Templates by BIGtheme NET
Início » Religião » D. Ilídio Leandro publicou nota pastoral sobre a Quaresma

D. Ilídio Leandro publicou nota pastoral sobre a Quaresma

Quaresma: Sínodo «mostra» caminho a seguir na Diocese de Viseu

(fonte:Ecclesia) – O bispo de Viseu, D. Ilídio
Leandro emitiu uma nota pastoral onde enfatiza a ligação entre Quaresma e
Páscoa falando ainda sobre o Sínodo Diocesano que se vive na diocese.

“Vivendo a Quaresma e celebrando a Páscoa de Jesus Cristo que Se quer
tornar a nossa Páscoa, o Sínodo mostra o caminho a seguir” e nesse
caminho “Jesus Cristo aponta as opções a fazer e oferece e apresenta os
meios a concretizar”, sendo que ao mesmo tempo, “também dá a luz e a
vontade de concretizar as mudanças necessárias para construirmos, termos
e vivermos a Igreja que o Espírito Santo nos mostra e revela”, escreve o
bispo de Viseu na nota pastoral.

“Como membros vivos e empenhados nesta Igreja, nos tempos e nas
circunstâncias do hoje e do amanhã da nossa história, somos desafiados a
ajudar a construir uma sociedade cada vez mais justa, mais fraterna,
mais solidária e mais empenhada a ser espaço de fé, de esperança e de
amor e de salvação integral para todos”, sublinha.

“Vamos iniciar, nesta Quaresma/Páscoa, a fase dos encontros em
Assembleia Sinodal, concluindo caminhos já andados, nos grupos e
comunidades da nossa Igreja de Viseu”, lembra D. Ilídio Leandro.

O bispo de Viseu realça por isso, mais uma vez, que “todos são
convocados ao Sínodo: sacerdotes, diáconos, religiosos e leigos” para
que todos construam “a Comunhão” e vivam “em Missão”, porque “todos,
como cristãos, são chamados a responder aos desafios que Jesus Cristo,
na Sua Palavra e nas circunstâncias concretas, propõe e convida a
viver”.

“A Quaresma é um tempo, com um programa, que nos convida a olhar: o
tempo em que estamos, os desafios que nos são feitos e a vontade de lhes
respondermos, preparando a inteligência, a vontade e o coração para
correspondermos e avançarmos”, escreve D. Ilídio Leandro.

O prelado acrescenta ainda que a Quaresma tem uma dinâmica, que
“convida a acolher: a Palavra de Deus, fonte de renovação da
inteligência, da vontade e do coração, para que a vida nova prometida
tenha acolhimento jubiloso, na vontade de servirmos as causas de Deus e
dos homens”.

“É um tempo, com uma motivação, que nos convida a responder: sim a
Deus e aos irmãos, com uma inteligência nova que renove a consciência,
que purifique a vontade e que ilumine o coração para que a Páscoa
aconteça e Jesus Cristo Ressuscitado seja fonte de vida para todos”,
concluiu o bispo de Viseu.

A Quaresma, que se inicia hoje com a celebração de Quarta-feira de
Cinzas, é um período de 40 dias, excetuando os domingos, marcado por
apelos ao jejum, partilha e penitência, que serve de preparação para a
Páscoa, a principal festa do calendário cristão.

MD

Publicidade...



 

Enviar Comentário