Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: aveiro

Tag Archives: aveiro

Retomar da atividade turística a nível Nacional

Ao participar no 46.º Congresso da APAVT que se realizou  de 1 a 3 de dezembro, no Centro de Congressos de Aveiro.

Pedro Machado, presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal, defendeu recentemente, em Aveiro, a importância de se reforçar a aposta no mercado interno, enquanto motor de desenvolvimento turístico. “Parte significativa dos bons resultados que reconquistámos em 2021, deste processo de recuperação, deveu-se a termos voltado a olhar para o mercado interno. Portugal redescobriu as suas valências e as suas capacidades de poder gerar e atrair cada vez mais visitantes, sublinhou, na sessão de encerramento do 46.º Congresso da APAVT – Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo.

Além de Pedro Machado, a sessão de encerramento contou com a  participação de Rita Marques, secretária de Estado do Turismo, José Ribau Esteves, presidente da Câmara Municipal de Aveiro, e Pedro Costa Ferreira, presidente da APAVT. A sessão de abertura do evento, na quarta-feira, foi presidida pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Ao longo dos três dias de congresso, os participantes tiveram a oportunidade de ouvir palestras de Álvaro Siza Vieira, ministro da Economia, Paulo Portas, ex-vice-primeiro-ministro, e muitas personalidades ligadas ao setor do Turismo.

Na sua intervenção, Pedro Machado frisou que, para que o mercado interno continue a florescer, é necessário que o Governo olhe com redobrada atenção para as entidades regionais de turismo. “As entidades regionais têm um papel importante, em parceria e em cooperação com os outros organismos, no crescimento da atividade turística no futuro próximo. Precisamos de continuar a trabalhar em conjunto com o Governo, no sentido de reforçarmos os aspetos ligados à promoção e de reforçarmos igualmente a autonomia das organizações regionais, que são ativos e simultaneamente parceiros do Turismo de Portugal neste trabalho conjunto”, considerou.

A atenção especial que deve ser dado ao mercado nacional deve ser complementada com a atração de visitantes estrangeiros, em particular de Espanha, disse também Pedro Machado: “Portugal tem a mais-valia de ser um exemplo internacional no clean and safe, que seguramente nos vai permitir, num espaço curto de tempo, retomarmos o turismo internacional. No Centro de Portugal olhamos muito particularmente para a relação que temos com o nosso primeiro mercado emissor, que é Espanha. A relação com Espanha, com quem trabalhamos há 3 anos, tem vindo claramente a dar resultados muito positivos. Este mercado, que tem 50 milhões de consumidores aqui ao lado, é particularmente relevante no trabalho conjunto de geramos negócio, também para os operadores e para as agências de viagens”.

O presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal lembrou ainda que a pandemia trouxe oportunidades a destinos turísticos menos massificados. “Cerca de 51% dos viajantes globais estão disponíveis para alterar o seu destino de férias, se a proposta de valor apresentada contribuir para a diminuição da pegada ecológica e para a descarbonização. Não é uma moda, é a realidade e tem valor no negócio. Abre-se aqui um novo normal, que é a possibilidade de destinos alternativos, que não estavam na primeira linha dos destinos mais massificados, criarem uma janela de novas oportunidades”, destacou.

 

Quatro filmes da região Centro de Portugal premiados no Festival ART&TUR

Terminou recentemente, em Aveiro, a 14.ª edição do Festival Internacional de Cinema de Turismo – ART&TUR, um dos eventos mais prestigiados a nível mundial na área do audiovisual para turismo. Na Gala de Prémios, que decorreu no Centro de Congressos de Aveiro, foram anunciados os filmes vencedores das duas competições paralelas – Nacional e Internacional -, nas duas áreas elegíveis: documentários e vídeos promocionais.

Na cerimónia, com discurso de boas-vindas da Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, e com apresentação da atriz Sónia Balacó, foram entregues os troféus aos titulares dos filmes vencedores, distinguidos pelo júri internacional do Festival, constituído por 34 peritos de 19 países. Ler Mais »

Festival ART&TUR até sexta-feira

Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, defendeu, em Aveiro, que o ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo “resulta de uma parceria que junta um triângulo virtuoso: aqueles que o fazem, na representação internacional do CIFFT e do ART&TUR e pelo Centro Portugal Film Commission; os municípios, aliados fortes; e os territórios, as marcas e os destinos do Centro de Portugal”.

A declaração foi no âmbito da sessão de abertura da 14.ª edição do ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo, que decorre até ao dia 29, no Centro de Congressos de Aveiro. “Este festival é um eixo extraordinariamente estruturante para a promoção e afirmação dos nossos territórios e das marcas, que nos permite cada vez mais alavancar os novos fluxos turísticos”, acrescentou Pedro Machado.

Antes, na tomada de posse dos novos órgãos sociais da Centro Portugal Film Comission, Pedro Machado tinha já enaltecido que esta comissão, que nasceu com o objetivo de atrair produções audiovisuais para a região Centro, é um veículo de grande importância para “a promoção e a valorização do território, da marca e dos destinos que compõem o Centro de Portugal, além de prestar um contributo inestimável à marca Portugal”. A nova presidente da Centro Portugal Film Comission é Adriana Rodrigues, mantendo-se Pedro Machado como presidente da Mesa da Assembleia-Geral.

Também presente na sessão de abertura, Francisco Dias, diretor do ART&TUR, destacou a importância do evento “enquanto meio de valorização da região Centro e do país para todo o mundo”. Lembrando que o festival se realiza todos os anos numa cidade diferente do Centro de Portugal, Francisco Dias que essa itinerância “é um desafio que nos dá uma energia renovada”.

A próxima edição, em 2022, vai realizar-se em Ourém, depois de em anos anteriores ter tido Leiria, Torres Vedras e Viseu como palcos. O presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque, assegurou que “o município vai fazer tudo para que seja um grande sucesso e para que os participantes saiam satisfeitos” dos dias que irão passar naquele território.

A terminar a sessão de abertura, o anfitrião José Ribau Esteves, presidente da Câmara Municipal de Aveiro, deu as boas-vindas aos participantes no festival e lembrou as múltiplas vantagens que a cidade dos canais oferece a quem a visita.

Um programa vasto

Durante os quatro dias do Festival ART&TUR, são exibidos os filmes que compõem a short list da competição, selecionados pelo júri internacional entre todos os candidatos. No total, são exibidos 74 filmes, integrados em 17 sessões temáticas. As sessões temáticas são antecedidas de mesas-redondas, em que peritos convidados e autores de filmes selecionados refletem sobre o relançamento do turismo na era pós-Covid 19. Paralelamente, decorrem outras iniciativas inseridas no Festival. O programa completo do evento pode ser consultado em https://tourfilm-festival.com/programa.

O primeiro dia do programa, dividido em três sessões, é dedicado à exibição de filmes promocionais portugueses. Cada uma das sessões é antecedida por mesas-redondas, que neste dia abordaram os temas “A promoção audiovisual de destinos e produtos turísticos – o ponto de vista dos produtores audiovisuais”, “O Turismo nas regiões do interior de Portugal” e “Cultura e desenvolvimento regional de tipo bottom up: os 25 anos da d’Orfeu e do Avanca Film Festival”.

No segundo dia de festival, as sete sessões são destinadas à exibição de filmes nacionais sobre eventos desportivos e filmes promocionais internacionais. Nas quatro mesas-redondas que se realizam neste dia, conversa-se sobre assuntos tão diversos como “Portugal ciclável: a aposta em estilos de vida e de lazer mais sustentáveis e saudáveis”, “O papel das Film Commissions regionais e a promoção dos territórios de baixa densidade”, “A estratégia de marca-país Chile” ou “A cultura não é um produto: redefinindo o turismo na era Pós-Covid”.

A manhã do terceiro dia será preenchida com um programa cultural para convidados. À tarde e à noite, retoma-se a exibição de filmes, com mais sete sessões. As três mesas-redondas abordam os temas “Aveiro – Cidade fotogénica e encanto de bloggers”, “O impacto ambiental de um aeroporto” e “A estratégia de marca país – África do Sul”.

O último dia de Festival ART&TUR começa com um Programa Cultural para Convidados e termina, a partir das 16h30, com o momento mais alto do evento, a Cerimónia de Entrega de Prémios aos vencedores.

A participação no ART&TUR é gratuita, mas requer inscrição prévia. Quem pretender assistir às sessões deverá inscrever-se no site do Festival, em https://tourfilm-festival.com.

Há ainda mais no Festival ART&TUR

Além do vasto programa de exibição de filmes e de mesas-redondas, a edição de 2021 do ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo inclui duas iniciativas extra, relacionadas com o certame.

A primeira iniciativa é um Matchmaking “Produtoras vs Promotores Turísticos”. Este matchmaking é oferecido pela Centro Portugal Film Commission às empresas e autarquias, que poderão estabelecer contactos com as 10 produtoras de filmes de turismo que conquistaram o maior palmarés de prémios no Festival ART&TUR nas últimas cinco edições.

A segunda iniciativa é o “Blogging Aveiro”. Este é um concurso que se estreia na edição deste ano e que tem o objetivo de reforçar a visibilidade das publicações de bloggers dedicadas à cidade de Aveiro e à sua região. O “Blogging Aveiro” vai premiar os melhores artigos dedicados à cidade ou região de Aveiro publicados em blogues de viagem independentes, nos últimos dois anos. Os troféus que premeiam os melhores artigos serão oferecidos pelo município de Aveiro.

ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo em Aveiro

Os Paços do Concelho de Aveiro receberam a apresentação pública do programa do ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo, que vai decorrer entre 26 e 29 de outubro, no Centro de Congressos de Aveiro.

Já na sua 14.ª edição, o ART&TUR é um certame consolidado no panorama nacional e internacional dos festivais de cinema de turismo, atraindo à competição os melhores filmes promocionais e documentários sobre turismo, nacionais e internacionais. As útimas três edições do festival realizaram-se no Centro de Portugal, nomeadamente em Leiria, Torres Vedras e Viseu, a que se segue agora Aveiro.

Durante os quatro dias do Festival, serão exibidos os filmes que compõem a short list da competição, selecionados pelo júri internacional entre todos os candidatos. No total, serão exibidos 74 filmes, integrados em 17 sessões temáticas. As sessões temáticas serão antecedidas de mesas-redondas, em que peritos convidados e autores de filmes selecionados refletirão sobre o relançamento do turismo na era pós-Covid 19. Paralelamente, decorrerão outras iniciativas inseridas no Festival. O programa completo do evento pode ser consultado em https://tourfilm-festival.com/programa.

Presente na conferência de imprensa, Francisco Dias, Diretor do Festival, destacou a forma calorosa como a organização do evento foi recebida e enalteceu a importância do certame. “O ART&TUR não é um festival qualquer de cinema. Tem uma componente muito importante de business to business e uma dimensão internacional de relevo, atestada pelo facto de o júri integrar 34 pessoas, de 19 países”, disse. Por outro lado, referiu, “o ART&TUR te contribuído para a melhoria da qualidade dos fimes promocionais de turismo feitos em Portugal, uma vez que as autarquias e outras entidades perceberam as vantagens de terem bons filmes promocionais a concurso”. Por isso, estão reunidos todos os ingredientes para que esta edição seja de novo “um sucesso”.

Pedro Machado, Presidente da Turismo Centro de Portugal, frisou que a aposta desta entidade no Festival e, paralelamente, na criação da Centro Portugal Film Commission, se deve ao facto de os filmes de turismo serem “um excelente veículo de promoção da região Centro de Portugal”. “Com esta aposta queremos dizer que o audiovisual é uma área de crescimento estratégico para o Centro de Portugal, que tem alcançado resultados inequívocos, os quais contribuem para que a marca e o destino Centro de Portugal registe taxas muito altas de crescimento”, considerou. Além disso, acrescentou, a Centro Portugal Film Commission “é um instrumento com capacidade de esbater as assimetrias regionais” e que, ao mesmo tempo, “possibilita a internacionalização da marca Centro de Portugal”.

José Ribau Esteves, Presidente da Câmara Municipal de Aveiro, destacou que “é um privilégio receber o ART&TUR em Aveiro”, lembrando que o festival se insere numa série de eventos de relevo que vão acontecer na cidade dos canais até ao fim do ano. “É uma excelente oportunidade para falarmos para o Mundo e para termos o Mundo na nossa terra”, reiterou, finalizando com um desafio: “O ART&TUR vai ser um festival muito melhor depois de vir a Aveiro!”.

Um programa mais completo de ano para ano
O primeiro dia do ART&TUR, dividido em três sessões, é dedicado à exibição de filmes promocionais portugueses. Cada uma das sessões será antecedida por mesas-redondas, que neste dia abordarão os temas “A promoção audiovisual de destinos e produtos turísticos – o ponto de vista dos produtores audiovisuais”, “O Turismo nas regiões do interior de Portugal” e “Cultura e desenvolvimento regional de tipo bottom up: os 25 anos da d’Orfeu e do Avanca Film Festival”.

No segundo dia de festival, as sete sessões são destinadas à exibição de filmes nacionais sobre eventos desportivos e filmes promocionais internacionais. Nas quatro mesas-redondas que se realizam no segundo dia, conversa-se sobre assuntos tão diversos como “Portugal ciclável: a aposta em estilos de vida e de lazer mais sustentáveis e saudáveis”, “O papel das Film Commissions regionais e a promoção dos territórios de baixa densidade”, “A estratégia de marca-país Chile” ou “A cultura não é um produto: redefinindo o turismo na era Pós-Covid”.

A manhã do terceiro dia será preenchida com um programa cultural para convidados. À tarde e à noite, retoma-se a exibição de filmes, com mais sete sessões. As três mesas-redondas abordam os temas “Aveiro – Cidade fotogénica e encanto de bloggers”, “O impacto ambiental de um aeroporto” e “A estratégia de marca país – África do Sul”.

O último dia de Festival ART&TUR começa com um Programa Cultural para Convidados e termina, a partir das 16h30, com o momento mais alto do evento, a Cerimónia de Entrega de Prémios aos vencedores.

A participação no ART&TUR é gratuita, mas requer inscrição prévia. Quem pretender assistir às sessões deverá inscrever-se no site do Festival, em https://tourfilm-festival.com.

Há ainda mais no Festival ART&TUR
Além do vasto programa de exibição de filmes e de mesas-redondas, a edição de 2021 do ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo incluirá duas iniciativas extra, relacionadas com o certame.

A primeira iniciativa é um Matchmaking “Produtoras vs Promotores Turísticos”. Este matchmaking é oferecido pela Centro Portugal Film Commission às empresas e autarquias, que poderão estabelecer contactos com produtoras de filmes de turismo. Qualquer organização – pública ou privada –poderá pré-agendar encontros com as 10 produtoras de filmes de turismo que conquistaram o maior palmarés de prémios no Festival ART&TUR nas últimas cinco edições. As inscrições estão disponíveis no site do festival, em https://tourfilm-festival.com.

A segunda iniciativa é o “Blogging Aveiro”. Este é um concurso que se estreia na edição deste ano e que tem o objetivo de reforçar a visibilidade das publicações de bloggers dedicadas à cidade de Aveiro e à sua região. O “Blogging Aveiro” vai premiar os melhores artigos dedicados à cidade ou região de Aveiro publicados em blogues de viagem independentes, nos últimos dois anos. Os troféus que premeiam os melhores artigos serão oferecidos pelo município de Aveiro.

Nelas recebeu formação de Bombeiros

Recentemente os elementos de comando das corporações de bombeiros participaram em Nelas e que vai repetir-se em 22 e 23 junho com outros Corpos de Bombeiros, numa ação de formação para operador de máquina de rastos com turmas de 24 elementos, sendo a parte teórica no 1.º dia, que decorreu na sala orgânica do Edifício Multiusos e a parte prática no 2.º dia, na Quinta da Cerca, com apoio da “Bulldozer” da Câmara Municipal.
Frequentaram a formação Comandos dos Bombeiros de Seia, Penalva do Castelo, S. Pedro do Sul, Tondela, Cabanas de Viriato, Folgosinho, Famalicão da Serra, S. Martinho do Porto, Benedita, Caldas da Rainha, Batalha, Estarreja, Anadia, Albergaria, Sever do Vouga, Proença a Nova, Belmonte, Vila Velha de Rodão, Covilhã, Cantanhede, Coja, Mira, Pampilhosa da Serra e elementos da Força Especial de Proteção Civil abrangendo os 6 Distritos da Região que são Coimbra, Leiria, Viseu, Guarda, Castelo Branco e Aveiro.
A ação de treino operacional permitiu desenvolver aprendizagem de procedimentos e técnicas de abordagem no combate a incêndios rurais com Máquina de Rastos.
Foram igualmente abordadas técnicas e procedimentos nas ações de consolidação e rescaldo dos perímetros dos incêndios rurais com Máquina de Rastos.
Fotos: Mun.Nelas

Feminino- Gouveense Sílvia Rebelo vence Taça da Liga pelo SL Benfica

Recentemente, o SL Benfica venceu,  a Taça da Liga Feminina, No Municipal de Aveiro vencendo, o SC Braga por 3-0, nesta final, com golos de Cloé Lacasse (44′); Ana Vitória (64′); Nicole (74′).

Assim foi uma partida em que a gouveense Silvia Rebelo atuou como capitã da tirma encarnada agora orientada por Filipa Patão.

Estádio Municipal de Aveiro, Aveiro
Final da Taça da Liga 2019/20

Árbitro: Teresa Oliveira
Árbitros assistentes: Vanessa Gomes e Cátia Tavares
4.º Árbitro: Filipa Cunha
Vídeo-árbitros: Fábio Veríssimo e Pedro Martins

SL Benfica: Carolina Vilão, Sílva Rebelo – Cap., Matilde Fidalgo, Andreia Faria (Francisca Nazareth, 75′), Ana Vitória (Christy Ucheibe, 87′), Carole Costa, Catarina Amado, Cloé Lacasse (Joline Amani, 90+2′), Pauleta, Nicole (Amélia Silva, 87′) e Beatriz Cameirão.
Suplentes não utilizadas: Mariana Diogo, Ana Seiça, Mariana Alberto.
Treinador: André Vale
Golos: Cloé Lacasse (44′); Ana Vitória (64′); Nicole (74′)
Disciplina: cartão amarelo a Beatriz Cameirão (39′), Catarina Amado (56′) e a Cloé Lacasse (75′)

SC Braga: Marie Hourihan, Andreia Norton, Cindy Konig (Laura Luís, 61′), Regina Pereira (Érica Costa, 74′), Nágela, Dolores Silva, Ágata Filipa, Diana Gomes, Myra Delgadillo (Sofia Silva, 83′) Jermaine (Ana Teles, 84′) e Rayanne.
Suplentes não utilizadas: Bárbara Marques, Eduarda Silva e Barbosinha.
Treinadora: Miguel Santos
Golos: -.
Disciplina: cartão amarelo a Andreia Norton (65′) e ao treinador Miguel Santos (37′)

foto e ficha:FPF