Início » Vouzela

Vouzela

AF Viseu- Divisão de Honra- Resultados da ronda 26

Nova ronda da Divisão de Honra Hortirelva da AF Viseu com muitos golos

AD Castro Daire – Nespereira FC -2-0
GD Resende -GD Oliveira de Frades -4-2
Lusitano Vildemoinhos – Canas Senhorim -1-2
SC Lamego – CD Cinfães -1-4
Sátão – Ferreira de Aves -0-1
Vale de Açores – UD Sampedrense -1-1
Vouzelenses – Moimenta da Beira -3-2
Nelas – GD Mangualde -0-1
Paivense -Penalva do Castelo-0-2

Lidera: Cinfães-65 pts, 2ºOl.Frades-55 pts; 3ºsGD Mangualde e Resende 54 pts; 5ºPenalva Castelo-50 pts

Taça das Regiões- AF Viseu com prestação de qualidade

Chegou ao fim a prestação da AF Viseu na Taça das Regiões, que em jeito de balanço foi de qualidade, uma vez que falhou a presença na final por muito pouco.

Assim recordando, a fase regular onde venceu o grupo diante da AF Guarda, AF Aveiro e AF Porto, com 100% vitorioso e nesta fase final, empatou diante da poderosa AF Lisboa e venceu a AF Madeira por 1-0. Assim saiu da competição sem derrotas, onde defrontou seleções poderosas.

Isto revela, a Qualidade do futebol da AF Viseu, onde aqui também se realça o trabalho do executivo desta Associação e claro de todos os clubes. Sinal de trabalho e que no Interior do País também de trabalha com qualidade e os jovens também podem sonhar com os grandes palcos.

Em suma, a AF Viseu tem evoluído favoravelmente ao longo destes anos.

Foto:AF Viseu

AF Viseu ultrapassa a barreira das 8000 inscrições e atinge novo recorde

A Associação de Futebol de Viseu conta com 8046 praticantes, o que representa um crescimento de 12,45% em relação ao período homólogo da época 22/23, que registava 7139 atletas.

São mais 397 atletas inscritos do que no final da época 22/23, que registou 7631 praticantes federados, o que reflete um aumento de 5.2% face ao final da época anterior.

No sector feminino o crescimento atingiu os 41 por cento relativamente ao período homólogo da época anterior. Atualmente estão inscritas 639 jogadoras federadas, o que significa mais 20% em relação ao valor total da época 22/23.

Sem o contributo e o esforço constante dos  91 clubes filiados e respetivos municípios, que dinamizam e apoiam diariamente a prática desportiva, não era possível atingir este patamar tão elevado na realidade no futebol, futsal e futebol de praia do distrito de Viseu.

José Carlos Lopes, Presidente da Associação de Futebol de Viseu, enalteceu “o esforço imprescindível dos clubes filiados e a sua presença na comunidade local, que permite dinamizar a prática desportiva e promover as iniciativas criadas pela Associação de Futebol de Viseu, assim como formar futuros atletas, homens e mulheres que representam e vão continuar a representar tão dignamente, o distrito de Viseu em diversas competições nacionais e internacionais.

Estes valores recorde atingidos refletem também o trabalho notável de todos os funcionários e colaboradores da Associação de Futebol de Viseu, que constantemente procuram implementar novas dinâmicas em projetos e medidas que possam potenciar o crescimento dos clubes, criando a sinergia de cooperação e interligação entre todos, o que têm contribuído para que estes números possam orgulhar os diversos intervenientes.

Projetos como “Há Bola na Escola”, o Walking Football, os Encontros de Traquinas e Petizes ou a aposta, cada vez mais forte, no desporto feminino, têm sido também um grande contributo na angariação de novos atletas e no crescimento sustentado do futsal e futebol distrital.

A AF Viseu agradeceu a todos os clubes, respetivos agentes desportivos e atletas, assim como aos municípios e parceiros institucionais dos clubes, pois são eles os grandes impulsionadores deste crescimento.

CIM Viseu Dão Lafões recebe financiamento europeu para três projetos inovadores

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões viu ser aprovado o financiamento da União Europeia para três projetos que apresentou, ao abrigo do Programa Interreg Sudoe, que apoia o desenvolvimento regional no sudoeste da Europa.

Do total de 71 projetos que avançaram para a segunda fase de candidaturas, o Comité de Acompanhamento do programa selecionou 34, incluindo dois projetos que têm a CIM Viseu Dão Lafões como entidade beneficiária: o AgroTour Sudoe e o An-Gel. Um terceiro projeto, denominado Sudoe Aquapred, conta com a CIM como parceira.

Os dois projetos em que a CIM é entidade beneficiária têm como objetivo comum melhorar as condições de vida nas comunidades rurais.

O projeto AgroTour Sudoe parte do princípio de que a aposta no agroturismo é uma boa oportunidade para os produtores agrícolas e pecuários das regiões abrangidas diversificarem as suas fontes de rendimento, permitindo também a valorização dos produtos junto dos consumidores, a atração de jovens talentos para o setor e a dinamização das economias locais nas zonas rurais.

Em concreto, o AgroTour Sudoe vai desenvolver experiências-piloto inovadoras nos territórios, ao nível do agroturismo, que aproximem a sociedade urbana e rural.

Já o projeto An-Gel Sudoe tem como foco o aviso e controlo do risco de geadas de primavera na agricultura e arboricultura. Estas geadas têm efeitos muito negativos na agricultura, com perdas até 100% em algumas árvores de fruto e vinhas, e a maioria das produções agrícolas não tem formas de prevenir e combater o risco.

O projeto prevê desenvolver e testar soluções inovadoras para a prevenção e adaptação ao risco de geadas, bem como um sistema de alerta precoce para os produtores. As soluções testadas serão identificadas através de um processo participativo com produtores locais.

Espera-se que os resultados das soluções testadas ajudem os agricultores a adaptarem-se ao risco de geadas, aumentando a resiliência das produções. No território de Viseu Dão Lafões, as culturas preferenciais para o projeto são a maçã e a vinha, por serem as mais vulneráveis às geadas.

Para Nuno Martinho, Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, “a aprovação do financiamento destes projetos, entre muitas candidaturas europeias que não foram validadas, comprova que a Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões está na linha da frente da inovação e da sustentabilidade, também a nível internacional. São projetos muito importantes, uma vez que apostam na inovação e estabelecem colaborações estreitas entre regiões muito diversas do sudoeste da Europa. Além disso, o seu impacto direto nas áreas agroalimentar e turística fortalece dois pilares económicos essenciais para a nossa região”.

O Interreg Sudoe, financiado pela União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), é um programa que apoia o desenvolvimento regional no sudoeste da Europa. Com vigência até 2027, o programa financia projetos transnacionais que envolvam regiões de diferentes países. Os projetos aprovados, provenientes de consórcios públicos e privados, abrangem as regiões continentais de Portugal, as comunidades autónomas espanholas (exceto as Canárias), o sudoeste de França, o Principado de Andorra e Gibraltar.

Os projetos, alinhados com cinco eixos prioritários – Investigação e Inovação, Competitividade das PME, Economia de Baixo Teor de Carbono, Luta contra a Alteração Climática e Meio Ambiente, e Eficiência de Recursos – refletem o compromisso do programa com o crescimento sustentável e a inovação nas regiões abrangidas.

Tabela–Troféu Artilheiros D´ Ouro 23/24 — Divisão Honra- AF Viseu–7ªjornada

Aqui fica a tabela do Troféu Artilheiros D´ Ouro 23/24 , da Divisão Honra- AF Viseu, após a 7ªjornada:

1º Marcel (Castro Daire), Amani Anomou (Ol.Frades) , Okolie (SC Penalva do Castelo), Rui Felisberto (Ol.Frades), Luís Barry (Lusitano FC) Ruben Pereira (Cinfães), Márcio Ribeiro (Sampedrense) ————–5 golos
8ºs Luís Almeida (SC Penalva Castelo), Eduardo Lopes e José Andrade (Nespereira)— 4 golos
12ºsMarcos Pinto (Cinfães), H.Rodrigues (Ol.Frades) , Rafael Silveira(Nelas), H.Almeida (F.Aves), Marcos Junior (Lusitano FC), Gonçalo Gomes (Mangualde)——————3 golos

Tabela–Troféu Artilheiros D´ Ouro 23/24 — Divisão Honra- AF Viseu- 5ªronda

Tabela–Troféu Artilheiros D´ Ouro 23/24 — Divisão Honra- AF Viseu–5ªjornada

1º Marcel (Castro Daire) ——————————–5 golos

2ºs Rui Felisberto (Ol.Frades)  Okolie e Luís Almeida (SC Penalva Castelo) —————— 4 golos

5ºsMarcos Pinto (Cinfães), Amani Anomou (Ol.Frades) ,Márcio Ribeiro (Sampedrense),  Marcos Junior (Lusitano FC) ————————————————————————————————-3 golos

Troféu Artilheiros D´ Ouro 2023/24—AF Guarda/AF Viseu- Tabelas

Esta temporada vamos  voltar a presentear os melhores marcadores do Distrital da 1ª e 2ª divisão da AF Guarda e Divisão de Honra da AF Viseu,  sabemos que é um prémio de mérito para todos aqueles que domingo a domingo, vão fazendo golos por esses Estádios fora.

Prémio esse que vai ser entregue no final da temporada, em data e local depois a designar, mas para já vamos sempre aqui deixar a tabela atualizada dos artilheiros de ouro .

Agora este ano uma novidade, vamos premiar as melhores defesas e os melhores ataques destes campeonatos, desejamos a todos uma excelente temporada.

Agora também apelamos aos clubes que para ser mais fácil esta tarefa que nos podem também enviar os marcadores dos vossos jogos, podem enviar por SMS para 934104923 ou pelo facebook deixar mensagem através do messenger do nosso Magazine Serrano. Todos juntos tudo se torna mais fácil e também homenagear aqueles que fazem vibrar os adeptos com os seus golos.

Tabela–Troféu Artilheiros D´ Ouro 23/24 — 1ºdivisão–AF Guarda-3ªjornada

1º Dalton (Os Vilanovenses)——4 golos

2ºs Ricardo Possidónio(AD Fornos), Zezito (V.Cortez), João Cabral (Celoricense) e João Pedro (Os Vilanovenses)—-3 golos

6ºs Rui Domingues (Foz Côa), André Jesus (V.Cortez), Jovane Camará (Guarda FC), Pedro Almeida (Aguiar da Beira), Paulo Cardoso (S.Romão), Liberata (Trancoso), Bruno Morgado (SC Mêda) e mais 8 atletas——-2 golos

Tabela–Troféu Artilheiros D´ Ouro 23/24 — Divisão Honra- AF Viseu

1ºOkolie (Penalva Castelo) e Marcel (Castro Daire) com 4 golos———————————————–

3ºsMarcos Pinto (Cinfães), Amani Anomou (Ol.Frades) com 3 golos

 

AF Viseu- Resultados da Divisão de Honra – ronda 1

Teve lugar , nesta tarde de chuva, o arranque do Distrital da Divisão de Honra da AF Viseu, com os golos a surgirem, com destaque para o Cinfães que fez 6 e o Castro Daire marcou 5. Tudo aponta que vai ser um campeonato muito equilibrado e com algumas surpresas jogo a jogo.

Jornada 1

Ferreira Aves-GD Mangualde-1-1
Oliveira Frades- Penalva Castelo-2-1
Lusitano Fc Vildemoinhos- Paivense-1-0
Sc Lamego-SL Nelas-1-2
Castro Daire- Os Vouzelenses-5-1
Canas Senhorim- Sátão-1-0
Gd Resende-Sc Vale Açores-2-1
Nespereira Fc-Sampedrense-1-1
Moimenta Beira-Cinfães-0-6

AF Viseu- Divisão de Honra arranca este domingo

Vai ter inicio mais um Campeonato da Divisão de Honra /Hortirelva com diversos jogos interessante, num domingo que será chuvoso.

Assim teremos muitos jogos interessantes, onde o Mangualde vai ter uma deslocação difícil ao Ferreira de Aves, depois Ol.Frades e Penalva medem forças num grande duelo desta ronda. Nos Trambelos , os locais recebem o Paivense e em casa emprestada, o Lamego recebe o Nelas.

Depois alguma expetativa para ver como regressa o Castro Daire depois da descida, perante os Vouzelenses sempre bem organizados. O Canas de Senhorim a receber o muito reforçado Satão, por sua vez , o Resende vai receber o promovido Vale Açores , depois o Nespereira a receber o remodelado Sampedrense e por fim, um duelo interessante entre Moimenta da Beira e Cinfães.

Jornada 1

Ferreira Aves-GD Mangualde
Oliveira Frades- Penalva Castelo
Lusitano Fc Vildemoinhos- Paivense
Sc Lamego-SL Nelas
Castro Daire- Os Vouzelenses
Canas Senhorim- Sátão
Gd Resende-Sc Vale Açores
Nespereira Fc-Sampedrense
Moimenta Beira-Cinfães

Rallye Constálica Vouzela e Viseu regressa a 2 e 3 de setembro

Prova organizada pelo Gondomar Automóvel Sport e promovida pela Promolafões, vai manter os índices de espetacularidade dos anos anteriores, passando pelo centro histórico de Viseu e conservar a super-especial de Vouzela, um marco de culto e qualidade.

Nos dias 2 e 3 do próximo mês de setembro, o Rallye Constálica Vouzela e Viseu está de regresso às estradas da região Interior Centro do país, percorrendo municípios empolgados pelo sucesso das edições anteriores ao longo de quatro classificativas a desenvolver por duas vezes e a já tradicional super-especial de Vouzela.

O regresso da competição à capital de distrito traduz na perfeição o êxito a que esteve exposta o ano passado e, como em equipa que ganha não se mexe, a estrutura organizativa mantém o figurino e apresentado no coração de Vouzela, que volta a ser a sede da prova pontuável para o Campeonato de Portugal GT de Ralis, Campeonato Promo Ralis, FPAK Júnior Team, Campeonato Start Centro Ralis e Campeonato Promo Centro Ralis.

A cerimónia de apresentação da 10.ª edição do Rallye Constálica Vouzela e Viseu, inserida nas Festas do Castelo, em Vouzela, reuniu um conjunto de personalidades que testemunharam a grandeza da prova no contexto desportivo, assim como a componente ambiental. Trata-se de um compromisso coletivo de responsabilidade e boas práticas que move os dois municípios que “transportam” uma prova admirável por equipas e público em geral.

No campo meramente desportivo, a prova desenrola-se no sábado, dia 2 de setembro, com a primeira etapa e três secções: Vouzela/Castelo (7,10 km – 17h08 e 18h54), Pernoita (8,60 km – 17h31 e 19h17) e super-especial de Vouzela (3,40 km – 21h20 e 21h39), com o parque de partida e chegada junto à Câmara Municipal de Viseu.

Já no domingo, dia 3, a segunda etapa leva os participantes a percorrer as classificativas de Povolide (7,10 km – 10h51 e 14h07) e Aeródromo (11,00 km – 11h32 e 14h48), com o parque de partida junto à Camara Municipal de Viseu e entrada em parque fechado e pódio final na Feira de S. Mateus.

Durante a sessão de apresentação foi destacado o papel que o Rallye Constálica Vouzela e Viseu representa na promoção da região, ficando bem patente o fator de dinamização na economia regional, com particular destaque para a gastronomia e turismo, que antes e durante a prova recebem muitos visitantes. Rui Ladeira, presidente do Município de Vouzela, destacou «o envolvimento das autarquias na preparação da prova com o promotor Promolafões, com o clube organizador, Gondomar Automóvel Sport, parceiros e forças de segurança, como é caso da GNR para assegurar a segurança, bem como os Bombeiros de Viseu e de Vouzela». «Este é um evento de referência que cumpre a sustentabilidade, até porque somos o primeiro concelho com grande brio de receber o selo da sustentabilidade do turismo da biosfera, uma marca da eficiência, dos recursos e da descarbonização», sustentou o edil de Vouzela.
«O Rallye Constálica Vouzela e Viseu é hoje uma prova com maturidade, qualidade e reconhecimento na nossa região, só possível graças ao envolvimento de muitas entidades e de muitas boas vontades e, sobretudo, de muita abnegação e competência. Importa dizer que o Sérgio (Matos), da Constálica, foi um dos grandes motores para que começasse este evento. Além de patrocinar e incentivar através do desporto automóvel, podemos gerar economia e criar redes de relacionamentos, mas também de afeto com esta atividade desportiva, porque a nossa região é muito rica e enraizada, numa demonstração com o Rali de Portugal», sublinhou Rui Ladeira.