Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: arte urbana

Tag Archives: arte urbana

Arte urbana pelos participantes do workshop em Gouveia

Já pode ser observada a obra artística levada a cabo pelos participantes do Workshop de Arte Urbana em Gouveia na parede junto ao Jardim de Infância de Gouveia, na Rua das Escolas.
O ambiente e a sustentabilidade foram os temas escolhidos para as pinturas que deram cor, beleza e movimento àquela artéria da cidade, pretendendo também constituir uma chamada de atenção para a adoção de comportamentos responsáveis no combate à poluição e ao consumo moderado e consciente de recursos naturais.
*Esta iniciativa é cofinanciada pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.
Um bom momento aqui representado nestas paredes gouveenses.
fotos:MG

As ruas de Nelas, Mangualde, Gouveia e Fornos de Algodres coloridas pela comunidade


Em Fornos de Algodres a 1ªfase está executada,  mas Nelas, Mangualde e Gouveia vão ter as ruas coloridas, com o tema” Paredes do Alto Mondego vão contar a história e homenagear as gentes da terra”.

Cores e linhas vão preencher as paredes e contar a história e as estórias dos que por cá vivem e dos que por cá passam. Trata-se de uma iniciativa do Alto Mondego’ Rede Cultural que desafiou o artista urbano Desy a criar 4 murais, um em cada município. Mas há mais. A comunidade também vai ser chamada a pegar no spray e a pintar a sua terra e criar o seu próprio mural.
4 murais, 4 histórias para contar, 4 puzzles que se juntam numa única narrativa: o Alto Mondego e aquilo que une e diferencia estes 4 Municípios. Em Fornos de Algodres o trabalho já está concluído e a homenagem é ao fadista António Menano, natural do concelho. Os outros murais vão ser pintados muito em breve. Em Gouveia será pintada a ligação à serra e, os pastores serão os grandes protagonistas; já em Mangualde a personalidade escolhida é Ana de Castro Osório, escritora e ativista feminista.
Procuramos homenagear personalidades locais ligadas à cultura e aos territórios. Cada mural tem uma leitura individual, mas todos têm uma ligação comum”, explica Desy que não tem dúvidas: Este projeto de arte urbana é um instrumento muito importante “para embelezar e enriquecer os Municípios”.
Comunidade vai pegar no spray e  pintar a sua terra
Dos 8 aos 80, a comunidade vai ser desafiada a colorir a sua terra. Nos meses de agosto e setembro serão promovidas sessões de capacitação em todos os Municípios. “As pessoas vão ficar a perceber como funciona a arte urbana, quais as técnicas, qual a história e o porquê desta ser uma das artes deste século”, adianta Desy. Da teoria à prática o projeto culmina com a criação de mais 4 murais. Os participantes poderão testar os seus conhecimentos e dar o seu contributo para embelezar os seus territórios.
“O envolvimento da comunidade é para mim a grande mais-valia destes projetos. As pessoas vão poder criar algo que é para o Município delas, mas é também delas. Os murais vão valorizar o Município, mas também vão valorizar as pessoas, muitas delas podem até perceber que é este o futuro que querem seguir e que é possível seguir este futuro”, sublinha.
As primeiras capacitações decorrem em Fornos de Algodres, de 2 a 4 de agosto, depois serão em Gouveia de 12 a 14 de agosto. Mangualde é o terceiro Município a acolher a iniciativa. As sessões decorrem entre 23 e 25 de agosto. A ação termina em Nelas com as capacitações de Arte Urbana a decorrerem de 6 a 8 de setembro.
As inscrições são gratuitas e já estão abertas.
O projeto “Alto Mondego Rede Cultural” junta os municípios de Nelas, Mangualde, Fornos de Algodres e Gouveia e é cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Arte urbana nas paredes de Mangualde

Street Art na Rua Joaquim Agostinho

Uma iniciativa que procura dar uma nova história à cidade e envolver artistas locais e de fora do concelho.

O Município de Mangualde dispensou duas paredes da cidade, localizadas na Rua Joaquim Agostinho, para que os artistas de arte urbana possam dar asas à sua imaginação. As intervenções artísticas ficam ao critério dos autores: as temáticas são livres, podendo associarem-se à cultura e história do concelho.

“A iniciativa vai dar uma nova vida a Mangualde. Queremos com estas pinturas dar uma nova história à cidade e fazer destes locais verdadeiras galerias a céu aberto.”, destaca Elísio Oliveira, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde.

As intervenções vão ser conduzidas pelo mangualdense JAF, um artista já referenciado noutros concelhos pelas suas obras e, destacado em Mangualde pela sua obra do 2CV, à entrada da cidade. Entre os artistas do concelho, serão também convidados artistas de arte urbana de outros concelhos.

Fornos de Algodres embelezado com a arte de Sérgio “Odeith”

Uma nova imagem a vila de Fornos de Algodres possui na artéria principal, com um quadro de arte urbana que foi elaborado pelo excelente artista Sérgio “Odeith”.

Utilizando uma parede de cerca de 25 metros, desenhou e pintou um bonito mural, que todos os que o visitarem vão perceber que neste quadro existe arte, mas também o que pode visitar nesta localidade.

Senão observando o mural, visualizamos a Anta da Matança, a beleza paisagística da Praia fluvial do Rio Mondego e uma criança a brincar tranquilamente com o seu automóvel.

A arte urbana é cada vez mais usada na decoração e ornamentação de paredes, fachadas , onde a qualidade dos artistas surge.