Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: As Sextas da Lua

Tag Archives: As Sextas da Lua

Orquestra Juvenil do Agrupamento de Escolas de Mangualde esteve no «Sextas da Lua»

O  auditório da Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves de Mangualde voltou a receber o projeto «Sextas da Lua» no mês de fevereiro e voltou a registar casa cheia  numa noite de cultura ao luar. Assim, na passada sexta-feira, dia 28 de fevereiro, aconteceu o concerto da Orquestra Juvenil do Agrupamento de Escolas de Mangualde. ” Uma canção para ti” foi o mote central, que contou no seu alinhamento com canções várias sobre o amor e as relações. O momento contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Elísio Oliveira.

A Orquestra Juvenil do Agrupamento de Escolas de Mangualde é um projeto que nasceu em 2014, idealizado pelo Professor Admar Ferreira. No momento, conta com mais de meia centena de jovens, oriundos das Escolas de Mangualde.

«Sextas da Lua» com comédia em Mangualde

Na edição de abril do «Sextas da Lua» não faltará boa disposição! No dia 27, pelas 21h30, os comediantes Alexandre Santos e Luís Filipe Borges protagonizarão um espetáculo de Stand Up Comedy no auditório do Complexo Paroquial de Mangualde.

 Os bilhetes, que têm um custo de 10 euros, estão à venda na BOL – Bilheteira Online (https://goo.gl/M8sVtV), na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, na Relógio Velho (cafetaria) e na Papelaria Adrião.

 O espetáculo destina-se a maiores de 16 anos.

 Alexandre Santos

Sendo um dos comediantes mais vistos do Youtube – com mais de 150mil seguidores e outros 190 mil no Facebook – Alexandre Santos é, de facto, um verdadeiro fenómeno das redes sociais que começa já a dar os primeiros passos na televisão com o programa «Pancas da Semana» (+TVI), da sua autoria.

Mas é sem pancas que o Alexandre Santos é o comediante responsável pelo filme português com mais buzz na internet após «Balas e Bolinhos». «O Estrondo» conta com mais de dois milhões de visualizações no YouTube e a sua sequela, «O Estrondo II», três dias após a sua estreia, em 2013, já tinha alcançado meio milhão de visualizações.

Luís Filipe Borges 

É um apresentador e guionista de televisão português. Luís Filipe Borges apresentou o programa de stand-up comedy «Sempre em Pé» na RTP2. Antes, foi o anfitrião das quatro séries do talk-show “A Revolta dos Pastéis de Nata”, de grande êxito do mesmo canal. Participou ainda em “O Homem que Mordeu o Cão” (TVI), “Feitos ao Bife” (RTP1), e co-apresentou, com o Prof. Fernando Casqueira, “Conta-me História” (RTP1).

 

No ‘Sextas da Lua’, “Há palavras que os beijam”em Mangualde

Em março, no ‘Sextas da Lua’, “Há palavras que os beijam” com o espetáculo “Pessoa e Companhia” da Associação AMARTE. A iniciativa tem lugar no dia 23 de março, pelas 21h30, na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, em Mangualde, e a entrada é livre. A Associação AMARTE apresenta o espetáculo “Pessoa e Companhia”, trazendo à cena Fernando Pessoa e os heterónimos Alberto Caeiro, Ricardo Reis, Álvaro de Campos, Bernardo Soares, o Dr. Pancrácio, o Barão de Teive e Maria José. Ainda haverá um momento especial dedicado ao romance com a sua Ofélia.

Em 2018, comemoram-se os 130 anos do nascimento de Fernando Pessoa. Assim, o ‘Sextas da Lua’ do mês de março é dedicada à poesia (21 de março – Dia Mundial da Poesia), relembrando o nosso grande poeta.

 Sinopse:

“Hoje ele não faz anos. Dura. Somam-se-lhe os dias.

Hoje, Fernando Pessoa e alguns dos seus muitos heterónimos sentam-se à mesa, num jantar organizado pela sua “Bebezinha”, pela sua Ofélia. Revivem histórias, citações e excertos, revivem memórias de um Modernismo distante, mas sempre presente.

Passaram 130 anos desde o tempo em que festejam o dia dos seus anos.”

Dramaturgia e encenação: Maria Aguiar

Interpretação: Bruno Amaral, Carolina Almeida, Diogo Silva, Francisco Almeida, Fátima Marques, Inês Pinto, João Messias, João Vouga, Levi França Tiago Amaral

Coreografia: Helena Couto

Bailarinos: Carolina Almeida, Leonor Cardoso, Inês Cardoso, Mariana Gomes, Pedro Sobral, Soraia Coelho

Por:Mun.Mangualde

Galo Cant’Às Duas nas “Sexta da Lua”

mangGalo Cant’Às Duas é a proposta para a edição do «Sexta da Lua» de maio. A iniciativa realiza-se na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, no dia 26 de maio, às 21h30, e a entrada é livre. A organização é da Câmara Municipal de Mangualde e pretende promover a cultura num momento descontraído e intimista.

Da autoria de Hugo Cardoso e Gonçalo Alegre, Galo Cant’às Duas é um projeto musical nascido na aldeia da Moita/Castro Daire. Depois de um concerto onde bateria, percussões e contrabaixo foram os instrumentos libertadores para estes artistas e para o seu público, o duo tem vindo a encontrar outras sonoridades, sem se assumir como um único género/rótulo musical.

 “Os Anjos Também Cantam” é o nome do seu primeiro trabalho discográfico, gravado no estúdio HAUS, com edição da Blitz Records e distribuição da Sony Music Entertainment. O álbum, lançado em março, demonstra uma predileção pelo cariz sensorial, o que logo se denota pelo título das faixas: “Marcha dos que Voam” e “Respira” são disso exemplo.

 A banda inspira-se em ritmos variados, loops e batidas sincronizadas. A experiência, tocada ao vivo, cria uma “viagem espacial”, acompanhada pelo carisma caraterístico do projeto e pela prática sonora que deixa marcas na mente dos seus ouvintes.

Por:Mun.Mangualde

‘SEXTAS DE LUA’ COM LEITURAS ENFEITIÇADAS

CAMINHADA NOTURNA COM LEITURAS, DANÇAS E TRAVESSURAS

Na noite do próximo dia 30 de outubro, a Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, em Mangualde, vai assinalar mais uma vez o Halloween, promovendo ao mesmo tempo a leitura, com mleituras enfeitiçadas 2015_sextas da lua outubroais uma edição de «Leituras Enfeitiçadas». A iniciativa integra a edição de outubro do projeto: ‘SEXTAS DA LUA’ e vai contemplar uma caminhada noturna com leituras, danças e travessuras que começa às 20h30, no Largo Dr. Couto.

Durante a caminhada, estão programadas diversas paragens onde acontecerão vários momentos criativos, como dança, musica, leitura e jogos. Os participantes devem trazer roupa confortável com respetivo adereço temático. O percurso termina da Biblioteca Municipal, onde serão realizadas mais algumas apresentações por vários jovens participantes. Nessa noite será ainda realizada a entrega de prémios do concurso “Marcadores Mágicos” realizado pelo Agrupamento de Escolas de Mangualde. É de salientar que no caso das condições atmosféricas serem adversas à caminhada noturna, todas as atividades previstas para o exterior acontecerão no interior da Biblioteca Municipal.

Nesta iniciativa, dirigida a crianças acompanhadas pelos pais, vamos ter mais um evento dedicado aos contos tradicionais, onde a figura da bruxa tem um papel significativo, simbolizando o mal por oposição ao bem e à beleza e cujo objetivo é aproximar o público dos livros.

‘SEXTAS DA LUA’ ENVOLVE A PALAVRA E A MÚSICA

O projeto ‘SEXTAS DA LUA’ tem permitido que, na última sexta- feira de cada mês, a comunidade vivencie momentos culturais que envolvem a palavra e a música. Cada noite tem um tema que serve de mote para diversas performances: conversas com escritores, dramatizações teatrais, performances de dança, leitura de textos em prosa ou poesia, entre outras formas de expressão, sempre com a música presente.

Por:Mun.Mangualde

 

“ATRÁS DOS TEMPOS VÊM OS TEMPOS” na Biblioteca Municipal de Mangualde

Em mais uma noite dedicada à cultura, a Câmara
Municipal de Mangualde convida a assistir ao espetáculo “Atrás dos tempos vêm
os tempos: No tempo da frol”. A iniciativa acontece no próximo dia 25 de
setembro, pelas 21h00, e integra a edição de setembro do projeto: ‘SEXTAS DA
LUA’. A entrada é livre e tem lugar na Biblioteca Municipal de Mangualde Dr.
Alexandre Alves.

 “Atrás dos tempos vêm os tempos” é a designação genérica de um projeto que
o grupo Musicando – Associação Recreativa, Cultural e Desportiva pretende
dinamizar anualmente, privilegiando, em cada ano, uma temática específica. “No
tempo da frol” leva o espectador a um percurso pela poesia de temática amorosa
medieval e renascentista, bem como ao escárnio tão característico das ‘nossas
gentes’. Conduzidos por um bobo irreverente e por um conjunto de personagens
que com ele interagem, o telespectador é convidado a relembrar ‘tempos’ que
ajudaram à construção do ‘nosso tempo’, herança que se evidencia através da
inserção de canções da nossa música popular, no final de cada uma das três
partes do espetáculo: Tempo de trovadores, Tempo de “cousas de folgar e
gentilezas” e Tempo de crítica mordaz.

 O Grupo nasceu em 1997 e, desde então, tem-se dedicado à recolha e
interpretação de temas da música tradicional portuguesa, vestindo-os com novos
arranjos e outras sonoridades. Este projeto musical abrangente visa a partilha
das raízes e, paralelamente, está aberto a temas de autor que, de alguma forma,
se entrecruzam com a tradição.

      ‘SEXTAS DA LUA’ ENVOLVE A PALAVRA E A
MÚSICA

O projeto ‘SEXTAS DA LUA’ tem permitido que, na última
sexta- feira de cada mês, a comunidade participe num café concerto, em que, num
ambiente acolhedor e intimista vivencie momentos culturais que envolvem a
palavra e a música. Cada noite tem um tema que serve de mote para diversas
performances: conversas com escritores, dramatizações teatrais, performances de
dança, leitura de textos em prosa ou poesia, entre outras formas de expressão,
sempre com a música presente. 
Por: Mun.Mangualde

Casa cheia para ouvir Maestro António Vitorino D’Almeida e o Poeta José Fanha

Vereador
da Cultura da Câmara Municipal de Mangualde,
João
Lopes, marcou presença nesta noite de agradável reconhecimento cultural

     Na passada sexta-feira, 29 de maio, a
Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, em Mangualde, teve ‘casa cheia’ 
para ouvir a excelência musical do maestro António Vitorino D` Almeida no
piano, acompanhado pelas vibrantes palavras declamadas pelo poeta José Fanha.
‘A MÚSICA E A PALAVRA’ foi o mote escolhido para a edição de maio do projeto:
‘AS SEXTAS DA LUA’, numa iniciativa que contou com a presença do Vereador da
Cultura da Câmara Municipal de Mangualde, João Lopes.

    Cerca de 150 pessoas que se juntaram em
torno da grande música e da grande poesia e tornaram esta noite cheia de
momentos únicos de emoção artística e agradável reconhecimento cultural, num
diálogo que se pretendia divertido, denso e feliz. A aposta destes dois
artistas fora dos grandes circuitos artísticos vem proporcionar às autarquias
uma oferta cultural de grande qualidade que, de forma envolvente, junta o
erudito e o popular, a música e a palavra.

     O projeto
‘AS SEXTAS DA LUA’
vai permitir que, na última sexta- feira de cada mês, a
comunidade se junte no café concerto, num ambiente acolhedor e intimista e que
vivencie um momento cultural que envolve a palavra e a música. Cada noite vai
ter um tema geral que vai servir de mote para diversas performances:
escritores, dramatizações teatrais, performances de dança, leitura de textos em
prosa ou poesia, entre outras formas de expressão, sempre com a música
presente. 
Por:Mun.Mangualde