Templates by BIGtheme NET
Início » Educação » Escolas do 1º ciclo de Seia apetrechadas com material informático

Escolas do 1º ciclo de Seia apetrechadas com material informático

As escolas do 1º ciclo do Agrupamento de Escolas de Seia foram apetrechadas com novos painéis interativos, computadores e tablets, no âmbito das candidaturas de beneficiação e remodelação destes estabelecimentos de ensino, apoiadas pela comunidade europeia.

Os equipamentos, um total de 50 portáteis, 18 tablets e 2 desktops, foram entregues, pelo Presidente da Câmara Municipal, Luciano Ribeiro, e pela vereadora da educação, Célia Barbosa.

A estes, juntam-se 10 painéis interativos, instalados desde o final de março nas salas de aula e já em plena utilização, como na ocasião se pode verificar.

O objetivo desta ação é dotar as escolas com ferramentas adaptadas à realidade atual, na prossecução de um ensino de qualidade, sendo os recursos digitais um importante complemento na aprendizagem e aquisição de competências das crianças.

A intervenção nestas escolas, além dos equipamentos instalados agora, incidiram grande parte na requalificação das infraestruturas (obras concluídas em 2020), e que em conjunto representam um investimento superior a 600 mil euros, financiado em 500 mil por fundos comunitários – FEDER.

A empreitada de requalificação e beneficiação da Escola Básica de Santiago, no valor de 136 757,60€, contemplou o restauro e reabilitação do edifício (que data de 1877), nos seus elementos estruturais e a remodelação funcional dos espaços, desde as salas de aula, até ao recreio coberto, passando pelas instalações sanitárias e espaço de refeitório. No âmbito da obra foram igualmente revistas as infraestruturas e instalações existentes, otimizando-se a eficiência energética do edifício.

A requalificação da EB Abranches Ferrão (edifício de 1995) teve um investimento de 151 490,52€ e a empreitada da Escola Básica Tourais/Paranhos (edifício de 1992) de 249 842,95€.

Ambas as empreitadas compreenderam a reabilitação das características construtivas dos edifícios, passando, sobretudo, pela integração no edifício de áreas destinadas ao ensino pré-escolar e na requalificação da área existente para o ensino do 1º ciclo.

Para o efeito, houve restauro e reabilitação parcial dos edifícios em consequência da remodelação funcional dos espaços, desde as salas de aula, criação de espaços para o ensino pré-escolar, conceção de recreio coberto, passando pela intervenção em parte das instalações sanitárias e na intervenção na Biblioteca (apenas da EB Tourais/Paranhos). Os projetos promoveram ainda a revisão das infraestruturas e instalações existentes.

Publicidade...