Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: 2020 (Pagina 5)

Tag Archives: 2020

Nova App do Município de Aguiar da Beira disponível

O Município de Aguiar da Beira informa que  está agora sempre consigo, no seu smartphone: notícias, agenda cultural, guia turístico (onde comer, onde dormir, o que visitar, percursos e rotas, património, gastronomia) e diversos serviços online: ocorrências, contactos úteis, farmácias de serviço, etc.

A aplicação compatível com os principais sistemas operativos, encontra-se já disponível de forma gratuita nas lojas de aplicações Android e muito brevemente em iOS.

Alunos da AEFA recolheram alimentos

 

As duas primeiras semanas do mês de dezembro, serviram para os  alunos do 9ºC do Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres promoverem uma campanha cujo objetivo foi arrecadar o maior número possível de géneros alimentícios para ajudar as famílias mais carenciadas do concelho.
Foram alcançados alguns desígnios, particularmente os de promover atitudes e valores de entreajuda estimulados por ações que façam a diferença e participação em atividades que adotem comportamentos positivos, responsáveis e solidários.
Desta forma os jovens agradecem  ao Minimercado Paula, Minimercado Pegue & Pague e Supermercado Código Poupança, locais que possibilitaram desenvolver esta atividade.

Crianças do JI Fornos de Algodres vencem 1ºprémio no “Giotto És Tu 2020”

As crianças da  Turma 3C do Jardim de Infância de Fornos de Algodres venceram o primeiro prémio do concurso: “Giotto És Tu 2020”, na categoria Pré Escolar. Este concurso foi patrocinado pela Fila Iberia relacionado com a marca Giotto.
O objetivo deste concurso era colocar as crianças a trabalhar os valores da igualdade e diversidade e relacionarem a sua criatividade com o tema “Juntos criamos igualdade e diversidade!”.
Para ir ao encontro do tema do concurso, a educadora titular de sala, Paula Aguiar, conversou com as crianças sobre os direitos, a diversidade e os valores que deveriam usufruir todas as crianças. Neste sentido, construíram um barco intitulado: “Amigos à Volta do Mundo”, no qual os amiguinhos vão dar uma volta ao mundo numa pura amizade entre si. Este trabalho focou nos direitos e valores que todas as crianças devem usufruir nas suas vidas e como deveriam ser respeitadas e amadas.
O prémio será entregue no mês de janeiro de 2021, que inclui um conjunto de material escolar valorizado em 700 euros.
fonte:AEFA

1º Webinar Internacional| LIFE Landscape Fire 2020 de 15 a17 dezembro

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões, através do seu Gabinete Técnico Florestal Intermunicipal, promove o 1º Webinar Internacional| LIFE Landscape Fire 2020, a decorrer, nos dias 15, 16 e 17 de dezembro.

Este fórum, desenvolvido no contexto do projeto LIFE Landscape Fire Project, tem como objetivo promover o debate e a partilha de experiências sobre temas como a prevenção de incêndios florestais, a conservação da biodiversidade, o aumento da resiliência florestal, a capacitação dos decisores relativamente aos benefícios da prevenção e ações de redução da vulnerabilidade territorial atual da região, entre outros.

Recorde-se que a CIM Viseu Dão Lafões é a entidade promotora do projeto LIFE Landscape Fire Project, aprovado no âmbito do Programa Europeu LIFE, desenvolvido em parceria com o Instituto Politécnico de Viseu, a Junta da Extremadura, a Mancomunidad Integral Sierra de San Pedro e a Universidade de Extremadura.

O LIFE Landscape Fire Project pretende contribuir para a diminuição do impacto dos incêndios florestais, tanto ao nível das emissões de carbono para atmosfera como da perda de biodiversidade, ao mesmo tempo que reduz o seu impacto económico e social.

Para o Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho, “Com a realização do 1º Webinar Internacional, a CIM Viseu Dão Lafões, procura dar, um primeiro passo, para a partilha e disseminação do conhecimento resultante do projeto LIFE Landscape Fire.

“Este tipo de iniciativas e projetos piloto que temos desenvolvido, no âmbito da defesa e conservação da floresta, afiguram-se como um instrumento fundamental para desenvolver uma política intermunicipal eficaz de prevenção de incêndios e proteção da biodiversidade em Viseu Dão Lafões. O projeto LIFE Landscape Fire revela-se, por isso, fundamental, para o desenvolvimento de uma estratégia intermunicipal no domínio da gestão da floresta, da sustentabilidade ambiental e da proteção civil”, concluiu o Secretário Executivo.  

O seminário contará com as participações, entre outros, do Secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, João Catarino; do Reitor da Universidade da Extremadura, António Hidalgo, do Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho, bem como de especialistas das diversas áreas dos quais se destacam, Lynn Huntsinger, Ana Belén Robles e Jean Paul Metailie. 

A inscrição no seminário é gratuita, mas de caracter obrigatório, devendo ser efetuada, até ao dia 14 de dezembro, através do link: https://tinyurl.com/y4h48g43

Futsal Feminino- Guarda 2000 promovido à 2ªDivisão Nacional

Promoção dedicada a Segura Fernandes

Um fim de semana histórico para o futsal feminino da AF Guarda, com a turma da Guarda 2000 a conseguir o apuramento para participar na 2ªdivisão nacional da modalidade.

Depois de diversas tentativas, a turma de Marco Santos, alcançou um feito histórico, uma grande homenagem ao fundador Segura Fernandes que sempre tentou o melhor para a sua equipa e agora onde quer que esteja vê a sua equipa a participar na 2ªDivisão da modalidade.

Um fim de semana que determinou este feito, no sábado , uma derrota tangencial perante a Briosa por 3-2, onde a turma egitaniense se bateu muito bem.

Depois este domingo, o Pavilhão S.Miguel foi palco deste encontro que deu o passaporte, um grande triunfo frente ao GD Valverde, por quatro bolas a uma.

foto:G2000

Wi-fi gratuito nas 12 Aldeias Históricas de Portugal

Teve lugar , recentemente, uma sessão pública através de plataformas digitais, com a  apresentação de mais dois projetos estruturantes para o território: “Aldeias Históricas de Portugal | Um Destino Mais Inteligente” e “Aldeias Históricas de Portugal | Um Destino Mais #Bikelife”.

Uma iniciativa que contou com a participação da Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, para além de representantes de entidades envolvidas nas iniciativas.

O projeto “Aldeias Históricas de Portugal | Um Destino Mais Inteligente”, desenvolvido em parceria com a Altice Portugal, foi o primeiro a ser apresentado, tendo sido desenvolvido com o objetivo de dotar as 12 Aldeias Históricas de Portugal de tecnologias wireless de qualidade, entre outras estruturas digitais. Um investimento particularmente importante, já que para além de melhorar a qualidade de vida dos residentes, incrementa a experiência do turista, bem como as condições dos profissionais que exercem a sua atividade no território e dos que ponderam essa possibilidade. Ver filme em https://youtu.be/0bi7HrYeeJs

Recentemente concluído no terreno, o projeto confere às Aldeias Históricas de Portugal o estatuto de primeiro destino, em rede, totalmente coberto com fibra ótica e com wi-fi gratuito. Uma infraestrutura igualmente decisiva para o desenvolvimento de iniciativas e de projetos que não dispensam o digital como ferramenta ou instrumento de trabalho. Ou seja, o reforço das Aldeias Históricas de Portugal como um destino (também) inteligente e isto num território localizado no “interior profundo” do país.

O projeto proporcionou a instalação de uma rede wi-fi gratuita no espaço público e em pontos de interesse de todas as 12 Aldeias Históricas de Portugal, além de ter implementado um sistema beacon, por tecnologia bluetooth, e de ter criado uma aplicação móvel para os turistas. Esta app (ver filme em https://youtu.be/sgrNiP0R0Mo) permite às aldeias interagirem com os visitantes, fornecendo informação georreferenciada e contextual, eventos e outras notícias úteis e é também uma aplicação inclusiva, uma vez que disponibiliza áudio guias em várias línguas e com conteúdos que cumprem com a regra da infoacessibilidade. O download da aplicação já está disponível em https://aldeiashistoricasdeportugal.com/app-ahp/

Paralelamente, as Aldeias Históricas de Portugal também passam a poder monitorizar o fluxo de visitantes com base nos dados revelados pela utilização da aplicação móvel e pelos acessos à tecnologia wireless.

O projeto “Aldeias Históricas de Portugal | Um Destino Mais Inteligente” tem como executores as Aldeias Históricas de Portugal e os municípios integrados na sua Rede, nomeadamente Almeida, Arganil, Belmonte, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fundão, Idanha-a-Nova, Mêda, Sabugal e Trancoso.

                  Uma rede de percursos cicláveis com 3.500 quilómetros
O Presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, abriu o painel dedicado ao projeto estruturante “Aldeias Históricas de Portugal | Um Destino Mais #Bikelife”.

Este projeto foi delineado com o objetivo primordial de promover as práticas de mobilidade suave e sustentável – da bicicleta – entre as 12 Aldeias Históricas de Portugal, através da criação de uma estrutura permanente de percursos cicláveis.

A iniciativa resultou na criação da Rede de Percursos Cicláveis Aldeias Históricas de Portugal. O projeto levou à identificação e categorização de uma rede de percursos cicláveis em estrada, num total de cerca de 3.500 quilómetros, divididos por 46 percursos – a maior rede de percursos cicláveis em todo o país!

Assim, as Aldeias Históricas de Portugal reforçam-se como um destino de excelência (também) para os cicloturistas e para todos os amantes de bicicleta, com impacto positivo na promoção das Aldeias Históricas de Portugal e dos territórios envolventes. Uma aposta que também tem o condão de permitir o foco na especialização da oferta instalada, diferenciando-a e direcionando-a para um segmento de mercado com valor aquisitivo e, tendencialmente, com períodos de estadia mais prolongados.

Paralelamente, está em fase de conclusão a produção de um Guia dos Percursos Cicláveis da Rede das Aldeias Históricas de Portugal, muito útil para quem pretender conhecer os percursos mais indicados para todas as situações e com uma forte aposta na vertente inclusiva. Um guia que privilegiará a dimensão digital, até por força do posicionamento sustentável das Aldeias Históricas de Portugal. No entanto, também será produzida uma edição em suporte físico, exclusivamente para a promoção em certames.

O projeto “Aldeias Históricas de Portugal | Um Destino Mais #Bikelife” tem a sua área de intervenção nos municípios integrantes da rede ALDEIAS HISTÓRICAS DE PORTUGAL e em municípios de ligação, casos de Castelo Branco, Covilhã, Fornos de Algodres, Manteigas, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Penamacor, Pinhel e Seia.

Para António Robalo, presidente da Associação das Aldeias Históricas de Portugal, o percurso que se tem realizado em torno de uma estratégia assistida pelo princípio do crescimento inteligente, sustentável e inclusivo tem sido desafiante, mas também tem demonstrado que este é o caminho certo. O foco nas dinâmicas colaborativas e integradas, como é o exemplo destes dois projetos, tem alavancado a cultura de trabalho em rede e acentuado a capacidade das comunidades de contribuírem para o desenvolvimento local.”

“A nossa missão assenta na criação de ativos e de mecanismos facilitadores para dotar a Rede de maior competitividade. Os projetos “Um Destino Mais Inteligente” e “Um Destino Mais #Bikelife” são disso exemplo. Duas apostas que, no quadro societário e empresarial atual e tendencial, são valias inegáveis para a almejada diferenciação, acrescenta.

Os dois projetos apresentados  são financiados pelo Programa Valorizar.

Balanço da Campanha Nacional “desMarca a Diferença”

A Guarda Nacional Republicana realizou uma campanha de sensibilização denominada por “desMarca a Diferença”, em todo o território nacional, direcionada para a divulgação dos direitos e promoção da inclusão das Pessoas com Deficiência, de 3 a 9 de dezembro, com diversas ações presenciais, apostando ainda na divulgação de conteúdos através das redes sociais.

No total foram realizadas 131 ações de sensibilização presenciais, onde foram sensibilizadas cerca de 2000 pessoas.

Paralelamente, houve lugar à campanha através das redes sociais, com um post por dia, tendo sido possível alcançar cerca de 550 mil pessoas.

No início desta campanha, evidenciou-se o uso de cães da GNR como um recurso terapêutico inovador em sessões de cinoterapia a crianças com necessidades educativas especiais, contribuindo para a expressão das suas emoções e para a capacidade de comunicação.

O final desta campanha ficou marcado por uma sessão de hipoterapia dirigida a pessoas portadoras de deficiência, em Évora, que contou com a presença da Secretária de Estado da Administração Interna, Dra. Patrícia Gaspar e da Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Dra. Ana Sofia Antunes.

A GNR relembra que a inclusão plena de todos os cidadãos, incluindo os portadores de deficiência, é uma das suas maiores prioridades enquanto “força humana, próxima e de confiança”, estando focada em dispor de mecanismos de apoio que garantam respostas de qualidade junto da população.

Taça de Portugal:Ac.Viseu venceu Académica e segue em frente

No inicio da tarde desta sexta-feira, disputou-se no Estádio Municipal do Fontelo, uma partida referente à Taça de Portugal, com o  Académico de Viseu a bater a Académica de Coimbra, por 3-0, garantindo a presença no sorteio dos oitavos de final da competição, recorde-se que temporada passada, a turma visiense chegou às meias finais, onde seria derrotado pelo detentor do troféu, FC Porto.

Uma partida com os visienses a abrirem o ativo aos 20 minutos, por  Pica e três minutos depois , novo golo visiense com Paul Ayongo a aumentar para a turma de viriato.

A segunda parte veio a ter mais um golo, onde Paul Ayongo, aos 64″, viria a ampliar e acabou por sentenciar o jogo, dado que a Briosa nada conseguia fazer para contrariar este desfecho.

Foto:AVFC

“Caravana Literária homenageia Eduardo Lourenço

A Guarda2027 vai organizar a “Caravana Literária – Festa de Literatura e Pensamento da Beira Interior”. A primeira edição, programada para acontecer a partir de maio de 2021, homenageia Eduardo Lourenço. A Caravana Literária é um projeto itinerante dedicado à figura e obra de um autor consagrado ligado aos concelhos que integram a candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura. Trata-se de uma festa de literatura e pensamento anual que tem como premissa associar geografias (espaço urbano e património natural), à produção literária e a outras áreas artísticas, de forma articulada e em torno de uma personalidade de dimensão nacional.

O anúncio da Caravana Literária aconteceu no decorrer da quarta e última sessão do ciclo “Conversas:Guarda2027, uma iniciativa que discutiu temas como a atividade artística em contexto rural, mobilidade e coesão social, empreendedorismo e tecnologias da cultura e património identitário da região.

“Eduardo Lourenço foi quem mais pensou sobre a vocação da Guarda, não só na Ibéria como no contexto europeu”, referiu na ocasião Vítor Amaral, vice-presidente da Câmara Municipal da Guarda.

Este projeto está a ser concebido no âmbito da Guarda2027 pelo programador Jorge Maximino.

As conclusões das quatro sessões do ciclo “Conversas:Guarda2027″, realizadas no Fundão, Gouveia, Figueira de Castelo Rodrigo (em versão online) e na Guarda vão estar plasmadas no dossier de candidatura.

“Está na altura de sairmos das trincheiras e criar uma narrativa comum para a Beira Interior que se transforme numa candidatura forte a Capital Europeia da Cultura em 2027”, concluiu Vítor Amaral.

Vai surgir nas escolas de Pinhel, Figueira e Foz Côa uma disciplina alusiva ao Vale do Côa

Aconteceu uma reunião entre o Presidente da Fundação Côa Parque, Bruno Navarro, o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, e com o Diretor do Agrupamento de Escolas de Pinhel, José Vaz, a fim de apresentar a proposta de criação de uma nova disciplina escolar destinada aos alunos de vários graus de ensino dos concelhos que integram o Vale do Côa.
O nosso património” é então a nova disciplina que irá surgir no âmbito do programa de flexibilidade curricular que permite aos agrupamentos e escolas conteúdos próprios destinados à formação dos alunos.
Esta disciplina visa criar “uma oferta complementar de escolaridade que se prende com a necessidade da disseminação do conhecimento do património histórico, cultural e natural do território, estimulando a consciência identitária das comunidades residentes, nomeadamente nas crianças e jovens que habitam neste território”, explicou o Presidente da Fundação Côa Parque.
No distrito da Guarda, além de Pinhel, o projeto vai também abranger os concelhos de Vila Nova de Foz Côa, Figueira de Castelo Rodrigo e Mêda.