Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: 10 de junho

Tag Archives: 10 de junho

Obras vão ser inauguradas em Pinhel no dia10 de junho

No próximo sábado, dia 10 de junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidad10jes Portuguesas, o Município de Pinhel vai inaugurar duas obras recentemente levadas a efeito – o Parque de Estacionamento da Rua de Espanha e a Avenida António Miranda Cavalheiro.

Trata-se de dois investimentos considerados prioritários pelo Município de Pinhel que vem por este meio convidar os pinhelenses a assistir a estas inaugurações que terão lugar na cidade de Pinhel, dia 10 de junho, a partir das 10.00h, conforme programa abaixo indicado.

10.00h: Hastear da Bandeira (frente aos Paços do Concelho)
10.15h: Inauguração do Parque de Estacionamento da Rua de Espanha (frente ao Cemitério Municipal)
10.30h: Inauguração da Avenida António Miranda Cavalheiro (frente ao Estádio Municipal).

Por:Mun.Pinhel

Cemitério remodelado em Canas de Senhorim

   A Câmara Municipal de Nelas em parceria com a Junta de Freguesia de Canas de Senhorim procederam a requalificação do Cemitério da localidade, procedendo ao seu arranjo interior e exterior e pintura do mesmo.

  Integrado no meio urbano, estes trabalhos visam valorizar a Avenida da Estação e a Zona da Raposeira.
  Além dessa requalificação continuam as diligências com vista a garantir
que a falta de espaço existente no atual cemitério tenha uma solução
que garanta com segurança as próximas décadas.
Por :Mun.Nelas

Workshops associados à URTIGA

Ana Martins e Evelyne Mussons estiveram no passado fim-de-semana na
localidade de Juncais a convite da Confraria da Urtiga e da União de
Freguesias de Juncais, Vila Ruiva e Vila Soeiro do Chão para dinamizar
dois , que envolveram cerca de 18
participantes.

  O tema suscitou a curiosidade de alguns meios de
comunicação social, que durante o período da manha
de sábado quiseram acompanhar o grupo e a experiente formadora Ana Martins no processo de produção artesanal das primeiras folhas de papel de urtiga, no Município de Fornos de Algodres.
  
As jornadas prosseguiram no domingo, dia 19, orientadas pela não menos
experiente formadora Evelyne Mussons que pacientemente ensinou os
participantes na exigente tarefa associada à produção do sabão de
urtiga, particularmente recomendado para problemas capilares.
Ao
longo destes dois dias o Grão-mestre da Confraria da Urtiga e a sua
equipa fizeram as honras da casa assegurando a componente gastronómica
com verdadeiros banquetes urticantes! 
Por:Confraria da Urtiga

Comemorações do 10 de Junho arrancam sexta-feira na Guarda

Para o presidente da Câmara da Guarda, Álvaro
Amaro, as comemorações do 10 de Junho são um «momento alto» para a
cidade, que terá que «saber aproveitar ao máximo» as oportunidades que
serão proporcionadas com esta «projeção nacional e internacional».

Fonte: Guarda DigitalAs celebrações começam na próxima sexta-feira, dia 6, pelas 10
horas, no Parque Urbano do Rio Diz, onde os três ramos das Forças
Armadas vão mostrar equipamentos e meios – destaque para a presença de
um avião F-16 – e promover atividades para as escolas e a população em
geral. Esta mega exposição militar permanece na Guarda até dia 10. As
comemorações oficiais começam na véspera, logo pelas 10 horas, com a
cerimónia do içar da bandeira na Praça Velha. Durante a manhã, o
Presidente da República participará ainda numa homenagem aos combatentes
da Grande Guerra, no jardim José de Lemos, e na sessão solene de boas
vindas promovida pela Câmara. Ao almoço, Cavaco Silva irá reunir-se com
personalidades que ao longo do último ano se destacaram no âmbito das
suas atividades profissionais. À tarde, o chefe de Estado inaugura uma
exposição de arte moderna e contemporânea da “Coleção António Piné”, no
Museu da Guarda, e visitará o centro tecnológico da COFICAB, em Vale de
Estela, que será inaugurado nesse dia. Posteriormente, inaugurará o
monumento dos 5 F’s, na rotunda da Ti’Jaquina, onde dará a partida para
uma prova desportiva. Ao final do dia acontecerá a tradicional sessão de
cumprimentos do corpo diplomático acreditado em Portugal – há 135
embaixadores credenciados, seguindo-se um jantar oferecido pelo
Presidente da República. A noite termina com um concerto da Banda da
Força Aérea, com a guardense Vanda Rodrigues, no semi coberto do Parque
Urbano do Rio Diz. Já no dia 10, o programa inicia-se com a parada
militar comemorativa do Dia de Portugal, no Parque Urbano do Rio Diz (10
horas), a que se segue a sessão solene, no Teatro Municipal da Guarda,
onde Cavaco Silva fará uma intervenção e distinguirá várias
personalidades. As comemorações terminam com um almoço oferecido pelo
presidente da Câmara da Guarda no NERGA. De resto, o presidente afirmou
que o acontecimento já se faz sentir do ponto de vista económico, pois
as unidades hoteleiras locais estão esgotadas «há muito tempo».
  
fonte: Guarda Digital

Guarda vai receber as comemorações oficiais do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas

A Guarda vai
receber as comemorações oficiais do Dia de Portugal, de Camões e das
Comunidades Portuguesas, anunciou a Presidência da República. “O
Presidente da República assinou hoje um despacho designando a cidade da Guarda
como sede, no ano de 2014, das Comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das
Comunidades Portuguesas”, lê-se numa nota divulgada na página da internet
da Presidência da República. O presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro
Amaro, que se tinha empenhado pessoalmente em conseguir que o evento tivesse
lugar pela segunda vez na cidade mais alta do país, depois de ter sido
escolhida também como sede quando Ramalho Eanes ocupava o cargo de Presidente
da República, não escondeu a sua satisfação e considerou que esta decisão de
Cavaco Silva é “uma distinção estimulante”.


O presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro, considerou o evento
como uma “oportunidade” para a Guarda “afirmar a suas
potencialidades”. “Trata-se de uma distinção estimulante para a vida
colectiva da cidade mais alta do país e constitui uma oportunidade de afirmar
as suas potencialidades, a sua ímpar hospitalidade e o espírito empreendedor a
caminho do futuro”, afirmou o autarca no início da sessão pública de
Câmara, hoje realizada na freguesia de Panoias. “Esta nobre distinção
coloca a cidade no centro da afirmação da nossa portugalidade como Pátria de
muitas geografias culturais, sociais e económicas”, afirmou. O autarca,
eleito pela coligação PSD/CDS-PP, considera que é um momento de grande satisfação
para todos os habitantes do distrito e da região. “Esta escolha é mais um
sinal do empenhamento” do Presidente da Republica “em descentralizar este
importante acontecimento (…) a que os guardenses, aqui a residir ou na
diáspora, saberão agradecer. Sentir-se-ão orgulhosos, como nunca, pela
oportunidade da sua terra ser palco desta singular união dos laços comuns de
Portugal no Mundo”, referiu, adiantando que a Guarda terá nas comemorações
do 10 de Junho “mais um marco importante e inspirador para que toda a comunidade
levante a sua auto-estima e erga bem alto a bandeira da esperança e de
Portugal”. O vereador do PS, José Igreja, que perdeu a corrida para a
presidência da autarquia, lembrou que quando a Guarda recebeu as comemorações
em 1977 foi uma festa. “Estou convencido que esta será muito superior”,
referiu. É a terceira vez que Cavaco Silva escolhe para palco das comemorações
uma cidade do interior do país, depois de em 2013 ter designado a cidade de
Elvas e, em 2011, ter escolhido Castelo Branco. Desde que tomou posse como
Presidente da República, em 2006, escolheu sempre cidades diferentes para as
comemorações oficiais do 10 de Junho. Desde 1977, dezenas de cidades já
receberam as comemorações do Dia de Portugal.
É também a terceira vez que Cavaco Silva escolhe uma cidade do interior do país
para as comemorações, depois de em 2013 ter sido eleita a cidade de Elvas e, em
2011, ter escolhido Castelo Branco. Desde que tomou posse como Presidente da
República, em 2006, Cavaco Silva escolheu sempre cidades diferentes para as
comemorações oficiais do Dia de Portugal. Por outro lado, será a terceira vez
que Cavaco Silva escolhe para ‘palco’ das comemorações uma cidade do interior
do país, depois de em 2013 ter designado a cidade de Elvas e, em 2011, ter
escolhido Castelo Branco. De resto, desde que tomou posse como Presidente da
República, em 2006, Cavaco Silva escolheu sempre cidades diferentes para as
comemorações oficiais do Dia de Portugal. Em 2012, a cidade escolhida foi
Lisboa, em 2010, o palco das comemorações do Dia de Portugal foi Faro e, no ano
anterior, a cidade de Santarém. Viana do Castelo acolheu as comemorações
oficiais em 2008, Setúbal, em 2007, e Porto, em 2006.
Desde 1977, dezenas de cidades já receberam as comemorações do Dia de Portugal.
Durante os dois mandatos de Ramalho Eanes, as cidades palco das comemorações do
10 de Junho foram Guarda, Portalegre, Vila Real, Leiria, Funchal, Figueira da
Foz, Lisboa, Viseu e Porto. Com Mário Soares em Belém, as cidades escolhidas
foram Évora, Lisboa, Covilhã, Ponta Delgada, Braga, Tomar, Lisboa, a vila de
Sintra, Coimbra e Porto. Nos mandatos de Jorge Sampaio, as comemorações do Dia
de Portugal realizaram-se em Lagos, Chaves, Lisboa, Aveiro, Viseu, Porto, Beja,
Angra do Heroísmo, Bragança e Guimarães.

fonte:CeloricoNews