Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: Associação Bombeiros Voluntários de Mangualde

Tag Archives: Associação Bombeiros Voluntários de Mangualde

Incentivo ao voluntariado com novos direitos e regalias em Mangualde

Está disponível o novo regulamento de Concessão de Apoios Sociais aos Bombeiros Voluntários no Concelho de Mangualde , que entrará em vigor dia 15 de fevereiro de 2021. Este regulamento tem por objetivo definir, no âmbito das políticas sociais e de proteção civil do município de Mangualde, um conjunto de direitos e regalias inerentes ao exercício de voluntariado no Corpo de Bombeiros Voluntários de Mangualde e respetivas condições de atribuição.

                            Novos descontos, direitos e regalias

Todos os voluntários da corporação dos bombeiros do concelho estão sujeitos a vários deveres e direitos prescritos legalmente no regime jurídico aplicável aos bombeiros portugueses no território nacional. Podendo usufruir de várias regalias enquanto voluntários de uma iniciativa tão nobre. Foram vários os direitos e deveres difundidos neste regulamento, desde descontos municipais a ajudas monetárias a nível de ensino. Ler Mais »

Mangualde acolheu Formação de Combate a Incêndios

Teve lugar na Unidade Local de Formação de Mangualde da Escola Nacional de Bombeiros, uma formação de Combate a Incêndios Florestais Nível 2 Desenvolvimento,de 22 a 26 de Julho.

Os formandos oriundos dos Corpos de Bombeiros de Santa Comba Dão, Mortágua, Farejinhas e Viseu desenvolveram nos vários dias vários exercícios com vista a uma melhor preparação e conhecimento, além de ser uma formação para progressão na carreira.

Foram assim formadores deste evento: João Nunes ( Santa Comba Dão ), João Marta ( Mortágua) e Andreia Almeida (Mangualde)

Foto:João Nunes

Covid-19- UF Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta avançou com testes aos Bombeiros de Mangualde

A União das Freguesia de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta (UFMMCA) avançou com a aquisição e realização de testes COVID19 junto das brigadas de serviço dos Bombeiros Voluntários de Mangualde.

Os testes, devidamente certificados, realizaram-se esta tarde, dia 16 de abril, pela equipa dos técnicos de saúde, Madalena Fátima e André Monteiro.

Para Marco Almeida, Presidente da UFMMCA, esta foi “a resposta que estas equipa merecem da nossa sociedade, elas estão na linha da frente, na luta por todos nós, correndo riscos e transportando casos de COVID-19 positivos. É nosso dever fazer de tudo para os manter seguros e estar seguros é usarem os devidos equipamentos de proteção individual, mas é igualmente terem a certeza que não têm o vírus, que podem continuar a exercer a sua atividade sem propagar a doença e poderem estar em casa com as suas famílias com a estabilidade emocional que precisam nesta altura. É também uma forma de ajudar na medida do que nos é possível esta grande instituição que é a Associação Humanitária dos Bombeiro Voluntários de Mangualde”. Esta é “uma forma direta de lhes dizer ‘obrigado’ por tudo e estamos aqui, juntos na luta contra esta pandemia”, concluí o presidente de junta, agradecendo também a disponibilidade da equipa de enfermeiros que voluntariamente se ofereceu para a recolha das amostras.

Para Marco Almeida a realização dos testes COVID19 junto dos elementos das brigadas dos bombeiros voluntários de Mangualde deve manter-se durante o período de emergência bem como enquanto existirem riscos para os elementos que as compõem pelo que já abordou a autarquia para que sejam encetados todos os esforços para que, em articulação, as instituições com responsabilidade política no concelho assegurem os testes durante o tempo que for necessário.

Bombeiros de Vila Franca das Naves recebem viseiras de proteção

O Clube Roda Miness  e o Rotary Club de Trancoso ofereceram cada cinco viseiras de Proteção Individual aos Bombeiros voluntários de Vila Franca das Naves. Esta mais uma forma da comunidade estar solidária com os profissionais.

Deste modo, a Direção, Comando e Corpo Ativo desta instituição agradecem esta dádiva que os deixa mais protegidos nesta pandemia do COVID 19.

Quartel Electrão avança para a 3ªedição

14925230_1068522819911898_7441276600253497127_nA Amb3e lançou novo repto às corporações de todo o País para se juntarem a esta ação, e ajudarem a promover junto da comunidade, a reciclagem dos equipamentos elétricos e pilhas usadas.

Esta é a oportunidade de lhes retribuir o apoio que os Bombeiros dão. Todos os resíduos reunidos pelos Bombeiros serão convertidos numa contribuição financeira, proporcional às quantidades recolhidas numa lógica de €/tonelada.

Depois do sucesso da 2ª edição do Quartel Electrão, nova ação está em marcha.

Todas as corporações que participaram na anterior campanha estão automaticamente inscritas. as novas inscrições decorrem de 2 de novembro a 2 de dezembro de 2016, tendo depois início a partir de 15 de dezembro de 2016.

Prémios

1º prémio absoluto
Ambulância*

1º prémio Pilhas 
1.500 € EPI

1º prémio Lâmpadas
1.500 € EPI

Prémios per capita
8 cartões pré-pagos de combustível

Lista de vencedores da 2ªedição

Prémio Total: Ambulância de Transporte de doentes
AHBV Famalicenses, com 65 871 kg de resíduos

Prémio Pilhas: Equipamento de protecção individual no valor de 2.000 euros
AHBV Marco de Canaveses, com 1933 kg de pilhas

Prémio Lâmpadas: Equipamento de protecção individual no valor de 1.000 euros
AHBV Lordelo, com 1516 kg de lâmpadas

Prémios per capita: Cartões pré-pagos de combustível no valor de 1.000 euros.
1º AHBV Pampilhosa, com 4,64 kg/habitante
2º AHBV Pinhelenses, com 4,28 kg/habitante
3º AHBV Santa Comba Dão, com 3,26 kg/habitante
4º AHBV Fornos de Algodres, com 3,25 kg/habitante
5º AHBV Figueiró dos Vinhos, com 3,03 kg/habitante

 

Recolha de produtos a favor dos Bombeiros de Mangualde

17j mangNa passada semana, mais concretamente , nos dias 10,11 e 12 de junho, uma onda de solidariedade aconteceu , perante a iniciativa do Pingo Doce- Loja de Mangualde com o intuito de apoiar os Bombeiros Voluntários de Mangualde.

Face a isso, teve lugar uma recolha de águas, sumos e leite  que reverterão para os soldados da Paz desta localidade.

Deste modo, o resultado da recolha foi muito positiva, ao que os Bombeiros locais ficaram gratos a esta cadeia de supermercados por ter apoiado esta causa.

Por:Sofia Pacheco

foto:BVM

Município de Gouveia reforça Rede de Defesa da Floresta

floresta2016O Município de Gouveia viu aprovada a candidatura ao Programa PO SEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos que visa promover a gestão de riscos contra incêndios, que neste caso incide sobre a instalação de Redes de Defesa da Floresta Contra Incêndios.

Com uma área de intervenção de 61,18 hectares, o projeto tem como objetivo a construção de uma rede secundária de faixas de gestão de combustível associada à rede viária florestal estruturante.

A operação envolve o investimento de 362.000 €, financiado em 85% pelo Programa POSEUR terá como área de intervenção as freguesias de Cativelos, Folgosinho, Gouveia, S. Paio, Vila Nova de Tazem, União de Freguesias de Melo e Nabais, União de Freguesias de Rio Torto e Lagarinhos e União de Freguesias de Figueiró da Serra e Freixo da Serra.

As ações do projeto têm por objetivo reduzir o risco de incêndio eliminando matos e povoamento florestal denso. Os trabalhos incidirão ainda sobre a construção, desobstrução e limpeza valetas e valas de drenagem em caminhos florestais, num total de 75,98 km de área de intervenção.

Esta operação pretende auxiliar os vários agentes que se debatem com a tarefa de prevenir e combater os incêndios florestais no concelho de Gouveia, permitindo reestruturar todo o espaço florestal para operações silvícolas (plantações, manutenções e extrações de material lenhoso) e linhas de compartimentação florestal.

Por:Mun.Gouveia

Música e Património , aliados em concerto intimista em Mangualde

   No
passado domingo, o Solar de Almeidinha, em Mangualde, encheu-se para
assistir ao concerto onde Francisco Sales apresentou o seu álbum 
‘Valediction’. No evento marcou presença o Vice-Presidente da Câmara
Municipal de Mangualde, Joaquim Patrício.
   Dar
a conhecer o primeiro trabalho a solo deste guitarrista e proporcionar
ao público do território mangualdense novas e diferentes expressões
musicais, como é o jazz, e, ao mesmo tempo, valorizar os espaços
patrimoniais – como é o Solar de Almeidinha,

Monumento de Interesse
Publico – dando-os a conhecer e a usufruir às pessoas eram os principais
objetivos desta iniciativa. Num ambiente intimista e de entrega total,
Francisco Sales fez desfilar os temas do seu CD – Valediction – e
brindou a assistência com novos trechos que irão compor o seu próximo
trabalho.

  Valediction
é o nome do primeiro álbum do Francisco Sales, gravado no ano de 2014
(nos “Livingston Studios” em Londres), e marca o início da sua carreira a
solo. Sendo a guitarra protagonista da sua música, com efeitos
surpreendentes ao utilizar pedais em tempo real e de uma maneira muito
original, este é um disco com forte cunho cinematográfico. Francisco Sales, a viver em Londres, integra uma das bandas mais icónicas do mundo da área do acid jazz e tem acompanhado vozes fundamentais deste género de música, com destaque para Chaka Khan.
  A
iniciativa foi organizada pela Câmara Municipal de Mangualde e contou
com a parceria do Solar de Almeidinha e da Associação Bombeiros
Voluntários de Mangualde, que cederam o espaço e as cadeiras,
respetivamente. A programação cultural está a cargo do Gabinete de
Gestão e Programação do Património Cultural da autarquia mangualdense e
de Inês Pina, estagiária da Universidade de Coimbra. 
Por:Município de Mangualde

 

Homenagem às vitimas do trágico acidente em Alcafache-Mangualde

30ºAniversário após o acidente

Com uma manhã algo cinzenta, a chuva acabou por se mostrar, neste domingo, na zona de Alcafache, concelho de Mangualde, onde decorreu a cerimónia do 30º aniversário após o fatídico acidente ferroviário nesta localidade, recorde-se que eram comboios de emigrantes portugueses que seguiam rumo à Europa.

Este 11 de setembro de 1985,  ano após ano é recordado, diversas individualidades estiveram presentes, desde autarcas, forças de segurança, Bombeiros de diversas localidades ,sobreviventes e muitos familiares das vítimas.

Um dos sobreviventes foi Carlos Ramos referiu, “Que foi um dia difícil, pois um acidente inesperado, mas trouxe-me um ensinamento da vida, ser mais amigo do meu amigo, as queimaduras, as fraturas e todos martírios que passei nestes três anos envolvidos no acidente, porque não foi só o dia 11, mas também todo tempo de recuperação, fez-me refletir a vida.
Hoje vir aqui novamente, é muito importante, porque estou aqui a rezar por todos que morreram, e a conviver com todos os presentes.”
Seguiu-se a deposição de uma coroa de flores junto à estátua pelo sobrevivente Carlos Ramos e Dr João Azevedo, Presidente do Município de Mangualde.
Foi inaugurada uma escultura em granito, alusiva ao acidente, isto é, de homenagem a todas as vitimas neste Fatídico acidente para tantos que viajavam neste dia 11.
Antes das homilias de homenagem proferidas pelas individualidades presentes, foram acesas 30 velas a simbolizar o 30º aniversário após o acidente.
O presidente da COMAFA-Comissão
Org. Movi. Aciden. Ferr.de Alcafache, José Augusto Sá referia” a Eucaristia deste ano, era em ação de graças pelos bombeiros que estiveram naquele dia e a todos ex emigrantes que iniciaram este movimento para estas homenagens.
 Este é um marco histórico, assim uma homenagem pelos 30 anos após este acidente, que foi fatídico para tanta gente.
Salientou que na época foram dados cerca de 56 vitimas , mas ficaram por contabilizar mais de uma centena que nunca foram encontrados.
Esta obra aqui agora representada resulta do apoio e o esforço de todos.” 
Por fim , o presidente do Município de Mangualde, Dr João Azevedo, referiu:
“Todos mangualdenses tem uma história para contar neste acidente, a solidariedade foi grande, mas todos os anos é importante prestar a homenagem a todos.
Eu tenho uma memória difícil desse dia, onde as pessoas iam perguntando pelos seus familiares, a angustia era muita, pois eram tempos diferentes.
os bombeiros e as forças de segurança fora importantes quer no tranporte das vitimas mas também a forma como trataram as pessoas que perdiam os seus familiares.
Foi um grande ato de solidariedade que todos estiveram presentes.
Todos se empenharam imenso, para que hoje fosse conseguido este monumento, graças ao grande esforço de todos.”
Também transmitiu uma mensagem do General Ramalho Eanes, presidente da República da época, que este ano não pode estar presente, mas de forma escrita, deixou uma mensagem de homenagem a todos.
Por fim foi celebrada a Eucaristia pelos Padres Matos e João Zuzarte, que no final da mesma foi cantado o Hino de Portugal.
Uma manhã de homenagem a todas as vitimas nesta tragédia do 11 setembro português.

Por:António Pacheco

 

 

Francisco Sales apresenta “Valediction” em Mangualde

No dia 13 de
setembro, domingo, Francisco Sales apresenta o seu álbum ‘Valediction’ num
concerto a decorrer no Solar de Almeidinha, em Mangualde. O concerto tem início
às 18h30 e a entrada é gratuita. A iniciativa é organizada pela Câmara
Municipal de Mangualde e conta com a parceria do Solar de Almeidinha e da
Associação Bombeiros Voluntários de Mangualde. A programação cultural está a
cargo do Gabinete de Gestão e Programação do Património Cultural da autarquia
mangualdense e de Inês Pina.
Valediction é
o nome do primeiro álbum do Francisco Sales, gravado no ano de 2014 (nos
“Livingston Studios” em Londres), e marca o início da sua carreira a solo.
Sendo a guitarra protagonista da sua música, com efeitos surpreendentes ao
utilizar pedais em tempo real e de uma maneira muito original, este é um disco
com forte cunho cinematográfico.
Este concerto
insere-se numa iniciativa de estágio de verão estabelecida entre a Universidade
de Coimbra e a Câmara Municipal de Mangualde.
Por: Mun.Mangualde

Francisco Sales apresenta ‘Valediction’