Templates by BIGtheme NET
Início » Serra » Parque Zoológico de Fornos de Algodres será o maior da Península Ibérica

Parque Zoológico de Fornos de Algodres será o maior da Península Ibérica

Fonte: Jornal A Guarda

 
Investimento privado está projectado para os terrenos do antigo Seminário.
Um investidor privado vai construir um Parque Zoológico, que será o maior da Península Ibérica, nos terrenos do antigo Seminário (Diocese de Viseu), adiantou ao Jornal A Guarda o presidente da Câmara Municipal, José Miranda. De acordo com o autarca, a Câmara Municipal de Fornos de Algodres apenas dá apoio ao investidor no desenvolvimento do projecto, tratando-se de «um investimento privado de uma empresa francesa». Representa um investimento da ordem dos 30 milhões de euros, estando o projecto de arquitectura «em execução» para que os promotores possam avançar com a candidatura no mês de Novembro. O futuro Parque Zoológico de Fornos de Algodres irá ocupar um terreno com cerca de 60 hectares. Indicou que, quando o projecto estiver concretizado, o seu concelho ficará dotado com «o maior Parque Zoológico da Península Ibérica». «É uma coisa fantástica. As pessoas andam de carro, os animais andam ao ar livre, haverá lojas e restaurantes. As pessoas entram de carro no recinto e saem de carro e veêm os animais», declarou. José Miranda acredita que o investimento poderá ser uma mola impulsionadora do desenvolvimento do seu concelho, uma vez que quando abrir as portas, haverá visitas guiadas e visitas pedagógicas para os alunos, havendo a possibilidade de a sociedade promotora celebrar protocolos com o Ministério da Educação, como já acontece com outros equipamentos do grupo. O Parque Zoológico irá funcionar «em sintonia» com o complexo do Hotel de 4 estrelas (com 130 quartos e 17 suites) e de uma estância termal, em construção na Serra da Esgalhada, no âmbito de uma parceria público-privada que envolve a Câmara Municipal e um empresário que opera no sector turístico a nível nacional. O equipamento com a denominação “Estrela à Vista”, representa um investimento global de 11,5 milhões de euros e para além de uma unidade de tratamentos SPA, terá piscina aquecida, entre outros serviços. José Miranda considera que a nova unidade hoteleira «vai ser uma mais-valia para atrair pessoas» para o concelho, permitindo «que elas fiquem mais alguns dias e tragam mais-valias» para o território. A parceria público-privada envolve o empresário Gurmecindo Oliveira, que é dono de Hotéis em S. Pedro do Sul (Hotel Monte Rio), Penafiel (Hotel das Termas de S. Vicente), Aguieira (Hotel Monte Rio) e Montemuro (Hotel das Termas do Carvalhal). O “Estrela à Vista” será o segundo Hotel a surgir no concelho de Fornos de Algodres, que apenas possui uma unidade hoteleira em Vila Ruiva, que é explorada pela Fundação INATEL.

Publicidade...



 

Enviar Comentário