Início » centro » Ministra da Administração Interna recebeu sindicatos das Forças de Segurança

Ministra da Administração Interna recebeu sindicatos das Forças de Segurança

Em comunicado, o Ministério da Administração Interna refere: Durante aproximadamente duas horas de reunião, a Ministra da Administração Interna, Margarida Blasco, ouviu uma dezena e meia de representantes dos sindicatos das Forças de Segurança que aceitaram o seu convite. Nas instalações do Ministério da Administração Interna, no Terreiro do Paço, foram recebidos elementos dos seguintes sindicatos: Associação Sindical dos Profissionais da Polícia; Sindicato Independente dos Agentes de Polícia; Sindicato dos Profissionais de Polícia, Sindicato Nacional da Carreira de Chefes; Sindicato Nacional de Oficiais de Polícia; Sindicato Nacional da Polícia; Sindicato Unificado da Polícia de Segurança Pública; Associação Sindical Autónoma de Polícia; Sindicato Vertical de Carreiras da Polícia, Sindicado da Polícia pela Ordem e Liberdade; Organização Sindical dos Polícias; Associação representativa dos Polícias; APG/GNR; ANG Associação Nacional de Sargentos da Guarda; ASPIG Associação Sócio Profissional Independente da Guarda; ANAG Associação Nacional Autónoma da Guarda; ANOG Associação Nacional de Oficiais da Guarda; Associação da União da Guarda

Durante a reunião, em linha com o Programa de Governo, foram referidas as propostas de dignificação e valorização das Forças de Segurança como prioridade para o Ministério da Administração Interna. O objetivo desta reunião foi ainda a apresentação da equipa do Ministério da Administração Interna e do Ministério das Finanças envolvidas neste processo negocial junto dos Sindicatos e Associações Sindicais das Forças de Segurança. A Ministra da Administração Interna transmitiu aos representantes a sua disponibilidade para ouvir todos, receber os contributos de cada uma das Entidades e iniciar, com a brevidade possível, o respetivo processo negocial.

Nesta reunião os representantes sindicais consideraram prioritária a atribuição do suplemento de missão.

Ficou apontada a data de 22 de abril para uma primeira reunião formal. Até lá, o Ministério da Administração Interna irá analisar todas as materiais em causa e contributos recebidos e elaborar o protocolo e modelo negocial a propor.

O contributo de cada um tornará possível priorizar todas as questões levantadas relacionadas na sua grande maioria com as carreiras, condições dos equipamentos e estruturas assim como o estatuto remuneratório para, em conjunto, dignificar a carreira e o exercício das funções das Forças de Segurança Portuguesas.

Publicidade...