Templates by BIGtheme NET
Início » Serra » Guarda espera juntar três mil participantes na festa nacional da solidariedade

Guarda espera juntar três mil participantes na festa nacional da solidariedade

A
UDIPSS da Guarda pretende reunir cerca de três mil participantes de
todo o país, na Festa da Solidariedade, a realizar nos dias 28 e 29 de
junho.
«Será
um programa interessante, leve, agradável e diversificado»,
anunciou esta sexta-feira Virgílio Mendes Ardérius, presidente da União
Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social
(UDIPSS)  da Guarda, entidade que vai promover o evento, em colaboração
com a Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade,
que
escolheu a cidade para realizar a edição 2013 da festa nacional da
solidariedade. «Ainda temos razões para fazer a festa da solidariedade e
para chamarmos a atenção de Portugal inteiro» para o facto de a
instituições sociais serem «um contributo para minorar as dificuldades»
sentidas pelas famílias e pelos mais desfavorecidos em tempo de crise,
observou o responsável. Na conferência de imprensa de apresentação do
evento, Virgílio Mendes Ardérius lembrou que devido à situação económica
que o país atravessa «as IPSS estão a fazer um esforço muito grande”
para manter as respostas sociais, mas «ainda estão a prestar o apoio
necessário». «Temos que fazer festa para animar o espírito e ganhar
coragem para enfrentar o futuro», declarou. «Pretendemos, este ano,
dar-lhe uma dimensão intergeracional e interinstitucional, juntando em
clima de festa os mais novos e os mais velhos e quantos por diversas
formas e movimentos se dedicam à nobre e gratificante causa da
solidariedade», disse o dirigente. O evento começa no dia 28 de junho,
pelas 20 horas, no parque urbano do Rio Diz, na área urbana da Guarda,
com a concentração dos participantes que acompanharão a chama da
solidariedade até ao largo da Sé Catedral, onde será recebida pelas
entidades oficiais. Naquele local será entoado o “hino à chama”, com
música e letra original de Geada Pinto, e haverá animação musical. O
programa prossegue no dia seguinte, no parque municipal e no estádio
municipal da Guarda, com animação e atividades desportivas. Um dos
destaques daquele dia será um jogo de futebol feminino entre uma equipa
distrital e outra nacional que incluirá atletas da seleção nacional,
segundo a organização. O acesso ao jogo será feito através da oferta de
produtos alimentares que reverterão a favor de instituições de cariz
social do distrito da Guarda. A direção da UDIPSS referiu que foram
convidados a participar no evento festivo o ministro da Solidariedade e
da Segurança Social e o secretário de Estado. A chama da solidariedade
irá sair do Algarve no dia 20 de junho, passando por Setúbal, Lisboa,
Leiria e Coimbra, até chegar à Guarda, no dia 28. A primeira edição da
Festa da Solidariedade teve lugar em Lisboa, passando depois por Braga,
Famalicão, Viseu, Castelo Branco, Santarém e Faro.

fonte:Lusa

Publicidade...



 

Enviar Comentário