Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: autarquicas 2021

Tag Archives: autarquicas 2021

Autárquicas 2021 no Distrito da Guarda- Câmaras Municipais

Aqui ficam os resultados da noite eleitoral no Distrito da Guarda, nas Câmaras Municipais nestas Autárquicas 21:

Na Guarda, Sérgio Costa (Pela Guarda)  36.22% – 8.559 votos, o PPD/PSD 33.68% – 7.958 votos, o PS 17.98% – 4.249 votos, o CH 2.69% – 636 votos, CDS-PP  2.69% – 636 votos, o B.E.  1.60% – 378 votos e o PCP-PEV  1.31% – 310 votos.

Figueira de Castelo Rodrigo,  Carlos Condesso (PSD)  47.63% – 1.882 votos,  PS – 45.41% – 1.794 votos, o CDS-PP – 2.61% – 103 votos, PCP-PEV – 0.61% 24 votos e o L – 0.23% – 9 votos.

Trancoso, Amílcar Salvador (PS)  59.71% – 3.461 votos,  PPD/PSD.CDS-PP – 32.71% – 1.896 votos e o PCP-PEV – 1.76% – 102 votos.

Fornos de Algodres, Manuel Fonseca(PS) 60.33% – 1.945 votos,  PPD/PSD.CDS-PP  34.24% – 1.104 votos e o PCP-PEV – 1.33% – 43 votos.

Celorico da Beira, Carlos Ascensão (PSD)  56.16% – 2830 votos, PS – 37.37% – 1.883 votos, o Chega – 2.50% – 126 votos e o PCP-PEV – 0.50% – 25 votos.

Pinhel, Rui Ventura (PSD) 66.64% – 3.629 votos,  PS 25.08% – 1.366 votos e o PCP-PEV  2.64% -144 votos.

Manteigas, Flávio Massano (Manteigas 2030)  34,14% – 758 votos, PS  28,11% – 624 votos, o PSD  26,76% – 594 votos, o NC  6,71% – 149 votos e o CDU  1,40% – 31 votos.

Sabugal, Vítor Proença (PSD)  47,09% – 3.403 votos,  PS com 40,22% – 2.907 votos,  CDS  4,14% – 299 votos, o Chega  2,85% – 206 votos e  CDU  1,54% – 111 votos.

Gouveia, Luís Tadeu(PSD) 50.09% 3.516 votos,  PS 40.85% – 2.868 votos e  PCP-PEV  2.99% – 210 votos.

Seia, Luciano Ribeiro (PS)  43.68% – 5.629 votos,  PPD/PSD  24.59% – 3.167 votos, o JPNT  17.82% – 2.296 votos, o Chega  5.54% – 714 votos e o PCP-PEV  3.41% – 439 votos.

Mêda, João Mourato(PPD/PSD.CDS-PP) 49.78% – 1.716 votos,  PS  44.27% – 1.526 votos e  PCP-PEV 1.13% – 39 votos.

Almeida, António Machado (PSD) 49.74% – 2.086 votos,  PS 42.61% – 1.787 votos e o PCP-PEV  2.62% -110 votos.

Vila Nova de Foz Côa, João Paulo (PSD)  51.30% – 2.287 votos,  PS 38.56% – 1.719 votos, o NC  4.33% -193 votos e o PCP-PEV  1.73% – 77 votos.

Aguiar da Beira, Virgílio da Cunha (UPNT)  52.16% – 2.194 votos,  PPD/PSD  40.04% – 1.684 votos,  Chega com 4.18% – 176 votos e o PCP-PEV  0.31% -13 votos.

 

Autárquicas 21- Rui Rio vai estar no distrito da Guarda esta semana

Inserida na campanha eleitoral das Autárquicas 21, o Presidente do PSD, Rui Rio vem de visita ao Distrito da Guarda, a fim de dar apoio aos candidatos do seu partido, casos da Guarda, Mêda, Trancoso, Aguiar da Beira e Figueira de Castelo Rodrigo.

Deste modo aqui fica a agenda:

14 setembro

  • 10h30: Contacto com população e visita ao comércio local na Guarda.

Ponto de encontro no Jardim José de Lemos, Guarda

  • 14h00: Contacto com população e visita ao comércio local em Trancoso.

Ponto de encontro em Portas D’El Rei, Trancoso

  • 16h00: Contacto com população e visita ao comércio local na Mêda.

Ponto de encontro na Praça do Município, Mêda

15 setembro

  • 11h00: Contacto com população e visita ao comércio local em Aguiar da Beira.

Ponto de encontro no Largo da Câmara, Aguiar da Beira

 

  • 14h00: Contacto com população e visita ao comércio local em Figueira de Castelo Rodrigo, seguido de breve passagem na Adega Cooperativa.

Ponto de encontro no Largo Mateus de Castro, Figueira de Castelo Rodrigo, passagem pela Adega Cooperativa de Figueira de Castelo Rodrigo pelas 16h00, ponto de encontro na Rua Pedro Jaques de Magalhães, Figueira de Castelo Rodrigo.

 

Autárquicas 21-Penalva do Castelo-Candidatos à Câmara Municipal e Assembleia Municipal

No concelho de Penalva do Castelo, pelo PS, para a Câmara Municipal, vai recandidatar-se Francisco Carvalho, por sua vez, pelo PSD/CDS-PP, vai ser candidato Pedro Monteiro.

Depois na Assembleia Municipal, no PS, vai ser Vítor Fernandes e pela coligação PSD/CDS-PP vai ser David Macário.

Desta forma, Francisco Carvalho , refere que se recandidata porque:” Após 8 anos de trabalho, com muita dedicação e empenho no desenvolvimento do concelho, aceitei, com humildade, honra e satisfação, liderar novamente a candidatura, pelo Partido Socialista, à Câmara Municipal de Penalva do Castelo nas próximas eleições autárquicas.

-Nestes últimos anos tive o privilégio de trabalhar com uma equipa dinâmica, empreendedora e disponível para servir Penalva do Castelo e os Penalvenses.
-Nunca virámos a cara perante as adversidades ou em qualquer outra circunstância, exercemos os nossos cargos com grande proximidade a todos os Penalvenses, bem como com as Associações, Instituições e restantes órgãos autárquicos.
Assumi com os Penalvenses o compromisso de construir um concelho melhor.
Honrámos o nosso compromisso. Hoje Penalva do Castelo está diferente.
-Temos obra feita! Ela é visível e reconhecida em todo o concelho. Por todas as freguesias há marcas novas de desenvolvimento!
As contas da Câmara revelam uma boa solidez financeira.
Vai iniciar um novo quadro comunitário, o Portugal 2030 e com a execução do PRR (Plano de Recuperação e Resiliência), proporcionando novas oportunidades de investimentos, que devem ser geridos com a experiência adquirida, obtendo o melhor aproveitamento para a solução dos problemas estruturantes do concelho”.
Por sua vez, Pedro Monteiro, revela que a sua candidatura: “resulta da convicção de que é necessária uma mudança, alicerçada num novo ciclo de desenvolvimento ambicioso para o concelho e inclusivo de todos os Penalvenses.

Esta candidatura é um exercício de liberdade, responsabilidade e dedicação a todos os Penalvenses sem exceção. Quero trabalhar com todos e para todos, numa postura proativa, empreendedora e dinâmica, com ambição, determinação e capacidade para inovar.
É uma candidatura plural e inclusiva. Com o contributo e o apoio de todos vamos construir um projeto sério e consistente, que vai proporcionar um futuro com liberdade e uma nova esperança para todos”.

 

AUTÁRQUICAS 21 -Joaquim Almeida faz lista à Câmara de Fornos de Algodres

Fornos de Algodres volta a ter Joaquim Almeida,  como candidato à Câmara , passando a serem três , depois de Manuel Fonseca e Joaquina Domingues.

O jovem de 34 anos, que volta a fazer lista pela CDU e apresenta como objetivo , o combate ao despovoamento e a criação de emprego.

A candidatura da CDU à Câmara Municipal de Fornos de Algodres tem como principais objetivos o combate ao despovoamento do concelho, a criação de oportunidades de emprego e fixação da população mais jovem, assim como oferecer a todos os fornenses estabilidade e apoio constante”, referiu Joaquim Almeida à agência Lusa.

Salienta ainda o candidato que:“ Dinamizar o Gabinete Municipal do Investimento, vocacionado para o relacionamento com agentes económicos e a criação de empresas, que trabalhe efetivamente no sentido do desenvolvimento económico do concelho, na promoção da produção local, ao nível da agricultura, da indústria e de outras atividades económicas e que promova a criação de novos postos de trabalho” é outra das propostas.

O cabeça-de-lista da CDU considera que “a presença e fixação de população jovem em Fornos de Algodres deve ser encarada como um fator muito positivo para a região” e a autarquia deve zelar para que encontrem “condições dignas de vida, os meios para a satisfação das suas mais básicas necessidades e pelo cumprimento dos seus direitos”.

Vai ter como  candidato à Assembleia Municipal de Fornos de Algodres é o assistente operacional António José Rebelo, de 59 anos, dirigente do STAL – Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional.

Fonte: Lusa

Foto:DR

Chaves Monteiro apresenta cerca de 500 candidatos a mais de 3 dezenas de órgãos

Carlos Chaves Monteiro entrega listas com 40% independentes e 45% mulheres

São 499 candidatos que refletem a aposta nas mulheres e nos jovens da Guarda. “Os independentes acrescentam várias propostas políticas a um projeto comum, transversal a todos as candidaturas do PSD, que é continuar a aumentar a qualidade de vida na cidade e no concelho e melhorar o investimento e o emprego”, afirma o presidente da Câmara.

O candidato do PSD à presidência da Câmara Municipal da Guarda, Carlos Chaves Monteiro, entregou esta semana as listas da candidatura “Mais e Melhor Guarda” aos órgãos autárquicos do concelho no tribunal da cidade. No conjunto, mais de 40% dos candidatos são independentes e 45% são mulheres.

Com 499 candidatos, o PSD entregou as listas à Câmara Municipal da Guarda, à Assembleia Municipal Guarda e a 32 assembleias de Freguesia do concelho. Em
oito assembleias de freguesia, o PSD optou por não apresentar listas próprias uma vez que reconhece o trabalho e desempenho das listas de independentes que se organizaram localmente.

Face a 2017, a candidatura do PSD “Mais e Melhor Guarda” apresenta mais uma lista para assembleia de freguesia e teria apresentado mais ainda, não fossem as 3 freguesias que funcionarão em plenário de cidadãos por terem menos de 150 eleitores.

“Queremos dar continuidade ao trabalho desenvolvido e, para isso, vamos eleger mais mulheres para os órgãos autárquicos dos próximos quatro anos: na lista para a Câmara, por exemplo, elas representam 50% dos candidatos”, afirma Carlos Chaves Monteiro. Quanto ao facto de mais de 40% das listas serem formadas por independentes, o atual presidente da Câmara afirma que “estes independentes acrescentam várias propostas políticas a um projeto comum, transversal a todos as candidaturas do PSD, que é continuar a aumentar a qualidade de vida na cidade e no concelho e melhorar o investimento e o emprego”.

Recorde-se que a lista para a Assembleia Municipal é encabeçada por Barreto Xavier, ex-secretário de Estado da Cultura. Segundo a candidatura “Mais e Melhor
Guarda”, a lista para a Assembleia Municipal junta um conjunto de pessoas que representam os setores mais dinâmicos da sociedade guardense, todos eles apostados
em qualificar o emprego e em aumentar o rendimento médio “per capita” da sua população, em aumentar a qualidade de vida e em melhorar o centro da cidade, da
vila e das aldeias do concelho.
“Frente de cidadania democrática contra o populismo”
“Construímos – sem ruturas, sem quezílias, sem individualismos – listas plurais e rejuvenescidas”, afirma Carlos Chaves Monteiro. “A candidatura ‘Mais e Melhor Guarda’ tem o pensamento no futuro e está também ciente da importância de haver pessoas mais novas a participar na vida política: a candidatura de tantos jovens nas nossas listas é um símbolo disso mesmo”.

Segundo a candidatura, o PSD é uma força política que, no concelho da Guarda, efetivamente integra mulheres e homens independentes, bem como membros de outras forças políticas, com uma expressão relevante nas suas listas autárquicas.
“Este conjunto de candidaturas é uma frente de cidadania democrática que defenderá o concelho do populismo e do arrivismo, e que diariamente lutará por uma Mais e Melhor Guarda”, conclui Carlos Chaves Monteiro.

PS apresentou candidatos às Câmaras Municipais do Distrito da Guarda

Teve lugar , este domingo na cidade mais alta, mais concretamente no Parque Urbano do Rio Diz, Parque Polis, a apresentação dos candidatos às Câmaras Municipais do Distrito da Guarda, pelo Partido Socialista.

Assim a abrir a sessão , Alexandre Lote deu as boas vindas e apresentou os seus 14 candidatos para as Autárquicas 21, que vão realizar-se já no próximo dia 26 de setembro.

Assim são candidatos:

Luís Couto –Guarda

Ana Paula Freitas –Gouveia

Virgílio Cunha (candidatura independente apoiada pelo PS)- Aguiar da Beira, esteve presente Renato Pires(Presidente da Concelhia do PS de Aguiar da Beira em representação da Candidatura Independente apoiada pelo PS).

Alexandre Gonçalves- Almeida

José Albano Marques –Celorico da Beira

Paulo Langrouva- Figueira de Castelo Rodrigo

Manuel Fonseca –Fornos de Algodres

Esmeraldo Carvalhinho –Manteigas

Anselmo Sousa –Mêda

Francisco Alípio Fernandes –Pinhel

Vítor Cavaleiro –Sabugal

Amílcar Salvador –Trancoso

Vítor Sobral –Vila Nova de Foz Côa

Luciano Ribeiro –Seia

Para encerrar a apresentação, umas breves palavras por parte de Pedro Nuno Santos do Secretariado Nacional do PS.

Pacto – Geração Economia Guarda 2040 sugerido por Sérgio Costa

Na tarde desta segunda -feira, teve lugar a conferência de imprensa da Plataforma de Cidadãos Independentes liderada por Sérgio Costa solicita que seja feito um pacto pela Guarda, que deixou as seguintes palavras:”As próximas Eleições Autárquicas são a oportunidade dos Guardenses fazerem ouvir a sua voz e a sua vontade na escolha da decisão do caminho que irão trilhar no desenvolvimento que anseiam para o seu Concelho.

É com a sua fundamental participação cívica através do voto que irão cuidar da sua Cidade, Vila e Aldeias. Será cada um deles o juiz do seu, e do nosso futuro.

Cabe aos Candidatos trabalhar com humildade para ganhar a confiança dos eleitores, com as suas propostas e com a sua capacidade de liderança.

Demonstrando a sua vocação consubstanciada na resolução dos problemas dos Guardenses. É chegada a hora de apresentar propostas aos Guardenses.

É chegada a hora de exprimir a nossa opinião e vontade através do nosso voto. Os Guardenses sabem o que querem dos Políticos que vão eleger para os representar: Competência, Trabalho e Decisão.

Todos estamos convocados, todos os Movimentos da Sociedade Civil, todos os Partidos, todas as Instituições, todas as Empresas, todos os Cidadãos.

A Guarda quer gente de pensamento independente de partidos, lobbies ou quaisquer outros interesses. Quer gente que defenda em primeiro e único lugar – A Guarda.

Ao ouvir os Guardenses, tenho constatado que a Guarda quer que os seus responsáveis Políticos se entendam. Que procurem causas comuns. Que
pratiquem o diálogo e a saudável arte do compromisso e da verdade.

A Guarda quer que os seus Políticos se comprometam a assumir a defesa da causa do seu bem comum.

Todos somos poucos e todos temos a obrigação de puxarmos para o mesmo lado, com o grande objetivo da criação de emprego para todos, do aumento da riqueza, do desenvolvimento económico da Guarda.

Os Guardenses querem respeito, valorização do seu território e a qualidade de vida que merecem como Portugueses.

Como Candidato de uma Plataforma Independente, lanço aqui um desafio a todos os Partidos, para atingir o objetivo comum do desenvolvimento da
Guarda. Façamos um Pacto pela Guarda.

Todos os Partidos serão bem-vindos para construir o que a Guarda merece. Tenhamos a coragem de nos unir pela Guarda! Trabalhemos a pensar na Guarda! Esforcemo-nos pelos Guardenses! Falemos a uma só voz, muito para além dos calendários eleitorais! A Economia e o Emprego da Guarda merecem! A Guarda tem de ser pensada com ousadia e projetada para o horizonte de 2040.

As medidas para melhorar a Economia e o Emprego merecem um pacto que permita que em matéria fiscal e apoio ao emprego haja estabilidade.

As medidas económicas e sociais devem ser atrativas e definidas por um período de tempo nunca inferior a 20 anos e estar incluídas em todos os
programas eleitorais dos Candidatos à Câmara Municipal da Guarda.

Deste modo os Guardenses, os Empresários e qualquer outro investidor saberá com o que conta em termos de impostos e apoios municipais para as próximas duas décadas.

A Guarda seria mais atrativa dando condições de estabilidade fiscal e social para que as famílias que aqui decidam viver, tenham emprego e perspetivas de futuro e não vejam os seus filhos migrar para longe.

Por outro lado, há investimentos âncora que todos os Políticos deveriam considerar como estruturantes e fundamentais para o desenvolvimento da
Guarda. E todos juntos seremos poucos a pugnar pela sua concretização”.

Pacto – Geração Economia Guarda 2040.

Deste modo, apresentou algumas medidas e projetos que considera de consenso e que devem ser a base para a discussão do futuro do desenvolvimento da Economia da Guarda.

● Aplicação da taxa mínima de IMI para todas as Empresas.

● Redução em 50 % do custo das taxas de licenciamento urbanístico e de todas as demais taxas administrativas para todas as Empresas.

● Redução em 50 % da taxa de derrama para todas as Empresas com domicílio Fiscal no Concelho da Guarda.

● Aposta na Plataforma Ferroviária da Guarda.
A Guarda tem de ter a ambição de ser a grande Plataforma Ferroviária, o Grande Porto Seco do Centro e Norte do País, fazendo aqui sediar
serviços e os centros logísticos de Empresas importadoras e exportadoras, Nacionais e Estrangeiras, que a partir daqui podem fazer escorar e receber as suas mercadorias para Portugal, para a Península Ibérica, para a Europa e para o Mundo.
As Empresas da Guarda e os seus Representantes Associativos devem ser chamados, devem ser ouvidos, devem ser integrados neste grande projeto que é fundamental para o desenvolvimento económico da Guarda para os próximos 50 anos.

● Duplicação da área da Plataforma Logística da Guarda.

● Duplicação do Parque Industrial da Guarda.

● Criação de Centros de Incubação Empresarial, para fixação da nova geração de Empresas Tecnológicas de última geração.

● Reorganização e duplicação do Parque Empresarial do Outeiro São Miguel, nas Freguesias de Arrifana e Pera do Moço.

● Reorganização e duplicação do Parque Empresarial de Vale de Estrela.

● Criação de novas Áreas de Localização Empresarial situadas no nosso mundo rural (Benespera, Famalicão, Gonçalo, Maçainhas, Panóias, Pega,
Porto da Carne, Trinta, Vila Fernando).

Estas propostas são o primeiro contributo e a base da discussão política das grandes opções para o investimento e para os Guardenses para os próximos 20 anos, segundo o candidato.

Autárquicas 21- PS faz apresentação dos Candidatos à Câmara Municipal e Assembleia Municipal da Guarda

O Partido Socialista da Guarda, informa  que a Apresentação Pública dos Candidatos do Partido Socialista à Assembleia Municipal e à Câmara Municipal da Guarda, para as próximas eleições autárquicas, vai decorrer no próximo sábado, dia 5 de junho de 2021, pelas 17H00 na Praça Luís de Camões – Guarda.

Comissão Política Distrital da Guarda do PS apresenta candidatos às Autárquicas 2021

Em comunicado, a  Comissão Política Distrital da Federação da Guarda do Partido Socialista, refere que na reunião  que decorreu no Auditório dos Serviços Centrais do Instituto Politécnico da Guarda,  foram tomadas as seguintes decisões por unanimidade:
-Ratificar a proposta de a vocação, determinada pela deliberação do Secretariado Federativo, da totalidade do processo de designação dos candidatos autárquicos no território de Vila Nova de Foz Côa, mandatando expressamente o mesmo Secretariado para proceder à escolha e designação desses mesmos candidatos;
– Ratificar a decisão da estrutura concelhia de designar Alexandre Manuel Fernandes Gonçalves, como candidato do PS à Câmara Municipal de Almeida;
– Ratificar a decisão da estrutura concelhia de designar José Albano Marques, como candidato do PS à Câmara Municipal de Celorico da Beira;
– Ratificar a decisão da estrutura concelhia de designar Ana Paula Casegas Pardal Duarte Freitas, como candidato do PS à Câmara Municipal de Gouveia;
-Ratificar a decisão da estrutura concelhia de designar Francisco Alípio Fernandes, como candidato do PS à Câmara Municipal de Pinhel;
– Ratificar a decisão da estrutura concelhia de designar Vítor Cavaleiro, como candidato do PS à Câmara Municipal de Sabugal;
– Ratificar a decisão da estrutura concelhia de designar Luciano Ribeiro, como candidato do PS à Câmara Municipal de Seia;
Em suma, realça, o líder Alexandre Lote, que as eleições autárquicas a realizar em 2021 representam um importante desafio para a afirmação do projeto político do Partido Socialista no distrito da Guarda.

Com esta deliberação a Federação da Guarda do Partido Socialista assegurou o(a)s candidatos(a)s que melhor servem o desígnio de construir em equipa e com as gentes dos respetivos concelhos, um projeto político de futuro que melhore o dia a dia de todos os cidadãos, conclui o líder socialista