Templates by BIGtheme NET
Início » Cultura » Conversa sobre a Feira do Queijo, com Manuel Fonseca (Pres. CMFA)

Conversa sobre a Feira do Queijo, com Manuel Fonseca (Pres. CMFA)

13508911_994238114023672_3288713973112323144_nA poucos dias da Feira do Queijo em Fornos de Algodres, fomos conversar com o Presidente do Município, Manuel Fonseca.

Magazine serrano—A Feira do Queijo está a chegar,  um grande evento para a localidade, que  irá atrair muitos visitantes?

Manuel Fonseca– Sim, foi uma aposta ganha por este Município, em organizar uma feira em Fornos, contrapondo o que anteriormente era feito, uma feira em três Municípios de forma alternada (Seia, Gouveia e Fornos de Algodres).

Nós entendemos que, face ao potencial que o Queijo da Serra detém, devia cada um fazer uma feira anualmente em cada um dos concelhos e Fornos está a fazer.

As edições anteriores foram um êxito, milhares de pessoas visitaram esta feira, dando uma grande dinâmica ao comércio local, à parte hoteleira, assim como uma série de atividades se foram desenvolvendo.

13508911_994238114023672_3288713973112323144_nEste ano, vamos ter nos dias 18 e 19 de março, mais uma edição da Feira do Queijo, onde no sábado, estará presente a RTP com o seu Programa “Aqui Portugal”, onde os emigrantes que gostavam de estar presentes, puderem ver o que se faz aqui nas suas terras.

No domingo, como já é tradicional decorre mais uma edição do Festival de Folclore, no sentido de dar corpo a uma atividade desenvolvida por alguns grupos do concelho e os expositores poderem continuar mostrar as suas atividades.

MS- Na edição do ano passado, houve já um aumento de expositores e produtores satisfeitos por escoar o produto. O número de visitantes também aumentou, significa que o turismo é uma aposta ganha?

MF– Sim, na verdade, as pessoas quando vêm a Fornos, não se limitam a ir apenas à Feira do Queijo, dado que podem agora desfrutar de outras atividades, aliás para este fim de semana da Feira, todas as unidades hoteleiras do concelho estão já praticamente preenchidas, assim como algumas de Celorico da Beira.

12294902_1064048303654858_5473552640219430405_nDão a volta ao concelho no sentido de desfrutar do vasto património natural e cultural existente e também é importante que o nosso concelho através da feira seja conhecido.

MS- As visitas às queijarias são um dos pontos de atração dos visitantes?

MF– Esta foi uma das atividades introduzidas que proporciona a visita a uma queijaria, no sentido de saberem as pessoas, o quão árduo é fazer o queijo da serra e conhecerem todo processo até estar a ser comercializado.

Como exemplo pessoas de Lisboa ou Porto quando compram lá um queijo da Serra, muitas vezes não sabem o processo da produção deste produto.

MS- Os expositores oriundos de fora do concelho a cada ano que passa procuram estar presentes também?

MF– Ao nível do Queijo da Serra, quem vai estar presente, são os produtores do concelho, na atividade do fumeiro, serão produtores do concelho, agora relativamente a outras atividades é importante que se possa dar conhecer a região e o que de bom se faz por aqui, cada vez é mais necessário haver parcerias entre concelhos nas mais diversas atividades.

MS- Com esta nova calendarização das feiras, existe agora um mês de divulgação desta região das beiras, muito importante para os municípios e CIM-BSE?

MF– Se tudo fosse centralizado no mesmo fim de semana, ficava muito restringido, na fase inicial foi de modo próprio, mas agora há uma estratégia, no sentido de todos no início do ano sugerirem as datas para as feiras de cada município, no âmbito da CIM-BSE e vamos falando de modo que se arranje um mês de atividades, nesta região.

A nossa estratégia adotada de ser nesta altura do ano, está já a ser reconhecida pelos outros concelhos como boa, este ciclo de feiras fecha aqui em Fornos.

Agora é um mês que o Queijo da Serra é divulgado nesta região, sendo um produto muito importante para economia local e ter uma dinamização própria para que novos jovens sigam esta atividade.

MS- Fora de portas nos Estados Unidos, Os Serranos vão promovendo também o queijo?

MF– Sim , Os Serranos  é entidade que tem feito um grande trabalho de divulgação ao nível do queijo, como agora os enchidos, o vinho, é importante porque tem gente desta região e Fornos de Algodres vai marcar presença no sentido de lá divulgar o que de bom se faz aqui.

Reportagem de António Pacheco

 

 

 

 

 

Publicidade...



 

Enviar Comentário