Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: Almeida

Tag Archives: Almeida

GNR Guarda-Almeida – Dois detidos por furto de quatro mil testes de Covid-19

O Comando Territorial da Guarda  deteve dois homens de 35 e 54 anos, por furto de quatro mil testes de Covid-19, no concelho de Almeida.

Na sequência de um alerta transmitido pelo Comando Territorial de Aveiro a dar conta de um furto de testes de Covid-19, numa empresa em Esmoriz, os militares da Guarda encetaram diligências policiais tendo sido possível apurar-se que os suspeitos estavam a deslocar-se para a região de Múrcia, em Espanha. Na sequência da ação, foi desenvolvida uma operação policial e acionados meios de reforço necessários para os intercetar, que viria a acontecer perto da fronteira de Vilar Formoso, culminando com as duas detenções e com a apreensão do seguinte material:

  • Uma viatura;
  • Quatro mil testes de Covid-19;
  • 675 euros em numerário.

Esta ação contou com o reforço do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da Guarda, do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Vilar Formoso, do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Vilar Formoso, do Posto Territorial de Vilar Formoso e do Comando Territorial de Aveiro.

Os detidos serão presentes ao Tribunal Judicial de Ovar, para aplicação de medidas de coação.

GNR Guarda-Almeida – Detido por tráfico de estupefacientes

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Vilar Formoso,  deteve um homem de 42 anos por tráfico de estupefacientes, no concelho de Almeida.

No âmbito de uma ação de fiscalização rodoviária, os militares da Guarda observaram que o homem se encontrava nervoso com a sua presença, tendo adotado um comportamento suspeito. No seguimento das diligências policiais foi possível verificar que no interior do seu veículo se encontrava diverso produto estupefaciente. Foi então efetuada uma busca ao veículo, tendo sido apreendidas 69 doses de heroína e 2,5 doses de cocaína.

O detido encontra-se referenciado por vários crimes de tráfico de estupefacientes nas localidades da Guarda, Vilar Formoso, Covilhã e Fundão.

O detido foi constituído arguido, e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Almeida.

Legislativas 22- Marisa Matias (Bloco de Esquerda) vem ao Distrito da Guarda

Ainda em pré- campanha, nesta quarta-feira, dia 12 de Janeiro, quarta-feira, Marisa Matias do Bloco de Esquerda visita o distrito da Guarda com o seguinte programa:
 
9h30 – Ação de contacto com a população na feira de Seia
 
11h30 – Visita ao hospital Nossa Senhora da Assunção – Seia
 
16h – Visita à Associação Sócio-terapêutica de Almeida  

Serra da Estrela Recupera Tradições para um Natal tão Natural Quanto Possível

Na Serra da Estrela, as festividades alusivas a esta época não esquecem as tradições e a identidade dos 15 territórios que compõem a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE). Não obstante a atual situação pandémica, existe um esforço de levar luz, animação e conforto emocional às populações locais e a aos turistas que se desloquem à Serra nesta altura do ano.

 

Acima de tudo, pretende-se que o Natal na Serra da Estrela seja vivido com intensidade, segurança e magia e que seja tão natural quanto possível. Não irá faltar a neve, o conforto da lareira, os produtos tradicionais, as tradições seculares, a identidade de cada território, os produtos únicos que não podem deixar de marcar presença numa casa portuguesa, como o Queijo Serra da Estrela DOP, os azeites de montanha, o burel, a doçaria tradicional, o mel, os frutos secos, o pão, os melhores vinhos do território. Neste outono/inverno, a Serra recebe os primeiros nevões e ‘veste-se’ de branco com todo o seu esplendor e gáudio de todos aqueles que querem viver o Natal intensamente. O mote é este: aproveitar esta quadra natalícia para regressar e conhecer as gentes genuínas, a sua cultura, os seus spas, os hotéis e os espaços de turismo rural e ecológico. Saboreie o melhor da gastronomia e as histórias que passam de geração em geração. Passeie pela natureza, respire o ar fresco da serra e sinta as fragâncias da vegetação natural e os aromas que escapam de cada casa, de cada aldeia, de cada forno comunitário.

TRADIÇÕES NATALÍCIAS

Cada tradição tem uma história por trás. E na Serra da Estrela, não vai querer perder uma vírgula de nenhuma delas. Comece por Seia e encontre uma Aldeia de Cabeça cheia de brilho e cor. Nesta altura, as casas pitorescas de xisto vestem-se a rigor para o Natal e para receber todos os curiosos. Sempre ao som das músicas tradicionais desta quadra. Parta à descoberta da Aldeia Viçosa e saboreie uma tradição que remonta ao século XVII: o Magusto da Velha. Os vinhos e as castanhas são reis e rainhas nesta quadra e coroam o paladar de quem os visita. Continue a sua viagem, agora pela Guarda. Aqui, durante esta altura, nasce uma cidade Natal iluminada com várias atividades para pequenos e graúdos. Por fim, não termine a sua visita sem conhecer o maior presépio natural do país. Descubra-o no Sabugal. Inúmeras figuras e cenários pensados ao pormenor, exposições, iluminações e decorações naturais. Tudo isto e muito mais está à sua espera.

MUSEUS E PONTOS DE INTERESSE

São muitos os espaços que no passado acolheram a história e a cultura. As aldeias dos municípios do Fundão e da Covilhã ostentam o xisto nas paredes até aos dias de hoje. Celorico da Beira, Seia e Trancoso receberam o Solar do Queijo da Serra da Estrela, o Museu do Pão e o Museu do Azeite, respetivamente. E agora, estão prontos para o receber. Percorra vários traços que se interlaçam na cultura beirã através do Museu dos Lanifícios, do Burel Factory e Ecolã de Manteigas e do Circuito de Arte Urbana do Fundão. Viaje pela história das Beiras e Serra da Estrela. Embarque no Museu Militar de Almeida. Continue a jornada pelo Museu dos Descobrimentos de Belmonte e pelo Museu da Guarda. Descubra a Arte Sacra de Fornos de Algodres, as Muralhas de Pinhel e uma coleção de automóveis em miniatura estacionada no Museu de Gouveia. Explore os Castelos e as casas brasonadas de Mêda e Figueira de Castelo Rodrigo. Aqui a história é contada e a cultura é exibida no estado mais puro. Venha conhecê-las.

PROGRAMAÇÃO DE NATAL DOS 15 MUNICÍPIOS DAS BEIRAS E SERRA DA ESTRELA

 

ALMEIDA

O município de Almeida considera a época natalícia uma altura propícia para a animação, mas também para a dinamização dos negócios locais. Desta feita foram criadas atividades com impacto na economia local, tais como o Mercadinho de Natal, a Exposição de presépios de rua no centro histórico, a Exposição de presépios nos espaços do Turismo Municipal de Almeida e Vilar Formoso e as atividades: “Dinamizar para Aproximar” com sorteio de Vouchers: “Compre no comércio tradicional”; “Valorize a gastronomia local – Rota do Bacalhau” e “Natal no alojamento local”. Consulte toda a informação aqui.

 

BELMONTE

No âmbito da época festiva, o município de Belmonte organiza a já emblemática Festa das Luzes, ou Hanukkah em hebraico, que acontece até 6 de dezembro. Nesta festa marcada “pelo clima familiar e pela alegria, um candelabro de nove braços é usado, com o acender de uma vela por dia, recordando os oito dias em que a chama ardeu milagrosamente.” Acontecem ainda oficinas de materiais reciclados, estátuas de luz e vão ser apresentados um livro e um vinho kosher no Museu Judaico. Além dos tradicionais Mercadinhos de Natal, concertos e animação de rua, o Natal em Belmonte culmina com a realização de vários concursos como o das Montras de Natal, Árvores de Natal, de Madeiros e de Presépios das Escolas. Para saber mais consulte o site oficial do município aqui.

CELORICO DA BEIRA

O município assinala a época festiva com um sorteio de Natal como forma de ajudar e revitalizar o pequeno comércio local e, até 23 de dezembro, os mais pequenos podem entrar na casa do Pai Natal e divertir-se com a oferta existente.

COVILHÃ

No município da Covilhã, o Natal será passado com arte, até ao dia 9 de janeiro. Inclui um vasto programa de atividades e eventos nesta cidade que é atualmente Cidade Criativa da UNESCO, na área do Design. Concertos, oficinas de Natal, animação de rua, teatros, exposições, espetáculos de marionetas e circo, desfiles, recitais, concertos com histórias para as famílias, bailado clássico e muito mais. Consulte aqui a agenda completa.

FIGUEIRA DE CASTELO RODRIGO

De 8 a 25 de dezembro, Figueira de Castelo Rodrigo promete ser a “Terra Natal”, acolhendo no coração da vila diversas atividades e iniciativas natalícias. O programa é pensado para as famílias, em especial para as crianças, havendo música, cinema, teatro e uma diversidade de animações de rua. Não vão faltar a Casa do Pai Natal, o Presépio, a Casa dos Ateliers de Natal, o Baloiço, o Comboio e o Mercadinho. Sem esquecer as iniciativas em prol dos mais desfavorecidos. O culminar destas atividades terá lugar no dia 24 de dezembro, dia em que será acesa a fogueira de Natal. Mais informações aqui.

FORNOS DE ALGODRES

Fornos de Algodres celebra o Natal sob o lema “Fornos de Algodres Natal, Um presépio Natural”, contando com um programa oficial composto por espetáculos de vídeo mapping, espetáculos para os mais novos com entrega de presentes e ainda far-se-á um “Sorteio de Natal”, para promoção e divulgação do comércio local. Não vão faltar em cada casa, as tradições natalícias do concelho como as filhoses, as fritas (fatias douradas), o bacalhau e o polvo cozidos na véspera de Natal, o cabrito no forno no almoço de Natal. Em algumas aldeias ainda resiste o Cepo de Natal ou a tradicional Missa do Galo. Consulte mais informações sobre o Natal neste município aqui.

FUNDÃO

O município do Fundão vive o Natal com uma série de eventos alusivos à época, entre os quais o Concurso de Presépios que, uma vez mais, mantém viva uma tradição cultural secular e dinamiza a construção de presépios no concelho. Nesta época do ano conta ainda com um Eco Mercado de Natal, concertos, espetáculos, saraus, concursos e muito mais. A Gastronomia tradicional não fica esquecida e até 19 de dezembro decorre o Festival da Tibórnia e, até 17 deste mês, acontece o Concurso do Melhor Bolo-Rei do Fundão.  Mais informações aqui.

GOUVEIA

Além da tradicional animação de Natal, o município de Gouveia, em parceria com a Agência para o Desenvolvimento dos Negócios de Gouveia (ADN Gouveia) criou uma campanha de Natal para promover as compras no comércio local e reforçar o apoio aos seus comerciantes. Mais informações aqui.

GUARDA

Até 25 de dezembro, Guarda será “Onde o Natal brilha mais alto” na Praça Luís de Camões, bem no coração da cidade mais alta, até porque estão agendadas atividades diversas para animar os dias e as noites mais frias com uma parada de Natal, carrosséis, photopoints para mais tarde recordar, concertos, o tradicional madeiro, árvores de vitrais, pinheiros de Natal, artesanato, concurso de montras e o, já habitual, mercadinho de Natal. Está tudo aqui basta aceder a este link.

MANTEIGAS

No município de Manteigas, as tradições, eventos e produtos natalícios não vão faltar com as Arruadas de Boas Festas, a Missa do Galo e a realização do Madeireiro nas quatro freguesias do concelho (Sameiro, Santa Maria, São Pedro, Vale de Amoreira). A “Natureza do Natal” em Manteigas completa-se com a Aldeia do Pai Natal, a realização do Mercadinho de Natal (17, 18, 19, 23, 24, 25, 31 de dezembro e 1 de janeiro) e, no dia 13 de dezembro ao final da tarde, a não perder o evento do acender das luzes de Natal com concerto de Natal. Mais informações aqui.

MÊDA

Mêda recebe o Natal com a animação habitual no Parque Municipal até 26 de dezembro onde não vão faltar o mercadinho, ateliers temáticos, a casa e o comboio do Pai Natal. O Concurso ‘Montras de Natal’ decorrerá de 7 de dezembro a 6 de janeiro, no âmbito da iniciativa ‘Natal Real é no Comércio Tradicional”, com o objetivo de dinamizar o comércio local, destacando a criatividade dos comerciantes subordinada à temática dos elementos naturais, alusivo à quadra natalícia.

Mais informação sobre o Natal em Mêda aqui.

PINHEL

De 15 de dezembro a 6 de janeiro, a magia do Natal vai animar a cidade de Pinhel, com atividades pensadas para todas as idades e, sobretudo, para as famílias.

À semelhança de anos anteriores, o “Pinhel de Natal” terá luz, através das iluminações natalícias que irão acender-se no dia 1 de dezembro, mas também o tradicional “Carrossel Parisiense”, Pista de Gelo, Zona Gaming, Ateliers de Natal, Globo de Neve Gigante e muita animação… isto tudo no Parque Municipal da Trincheira transformado num Bosque Encantado com um circo de Natal dos Duendes. Mais informações aqui.

SABUGAL

O Centro Histórico do Sabugal volta a ser berço do ‘Sabugal Presépio – O Maior Presépio Natural’, que inaugura a 7 de dezembro. Com uma ocupação de cerca de 1.100 metros quadrados e construído com recurso a materiais recolhidos na natureza, tais como troncos de castanheiros, heras e musgos, esta recriação contempla diversas cenas bíblicas relacionadas com a Natividade. O Natal neste município vai surpreender os sentidos. Entre bolas e estrelas, as luzes natalícias vão iluminar o Sabugal. Previstos concertos, exposições, o mercadinho de Natal, concurso de montras de Natal. Os mais pequeninos podem contar com oficinas de origami, pinturas faciais, cinema de sombras e muitas outras surpresas. Para dar as boas-vindas a 2022, as cinco vilas medievais – Alfaiates, Sabugal, Sortelha, Vila do Touro e Vilar Maior – vão iluminar-se com espetáculos pirotécnicos. Mais informações aqui.

SEIA

O programa de Natal em Seia decorre até 6 de janeiro com o centro da cidade animado pela iluminação pelas principais artérias. O município pretende criar maior atratividade e dinamismo nas zonas comerciais, um incentivo para visitar e comprar no concelho. A pista de gelo já está montada e, na envolvente do Mercado Municipal, o Carrossel Parisiense vai ser uma das grandes surpresas para os mais pequenos. No Mercado de Natal terá diversas atividades agendadas e oficinas para todos participarem. O desfile do Pai Natal não ficou esquecido e vai chegar às aldeias e ao centro da cidade. Após uma paragem forçada, os habitantes de Cabeça voltam a enfeitar a sua aldeia naquele que é o mais ecológico e tradicional Natal do país. Consulte o programa oficial aqui.

TRANCOSO

Além do Concurso de montras alusivas ao Natal, o município de Trancoso vive a Magia de Natal, entre 10 de dezembro a 01 de janeiro, na Praça D. Dinis. Consulte aqui.

 

Esta ação enquadra-se no Projeto Produtos Turísticos Integrados de Base Intermunicipal, desenvolvido pela Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, em parceria com o Turismo Centro de Portugal, cofinanciado pelo Portugal 2020, Centro 2020 e União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Estas atividades acontecem no âmbito do estreito cumprimento pelas normas definidas pelas autoridades de saúde para a prevenção e mitigação do risco de contágio pela COVID-19, podendo alguns eventos estarem sujeitos a lotação máxima e/ou cancelamento de alguma iniciativa, tendo em conta a evolução da Pandemia.

GNR-Novas viaturas para Postos Territorial de Aguiar da Beira, Sabugal e Almeida

Teve lugar , na Guarda, a entrega de 3 viaturas de patrulha aos Postos Territorial de Aguiar da Beira, Sabugal e Almeida da GNR. Deste modo, uma cerimónia do  Comando Territorial da Guarda, com a entrega das viaturas a serem efectuadas pelo Comandante, Coronel  Cunha Rasteiro.
De recordar que as viaturas enquadram-se no lote de 115 viaturas entregues no passado dia 10 de setembro, pela Guarda Nacional da GNR a várias Unidades Operacionais da GNR, no âmbito da Lei de Programação das Infraestruturas e Equipamentos para as Forças de Segurança e Serviço de Segurança.Estas mesmas viaturas irão reforçar o patrulhamento das localidades.
fonte:GNR

Caravana Literária- Festa da Literatura e do Pensamento começou na Guarda

Decorreu na Guarda, a Primeira Caravana Literária- Festa da Literatura e do Pensamento, uma homenagem a Eduardo Lourenço.

A Caravana Literária – Festa da Literatura e do Pensamento é uma iniciativa internacional que surgiu no âmbito da candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura em 2027. É um projeto multidisciplinar e itinerante dedicado anualmente a autores consagrados no mundo da cultura e das artes, neste caso a Eduardo Lourenço, filósofo e ensaísta.

O dia iniciou com a cerimónia oficial de abertura pelos Presidentes: Carlos Chaves Monteiro, Presidente da Câmara Municipal da Guarda, António J. Machado, Câmara Municipal de Almeida e João Paulo Sousa, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa.

Carlos Chaves Monteiro por sua vez referiu:” A Caravana Literária é uma festa literária e do pensamento, é uma iniciativa internacional também integrada neste grande projeto que é a nossa candidatura a capital europeia da cultura que envolve 2027, envolve 17 municípios, uma visão de território que nós temos para alicerçar muito do desenvolvimento não só com base na cultura mas também nesta conjugação de esforços dos diferentes municípios que compõem este espaço geográfico e a partir deles não só trazer mais quantidade, é fundamentalmente também qualidade.

Esta é mais uma parceria virtuosa que o Município da Guarda mas também o envolvimento de Almeida e Foz Côa têm estado numa relação muito estreita naquilo que são estas dinâmicas e portanto acreditamos mesmo que este é o caminho para nós trazermos essa qualidade, essa diversificação de pensamento, essa visão crítica a partir da cultura , a cultura  também aqui  como elemento não só propulsor do desenvolvimento mas também tem características muito especificas, dinâmicas muito próprias  do ponto de vista económico e que hoje há que tirar partido delas e portanto a economia é também aqui um elemento essencial e a cultura serve aqui também como um fator locomotiva para o desenvolvimento do turismo, o desenvolvimento dos povos e dos territórios  e é esta visão multidisciplinar que também é pretendido atingir com esta Caravana Literária.”

Seguiu-se António Machado (Câmara Municipal de Almeida) salientou “A Guarda Capital Europeia da Cultura é um projeto integrador, é um projeto que conseguiu mudar em muito também na Comunidade Intermunicipal a maneira de pensar e a maneira de fazer. Sinto que o nosso plano que está proposto já é um plano feito com vários pensamentos, mas pensamentos passar da unidade passar a um conjunto e é esse projeto que eu olho para ele com uma potencialidade enorme.

O Professor ensaísta Eduardo Lourenço de S. Pedro de Rio Seco é sem dúvida, uma personagem que merece toda a nossa admiração, o nosso respeito por todo o trabalho que desenvolveu.”

Para finalizar, João Paulo Sousa- Vice-Presidente da Câmara Municipal de Foz Côa realçou: “Falar sobre o legado de Eduardo Lourenço que deixou à região, ao território do Distrito da Guarda e ao país é falar sobre uma vasta obra contempla uma variedade de temas, literatura portuguesa, arte s, pensamento e lugares de Portugal na história.

Este projeto apresenta corpo, este projeto tem corpo, quando me foi apresentado tem corpo, tem uma força de 30 escritores, 6 concertos, 3 conferências, 50 músicos, autores , 6 comunicações, 5 países envolvidos mas também me parece que o fundamental é que tem alma, tem alma sobre os destinos e sobre as viagens que fazemos e é aqui que me parece que vamos truncar de facto o concelho de Foz Côa, com o concelho da Guarda e o concelho de Almeida.”

Foi apresentada a exposição “Labirinto de um Heterodoxo” por Rui Jacinto membro da Comissão Executiva do CEI. Aconteceu o descerrar da placa na entrada da Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, que perpetua esta iniciativa e seguiu-se a  visita ao Espaço de Memorial de Eduardo Lourenço no Centro de Estudos Ibéricos.

No Jardim José de Lemos realizou-se a mesa-redonda:” “Mitos da Europa e Poéticas da Modernidade” com os oradores: Nuno Júdice, António Carlos Cortez, Rosa Oliveira e como moderador João Rasteiro.

De tarde teve lugar no TMG, a Conferência “Pensamento e Poéticas do Ensaio” com Testemunhos de Jorge Augusto Maximino, Guilherme d’Oliveira Martins, António José Dias de Almeida, Fernando Paulouro, Rui Jacinto, Roberto Vecchi e Marco Lucchesi.

João Almino apresentou “A paisagem equatoriana na poesia de João Cabral de Melo Neto”,  depois houve uma Leitura-Homenagem pelos poetas: Maria Teresa Horta, António Carlos Cortez, Nuno Júdice e Manuel Alegre com a apresentação de Victor Afonso.

Durante a tarde ainda decorreram mais algumas atividades.

A Caravana Literária continua amanhã em Almeida e no domingo em Vila Nova de Foz Côa com diversas atividades.

 

15.ª Volta a Portugal de Juniores arranca hoje em Almeida

A 15.ª Volta a Portugal de Juniores terá quatro etapas, que se vão disputar entre os dias 26 e 29 de agosto. Os corredores vão ter de percorrer um total 347,7 quilómetros até ao final da prova que, além das equipas portuguesas, contará ainda com algumas formações estrangeiras.
As primeiras pedaladas dos atletas sub-19 serão dadas na tarde de 26 de agosto. A etapa inaugural tem início de final em Almeida, estendendo-se por um percurso de 92,6 quilómetros. A fase final da etapa poderá permitir logo algumas diferenças, até porque a meta coincide com uma contagem de montanha de terceira categoria. A partida será dada pelas 13h30 e a chegada está prevista para as 16h00.
A segunda etapa é a mais longa da competição, ligando Sabugal a Penamacor, num traçado de 129,4 quilómetros, a partir das 12h00. Sem subidas pontuáveis para a classificação da montanha, será a distância e, provavelmente, o calor a fazer a seleção dos melhores. A chegada está marcada para as 15h30.
A terceira tirada poderá decidir a classificação geral, altura em que os corredores vão enfrentar um contrarrelógio individual de 14,8 quilómetros, entre Gouveia e Seia, a partir das 13h30.
As diferenças marcadas no contrarrelógio poderão ser corrigidas ou acentuadas na quarta e última etapa, quando o pelotão terá de percorrer 110,9 quilómetros, entre Celorico da Beira e a Guarda. Esta é etapa-rainha da competição, visto que os jovens ciclistas terão de ultrapassar a exigente subida das Penhas Douradas, contagem de montanha de primeira categoria, antes da subida para a meta, via Santa Cruz, um prémio de montanha de segunda categoria. A partida será dada pelas 12h00, com chegada prevista pelas 14h55.

GNR Guarda- Detenção em Almeida

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE),  deteve um homem de 47 anos por violência doméstica, em Almeida.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito exercia violência física e psicológica sobre a vítima, sua esposa de 49 anos. No decorrer das diligências policiais foi dado cumprimento a um mandado de detenção.

O suspeito foi presente ao Tribunal Judicial de Almeida, ficando sujeito à medida de coação de proibição da aproximação e de contatos com a vítima por qualquer meio, bem com imposição de saída da residência.

IPG realiza estudos para criar sistemas de recolha de biorresíduos nos municípios da Cova da Beira

O Instituto Politécnico da Guarda – IPG foi escolhido pela Associação de Municípios da Cova da Beira para realizar estudos municipais que irão permitir o desenvolvimento de sistemas de recolha seletiva de biorresíduos: sobras de refeições, cascas de frutas e legumes, folhas e ervas do jardim. As versões preliminares dos estudos encontram-se disponíveis para consulta pública e para submissão de contributos que visem a melhoria dos documentos até julho. A iniciativa é financiada pelo Fundo Ambiental.

“O projeto visa identificar estratégias e soluções eficazes para que cada município possa assegurar a separação e a reciclagem dos biorresíduos”, afirma Joaquim Brigas, presidente do IPG. “Estamos empenhados em desenvolver projetos de investigação ambiental em parceria com empresas e municípios. Iniciativas como esta permitem melhorar a educação ambiental, sensibilizar para a economia circular e pôr o nosso conhecimento ao serviço da comunidade”.

Os biorresíduos representam 37% dos resíduos urbanos produzidos em Portugal. A diretiva do Parlamento Europeu e do Conselho sobre os resíduos obriga os Estados Membros a fazerem a recolha seletiva de biorresíduos ou a sua separação e reciclagem na origem, a partir de 1 de janeiro de 2024.

“Escolhemos o Politécnico da Guarda para desenvolver este projeto pela reconhecida qualidade científica, pelo mais baixo custo e pela longa relação de confiança que existe entre as duas instituições”, afirma José Manuel Biscaia, secretário-geral da Associação de Municípios da Cova da Beira. “Os estudos elaborados pelo IPG irão trazer grandes vantagens para o planeamento intermunicipal, permitindo uma visão integrada sobre os biorresíduos, bem como a definição de estratégias de atuação – ao nível de equipamentos e transportes – que beneficiem a região”.

A presidência do IPG nomeou Pedro Rodrigues, docente responsável pelo Laboratório de Monitorização e Investigação Ambiental do IPG, para coordenar este projeto. Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Fornos de Algodres, Figueira de Castelo Rodrigo, Fundão, Guarda, Manteigas, Mêda, Penamacor, Pinhel, Sabugal e Trancoso foram os municípios analisados para a elaboração dos estudos que irão permitir implementar eficazes sistemas de recolha de resíduos orgânicos.

“Este projeto faz parte da estratégia europeia para diminuir a deposição de resíduos sólidos em aterros sanitários”, afirma Pedro Rodrigues, docente do IPG. “Em termos ambientais iremos dar um salto qualitativo muito importante: os biorresíduos separados do lixo indiferenciado serão transformados em energia e/ou em composto orgânico para os solos. Para além destas vantagens ambientais, a reciclagem dos resíduos orgânicos irá permitir maior longevidade dos aterros sanitários”.

Rota Turística Literária “Caminho de Salomão” apresentada em Lisboa

O Município de Pinhel foi um dos que participou  na apresentação da Rota Turística Literária “Caminho de Salomão”, projeto a cargo da Associação Territórios do Côa com o objetivo de atrair novos públicos e novos fluxos turísticos ao Interior.
A apresentação teve lugar em Lisboa, na Casa dos Bicos, onde está sedeada a Fundação Saramago, legado do Nobel da Literatura, autor do livro que está na génese da criação desta Rota Turística Literária.
Tendo início em Lisboa e terminando em Castelo Rodrigo, a Rota baseada no percurso inspirado no “Caminho de Salomão” passa pelos concelhos de Fundão, Belmonte, Guarda, Sabugal, Almeida e Pinhel, onde José Saramago esteve mais do que uma vez, tendo criado uma ligação especial à aldeia de Cidadelhe.
Nesta apresentação à Comunicação Social, a associação Territórios do Côa, promotora do projeto, esteve representada pelo seu Presidente, António Machado, Presidente da Câmara Municipal de Almeida, e também pela sua Coordenadora, Dulcineia Moura. Com eles, e em apoio ao desafio, esteve a Diretora Regional da Cultura do Centro, Suzana Menezes, e o Presidente do Clube Escape Livre, Luís Celínio, que deu a conhecer o novo passeio de todo o terreno turístico “Caminho de Salomão”.
Finalmente, os municípios parceiros também estiveram representados e o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, brindou os presentes com um “Pinhel de Honra” que deu a conhecer os Vinhos e as Cavacas de Pinhel, dois ex-libris que certamente irão fazer as delícias dos turistas que, daqui em diante, aceitarem o desafio de percorrer o “Caminho de Salomão” e conhecer os vários concelhos que o próprio Saramago percorreu, precisamente um ano antes da sua morte.
À margem da apresentação, o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel teve ainda oportunidade de oferecer a Pilar del Rio, Presidente do Conselho de Administração da Fundação Saramago, uma garrafa de vinho comemorativo dos 250 anos da Cidade, convidando-a a voltar a Pinhel onde também já esteve na companhia do companheiro e Nobel da Literatura.
Foto: Mun.Pinhel