Templates by BIGtheme NET
Início » Celorico da Beira » Comunidade das Beiras e Serra da Estrela terá presidência rotativa

Comunidade das Beiras e Serra da Estrela terá presidência rotativa

A decisão foi tomada por unanimidade, esta segunda-feira, pelos 15 presidentes de câmara que compõem o conselho intermunicipal.

A
Comunidade Intermunicipal da Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) vai ter
presidência rotativa, decidiram por unanimidade, esta segunda-feira, os
15 presidentes de câmara que compõem o conselho intermunicipal. O
primeiro a ocupar o cargo será o presidente da Câmara Municipal da
Covilhã, Vítor Pereira, que, em janeiro de 2016, cederá o lugar a Paulo
Fernandes, presidente da Câmara Municipal do Fundão. Para os cargos de
vice-presidência também foi aplicado o critério da rotatividade, com os
presidentes das câmaras de Seia e do Sabugal
a desempenharem essa função
durante o primeiro período e os presidentes de Gouveia e Celorico da
Beira durante o segundo período. O conselho intermunicipal decidiu ainda
que a sede não será partilhada, ficando na Guarda durante todo o
mandato, e deliberou que, dos três possíveis, a CIMBSE terá apenas dois
secretários executivos. Uma solução “de equilíbrio” e de “amplo
consenso”, classificaram os presidentes dos municípios da Covilhã e
Guarda que, no final da reunião dos autarcas, leram uma declaração e
responderam às perguntas dos jornalistas. “Quisemos criar equilíbrios
regionais e contemplar todas as sensibilidades no sentido de levarmos a
bom porto este barco, esperando que os ventos que sopram sejam
favoráveis a bem da coesão territorial da nossa comunidade, bem como da
coesão social, económica e da sustentabilidade e dos projetos que se
avizinham”, referiu Vítor Pereira, que será o primeiro presidente da
CIMBSE. O presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro,
revelou ainda que “estiveram várias hipóteses sobre a mesa”, mas recusou
a ideia de que a opção da rotatividade enfraqueça a comunidade ou tão
pouco a região. “Não creio que esta solução enfraqueça seja a Covilhã,
seja o Fundão ou quem quer que seja”, apontou Álvaro Amaro, que, durante
a campanha para as autárquicas, tinha assumido “todo o empenho” para
que a sede ficasse na Guarda. A próxima reunião do conselho
intermunicipal ficou marcada para dia 23 e já se realiza na Guarda.
Segundo Álvaro Amaro, será nessa data que serão escolhidos os dois
secretários executivos.
fonte:Lusa

Publicidade...



 

Enviar Comentário