Templates by BIGtheme NET
Início » Cultura » Sintra acolheu a Universidade Sénior de Fornos de Algodres

Sintra acolheu a Universidade Sénior de Fornos de Algodres

17458343_1883969895216238_4907965503030476891_nNo passado, dia 21 de Março, comemorou-se o Dia Mundial da Árvore e o Dia Mundial da Poesia, porém, podemos acrescentar mais um título: o Dia da Boa Disposição.

A equipa Lynx Travel, teve o privilégio de acompanhar o grupo super divertido da Universidade Sénior de Fornos de Algodres, numa visita à Serra de Sintra para celebrar o Equinócio de Primavera,com objetivo de apreciar a cultura da região, que se mostra através de palácios, palacetes, casas senhoriais com matas e bosques, parques e uma exuberante vegetação em altos cumes desta Serra – que em nenhum momento assustou nosso valente e aventureiro grupo.

Depois de enfrentarem mais de 300 km de estrada, ao chegarem a Sintra já mostravam a disposição que teriam ao longo do dia, puseram-se em marcha e foram conhecer a Quinta da Regaleira, com os seus lindos jardins, lagos, grutas e construções belíssimas. Seguiu-se , o momento de partilhar uma refeição ao ar livre, num piquenique em que as delícias culinárias da Serra da Estrela foram compartilhadas entre todos, regadas com bons vinhos e acompanhadas de muitas risadas, poesias e músicas – talentos destes jovens seniores fornenses.

Quando se pensava, que eles queriam ir descansar mais um pouco, todos já estavam prontos para seguir, para nova aventura, e assim,   caminhar até à Quinta da Amizade – local que permite vislumbrar o Castelo dos Mouros e onde os desportistas praticam escaladas.

A malta da Universidade Sénior de Fornos de Algodres foi até aos rochedos onde se encontram as vias de escalada.

O dia seguiu com visita, a um atelier de um artista local, artesanato e claro, delícias locais: queijadas e travesseiros de Sintra, na Piriquita, antiga fábrica de doces da região.

O dia foi chegando ao fim, mas a disposição não. Ainda todos foram, até um Pub Medieval chamado “Casa do Fauno”, onde realizaram um ritual de boas vindas à primavera com a leitura de textos sobre a relação do nome da Vila de Sintra com a Lua e uma poesia sobre a primavera. Mas a boa disposição do grupo,manteve-se e resolveram cantar “Aquarela do Brasil” em homenagem à animadora do grupo, seguido da Canção de Fornos cujo refrão dizia “Um abracinho bem apertado / Matar desejos não é pecado. / Um abracinho bem apertado / Matar desejos não é pecado” .

Um dia de grande animação e de aprendizagem para os alunos da Universidade Sénior.

Por:JP

Publicidade...



 

Enviar Comentário