Início » Cultura » Quintela de Azurara passa a integrar a rede das Aldeias de Portugal

Quintela de Azurara passa a integrar a rede das Aldeias de Portugal

Teve lugar na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), a atribuição do certificado de “Aldeia de Portugal” a Quintela de Azurara, Mangualde.

Quintela de Azurara vê assim reconhecido, pela Associação de Turismo de Aldeia, o título de “Aldeia de Portugal”. Este é um projeto a longo prazo que envolverá o Município de Mangualde, a Associação de Desenvolvimento do Dão, a Junta de Freguesia, o Rancho Folclórico “Os Azuraras” de Quintela, a Paróquia e as pessoas da terra.

“As gentes da terra, as instituições locais, as associações e toda a rede de trabalho que possibilitou esta importante atribuição, estão de parabéns. É uma grande satisfação para Mangualde ver Quintela de Azurara ser reconhecida pelas suas tradições e pela sua história, enalteceu Marco Almeida, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde.

Mais importante do que a classificação de Quintela de Azurara como “Aldeia de Portugal”, vimos reconhecida a nossa história, a dinâmica das nossas associações, dos nossos agentes económicos, a beleza dos nossos recursos naturais e do nosso património construído, mas sobretudo a participação das pessoas naquilo que são as dinâmicas habituais da nossa terra: na manutenção das tradições, na participação nos eventos culturais e desportivos e em tudo aquilo que é a nossa vida em comunidade, destacou Rui Marques, Presidente da Junta de Freguesia de Quintela de Azurara.

O QUE É A REDE “ALDEIAS DE PORTUGAL”?

A Rede Aldeias de Portugal deve ser um motor de agregação e valorização de aldeias sustentáveis que visam o desenvolvimento dos territórios, através da dinamização dos seus recursos e ativos endógenos que caracterizem a sua identidade. A Associação Turismo de Aldeia deve diligenciar e inspirar a criação de políticas públicas e incentivos que promovam o desenvolvimento sustentável das aldeias e garantam o seu futuro, nomeadamente na captação de investimento e de novos habitantes. O principal ativo das aldeias é a sua comunidade, que num processo de partilha e envolvimento deve co-construir a ideia coletiva e identitária de desenvolvimento para a aldeia. E ainda permitir vivenciar experiências aos visitantes promovendo uma ligação sentimental à aldeia.

 

Foto:Mun.Mangualde

Publicidade...