Início » Tag Archives: 2019. magazine serrano

Tag Archives: 2019. magazine serrano

Avisos e Liturgia do 31º Domingo do Tempo Comum- Ano B

No Domingo passado, no texto evangélico, vimos como os apóstolos Tiago e João, perante a pergunta “Que quereis que Eu vos faça?”, responderam que queriam poder, sentar-se à direita e à esquerda do Mestre. A pergunta repete-se no evangelho deste Domingo dirigida ao cego Bartimeu, mas também dirigida a cada um de nós. Também o Senhor me pergunta: “Que queres que Eu te faça?”. Cada um responderá partindo das suas necessidades, como o cego, que vive de pedir caridade, que suporta a suspeita sobre os pecados que terá cometido, ele ou os seus pais, e que provocaram a sua cegueira. Recordemos que no mundo judeu a doença era tida como consequência de algum pecado. Este homem tem fé, porque, aos gritos, dirige-se a Jesus dando-lhe o título de Filho de David e faz o seu pedido: “Tem piedade de mim”. Que oração tão simples e tão sincera! Por vezes, as súplicas e as justas reclamações dos pobres são reprimidas. O texto diz que “muitos repreendiam-no para que se calasse”. Não era a preocupação de não aborrecer o Mestre que os fazia ter este comportamento. Os ouvidos de Jesus estavam sempre atentos para escutar e acolher as súplicas e reclamações dos pobres. “Jesus parou e disse: Chamai-o”. Não te esqueças que Jesus também escuta o teu pedido! Este texto evangélico permite-nos apreciar o valor da comunidade que também se sente interpelada, e convertida, pela decisão de Jesus de chamar aquele pobre cego que estava aos gritos. As pessoas rejeitavam o cego, pecador e pobre, porque estava a incomodar, porque não tinha o direito de se manifestar e porque, sendo considerado pecador, não tinha direito a Deus. Contudo, a voz do cego expressa a sua fé enraizada na convicção de que Jesus é o Filho de David, o Messias. É isto que lhe dá força para insistir. O seu pedido é escutado por Jesus, que o manda chamar, dizendo, assim, às pessoas que todos têm o direito a ser escutados e acolhidos por Ele. Com esta acção educa e repreende todos aqueles que queriam excluir aquele pobre. Então, as pessoas dizem ao cego: “Coragem! Levanta-te, que Ele está a chamar-te”. E qual é o pedido daquele homem a Jesus? “Mestre, que eu veja”. Desejamos sempre que Deus atenda e realize os nossos pedidos pessoais e das pessoas que mais gostamos. Recordemos o argumento dos responsáveis da sinagoga de Cafarnaum para que Jesus curasse o servo do centurião: “Satisfaz o seu pedido, porque ele gosta muito de nós e até nos construiu a sinagoga”. Tantas vezes, usamos o mesmo argumento para sermos escutados com as seguintes palavras: “até é boa pessoa”, “está sozinha, coitada”, “ajuda toda a gente”, “é muito simples”, “tem os filhos no desemprego”, “está doente”, “é um miserável, não tem nada”! “Logo ele recuperou a vista e seguiu Jesus pelo caminho”. Através de uma narração tão simples esconde-se uma breve explicação do caminho a fazer para cada um se encontrar com Jesus Cristo e seguir os seus passos. É cego quem não descobriu Jesus Cristo como Mestre e como Senhor. Em primeiro lugar, o cego Bartimeu só reconhece Jesus como Filho de David, como Messias. Mas Jesus está atento e disponível a deixar-se encontrar pelos que O procuram, como fez com Zaqueu. Depois, chamou o cego que atirou fora a capa, ou seja, desprendeu-se de tudo o que lhe pudesse impedir de ir ao encontro de Jesus. Deu um salto, libertado da miséria e respondeu a Jesus dando-lhe o título de Rabbuni, mestre, senhor, pedindo-lhe a fé: “Que eu veja”, ou que eu tenha fé. De imediato, Jesus percebeu o cego, como também me percebe a mim com prontidão: “Vai: a tua fé te salvou”. Assim, temos um final feliz: o cego recuperou a vista, abriram-se-lhe os olhos da fé, e seguiu Jesus como solução para a sua pobreza. E qual era o caminho que o cego percorria para seguir Jesus? Era o caminho para Jerusalém, para viver com Jesus a sua paixão, morte e ressurreição. No seu texto evangélico, a seguir à cura do cego Bartimeu, S. Marcos narra a entrada de Jesus em Jerusalém, recordada todos os anos no Domingo de Ramos. Também Jesus me chama a segui-Lo por este caminho.

31-10-2021

LEITURA ESPIRITUAL

No Monte Sinai, Moisés disse ao Senhor: «Mostra-me a tua glória». Deus respondeu-lhe: «Farei passar diante de ti toda a minha bondade, mas tu não poderás ver a minha face» (Ex 33,18ss).] Experimentar este desejo parece-me porvir de uma alma animada pelo amor à beleza essencial, uma alma a quem a esperança não para de conduzir da beleza que já viu para aquela que está para além. Este pedido audacioso, que ultrapassa os limites do desejo, almeja pela beleza que está para além do espelho, do reflexo, para a ver face a face. A voz divina satisfaz o pedido, recusando-o simultaneamente: a magnanimidade de Deus concede-lhe a satisfação do desejo mas, ao mesmo tempo, não lhe promete repouso nem saciedade. É nisto que consiste a verdadeira visão de Deus: quem para Ele eleva os olhos nunca mais cessa de O desejar. É por isso que Ele diz: «não poderás ver a minha face». O Senhor que tinha respondido a Moisés exprime-Se da mesma forma aos seus discípulos, clarificando o sentido desta simbologia. Ele diz «Se alguém quiser vir após Mim», (Lc 9,23) e não: «Se alguém quiser ir à minha frente». Ao que Lhe faz um pedido a respeito da vida eterna, propõe o mesmo: «Vem e segue-Me» (Lc 18,22). Ora, aquele que segue caminha virado para as costas daquele que o guia. Portanto, o ensinamento que Moisés recebe sobre a maneira pela qual é possível ver a Deus é este: ver a Deus é segui-Lo para onde Ele conduzir. Com efeito, aquele que não conhece o caminho não pode viajar em segurança se não seguir o guia. Este precede-o, mostrando-lhe o caminho; por isso, quem o segue não se desviará do caminho se se mantiver virado para as costas daquele que o conduz. Com efeito, se se deixar ir ao lado ou de frente para o guia tomará uma via diferente da indicada. Por isso, Deus diz àquele a quem conduz: «Não poderás ver a minha face», o que significa: «Não olhes de frente o teu guia» porque, se assim fizesses, correrias num sentido que Lhe é contrário. Como vês, é importante aprender a seguir a Deus: para aquele que assim O segue nenhuma contradição do mal se poderá opor ao seu caminhar. (São Gregório de Nissa, c. 335-395, monge, bispo, A Vida de Moisés, II, 231-233, 251-253 (a partir da trad. de cf. SC Iter, pp. 265ss.).

 

http://www.liturgia.diocesedeviseu.pt/

Ano B - Tempo Comum - 31º Domingo - Boletim Dominical II

Vuelta 2020 passa em Fornos, Celorico, Mangualde e Almeida

Portugal vai ser contemplado por duas etapas da Vuelta a Espanha 2020, uma a terminar na cidade invicta, Porto e outra a ter inicio em Viseu e a terminar em Ciudad Rodrigo.

Face a isso, localidades como : Fornos de Algodres, Chãs Tavares, Mangualde, Celorico da Beira, Almeida e concelho da Guarda, vão ter o privilégio de ver passar os melhores ciclistas do mundo.

Esta uma inovação na Vuelta 2020, que decorre de 14 de Agosto a 06 de Setembro.

 

CPT4x4-João Fernandes(Joviteam) campeão na Promoção

Cláudio Ferreira faz história em Paredes

A grande final teve lugar em Paredes como acontece desde que existe Campeonato nacional, depois do Parque da Cidade, de Rebordosa e de Gandra, em 2018 a caravana do CPT4x4 assentou arraiais em Vandoma e em 2019 repetiu o local.

Uma pista 100% natural que fez as delícias do público e das equipas.
No final das 3 horas de resistência desta 6.ª e derradeira etapa levou a melhor Cláudio
Ferreira (Auto Higino) que faz história e se sagra o primeira bicampeão nacional absoluto de trial 4×4.
Foi um ano desafiante para Cláudio Ferreira, cheio de altos e baixos.

Arrancou a época com uma vitória, fez péssimos resultados em Mação e Famalicão, trocou de navegador a meio da competição, mas nunca baixou os braços. Ao título absoluto soma ainda o título de tricampeão da Classe Super Proto.

Rui Rocha (Team Rj69) conseguiu alcançar o objetivo pelo qual tanto lutou: ser campeão
nacional. Chegou a Paredes em desvantagem, a 12 pontos de Marcelo Lopes (Team Lucrofusão),
mas depois de 3 horas muito duras de resistência conquistou a vitória que lhe valeu o título de
campeão da classe Proto.
Carlos e Rafael Gomes entraram em pista para confirmar o título logo no ano de estreia. A
matemática já lhes era favorável, mas a ausência do principal concorrente garantia a festa da dupla.
O campeão da Promoção, João Fernandes (Jovi Team), com o título já assegurado, resolveu
experimentar a classe Extreme em Paredes e foi muito bem sucedido. Completou 14 voltas ao
circuito, mais 5 do que segundo e terceiro classificados.
Destaque ainda para as vitórias de Carlos Martins e João Pinto (Reciclopeças Team) na
classe UTV/Buggy, César Carneiro e Paulo Silva (Team Sequeiros) em Promoção e Nuno Urbano e
José Luís Rosário (Urbano & Urbano) em Fun.
Os campeões nacionais de trial 4×4 têm presença garantida na Gala dos Campeões da FPAK
– Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting.

Classe Absoluto
1.o Cláudio Ferreira – Crawler Mercedes – 10 voltas
2.o Laurindo Mendonça – Jimny Proto Crawler – 9 voltas
3.o Sérgio Ferreira – Jimmy’s 4×4 48PC2 – 8 voltas
Classe Super Proto
1.o Cláudio Ferreira – Crawler Mercedes – 10 voltas
2.o Laurindo Mendonça – Jimny Proto Crawler – 9 voltas
3.o Sérgio Ferreira – Jimmy’s 4×4 48PC2 – 8 voltas
Classe Proto
1.o Rui Rocha – Toyota Land Cruiser BJ40 – 7 voltas
2.o António Henriques – Proto XS5 – 7 voltas
3.o Luís Bacelo – Nissan Patrol – 5 voltas
Classe Extreme
1.o João Fernandes – Nissan Patrol GR (Y60A) – 14 voltas
2.o Bruno Bastos – Nissan Patrol Y 60 – 9 voltas
3.o Carlos Gomes – Nissan Proto – 9 voltas
Classe Promoção
1.o César Carneiro – Suzuki Samurai – 7 voltas
Classe UTV/Buggy
1.o Carlos Martins – Bombardier Can-Am Maverick – 9 voltas
Classe Fun
1.o Nuno Urbano – Nissan Patrol Y60 – 8 voltas
2.o Pedro Pereira – Nissan patrol – 1 volta

foto:FPAK

Beira Interior-Vinhos e Sabores promovida em Santarém

Em Santarém , realiza-se o Festival da Gastronomia, face a isso o Municipio de Pinhel esteve lá nesta quinta -feira a promover mais uma edição da Beira Interior-Vinhos &Sabores.

Este evento decorre na cidade Falcão de 15 a 17 de novembro, que anualmente recebe centenas de visitantes e promove os vinhos e sabores desta região.

Elísio Oliveira é o novo Presidente da Câmara de Mangualde

Após a eleição do anterior presidente da autarquia de Mangualde como Deputado para a Assembleia da República, João Azevedo, foi assim nomeado recentemente, um novo Presidente da Câmara.
Trata- se de Elísio Oliveira, anterior Vice-Presidente da autarquia, passa agora até final do mandato em curso, o novo Presidente da Câmara de Mangualde.

Turismo Centro de Portugal, vencedor do prémio no ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo

O filme “Turismo Centro Portugal – Are You Ready?” (https://bit.ly/2WnVXmi), produzido pela Slideshow para o Turismo Centro de Portugal, foi o grande vencedor do prémio do público no ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo. O festival vai ter lugar em Torres Vedras, de 22 a 25 de outubro.

Pela primeira vez na sua história, o Festival ART&TUR ofereceu este ano ao público a oportunidade de votar nos melhores filmes e documentários de turismo na competição, através dos People’s Choice Awards. A votação, dividida em três categorias, decorreu no website do Festival, entre 9 de setembro e 9 de outubro.

O filme “Are You Ready?” foi o grande vencedor da Competição Internacional, com um total de 1555 votos. É de realçar que outro filme representativo da região ganhou a Competição Nacional, com 1272 votos: trata-se de “A Vida ao Centro” (https://bit.ly/33gYyhM), produzido pela Câmara Municipal da Marinha Grande. O Centro de Portugal está assim duplamente de parabéns.

Na categoria documentários, o vencedor foi “O Mestre da Farinha”, produzido por Fartura – Comidas do Brasil.

Os vencedores serão galardoados com o prémio Escolha do Público / People’s Choice Award na Gala de Prémios do Festival ART&TUR, que terá lugar em Torres Vedras no dia 25 de outubro, pelas 17h30.

“É com grande satisfação que verificamos que o nosso filme promocional continua a somar conquistas em todos os festivais internacionais de filmes de turismo em que participa. Uma satisfação que desta vez é especial, uma vez que foi o público a eleger o filme da região como o melhor da competição, e que se alarga à conquista da categoria nacional para o filme das praias da Marinha Grande”, sublinha Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal.

“Este filme é um veículo promocional da região ímpar, que divulga o Centro de Portugal em todo o mundo. Agradeço reconhecidamente a todos os que nele votaram, até ao último momento, numa mobilização entusiasmante que atesta o poder agregador da marca Centro de Portugal e do Are You Ready. Este prémio, é, mais do que nunca, de todos os que votaram e é com eles que partilhamos esta distinção”, acrescenta.

                           Filme tem colecionado prémios internacionais
O filme “Turismo Centro de Portugal – Are You Ready?” tem conquistado prémios e distinções em festivais de filmes de turismo em todo o mundo. O mais recente foi em Cannes, mas já recebeu galardões nos Estados Unidos, em Espanha, na Sérvia, na Letónia e na Bulgária.

Produzido pela Slideshow para o TCP, e realizado por Pedro Vieira, “Turismo Centro de Portugal – Are You Ready?” é um filme promocional com um conceito inovador: o visitante transforma-se na personagem de um jogo passado no magnífico território do Centro de Portugal e tem como objetivo chegar à onda gigante da Nazaré, onde é esperado pelo surfista Garrett McNamara. A mensagem é a de que, alterando-se o personagem principal, poderemos sempre criar novos roteiros, novos percursos, e redescobrir, de acordo com motivações próprias, novos Centros de Portugal.

Legislativas 19- Abstenção pode passar os 50%

Após o fecho das urnas, surgem os primeiros números da noite , apesar de ser uma sondagem, neste caso, o valor da Abstenção ronda entre os 47,5% e os 51,5%.

Tudo isto pode indicar que os candidatos não foram de certa forma convincentes no que toca a fazer mover as pessoas a votar.

este é um indicador que algo tem de ser alterado no futuro para o próximo ato eleitoral.

Gouveia acolhe as Jornadas Europeias do Património 2019

Vão decorrer nos dias 27 e 28 de setembro as Jornadas Europeias do Património 2019, este ano subordinadas ao tema Artes Património Lazer,no concelho de Gouveia.

Segundo a  Direção Geral do Património Cultural,pretende-se com este tema “destacar as muitas facetas do património ligadas às artes, como fonte de entretenimento, e ao lazer, que nos permitem a todos viver outras dimensões da vida quotidiana, apropriando-nos de uma parte da cultura, tornando-nos autores, especialistas, guardiões e protagonistas.” A DGPC, entidade que coordena a programação e divulgação das JEP a nível nacional, convida as entidades públicas e privadas a associarem-se a estas Jornadas, organizando iniciativas neste âmbito.

O Município de Gouveia aliou-se a esta celebração europeia do património, juntamente com a Junta de Freguesia de Vila Nova de Tazem, com um programa que envolve caminhadas, visitas guiadas e uma palestra a dividir entre a sede de concelho, Gouveia e Vila Nova de Tazem.

Assim do programa faz parte:

27 SET – 09h00 – Posto de Turismo – Caminhada (Posto de Turismo – Curral do Negro – Parque Ecológico) – Dia Mundial do Turismo – No âmbito do Dia Mundial do Turismo, o Posto de Turismo de Gouveia organiza uma caminhada acompanhada pelos espaços verdes de excelência de Gouveia, numa caminhada que parte à descoberta da Mata da Cerca, do Curral do Negro e do Parque Ecológico de Gouveia. Tem início no Posto de Turismo às 09h00 e termina no mesmo local por volta das 12h00.

 

27 SET – 15h00 – Museu Paroquial de Vila Nova de Tazem – Palestra: Arqueologia da Vila – Vila Nova de Tazem no tempo e no espaço – Joel Correia – A única Vila do concelho de Gouveia tem uma história milenar por descobrir. Nesta conversa, quase, informal, dá-se a conhecer uma série de elementos arqueológicos que nos permitem reconhecer as realidades culturais e sociais do passado mais e menos distante da vivência humana nesta região, encontrando-se aqui, alguns elementos inéditos na historiografia e na arqueologia regional que importa dar a conhecer.

 

27 SET – 17h30 –  Visita à Capela de S. Miguel, Gouveia (À Descoberta da Arquitetura Religiosa de Gouveia) – Continuando a descoberta da arquitetura religiosa de Gouveia, e pela proximidade ao Dia de S. Miguel (29 de Set), o Município de Gouveia propõe uma visita guiada à Capela de S. Miguel, centro religiosos do populoso e tradicional Bairro do Outeiro.

 

28 SET – 10h00 – Igreja Matriz de V. N Tazem – Visita guiada ao Património Cultural de Vila Nova de Tazem – No seguimento da palestra de dia 27 de setembro, propõe-se aos visitantes conhecer os espaços dados a conhecer ai, tocando nas realidades arqueológicas mencionadas. O património cultural como experiência de lazer e de conhecimento, é o mote para esta visita guiada.