Templates by BIGtheme NET
Início » Cultura » Conversa com Dulce Brandão, pintora fornense

Conversa com Dulce Brandão, pintora fornense

15036531_1199888843428032_42539044855346576_nFomos conversar com uma pintora fornense Dulce Brandão, que muito cedo ganhou o gosto pela pintura e vai fazendo algumas obras, ao longo da sua vida.

Como surgiu o gosto pela pintura?

O gosto pela pintura já nasceu comigo como um dom, porque não tive formação para tal, apenas visualizo e transmito para o papel ou tela.

 Há quanto tempo já vai praticando esta arte?

Desde a idade escolar tinha educação visual e fui ganhando o gosto ao longo dos anos.

 Que tipo de quadros gosta mais de pintar?

Gosto de pintar sem pincéis, pinto com os dedos, o meu forte são paisagens que transmitam às pessoas luz, paz e serenidade.

Pinto um pouco de tudo, retratos de pessoas e figuras celestiais, não gosto do abstrato.

 Qual o ambiente favorito para poder pintar?

Gosto de pintar num ambiente calmo e com música de preferência durante a n14264883_1111389428944641_8265451910616877605_noite.

 Tem feito algumas exposições das suas obras?

Já fiz uma exposição na Biblioteca Municipal de Fornos de Algodres e vou tentar também noutras localidades.

 Qual o quadro que está a elaborar neste momento?

Neste momento estou a pintar um pôr-do-sol.

Por:António Pacheco

Publicidade...



 

Enviar Comentário