Início » Ambiente » Pinhel de Natal até 6 de janeiro

Pinhel de Natal até 6 de janeiro

De 1 de dezembro a 6 de janeiro, a magia do Natal vai animar a cidade de Pinhel, com atividades pensadas para todas as idades e, sobretudo, para as famílias, tanto para as que
vivem por cá, como para aquelas que aproveitam a quadra para visitar a família ou, simplesmente, para conhecer novos destinos.

À semelhança de anos anteriores, o “Pinhel de Natal” vai ter luz, através das iluminações e decorações natalícias que se acenderam no dia 1 de dezembro, mas também o tradicional Carrossel Parisiense e uma divertida Pista de Gelo, a par de vários espetáculos.

Da programação, destaque para:

Carrossel Parisiense e Pista de Gelo
15 de dezembro a 6 de janeiro | Largo dos Combatentes

Espetáculo para as famílias
“Resposta a Todas as Perguntas”

Teatro em Caixa
18 de dezembro (domingo) | 16.00h | Cineteatro São Luís

Rodolfo é um cientista louco, com ambições desmedidas. Acreditando que, algures no futuro, já terá sido inventada uma Fórmula Matemática que Responde a Todas as Perguntas, constrói uma máquina do tempo e envia o seu assistente Ramiro numa viagem ao futuro com a missão de a encontrar e regressar ao presente, para dominar o mundo através do conhecimento.

Espetáculo cómico, educativo, dinâmico e original, que agrada a público de todas as idades, quer pela narrativa quer pelas músicas.

Concerto de Natal
Academia de Música de Pinhel

23 de dezembro (sexta-feira) | 21.30h | Centro Logístico de Pinhel
Fogueira de Natal

24 de dezembro (sábado) | 17.00h | junto à Igreja de Santo António

Corrida de São Silvestre 2022  31 de dezembro (sábado) | 10.00h | concentração junto ao Tribunal

Concerto de Reis
Las Cuatro Estaciones, de Vivaldi

Camerata Antonio Soler, de San Lorenzo de El Escorial
6 de janeiro (sexta-feira) | 21.30h | Centro Logístico de Pinhel

A Camerata Antonio Soler é uma orquestra de câmara multiestilística nascida em 2012 com o propósito de abordar um variado repertório de obras de diversas épocas e estilos (especialmente clássico, romântico e contemporâneo), baseando a sua interpretação em critérios musicais historicistas e no uso de instrumentos originais quando estes são requeridos.

Um dos seus principais objetivos é o redescobrimento e a interpretação de música do classicismo e romanticismo hispânico, assim como a interpretação de repertórios contemporâneos alternativos como os que derivam da fusão com “músicas do mundo” ou de raízes étnicas.

A Camerata Antonio Soler é dirigida por Gustavo Sánchez, sendo composta por 14 músicos profissionais.

Publicidade...