu junto da comunidade escolar dos quatro municípios-piloto – Borba, Fornos de Algodres, Portalegre e Proença-a-Nova -, o concurso de ideias “Não Vás ao Engano! Lixo não é no Cano!”.

O concurso de ideias decorreu de 19 de abril a 20 de maio e contou com a participação da comunidade escolar dos Municípios de Borba, Portalegre e Proença-a-Nova, tendo sido submetidos a concurso 38 trabalhos provenientes do ensino pré-escolar, 1ºciclo, 2º ciclo, 3ºciclo ao ensino secundário.

Esses trabalhos encontram-se agora patentes até ao próximo dia 31 de outubro, no Posto de Turismo de Proença-a-Nova.

A inauguração oficial aconteceu na passada semana e contou com a presença de alguns participantes, nomeadamente, alunos do ensino pré-escolar e do 1.º ciclo e professores responsáveis, que visitaram a exposição dos trabalhos realizados.

Estiveram também presentes João Lobo, Presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, Marcos Sá, Diretor de Comunicação, Marketing e Educação Ambiental da AdVT/EPAL e João Paulo Cunha, Diretor do Agrupamento de Escolas de Proença-a-Nova.

Após a visita à exposição, a comitiva seguiu para a Escola Básica e Secundária Pedro da Fonseca, onde foram entregues as garrafas de vidro Lisbon Tap Water e inaugurados os bebedouros ofertados.

Recorde-se que o 1.º Prémio, atribuído a cada ciclo escolar, é constituído pelo seguinte:

 

  • 1 Bebedouro Águas do Vale do Tejo (destinado à Escola de cada uma das turmas

vencedoras);

 

  • Oferta de visita ao Museu da Água da EPAL, em Lisboa, para as turmas vencedoras;

 

  • 8 garrafas de vidro Lisbon Tap Water para utilização de água da torneira pelas Escolas da

turmas vencedoras;

 

  • 1 Fill Forever para todos os elementos das turmas vencedoras;

 

  • Diploma de Participante Vencedor – “Não Vás ao Engano! Lixo não é no Cano!”

 

Após análise dos trabalhos, o júri optou por atribuir quatro primeiros prémios (todos em Proença-a-Nova) e sete menções honrosas (cinco em Proença-a-Nova).