Início » Tag Archives: bombeiros

Tag Archives: bombeiros

Bombeiros de Celorico da Beira em balanço da época DECIR

Recentemente, os Bombeiros de Celorico da Beira, reuniram-se num jantar/convívio, o corpo ativo, o quadro de honra, os órgãos sociais, os funcionários e outros colaboradores.
Teve como objetivo de assinalar o encerramento da época DECIR , dado que foi bastante exigente. ” Demonstrando os nossos bombeiros extraordinária abnegação e valentia, assim como, agradecer aos colaboradores externos que no corrente ano se envolveram nas atividades da Associação”, assim referiu fonte deste corpo de bombeiros celoricenses.

João Caiado reuniu com a ACDV

João Caiado, candidato a Presidente da Direcção da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários
de Viseu (AHBVV) e, Ribeiro Gonçalves, candidato a Presidente da Mesa da Assembleia Geral da AHBVV
da candidatura Servir Zelando ao próximo acto eleitoral para o mandato 2023-2025, estiveram ontem
reunidos, a seu pedido, com os Corpos Sociais da Associação Comercial do Distrito de Viseu (ACDV).
A reunião serviu para apresentar as linhas gerais da candidatura e para sensibilizar a ACDV e todos os seus
associados, caso esta candidatura venha a assumir a responsabilidade de gerir os destinos da AHBVV, para
uma mais próxima relação institucional que permita:
– Incrementar o mecenato na AHBVV através de uma maior ligação aos associados da ACDV em acções de
responsabilidade social, em campanhas e causas a favor dos Bombeiros Voluntários de Viseu.
– Encontrar com a ACDV formas de benefício mútuo nas áreas do comércio e serviço do concelho para os
associados das duas Associações.
A candidatura agradece publicamente à ACDV a receptividade e acolhimento naquele que foi um momento
proveitoso, de troca de ideias e aproximação de vontades em favor de uma instituição que trabalha para o
bem comum dos cidadãos e também para o comércio e serviços do concelho.

Bombeiros e Município de Figueira de Castelo Rodrigo assinaram Contrato-Programa

Tendo em conta a importância da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Figueirenses, agentes da proteção civil e parceiros indispensáveis do Município na proteção e socorro de pessoas e bens em perigo do Concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, a Câmara Municipal celebrou um Contrato-Programa com esta instituição. Esta ajuda financeira pretende comparticipar as obras de Renovação da Cobertura do Pavilhão Multiusos desta Associação Humanitária.
Este apoio vem, assim, permitir aos Bombeiros Voluntários Figueirenses, honrar o seu compromisso e não perder a oportunidade de proceder a esta intervenção urgente na referida infraestrutura.

Bombeiros de Almeida, Côja e Odemira recebem Ambulância tipo B da Campanha “Natal a Meias”

Fruto da campanha “Natal a Meias”, a marca italiana de moda Calzedonia e a TVI entregaram esta semana 3 novas ambulâncias Tipo B, transformadas pela Auto Ribeiro, às corporações de Almeida, Côja e Odemira.

Foi uma cerimónia, que se realizou no Parque dos Poetas, em Oeiras, estiveram presentes Marco Melchiori (Country Manager Calzedonia), João Patrício (Diretor Executivo de Entretenimento e Ficção da TVI),  António Nunes (Presidente da LBP), Isaltino Morais (Presidente da CM Oeiras), a Gerência da Auto Ribeiro, tal como as corporações contempladas e alguma comunicação social.

António Nunes, Presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, também manifestou o agradecimento em nome dos operacionais que representa “…os bombeiros, em Portugal, para além dos apoios do Estado, vivem dos apoios provenientes da sociedade civil. São vocês que vão ajudar estas mulheres e estes homens a desempenharem as suas funções. Agradecemos do fundo do coração”.

António Nunes explicou, ainda, o sorteio que define quem são as corporações que vão receber os donativos. “Só pode estar presente, no pote, quem não tenha, nos últimos dois anos, recebido qualquer tipo de material. Por isso, as ambulâncias foram para corporações que precisam”, adiantou.

Fotos:AR

“Servir Zelando” candidata aos órgãos sociais do Bombeiros de Viseu

João Caiado encabeça a lista sob o lema “Servir Zelando” candidata ao próximo acto eleitoral
para os órgãos da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Viseu.
Assumindo que a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Viseu (AHBVV)
conheceu nos últimos mandatos uma liderança competente e motivada que conseguiu gerir as
muitas dificuldades administrativas e em simultâneo promover o real valor desta importante e
fundamental instituição do nosso concelho e da região entende-se com esta candidatura que é
absolutamente indispensável e preponderante, que uma equipa de cidadãos profundamente
enraizados na defesa dos nossos Bombeiros Voluntários de Viseu (BVV), se afirmem como
sendo uma solução continuadora e impulsionadora deste trabalho e se apresentem nessa
circunstância a sufrágio eleitoral aos órgãos sociais da AHBVV, para o próximo mandato.
Esta candidatura que concorre em favor da valorização da AHBVV e do seu Corpo de Bombeiros quer:
– Que os BVV continuem com distinção a cumprir as missões que lhes cabem por direito próprio e tudo faremos para contar com o apoio, respeito e reconhecimento do poder local e central, já que aos BVV não falta a gratidão e o carinho das populações que servem abnegadamente.
– Continuar a unir a Corporação, dos Bombeiros aos Comandos Locais, Regionais e Nacionais, os Dirigentes Associativos, os Associados e Beneméritos, as Instituições do Concelho e as
Populações, em torno de uma identidade única que permita ter a força suficiente para exigir,
em cada momento, as melhores condições e o reconhecimento dos valores que norteiam a
actividade da protecção civil, muitas vezes esquecidos pelo Estado e seus representantes.
– Representar Associados e Bombeiros protagonizando e dinamizando as mudanças
necessárias a uma melhoria das suas condições de vida e operacionais numa colaboração
positiva, harmoniosa e em resposta às exigentes dimensões das necessidades.
– Continuar a defender os BVV garantindo que como agentes de proteção civil, considerando
toda a actividade que realizam, de combate a incêndios e salvamento, da maioria da
emergência pré-hospitalar e transporte emergente, urgente e não urgente de doentes, entre
muitas outras atividades de assistência a pessoas, bens, e ambiente são reconhecidos pelo seu
trabalho e que todas essas missões são executadas por homens e mulheres motivados e com
elevado sentido do dever.
No pressuposto que o Estado deve garantir o financiamento justo e adequado ao exercício
dessas tarefas, sem necessidade de permanentemente questionar as metodologias de
atribuição de verbas, tantas vezes, essenciais à sobrevivência da Associação Humanitária quer
esta candidatura continuar a fazer dos BVV uma estrutura eficiente na sua operacionalidade e
um valor seguro para toda a população viseense!
O Eng João Caiado, professor esteve 30 anos como director do Agrupamento de Escolas
Infante D. Henrique em Repeses, foi dirigente como Vice Presidente da ANDE, é dirigente na
Associação futebol de Viseu onde exerceu vários cargos durante 20 anos sendo actualmente
presidente da Assembleia Geral, foi durante 10 anos Membro do Conselho das Escolas, órgão
consultivo do Ministério da Educaação, em representação do Quadro de Zona Pedagógica 3 e
foi durante 8 anos Membro da Comissão Local de Protecção Civil como representante da
Educação.
Tem 67 anos de idade, casado, 2 filhos e 2 netos. Hoje, em situação de pré reforma é deputado
municipal e recebeu no passado ano a Medalha de Mérito Municipal de Viseu.

Bombeiros de Fornos de Algodres vão receber apoio do Município da Guarda

Foi deliberado pelo município da Guarda , na habitual reunião do executivo,  atribuir um apoio de 7.500 euros aos bombeiros de Fornos de Algodres, para compra de uma viatura que substitua a que ardeu durante o combate a um fogo no concelho.

A viatura de combate a fogos florestais da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres (AHBVFA) ardeu no dia 02 de julho, no combate a um incêndio que deflagrou na freguesia de Arrifana, no concelho da Guarda.

Na sequência da ocorrência, o município da Guarda, presidido por Sérgio Costa (Movimento Pela Guarda), aprovou ontem, por unanimidade, a atribuição de um apoio no valor de 7.500 euros “para ajudar à aquisição de uma outra viatura” de que a corporação necessita para a sua atividade operacional.

No final da reunião quinzenal do executivo, o autarca adiantou que as juntas de Freguesia do concelho que foram atingidas pelo incêndio também estão a fazer diligências no sentido de atribuírem à corporação de Fornos de Algodres “um apoio extraordinário” para o mesmo fim.

Em suma, um gesto nobre deste Município egitaniense.

Associações de Bombeiros do concelho da Guarda recebem mais de 460 mil euros

Como anualmente, o Município da Guarda atribui, em 2022, mais de 460 mil euros de apoio financeiro às Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários da Guarda, Gonçalo e Famalicão da Serra e às quatro equipas de Sapadores Florestais do concelho. Trata-se de uma forte aposta no apoio à vigilância, prevenção e combate a incêndios rurais, assim estas entidades receberam  a primeira tranche que corresponde a 50% do valor total, tendo ainda sido entregue o apoio de 2.500 euros à Federação dos Bombeiros do Distrito da Guarda. Ainda neste âmbito, foram assinados Protocolos de Parceria com a AcriGuarda, a Associação Floresta Viva de Fernão Joanes e a Junta de Freguesia de Valhelhas. No final da sessão, que decorreu nos Paços do Concelho, teve lugar uma visita à exposição das viaturas das equipas de intervenção permanente dos Corpos de Bombeiros e Equipas de Sapadores Florestais do Concelho da Guarda.

MAI aprovou Diretiva Financeira 2022

O Ministério da Administração Interna aprovou hoje a Diretiva Financeira 2022, em articulação com a Liga dos Bombeiros Portugueses.

Este é um instrumento fundamental para a gestão do orçamento público associado aos diferentes dispositivos operacionais da proteção civil, nomeadamente o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR).

Nesta Diretiva destacam-se:

  • – O aumento de 7% nos montantes associados à comparticipação diária efetuada aos Bombeiros integrados nos dispositivos. A comparticipação diária aos Bombeiros passa, assim, de 57€/dia para 61€/dia e, no caso dos elementos de comando, de 67€/dia para 71€/dia.
  • – A atualização em cerca de 15% dos montantes das despesas com alimentação, passando o valor do almoço e do jantar de 8,75€ para 10€
  • – Consagra-se um apoio específico superior a meio milhão de euros, a pagar numa única tranche – em junho – às Associações Humanitárias detentoras de Corpos de Bombeiros que constituam ou acolham equipas DECIR. Este apoio visa comparticipar as despesas logísticas decorrentes do empenhamento operacional, num montante diário de 5€ por cada equipa de combate a incêndios (constituída por 5 bombeiros) e 2€ por equipa de apoio logístico ao combate (constituída por 2 bombeiros).
  • – Formaliza-se um apoio financeiro específico às Associações Humanitárias detentoras de Corpos de Bombeiros que contribuem com veículos para as Brigadas de Reforço Destacadas. Para esta capacidade de reforço passível de ser mobilizada para áreas de maior risco prevê-se o pagamento mensal entre 100€ a 800€ por mês, em função da tipologia de veículos a empenhar.
  • – A atualização das regras e procedimentos associados à reparação e reposição dos veículos integrados nas operações, valorizando a reposição dos veículos que apresentam maior vida útil.

Globalmente, a Diretiva Financeira 2022 representa um reforço ímpar de 3,2 milhões de euros no montante alocado, pela ANEPC, aos dispositivos operacionais, o que traduz a prioridade do Governo no apoio ao esforço desenvolvido pelos Bombeiros e pelas respetivas entidades detentoras no quadro da resposta operacional.

Município da Guarda e Bombeiros do Gonçalo assinaram protocolo para 2ªEIP

Teve lugar a cerimónia de assinatura do protocolo de constituição da 2.ª Equipa de Intervenção Permanente do Corpo de Bombeiros Voluntários de Gonçalo com a Câmara Municipal da Guarda.
Uma parceria estratégica entre o Governo e a Autarquia que contribui para a criação de 5 novos postos de trabalho, para a fixação de mais 5 famílias na Vila de Gonçalo, bem como para a melhoria da qualidade na prestação do socorro às populações. Ao todo, as duas EIP garantem a disponibilidade de 10 Bombeiros profissionais no Corpo de Bombeiros de Gonçalo.
Mais uma forma de os  bombeiros puderem estar mais fortes no que toca ao apoio à comunidade.

Celorico da Beira- Simulacro de socorro a acidente ferroviário

Aconteceu um simulacro de socorro a acidente no âmbito da coordenação de segurança da obra da Empreitada de Modernização do troço Celorico da Beira – Guarda, da Linha da Beira Alta, junto à estação de comboios de Celorico da Beira Gare.

O exercício que teve lugar na frente de obra Viaduto de Celorico da Beira Gare, foi solicitado pelo departamento de segurança da Conduril, empresa que está a realizar as obras de Modernização do troço Celorico da Beira – Guarda da Linha da Beira Alta contou com a participação de 35 operacionais oriundos de 4 corpos de Bombeiros Voluntários (Celorico da Beira, Vila Franca das Naves, Pinhel e Guarda), tendo ainda a colaboração da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil da Guarda, da GNR de Celorico da Beira e da Proteção Civil Municipal.

No simulacro foram socorridas cinco vítimas com recurso a equipamento de desencarceramento, o exercício visou testar o plano de emergência interno da empresa responsável da obra, onde se aproveitou com os agentes da proteção civil testar e treinar os procedimentos e a articulação com a própria segurança da empresa.

fonte:MCB