Início » Ambiente » Entrudo secular de Quintela de Azurara volta a concentrar tradições

Entrudo secular de Quintela de Azurara volta a concentrar tradições

Em Quintela de Azurara, Mangualde, o Entrudo arranca , este ano, em janeiro. Começa com casamentos, servem-se papas de milho, acende-se uma fogueira, joga-se à sacada, faz-se uma caminhada, um passeio em BTT e dança-se no baile de máscaras. Faz-se o espetáculo de fogo “Despertar da Serpente” e tudo termina, em fevereiro, no enterro. Aqui, o Carnaval dura mais do que três dias, de 31 de janeiro a 13 de fevereiro.

“Esta é a altura do ano que reúne o maior número de tradições na nossa freguesia ”, sublinha o presidente da junta de Quintela de Azurara, Rui Marques.

Os festejos carnavalescos, apoiados pelo município mangualdense, têm início na madrugada desta quarta-feira (31 de janeiro), altura em que os compadres anunciam os “casamentos”. Dois arautos (mensageiros oficiais), um em cada extremo da povoação, anunciam quem casa com quem, com toda a liberdade para abusarem da arte de maldizer. As respostas a estas uniões são dadas e afixadas por escrito, em locais públicos, pelas comadres, uma semana depois, na madrugada de 7 de fevereiro.

Pelo meio, a 4 de fevereiro, todos são convidados a jogar à “Panela de Barro” (15h00) e a dançar na “Roda de Entrudo”. (16h00).

No domingo, 11 de fevereiro, a partir das 14h00, há Feirinha do Entrudo, com artesanato e onde podem ser degustados produtos da região. A partir das 15h00, há caminhada pelos “Trilhos de Ludares”. O tradicional Baile de máscaras, animado com a Banda K7, está marcado para as 21h00.

Um dos pontos altos deste Carnaval acontece a 12 de fevereiro, a partir das 19h00, quando a população se junta à volta de uma grande fogueira, que irá durar até ao fim do Entrudo. Nessa mesma noite, às 20h30, há um Passeio Noturno de BTT.

Segue-se muita animação, a partir das 21h30, com o Grupo de Concertinas de Mangualde, Grupo de Concertinas do Dão, Escola de Música “A Pauta” de Vila Nova de Oliveirinha e os Gaiteiros D’Albergaria.

As papas de milho são servidas às 22h00. “Todos os cafés fazem e servem, gratuitamente, à mesma hora, papas de milho, doces e salgadas”, explica Rui Marques.

O “Cantar da madrugada”, às 5h00, vai ouvir-se pelas ruas da aldeia, onde também vai ser servido café, feito em panela de ferro.

No dia de Carnaval, 13 de fevereiro, há Feirinha do Entrudo e animação com os Zés Pereiras de São Martinho de Orgens, os CoimBrass Brand e o Grupo de Bombos Mangualdenses, antes da sacada, que acontece às 17h15.

“O jogo da sacada é uma iniciativa secular, que foi passando de geração em geração. Consta-se que é um ritual de emancipação dos rapazes solteiros, que se mascaram e, com sacas de serapilheira ou linho, desafiam os homens mais velhos a participar neste jogo”, refere o autarca.

O espetáculo de fogo “Despertar da Serpente” (21h30) com aristas circenses acontece antes do Enterro do Entrudo, marcado para a meia-noite.

 

Publicidade...