Templates by BIGtheme NET
Início » Cultura » Processionária do Pinheiro ou Lagarta do Pinheiro

Processionária do Pinheiro ou Lagarta do Pinheiro

Municipio de Pinhel informa:
Processionária do Pinheiro ou Lagarta do Pinheiro

A Processionária do Pinheiro, vulgarmente designada por Lagarta do Pinheiro, é um inseto desfolhador que pode parasitar/atacar espécies como o pinheiro ou o cedro, enfraquecendo as árvores e provocando-lhes a morte.

As lagartas vivem em ninhos provisórios, onde ocorre o desenvolvimento ativo das mesmas, que posteriormente vão sendo abandonados até à formação do ninho definitivo, o ninho de inverno.

Atendendo às condições climatéricas do presente ano, decorre atualmente a fase das lagartas abandonarem os ninhos, dirigindo-se “em procissão” para o solo.

Estas lagartas possuem milhares de pelos urticantes que podem causar erupções cutâneas, problemas oculares, afetações da garganta e, ocasionalmente, dificuldades respiratórias.

Nesta fase, recomenda-se especial cuidado, de forma a evitar o contacto de pessoas e animais com as lagartas, nomeadamente:

• Se encontrar estas lagartas em área florestal (que não seja sua propriedade) deve afastar-se;
• Em escolas e outros locais onde se encontrem crianças, deve-se impedir o seu acesso aos locais onde existam árvores atacadas;
• Deve-se ensinar as crianças a não tocar nem se aproximarem de ninhos ou lagartas;
• Em caso de contacto com a lagarta, não use cremes com anti-histamínicos; lave a zona afetada com água corrente, deixe secar ao ar e, em seguida, retire os pelos que persistam com recurso a fita adesiva;
• Em caso de aparecimento de sintomas de alergia, peça conselho médico;
• A lagarta do pinheiro também afeta os animais domésticos, por isso, se tiver um animal doméstico e notar alguma alteração (geralmente alteração na coloração da língua), recorra ao veterinário;
• Se encontrar na sua propriedade, ninhos e/ou lagarta do pinheiro, tome as medidas necessárias e recomendadas para o controlo e eliminação da praga.

Face ao exposto, o Município de Pinhel aconselha a população, e em especial as crianças, a evitar ao máximo o contacto com estas lagartas.

Por:MP

Publicidade...



 

Enviar Comentário