Templates by BIGtheme NET
Início » Trancoso

Trancoso

Guarda- “Democracia e Poder Local” com António Costa

Vai decorrer este sábado, dia 24 de julho , pelas 18 horas, no Jardim José de Lemos (Guarda) a sessão “Democracia e Poder Local”, que contará com a participação do Secretário-Geral do Partido Socialista, António Costa, e dos candidatos do Partido Socialista a Presidente da Câmara Municipal do Distrito da Guarda.

O momento, promovido pela Federação Distrital da Guarda do Partido Socialista, contará também com a presença de Ana Mendes Godinho, Ministra do Trabalho e solidariedade social, de Ana Abrunhosa, atual Ministra da Coesão Territorial, e de todos os candidatos do PS às Câmara Municipais do distrito da Guarda.

Conversa com José Carvalho (GD Trancoso)- Um homem campeão

“Melhor equipa nas duas fases”

Depois de ter conduzido o GD Trancoso ao título distrital da AF Guarda, houve uma grande festa ainda no Municipal da Guarda e depois na cidade de Bandarra, que 45 anos depois voltou a festejar um título de Seniores, face a isso, fomos conversar com o técnico campeão José Carvalho que estava muito satisfeito com a prestação de todo o plantel.

 

Magazine Serrano (MS)-Qual a sensação de ter se sagrado campeão e para o Trancoso sabor especial 45 anos depois?

José Carvalho (JC)-Mais importante que o sentimento pessoal, é a dimensão da vitória para o Grupo Desportivo de Trancoso. Felizmente, na minha carreira, já tive a oportunidade de sentir o sabor especial de ser campeão. É sempre o culminar do trabalho das equipas que, em alguns casos, demora algum tempo até acontecer. É uma alegria imensa que agora partilhamos com aqueles que gostam de nós, nos acompanham e nos apoiam.

Para o Grupo Desportivo de Trancoso, esta vitória representa a concretização de um sonho antigo, tornado realidade. O projeto desportivo do clube há muito que justificava este reconhecimento. Recordo que é um clube com todos os escalões de formação, que investe nas suas gentes e proporciona a prática desportiva aos jovens do Concelho. Com o apoio constante do Município de Trancoso foi possível formar jovens atletas que atualmente servem a equipa sénior do clube. A equipa que venceu o Campeonato Distrital de Seniores da Associação de Futebol da Guarda – Liga de Ouro – é constituída maioritariamente por jogadores naturais do Concelho de Trancoso e junta experientes jogadores com mais de 20 anos de clube e jovens que concluíram agora a sua formação desportiva e que representam o clube há mais de 8 anos. São gerações sucessivas de jogadores que garantem a sustentabilidade do clube.

Depois de honrosas participações na Taça de Portugal, clube e Município de Trancoso têm agora a oportunidade de inscrever o seu nome nas provas nacionais de futebol. 45 anos depois, o Grupo Desportivo de Trancoso volta a participar nos Campeonatos Nacionais de Futebol. É uma oportunidade de crescimento e desenvolvimento desportivo para o clube e uma ocasião de excelência para a promoção do Município de Trancoso e da sua economia através do turismo, da história, da cultura e dos produtos endógenos.

 

MS-Houve justiça porque liderou a série e a sua equipa prima-se pelo coletivo?

JC-Considero que foi uma vitória justa. Fomos a melhor equipa nas duas fases em que se disputou este campeonato. Terminamos a primeira fase do campeonato em 1.º lugar garantindo o apuramento para a 2.ª fase a duas jornadas do fim. Nessa altura do campeonato éramos inequivocamente a melhor equipa, com o melhor ataque, a melhor defesa e a única do campeonato (incluindo a série B) sem derrotas. Após o apuramento, o foco mudou, e a concentração da equipa passou para a fase a eliminar e voltamos a ser melhor equipa. Conquistamos 3 vitórias em outros tantos jogos, com 0 golos sofridos e 3 golos marcados durante o tempo regulamentar dos jogos. No jogo da final, soubemos contrariar a capacidade do nosso adversário com os argumentos de que dispúnhamos. Criamos, quando foi possível, algumas ocasiões para marcar sem, no entanto, o conseguir. Na decisão por grandes penalidades, voltamos a ser mais eficazes que o nosso adversário e conquistamos a vitória. Pelo resumo deste campeonato, sou obrigado a enaltecer o comportamento da minha equipa e a repetir que fomos uns justos vencedores.

 

MS- Agora preparar a nova temporada que se antevê difícil, por si continuava ao leme da equipa?

JC– É uma decisão que compete aos novos órgãos sociais do clube. São eles que decidem o futuro do clube. Tenho com a família trancosense uma grande cumplicidade. Farei parte do projeto desportivo de qualquer clube enquanto os seus responsáveis sentirem que sou uma parte da solução.

O Campeonato Nacional é um desafio tremendamente difícil. A prestação das equipas da Guarda que disputam as provas nacionais têm revelado isso mesmo. Terá de ser uma época muito bem planeada, antecipadamente preparada, com objetivos reais bem claros e um compromisso exemplar entre todos os envolvidos.

 

MS – Que mensagem deixa a todos nesta altura?

JC – Uma profunda gratidão. A gratidão é dos sentimentos que mais valorizo na vida. Por isso mesmo, nesta altura, estou grato a todos quantos nos ajudaram nesta caminhada. Não posso deixar de mencionar a Direção do Grupo Desportivo de Trancoso que mesmo em ocasiões adversas manteve a confiança em mim e nas minhas preferências. Estou, igualmente grato, à preferência, outrora, pela minha pessoa para assumir o cargo de treinador principal da equipa sénior do Grupo Desportivo de Trancoso. Para os meus jogadores – os atuais e os outros que deixaram de poder estar connosco – não tenho palavras que expressem o que sinto por eles. São a minha 2.ª família. Ao Município de Trancoso deixo o meu profundo reconhecimento pelo apoio e pela forma apaixonada como acompanham a vida do clube. Aos nossos patrocinadores deixo uma palavra de agradecimento por ajudarem o clube a oferecer as melhores condições. Aos nossos sócios e simpatizantes agradeço todo o apoio. Foi bom ver o vosso regresso aos estádios. E, finalmente, mas não menos importante, às famílias dos nossos jogadores. Tantas vezes privadas do convívio familiar em prol do desporto e do futebol. Para elas, o meu sentido respeito.

Pinhel, Almeida, Figueira de Castelo Rodrigo, Mêda e Trancoso recebem RIZOMA

Vai ter lugar um espetáculo integrado no SOS Raia Viva – Festival Artístico, iniciativa promovida pela CARB – Cooperativa Artística da Raia Beirã, com o apoio dos municípios de Pinhel, Almeida, Figueira de Castelo Rodrigo, Mêda e Trancoso, denominado “RIZOMA” .

Trata-se de um work-in-progress sobre a teoria filosófica “Rhizome” de Deleuze e Guattari. Uma pesquisa contínua sobre sensibilidade, força, adversidade e infância. Um sopro de liberdade horizontal sobre o pensamento hierárquico e vertical da vida quotidiana. Uma aventura surrealista através da imaginação. Poesia visual.

A entrada é livre, mas com lotação limitada a 50 pessoas.

Covid-19- 90 concelhos em risco elevado e muito elevado

A Ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva anunciou a conclusão do Conselho de Ministros, onde aumentaram os concelhos em risco muito elevado e elevado, no total são 90.

A situação agrava-se cada vez mais em Portugal.

Risco muito elevado: são agora 47: Albergaria-a-Velha, Albufeira, Alcochete, Almada, Amadora, Arruda dos Vinhos, Aveiro, Avis, Barreiro, Benavente, Cascais, Elvas, Faro, Ílhavo, Lagoa, Lagos, Lisboa, Loulé, Lourinhã, Mafra, Matosinhos, Mira, Moita, Montijo, Nazaré, Odivelas, Oeiras, Olhão, Oliveira do Bairro, Palmela, Peniche, Portimão, Porto, Santo Tirso, São Brás de Alportel, Seixal, Sesimbra, Setúbal, Silves, Sines, Sintra, Sobral de Monte Agraço, Vagos, Vila Franca de Xira, Vila Nova de Gaia e Viseu.

Risco Elevado são agora 43 concelhos: Alcobaça, Alenquer, Arouca, Arraiolos, Azambuja, Barcelos, Batalha, Bombarral, Braga, Cantanhede, Cartaxo, Castro Marim, Chaves, Coimbra, Constância, Espinho, Figueira da Foz, Gondomar, Guimarães, Leiria, Lousada, Maia, Monchique, Montemor-o-Novo, Óbidos, Paredes, Paredes de Coura, Pedrógão Grande, Porto de Mós, Póvoa do Varzim, Rio Maior, Salvaterra de Magos, Santarém, Tavira, Torres Vedras, Trancoso, Trofa, Valongo, Viana do Alentejo, Vila do Bispo, Vila Nova de Famalicão, Vila Real de Sto António.

Em alerta estão 30 concelhos: Águeda, Alcoutim, Ajustrel, Amarante, Anadia, Cadaval, Caldas da Rainha, Castelo de Paiva, Estarreja, Fafe, Felgueiras, Guarda, Marco de Canaveses, Marinha Grande, Mogadouro, Montemor-o-Velho, Murtosa, Ourem, Ovar, Paços de Ferreira, Penafiel, Santa Maria da Feira, São João da Madeira, Serpa, Valpaços, Viana do Castelo, Vila do Conde, Vila Real, Vila Vilosa e Vizela.

 

AF Guarda- Como será Distrital de Seniores em 2021/22?

O futebol distrital esta temporada terminou mais tarde, devido à pandemia, mas a nova época está quase a começar, logo as férias foram poucas, face a isso, a AF Viseu não perdeu tempo e reuniu os clubes e como tem 24 clubes na Divisão principal, já se organizou e vai ser disputada em três séries, tendo já arranque marcado da prova para 19 de setembro, uma vez que nessa reunião os clubes todos confirmaram a presença.

Ao invés, na AF Guarda, apenas foram lançados os comunicados com os valores de inscrições como fosse isso que mais interessa, quando na verdade, depois de uma época a duas velocidades com tantos clubes de fora, era urgente reunir com todos os clubes para  reorganizar a nova temporada atempadamente uma vez que na Taça de Portugal, já participa o Trancoso e a Guarda Desportiva e era de bom tom que estes clubes fizessem uma pré-temporada boa e pouco depois arrancasse o campeonato, para não acontecer terem de parar um mês até a prova distrital iniciar.

Por isso, como será o novo figurino e quando terá o seu início? São questões que os clubes hoje fazem, e depois a formação que tanto importante é para cada clube como tudo vai ser feito?

Sabemos que a evolução da pandemia pode alterar as coisas mas mas aguardar por ver se teremos uma ou duas divisões no futuro ou apenas uma como deverá acontecer.

São questões importantes que os clubes e os adeptos querem ver respondidas e depois se vai ou não haver público e qual a percentagem?

GNR Guarda- Detenção em Trancoso

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), deteve um homem de 65 anos, por posse ilegal de armas, no concelho de Trancoso.

Na sequência de diversas diligências policiais, despoletadas pelo conhecimento de armamento numa situação irregular na posse do suspeito, os militares da Guarda efetuaram uma busca domiciliária que culminou na apreensão do seguinte material:

  • Uma arma caçadeira;
  • Uma pistola;
  • Quatro cartuchos;
  • Sete munições.

O detido foi constituído arguido, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Trancoso.

PS apresentou candidatos às Câmaras Municipais do Distrito da Guarda

Teve lugar , este domingo na cidade mais alta, mais concretamente no Parque Urbano do Rio Diz, Parque Polis, a apresentação dos candidatos às Câmaras Municipais do Distrito da Guarda, pelo Partido Socialista.

Assim a abrir a sessão , Alexandre Lote deu as boas vindas e apresentou os seus 14 candidatos para as Autárquicas 21, que vão realizar-se já no próximo dia 26 de setembro.

Assim são candidatos:

Luís Couto –Guarda

Ana Paula Freitas –Gouveia

Virgílio Cunha (candidatura independente apoiada pelo PS)- Aguiar da Beira, esteve presente Renato Pires(Presidente da Concelhia do PS de Aguiar da Beira em representação da Candidatura Independente apoiada pelo PS).

Alexandre Gonçalves- Almeida

José Albano Marques –Celorico da Beira

Paulo Langrouva- Figueira de Castelo Rodrigo

Manuel Fonseca –Fornos de Algodres

Esmeraldo Carvalhinho –Manteigas

Anselmo Sousa –Mêda

Francisco Alípio Fernandes –Pinhel

Vítor Cavaleiro –Sabugal

Amílcar Salvador –Trancoso

Vítor Sobral –Vila Nova de Foz Côa

Luciano Ribeiro –Seia

Para encerrar a apresentação, umas breves palavras por parte de Pedro Nuno Santos do Secretariado Nacional do PS.

EDIÇÃO EM PAPEL Nº52 NAS BANCAS

É com grande satisfação que apresentamos a nossa edição papel nº 52 sem quaisquer interrupções, o nosso lema continua cada vez mais forte ” Somos a Voz serrana para o Mundo”
Bem haja aos nossos leitores, anunciantes e comunidade em geral.
Nesta edição temos surpresas.

GD Trancoso campeão Distrital

Pinhel recebe etapa TMBI em BTT- pág.3

-50 anos de ADFA- Conversa com Alexandre Lote—pág.6

-Gouveia vai ter um Verão 5 estrelas—-pág.4

-Estrela Geopark em atividade ———pág.5

-Conversa com José Carvalho (GD Trancoso)- pag.7

-Forninhos com nova resposta social—-pág.9

Autárquicas 21 -PS apresenta candidatos no Distrito da Guarda

Vai ter lugar na cidade mais alta, a apresentação de todos os candidatos do PS às Câmaras Municipais, ao distrito da Guarda.  Uma cerimónia organizada pela Federação Distrital do PS, marcada para a tarde deste domingo, pelas 17 horas no Parque Urbano do rio Diz, com a presença de Pedro Nuno Santos, que vem na qualidade de membro do secretariado Nacional do PS.

Futebol Distrital- Afinal o Litoral continua a ter mais peso que o Interior

Depois de ontem termos noticiado que o GD Trancoso está indignado com a situação da possível subida de divisão e ninguém quis esperar pela realização da Assembleia Geral desta sexta-feira, onde a decisão iria ser tomada, novos desenvolvimentos surgiram, nesta quinta -feira com o comunicado da  AF Guarda que anunciou que o CD Gouveia vai ser a equipa que representa o distrito na próxima temporada de 2021/22.

Mas eis que surge uma situação que merece discussão, onde o Presidente da AF Guarda, na entrevista desta quarta -feira a uma rádio local, referiu que a FPF não podia esperar mais porque todos os campeonatos distritais já todos tinham terminado, mas ao que apuramos, afinal na AF Setúbal, a decisão vai ter lugar este domingo, com a final da prova, logo apenas domingo se vai saber quem será o clube a representar a AF Setúbal.

Agora depois destes dados, algo de errado se passa nesta situação, porque será que a FPF pode esperar pela AF Setúbal e pela AF Guarda não? Deixamos a resposta para os leitores meditarem….

É certo que, é necessário que a AF Guarda tenha representante no Campeonato de Portugal, seja ele o GD Trancoso ou o CD Gouveia, qualquer uma das equipas tem direito para tal, aliás até deveriam ir as duas equipas porque foram as que mais venceram e chegaram à final, mas isso era pedir muito porque somos do Interior.

O futebol distrital da AF Guarda necessita de equipas nos Nacionais, fortes ,mas com estas decisões e atitudes ,será que a breve prazo alguém quererá subir de divisão?

Mas creio que a verdade tem de ser sempre revelada e qualquer associação deve lutar pelos interesses dos seus clubes, na entidade Nacional que rege o futebol (FPF), até ao último fôlego e não permitir que haja distinções entre o Litoral e o Interior, como mais uma vez está a acontecer.

Vamos aguardar por novos desenvolvimentos, mas até decisão em contrário, o CD Gouveia vai ser o representante, segundo avançou a AF Guarda, em comunicado.