Templates by BIGtheme NET
Início » Viseu

Viseu

Taça de Portugal feminina de futsal sorteada 1ªeliminatória

O auditório 2 da Cidade do Futebol, acolheu o sorteio da 1ª. eliminatória da Taça de Portugal feminina de futsal.

Na fase inicial do sorteio, começaram por ser revelados os 19 clubes isentos de jogar a primeira eliminatória. Esta fase é disputada por 54 clubes, que são divididos em três séries (Norte, Centro e Sul) de 18 clubes cada, distribuídos de acordo com a sua localização geográfica.A prova inicia-se a 15 de outubro.

Eis o resultado do sorteio:

Isentos:

1. Sp. Castelo Branco
2. Juv. Proença-a-Nova
3. Unidos Caxienses
4. Campinense
5. ARCA
6. Ribafria
7. Ilha
8. Vit. Santarém Ler Mais »

Clínica Insparya abriu portas em Viseu

A nova Clínica Insparya tem uma área de 500 metros quadrados, destinados exclusivamente ao cuidado do cabelo e à saúde capilar, distribuídos por 4 Salas de Transplante (Cabelo, Barba e Sobrancelhas) e 2 Salas de Tratamento (Mesoterapia -mesoHAir+, desenvolvida pela equipa de investigação da Insparya, PRP – Plasma Rico em Plaquetas e o capacete Low Level Laser Theraphy, desenvolvido por engenheiros da NASA). A equipa médica, altamente especializada, é composta por 23 profissionais, entre médicos e enfermeiras, liderados pelo Dr. Carlos Portinha, Chief Clinical Officer do Grupo Insparya.

Tendo como objetivo principal contribuir e investir para melhorar a autoestima de muitos homens e mulheres que sofrem com a falta de cabelo, as salas de cirurgia encontram-se equipadas com a mais recente tecnologia desenvolvida pela Insparya. Exemplo disso, é a tecnologia inovadora de extração capilar e um projeto robótico para a implantação de unidades foliculares – o BotHair Ultra Plus – que estão a ser desenvolvidos no Insparya Science and Clinical Institute por uma extensa equipa de engenheiros investigadores coordenados pelo Dr. Carlos Portinha, Chief Clinical Officer da Insparya e estarão disponíveis na Clínica de Viseu. Este avanço tecnológico representa um passo gigantesco no setor dos transplantes capilares, já que melhora consideravelmente a precisão da extração, aumenta a quantidade de folículos extraídos em menor tempo e – o mais importante – preserva a unidade folicular em perfeitas condições, o que garante a sua vitalidade e qualidade para produzir novos cabelos.

Localizada na Rua do Palácio do Gelo, em Viseu, num local emblemático de uma das maiores cidades do centro de Portugal, a nova Clínica Insparya pretende ficar ainda mais próxima dos atuais e potenciais pacientes desta região de Portugal.

Com mais de 13 anos de experiência clínica adquirida ao serviço de mais de 45.000 pacientes, o Grupo Insparya, fundado por Paulo Ramos e Cristiano Ronaldo, pretende reforçar a sua liderança e posicionar-se como especialista e líder na investigação e conhecimento da unidade folicular através da abertura de várias clínicas em Portugal, Espanha e Itália – localizadas em Porto, Lisboa, Vilamoura, Braga, Viseu, Madrid, Marbelha, Valência e Milão. Viseu vem juntar-se ao projeto de expansão que, durante os próximos três anos, prevê que o Grupo Insparya invista cerca de 20 milhões na abertura de novas unidades.

A investigação e formação contínua são os pilares estratégicos que permitem à Insparya posicionar-se como uma referência a nível europeu na inovação dentro do setor.  No centro de investigação: Insparya Science and Clinical Institute, dirigido pelo Dr. Carlos Portinha, é feito um uso pioneiro da tecnologia, sendo a única empresa que trabalha nas diferentes áreas da investigação biológica, tecnológica e robótica para oferecer os melhores resultados e os tratamentos mais completos e eficazes.

Acerca da abertura em Viseu, Cristiano Ronaldo comentou que “queremos que Insparya esteja cada vez mais próxima das pessoas, dentro e fora de Portugal e, por isso, a inauguração de uma nova clínica em Viseu, no meu país, deixa-me ainda mais orgulhoso!”.

Paulo Ramos, CEO e fundador do Grupo Insparya, também referiu: “a abertura de uma clínica Insparya em Viseu fazia parte do nosso plano de expansão e considerámos que agora era a altura certa para o fazer. Temos vários pacientes nesta região, que nos procuram para melhorar a sua imagem e, com esta abertura, ficamos ainda mais próximos para lhes prestar o melhor serviço do mundo no que diz respeito a transplantes e tratamentos capilares. Esta unidade estará, naturalmente, equipada com a mais recente tecnologia desenvolvida por nós, representando mais um passo no nosso projeto de expansão.”

Os “OMA – Os Melhores Anos” regressa este sábado

Aquela que é considerada como “a melhor festa social do
Centro do País” está de regresso este sábado, 24 de setembro, após dois anos de interregno motivado pela pandemia da Covid-19.
“Os Melhores Anos-OMA”, que em 2022 assinalam a sua 24.ª edição, prometem muita animação com um desfile de artistas consagrados, que vão preencher uma noite glamorosa e plena de charme.
Os cerca de mil participantes, entre os quais dezenas de figuras públicas, vão aplaudir as atuações, ao vivo, de Miguel Araújo, Cuca Roseta e André Sarbib Quartet.
Os “OMA”, que se realizam desde 1993, no Salão de Festas Expocenter, em Viseu, são uma organização do Grupo Visabeira, com a colaboração da Câmara Municipal de Viseu, e na edição deste ano também têm em cartaz a Orquestra Smooth; Abbamia, um tributo aos ABBA;
Aaron Gabriel, Latenightcalls e os Cavaquinhos de Silgueiros, um grupo de música tradicional, originário do concelho de Viseu. Pela madrugada dentro, a animação contará com o Dj Kazé.
A festa, que tem início pelas 19h30, é célebre não só pela qualidade do cartaz musical, mas,
também, pela oferta gastronómica que, em permanência, acompanha cada minuto da noite.
Sob a responsabilidade do restaurante Forno da Mimi, a ementa exclusiva para a festa, é um
autêntico desfile do que de melhor existe na gastronomia regional e que não deixa ninguém
indiferente.
Os “OMA – Os Melhores Anos” afirmam-se, ano após ano, como uma festa que “ninguém quer perder”. Não admira, pois, que no Expocenter se cruzem nomes da política, da economia, da
cultura, do desporto, do entretenimento e da televisão, além de muitos outros setores da sociedade portuguesa, num autêntico convívio de várias gerações.

Este ano sob o lema “ Um reencontro cheio de charme”, a noite promete ser longa, marcando com elegância e glamour o início do outono.
Fiel ao espírito com que surgiu em 25 de setembro de 1993, a edição deste ano dos OMA
ficará registada na longa história deste evento único, que ao longo dos anos tem colocado em
palco nomes incontornáveis da música portuguesa, entre os quais os Sheiks, José Cid, Paulo de
Carvalho, TÁXI, GNR, Carlos Mendes, Pedro Abrunhosa, Rui Veloso, Paulo Gonzo, Expensive
Soul, Os Azeitonas, Jorge Palma, António Zambujo, Herman José e Luís de Matos e figuras da
moda como Gio Rodrigues, Luis Buchinho, Maria Gambina, Fátima Lopes, Carlos Gil e Micaela
Oliveira.
Com este percurso ao longo do tempo, a festa “Os Melhores Anos” assume já o estatuto de
um acontecimento social incontornável e obrigatório no calendário anual de eventos
nacionais, oferecendo uma atmosfera única.

Taça da Liga -Tondela e Ac. Viseu no mesmo grupo e SC Covilhã conheceram adversários

Teve lugar ao final da manhã desta sexta-feira, o sorteio da fase de grupos da Taça da Liga, composta por 8 grupos que vai decorrer durante o período do Mundial no Catar.

Assim Tondela e Ac Viseu estão inserido no mesmo grupo e a Covilhã num grupo também forte mas todos sem os grandes que poderiam dar mais receita.

Grupo A: FC Porto, Vizela, Desp. Chaves e Mafra

Grupo B: Sporting, Marítimo, Rio Ave e Farense

Grupo C: Benfica, Moreirense, Penafiel e Estrela da Amadora Ler Mais »

Taça de Portugal feminina- Seia FC joga fora , FL Santos e Viseu 2001 isentos

Decorreu na Cidade do Futebol  nesta quarta-feira o sorteio da pré-eliminatória da Taça de Portugal feminina.

Assim o Seia FC vai a Souselas e as restantes da região ficaram isentas.

Eis os resultados:

Isentos:
1. GD Os Vidreiros
2. Real Sport Clube
3. Sport Comércio e Salgueiros
4. AAD Fazendense
5. Nespereira FC
6. GD Sobreirense
7. GDR Sardoal (Os Lagartos)
8. FC Cortegaça
9. SC Frielas
10. D Leça do Balio
11. FC Cesarense
12. SC Freamude
13. CD Maximinense
14. CF Oliveira do Douro
15. Ourique DC
16. FC Tirsense
17. C Atlético Cultural
18. A Académica Coimbra SF
19. AD Juventude Mouquim
20. Destreza e Aventura ND
21. SC Senhora da Hora
22. GD Águias Camarate
23.Viseu 2001 ADSC
24. GDC A-Dos-Francos
25. ID Vieirense
26. C Olímpico Montijo
27. FC Ferreiras
28. GD Alfarim
29. Brito SC
30. GD Ilha
31. NEGE
32. Fundação D Laura Santos MS
33. CJ Salezianos Arouca
34. Juventude Sport Clube
35. Vitória FC
36. ADRC Vasco da Gama
37. S Marítimo Murtuense
38. AJE Hernâni Gonçaves
39. Padroense FC
40. FC Pedroso

 

Série A:

Lusitânia FC Lourosa – GCD Águias Negras Tabuadelo
Boavista FC –  Bragalona FCA
Moreirense FC – UD Polvoreira
ADC Correlha – AD Marco 09
UD Torrados – USC Paredes
AD Paredes – ADR Pasteleira
SC Rio Tinto – ACRD Arsenal Crespos

Série B:

AS Souselas – Seia FC
A Amavita Foot – CD Feirense
ACD Caseirinhos – AC Cucujães
AD Estação – Almada AC
UD Ponte Frielas – AR Meirinhas
AD Pastéis da Bola – AC Malveira
Juvefroce ADC Ponte de Vagos – FC Alverca

Medidas de apoio extraordinárias para as autarquias foram defendidas no Encontro Nacional de Autarcas

A presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) defendeu medidas de apoio extraordinárias para as autarquias, de forma que o impacto da inflação e dos aumentos do custo da energia não desequilibrem as contas municipais.
Na sessão de abertura do Encontro Nacional de Autarcas, em Viseu, Luísa Salgueiro disse que os impactos provocados nas contas pelo aumento da inflação e dos custos da energia, “são de tal ordem que exigem e recomendam que o Governo também adote medidas extraordinárias para os municípios”.
A autarca de Matosinhos afirmou que no Orçamento do Estado para 2023 o Governo “terá de ir mais longe para garantir que as autarquias locais têm condição para cumprir as suas competências – as antigas, as tradicionais e as novas – mas mantendo as contas em ordem”.
“É importante, e diremos ao Governo, o papel de defesa das pessoas, que colocou em primeiro lugar é decisivo, e das empresas, mas que também está na hora de tratar dos municípios”, sublinhou a presidente da ANMP, enfatizando as dificuldades que os municípios têm sentido para acudir a todas as situações.
Luísa Salgueiro evocou ainda as novas condições para os municípios que resultam do novo regime das revisões extraordinárias de preços “e que o impacto da inflação no preço das matérias-primas não era acomodável pelas empresas.
“Foi publicada legislação especial para que possamos proceder às revisões extraordinárias de preços, mas quem tem de pagar são os municípios e o que acontece é que esse impacto não é, muitas vezes, acomodável, e mais uma vez o país não responde de forma homogénea, em que municípios mais pequenos têm enorme dificuldade em garantir o equilíbrio dos seus orçamentos”, alertou.
A presidente da ANMP salientou que os autarcas não abdicam de “reivindicar todas as condições” para que, agora acautelada a situação das empresas, também seja garantido que “os municípios não verão a sua situação desequilibrada por força de mais este regime extraordinário”.
Relativamente ao processo de descentralização em curso, que será alvo de um painel durante a tarde, para ponto de situação e debate, Luísa Salgueiro disse que a ANMP está a avançar para que “não haja retrocessos e que os municípios não sejam penalizados nas suas contas nesta etapa”.
“Nesta fase, o foco que temos é garantir que as contas fiquem equilibradas e que o acordo que fizemos no final de junho e que agora terá repercussão no Orçamento do Estado e nos nossos orçamentos municipais, é profundamente diferente das regras que estava anteriormente e garantem que, nos variados setores, esse equilíbrio seja garantido”, referiu.
Salientando que o processo não está concluído e existem “muitos problemas por resolver”, a dirigente adiantou que, neste mês e em outubro, será o período dedicada para fechar novo acordo na área social.
Fonte:LUSA

Bernardo Sousa e Inês Veiga vencem a “Prova Extra” do Constálica Rallye Vouzela e Viseu

O 9º CONSTÁLICA RALLYE VOUZELA E VISEU terminou com um estrondoso sucesso organizativo a confirmar a “aposta” da parceria entre os Municípios, de Vouzela e, em estreia nesta edição, o Município de Viseu.
Quer no aspeto desportivo como em toda a envolvência junto dos concorrentes, entidades, patrocinadores e, os muitos voluntários, o saldo não só é positivo pois foram muitos os milhares de espetadores ao longo dos dois dias de prova, como contou também com o sucesso de todas as ações sociais organizadas.
Dos participantes a “organização” recebeu os maiores elogios, comprometendo-se desde já esta, a uma 10ª edição ainda melhor em 2023.

Desportivamente o Constálica Rallye Vouzela e Viseu fica assinalado por, em mais um ano e mercê da qualidade dos troços já tradicionais de Vouzela a que este ano e, em estreia, se juntam os dois troços de Viseu. Mas também e principalmente pela Lista de Inscritos de Equipas oriundas de todo o Portugal, ter proporcionado constantes trocas de posições, principalmente na Classificação Geral ao longo das nove Classificativas disputadas e, na Classificação Final.

PROVA EXTRA
Bernardo Sousa e Inês Veiga vencem a “Prova Extra” da 9ª edição do Constálica Rallye Vouzela e Viseu no Citroen C3 R5 (Rallye2) da Sports & You. O piloto ex-Campeão e que conta já com uma carreira internacional revestida de bons resultados marcou presença na prova, para desde logo melhor se preparar para os próximos ralis do Campeonato de Ralis e, preparar a próxima época em 2023. Inegavelmente Bernardo de Sousa tem agora, mas sempre o desenvolveu uma imagem mediática, mas que a vitória no Big Brother dos Famosos, ajudou e, tem permitido atrair mais atenções para os Ralis em Portugal com novos públicos a acompanhar as provas. Ler Mais »

Concurso “Miss Viseu 2022” no Palácio do Gelo Shopping em Viseu

O Palácio do Gelo Shopping, em Viseu, vai ser palco de grandes momentos de beleza e glamour, com a realização do concurso “Miss Viseu 2022”, na noite de sábado, 24 de setembro, a partir das 21 horas.

Como grande novidade surge a eleição da “Miss Palácio do Gelo Shopping”, que se junta a três outras novas categorias a concurso: “Miss Bikini Viseu”, “Miss Talento Viseu” e “Miss Traje Criativo Viseu”.

Em disputa estarão, ainda, as categorias para “Miss Viseu”, “Miss Teen Viseu” e “Mrs. Viseu”, bem como as faixas “Miss Viseu Popular”, “Miss Viseu Simpatia “e a “Miss Viseu Fotogenia”, além de várias primeiras e segundas damas.

As 35 candidatas aos títulos são oriundas de todo o distrito de Viseu e irão desfilar com três indumentárias diferentes. Antes mesmo de estarem sob olhar atento do júri, as jovens irão abrir o programa com um momento de dança.

O evento organizado pelo Grupo Peixoto, com o patrocínio oficial do Palácio do Gelo Shopping, decorrerá no piso 0, com entrada livre.

Animação com saxofonista e performance de luz, som e vídeo

A animação da noite conta com a participação do maestro Saxofonista Tiago Correia, do Grupo Restart e ainda de um momento único protagonizado por Ricardo Queirós (SpiderDrums).

Tiago Correia é licenciado em música (instrumento saxofone), desenvolvendo intensa atividade na direção musical, nomeadamente em bandas filarmónicas da região. No seu vasto currículo, o instrumentista, que deu os primeiros passos numa banda de Braga, promoveu, em 2014, a criação da Orquestra de Sopros Portuguesa, ocupando o cargo de maestro titular. No percurso musical há a destacar, ainda, a direção da Banda de Música de Pontevedra, a orquestra do musical “Les Miserables” (estreia nacional), a Banda Sinfónica da PSP (Polícia de Segurança Pública) e a European Union Youth Wind Orchestra (EUYWO).

Tiago Correia é, atualmente, diretor da Academia de Música de Fornos de Algodres, professor de saxofone e classe de conjunto no Conservatório Regional de Música de Viseu, maestro titular da Orquestra POEMa (Mangualde) e da Banda Filarmónica Ovarense, Ovar. É responsável pelo projeto Academia Europeia de Direção de Banda. É artista Buffet-Crampon.

A eleição da “Miss Viseu 2022” contará, também, com momentos musicais inéditos, sob os comandos de Ricardo Queirós que protagonizará animação com uma máquina desenvolvida para controlar som, luz e vídeo, apenas com o toque de baquetas. Daí a designação “SpiderDrums”. O objetivo deste projeto é acrescentar efeitos visuais a um simples Dj, transformando-o num Visual DJ onde todo o SET é tocado ao vivo.

Direção do Palácio convida para o evento

Este é um programa oferecido pelo Palácio do Gelo Shopping aos seus clientes, que nas palavras da diretora do espaço “vem na sequência de toda a animação eclética que promovemos ou patrocinamos, como é o caso da Miss Viseu, para proporcionar agradáveis momentos de animação para fruição dos nossos milhares de clientes e visitantes. Se bem que a função primordial de um centro comercial como o nosso é o comércio de produtos e serviços, está subjacente à nossa filosofia, a oferta de eventos diversificados ao longo do ano. É para nós uma enorme satisfação estarmos associados ao Grupo Peixoto, promotor da iniciativa, uma vez que este tipo de eventos desperta sempre muito interesse junto da população. Ficam, desde já, todos convidados para mais uma grande noite no Palácio do Gelo Shopping”, sublinha Cristina Lopes.

Exposição “Diálogos” patente na Guarda

A  exposição “Diálogos” que reagrupa um conjunto de 60 obras provenientes de 4 dioceses: Aveiro, Guarda, Lamego e Viseu, foi inaugurada na Cidade mais Alta, na ExpoEcclesia.
Um território que vai da serra da Estrela ao Oceano Atlântico, do Douro ao Dão, com diversidade de matérias primas e tradições e devoções religiosas.
Tem sido um percurso marcado pela sinodalidade entre as 4 dioceses envolvidas neste projeto com dinâmicas criativas diversificadas nos locais por onde tem passado.
Trata-se de pôr as pessoas em diálogo com Deus, com as peças e com outras pessoas. Por isso os diálogos são infinitos.
Importa que a arte religiosa não perca esta capacidade de provocar emoções, reações e diálogos.
Pode ser visitada até dia 30 de novembro, na ExpoEcclesia, na Guarda.
Por: Pe. João Morgado – Diocese Lamego

Alunos do Instituto Politécnico de Viseu (IPV) conquistam o segundo prémio no Concurso Nacional Poliempreende 2022

Dois alunos do Mestrado em Engenharia Informática-Sistemas de Informação, da
Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu (ESTGV), Luciano Correia e Manuel Lopes, vencedores do Concurso Regional do Poliempreende IPV 2022, representaram o Instituto Politécnico de Viseu (IPV), com o projeto “Work@Safe”, na semana nacional do empreendedorismo, realizada de 12 a 15 de setembro de 2022, no Instituto Politécnico de Beja, tendo conquistado o segundo prémio da 18ª edição do Concurso Nacional Poliempreende 2022.
O Concurso Poliempreende é uma iniciativa conjunta da rede Poliempreende dos
Institutos Politécnicos e de outras Escolas não integradas de Ensino Superior
Politécnico (IPs), que visa promover competências empreendedoras e a capacidade de
inovação dos jovens estudantes, diplomados e docentes do ensino superior
politécnico.
Para o mestrando Luciano Correia estar na semana nacional do Poliempreende foi uma
“fantástica experiência proporcionada neste evento a todos alunos que nele participaram! Tivemos a honra de estar presentes e também, de vermos premiado o nosso projeto WORK@SAFE no meio de tantos projetos inovadores! Representar o nosso IP Viseu, neste evento nacional, é algo que nos deixa muito orgulhosos mas também muito agradecidos. Sem o conhecimento aqui adquirido e suporte dos nossos professores, seria muito difícil vir a Beja neste Poliempreende 2022. Parabéns aos organizadores, ao IP Beja, e sobretudo à ESTGV. O mestrando Manuel Lopes referiu que “após estes quatro dias de partilha de
conhecimento, experiências e networking com todos os participantes do evento, não poderíamos estar mais satisfeitos por ter feito parte desta edição do Poliempreende
2022. Foi uma oportunidade, para discutir, melhorar e apresentar o nosso projeto Real-
Time Monitoring Safety System que tem como missão melhorar as condições de
segurança no trabalho. Ficamos muito contentes pelo desfecho ter sido o 2º lugar, o
que revela que o projeto tem potencial e está bem encaminhado.
Uma palavra de agradecimento à organização do evento, ao IP Beja e sobretudo ao
IPV.”