Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: Câmara Municipal de Mangualde

Tag Archives: Câmara Municipal de Mangualde

Projeto “IR e VIR” inicia em Mangualde

O Município de Mangualde passou a ter disponível o serviço de transporte flexível “IR e VIR”, uma iniciativa que permite às populações deslocarem-se na região Viseu Dão Lafões, de forma económica e rápida, cujo objetivo é aumentar a cobertura de serviço público de transporte de passageiros, servindo áreas onde os transportes públicos não operam ou operam com pouca frequência.  Esta solução de transporte por táxi passa a permitir viagens intermunicipais, a incluir deslocações para as estações e apeadeiros da linha da Beira Alta e a estar disponível todos os dias da semana.

Mangualde integra agora a segunda fase do serviço de transporte flexível, a pedido, “IR e VIR”. Um projeto da Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões, lançado a 1 de outubro de 2021, com grande sucesso, e que nesta segunda fase apresenta novidades que vão tornar o “IR e VIR” um serviço ainda mais amigo das populações.

Outra das principais novidades é a oferta de duas novas modalidades de transporte, que se juntam ao “Serviço Municipal” – o qual já ligava todas as localidades sem acesso a transporte público (ou que apenas têm esse transporte em alguns horários) aos centros dos municípios. A partir de agora, as populações têm, também, ao dispor o “Serviço Intermunicipal”, que oferece ligações entre as sedes de concelho e os municípios abrangidos, quando essa ligação não exista através de carreira pública; e ainda o “Serviço de Comboio”, que irá ligar todas as localidades dos municípios às estações e apeadeiros da linha da Beira Alta presentes no território. Assim, um morador de uma localidade da região pode, de forma cómoda, deslocar-se entre concelhos ou ser levado a uma estação ou apeadeiro ferroviário.

PROPOSTA DE MOBILIDADE INOVADORA

O serviço de transporte flexível “IR e VIR” é um projeto que visa aumentar a cobertura de serviço público de transporte de passageiros na região, servindo áreas onde os transportes públicos não operam ou operam com pouca frequência.

O serviço é realizado por táxis, devidamente identificados por um dístico próprio, sendo que o preço do bilhete é igual ao preço que o utente pagaria num autocarro para percorrer a mesma distância.

Com paragens e horários definidos, a grande diferença para o transporte público regular é que no sistema “IR e VIR” é o próprio utente que aciona o serviço, bastando, para o efeito, realizar uma chamada telefónica gratuita para a central de reservas e combinar o mesmo. Deste modo, as viaturas só efetuam os percursos se, antecipadamente, o serviço tiver sido solicitado e só parará nas paragens que tiverem reservas efetuadas.

No dia e hora marcada pelo utente, este só precisa de se dirigir ao ponto de paragem e aguardar pelo táxi. As placas de paragem estão identificadas com o nome do serviço de transporte flexível “IR e VIR”. O táxi que o transporta está identificado com um dístico da mesma cor e com o mesmo nome.  O bilhete é pago ao taxista no início da viagem.

Já é possível ativar o “IR e VIR”, nas três modalidades apresentadas, em qualquer dia útil, mediante reserva efetuada até às 12h00 do dia útil anterior à viagem, através do número gratuito 800 10 20 30.  O centro de atendimento garante a reserva da viagem e esclarece qualquer dúvida. Toda a informação relativa ao serviço está disponível neste mesmo número, todos os dias úteis das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00.

 Cláudio Pinto vence Masters M.P. Martins Consultores 2022 e torna-se Tricampeão Let & Stroke

 

Aconteceu nos passados dias 2 e 3 de Julho com organização do Let&Stroke – Secção de Squash da Casa do Povo de Mangualde, o Masters M.P. Martins Consultores 2022, prova mais importante e de encerramento da época de squash em Mangualde.

A prova contou com a participação dos melhores 16 atletas masculinos e das 7 melhores atletas femininas apurados de entre os 60 participantes e após os 3 torneios que compuseram o Circuito Hotel Senhora do Castelo 2021/22

Jogadores de Mangualde, Viseu, Coimbra, Leiria, Aveiro, Santa Comba Dão, Anadia, Estarreja, Lamego, Lisboa, Porto, Albufeira e Covilhã constituíram o lote de participantes deste Masters.

Em termos desportivos, o grande vencedor Masculino foi Cláudio Pinto (Porto), que levou a melhor sobre o jogador revelação da época Bruno Gomes (Lisboa), num jogo muito bem disputado e em que em alguns momento se presenciou squash da mais elevada qualidade. O resultado final foi de 3-0 (16/14, 11/8, 11/4). Já no feminino e no primeiro ano em que o Masters foi englobado e disputado,a grande vencedora foi Inês Silva (Aveiro) que levou a melhor sobre a júnior Leonor Marques (Santa Comba Dão) vencendo a final por 3-0 (11/6, 12/10, 11/6).

Por fim, destacar o enorme equilíbrio, competitividade e combatividade em muitos dos jogos deste torneio, mas também o fair-play que se viveu durante todo o fim de semana.

A classificação final do Masters, que contava com um prize-money de 1750€ (Masculino) e 350€ (Feminino), os maiores prémios a nível nacional para torneios apenas com atletas nacionais, ficou assim definida:

MASCULINO

1 Cláudio Pinto (Porto)
2 Bruno Gomes (Lisboa)
3 Rui Cruz (Lisboa)
4 Jorge Faria (Anadia)
5 Nelson Pereira (Mangualde)
6 Fábio Ferreira (Porto)
7 Richard Hill  (Lisboa / Singapura)
8 Rui Ferreira (Viseu)
9 Zélio Neto (Albufeira)
10 Leonel Pereira (Lamego)
11 Tiago Filipe (Covilhã)
12 Norberto Monteiro (Estarreja)
13 Simão Neves (Anadia)
14 Gabriel Neto (Albufeira)
15 Rafael Ferreira (Mangualde)
16 Nuno Castro (Mangualde)

FEMININO
1 Inês Silva (Aveiro)
2 Leonor Marques (Santa Comba Dão)
3 Liliana Pais (Porto)
4 Sandra Costa (Leiria)
5 Manuela Nunes (Aveiro)
6 Cristina Neto (Coimbra)
7 Rita Castro Leal (Coimbra)

Como habitualmente e aproveitando a prova de encerramento de época entregaram-se ainda três dos prémios mais importantes do squash mangualdense, o Prémio Vencedores do Circuito 2022, Prémio Jogador Revelação 2022 e o Prémio Let&Stroke 2022.

O circuito é ganho pelo atleta que conquista mais pontos no decorrer das 3 provas de apuramento e no caso o atleta que o conseguiu foi no masculino Jorge Monteiro (Aveiro) e no feminino Sara Neves (Anadia).

No que toca ao Prémio Jogador Revelação 2022 este ano foi atribuído ao atleta Bruno Gomes pela sua grande evolução e determinação no crescimento dentro da modalidade.

Por fim, este ano o prémio Let&Stroke foi atribuído à atleta Manuela Nunes pela sua persistência e dedicação, para que Mangualde tivesse também o sector feminino nas suas provas.

Para além do Masters e como também é já uma tradição na noite de sábado dia 2 Julho realizou-se um jantar/gala convívio no Hotel Sra. do Castelo com a participação de 30 pessoas entre atletas, familiares e patrocinadores e representantes da Federação Nacional de Squash.

O  muito obrigado à Casa do Povo de Mangualde, Câmara Municipal de Mangualde, Piscinas Municipais de Mangualde, Hotel Sra. do Castelo, M.P.Martins Consultores, Gabinete de Projectos, Ourivesaria Sonho d´Ouro, Restaurante Cascata de Pedra, Vida Sadia – Bolachas e Snacks, Mestre Design e Caves Messias por toda a ajuda prestada.

Feira Nacional de Agricultura recebeu visita de agricultores de Mangualde

Recentemente mais de 50 agricultores do concelho de Mangualde foram visitar a Feira Nacional de Agricultura de Santarém, numa iniciativa do Município de Mangualde.
Este certame que esteve suspenso cerca de dois anos consequência da pandemia, voltou a realizar-se promovendo uma vez mais o debate sobre as principais questões do setor agrícola e também a promoção entre parceiros de troca de contactos e negócios.
Sempre proveitoso para os agricultores que ficam a conhecer novos produtos, novos métodos.

150º aniversário de Ana de Castro Osório assinalado em Mangualde

O Município de Mangualde assinalou este fim de semana, dias 17 e 18 de junho, o 150º aniversário de Ana de Castro Osório, com um programa recheado de atividades culturais diversas. Passaram pela Casa de Ana de Castro Osório e pela Biblioteca Municipal de Mangualde, para celebrar esta data, centenas de pessoas. Ana de Castro Osório foi celebrada com um programa diversificado, que contemplou, oficinas de contos, leituras, dramatizações, dança, conferência, conversas, apresentação de livro e concertos.

As comemorações tiveram início no dia 17, sexta-feira, com a “Oficina de Exploração de Contos de Ana de Castro Osório”, dinamizada por Fátima Ribeiro de Medeiros e dirigida a professores, educadores e profissionais ligados à literatura, mediadores de leitura e outros interessados. A oficina que decorreu na Biblioteca Municipal, foi creditada e realizada em parceria com o Centro de Formação EDUFOR. 

  Pelas 21h00, na Casa de Ana de Castro Osório, o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Marco Almeida, abriu a sessão comemorativa, à qual se seguiu o momento de “Estórias de Ana de Castro Osório…À conversa com…“ Raquel Osório, trineta da escritora, que deu a conhecer um pouco da vida familiar e social de Ana de Castro Osório, transmitida pelas gerações anteriores. Jorge Nabais deu o seu contributo à conversa fazendo um contexto da época em que Ana de Castro Osório desenvolveu a sua atividade de ativista, intelectual, pedagoga e escritora. Foram depois apresentados três contos de Ana de Castro Osório, trabalhados pelos alunos do Agrupamento de Escolas, no âmbito do Plano das Artes: a leitura encenada de “O Porqueiro”, por Maria Aguiar, com os alunos do 2B, com Coreografia de Helena Couto, para os alunos das AECS, e musicada pelos aluno do Projeto Municipal Orquestra Poeminha, acompanhados pelo professor de violino Joaquim Castro; “Os Meninos da Estrela de Ouro na Testa” foi apresentado em teatro de sombras pelos alunos do 7E, encenado por Maria Aguiar e, ainda a dramatização do conto “O Esperto”, pelos alunos 8B, encenado por Luís Almeida. 

O encerramento da primeira noite de comemorações esteve a cargo do projeto musical do Agrupamento de Escolas de Mangualde, “Orquestra Juvenil +Música”, dirigida pelo Maestro Vitor Mendes, que apresentou o “Concerto pela Igualdade”. 

 No sábado, dia 18 de junho, as comemorações tiveram início pelas 14h30 na Biblioteca Municipal, onde Fátima Ribeiro de Medeiros proferiu a “Conferência Ana de Castro Osório: Entre a militância republicana e feminista, a escrita e a edição”. Assistiu-se ainda à leitura do conto “Tio Barreiros” do livro “Felizes”, de Ana de Castro Osório, pela trineta da escritora, Raquel Osório. 

 O programa contemplou ainda a apresentação da reedição da obra original de Ana de Castro Osório de 1905, “Às Mulheres Portuguesas”, por Rosabela Afonso, publicação da ACCIG. A tarde terminou com a apresentação do documentário “Descobrir Ana de Castro Osório: Documentário & Pintura Mural” encomendados pelo Município especialmente para este aniversário, aos artistas José Vieira e JAF, respetivamente.  

 À noite, decorreu a apresentação de quatro contos encenados por Raquel Osório: “A esperteza da velha”; “Casa de Meu Pai”; “Os três desejos”; “O tolo e as moscas”, com a participação de crianças de Mangualde. O encerramento das celebrações trouxe à casa de Ana de Castro Osório o concerto de jazz através do projeto “Peixe-Boi” composto pelo guitarrista João Carreiro e contrabaixista João Fragoso de Viseu e pelo baterista Miguel Rodrigues de Mangualde, músicos já aclamados pela crítica nacional.  Não faltou o brinde de final de noite com o vinho do Dão, os queijos e os doces de Mangualde. 

  

Conferência “Mulheres, Igualdade e Territórios” em Mangualde

Vai levar a efeito o Município de Mangualde mais iniciativas que está a desenvolver  que alertam para a importância da igualdade de género. Deste modo, no dia 21 de junho, pelas 10h00, o Auditório da Câmara Municipal de Mangualde acolherá a conferência “Mulheres, Igualdade e Territórios”, uma iniciativa promovida pela autarquia que visa a territorialização da Igualdade de Género e, ainda, recordar a feminista mangualdense Ana de Castro Osório. As desigualdades entre géneros, etnias e regiões são desintegradoras, excludentes e geram assimetrias de poder, que, muitas vezes, se cristalizam e naturalizam através de práticas que lhes dão suporte.

Assim, a Estratégia Nacional para a Igualdade e Não Discriminação, Portugal + Igual coloca como eixo muito importante de intervenção a Territorialização da Igualdade, tendo em conta que a Igualdade de Género tem de chegar a todos os territórios.

As mulheres são as grandes resistentes à desertificação das aldeias e nos centros urbanos do interior, elas podem ter um papel fundamental, começando pela sua participação nas autarquias locais. Para além das desigualdades que atingem as mulheres em geral, as que estão ligadas à agricultura e ao meio rural sofrem ainda de maior invisibilidade, isolamento, conservadorismo, machismo, violência doméstica, falta de reconhecimento profissional.

A Territorialização da Igualdade como método de intervenção materializa-se assim nesta conferência, que será dinamizada por Manuela Tavares, cofundadora e dirigente da UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta.

Durante a iniciativa será, ainda, evocada a memória da feminista republicana Ana de Castro Osório, nascida em Mangualde, a 18 de junho de 1872, cujo percurso de vida como escritora e feminista será abordado na segunda parte da conferência.

A participação no evento é gratuita, mas carece de inscrição prévia obrigatória até ao dia 17 de junho. Os interessados deverão inscrever-se através do e-mail margarida.chaves@cmmangualde.pt.

150º aniversário de Ana de Castro Osório em Mangualde

O 150º aniversário de Ana de Castro Osório com um programa recheado de atividades, vai ser assinalado pelo Municipio de Mangualde. Nos dias 17 e 18 de junho, a Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves e a Casa de Ana de Casto Osório acolhem diversas iniciativas, que acontecem em ambos os dias, no âmbito da comemoração da efeméride. Todas as iniciativas são de entrada livre.

As comemorações têm início marcado para o dia 17 de junho, na Biblioteca Municipal, com uma Oficina de Exploração de Contos de Ana de Castro Osório, dinamizada por Fátima Ribeiro de Medeiros, da EDUFOR, que decorrerá entre as 10h00 e as 17h30. Já durante a noite, na Casa de Ana de Castro Osório, pelas 21h00, terá lugar a sessão de abertura da celebração, que estará a cargo de Marco Almeida, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde. Seguindo-se as Estórias de Ana de Castro Osório, numa conversa com Raquel Osório de Castro. Posteriormente, segue-se a iniciativa “O Porqueiro”, uma leitura encenada com Coreografia e Música, sendo protagonizada pelos alunos 2B AEM, a AECS Dança e a Orquestra Poeminha. Os festejos prosseguem com o teatro de sombras “Os Meninos da Estrela de Ouro na Testa” interpretado pelos alunos 7E AEM, a dramatização “A Bela Felicidade”, protagonizada pelos alunos 8C AEM, terminando com um “Concerto pela Igualdade” interpretado pela Orquestra Juvenil Mais Música AEM.

A celebração do 150º aniversário continua no dia 18 de junho, na Biblioteca Municipal, pelas 14h30, com diversas atividades: exposição documental “Vida e obra de Ana de Castro Osório”; conferência Ana de Castro Osório: entre a militância republicana e feminista, a escrita e a edição, protagonizada por Fátima Ribeiro de Medeiros; leitura do conto “Tio Barreiros”, In Felizes, por Raquel Osório de Castro; apresentação da reedição da obra “Às Mulheres Portuguesas”, por  Rosabela Afonso da ACCIG; documentário e pintura Mural “Descobrir Ana de Castro Osório” da autoria de JAF e José Vieira. Pelas 21h00, já na Casa de Ana de Castro Osório seguem-se contos encenados, interpretados por Raquel Osório de Castro e um momento musical protagonizado por PEIXE-BO.

A programação das comemorações do 150º Aniversário de Ana de Castro Osório pode ser consultadas no site do Município de Mangualde (www.cmmangualde.pt).

“Sessão de apoio empresarial a PME: ferramentas e instrumentos”em Mangualde

O Município de Mangualde acolhe, no próximo dia 20 de junho, uma “Sessão de apoio empresarial a PME: ferramentas e instrumentos” promovida pelo IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, IP, em parceria com o Município de Mangualde, através do CIDEM – Centro de Inovação e Dinamização Empresarial de Mangualde. A iniciativa, que carece de inscrição prévia obrigatória, terá lugar no auditório do CIDEM, a partir das 10H00.

Esta sessão pretende fortalecer a proximidade entre as instituições envolvidas e o tecido empresarial local, através de serviços de informação e aconselhamento personalizados.

Os conteúdos apresentados vão englobar: Missão do IAPMEI; Certificação PME; Financiamento para PME; Incentivos e majorações para territórios de baixa densidade; Outros apoios para PME; Investimento e incentivos do PT2020 no concelho de Mangualde; Empresas PME Líder e Excelência no concelho de Mangualde.

Após a equipa técnica do IAPMEI fazer a apresentação da instituição e dos seus produtos e serviços, serão realizados atendimentos individuais, que estarão sujeitos a marcação prévia, para que os participantes possam esclarecer dúvidas.

A participação na iniciativa é gratuita, mas carece de inscrição prévia obrigatória até dia 15 de junho, através do seguinte link: https://forms.office.com/r/RfTjN0z6Gz

Piscinas exteriores abertas em Mangualde

Em Mangualde já está tudo pronto para receber o verão.  Os mangualdenses e os demais visitantes já podem usufruir das piscinas exteriores do complexo das Piscinas Municipais de Mangualde. As piscinas estão abertas ao público até ao dia 31 de agosto, de segunda-feira a domingo (inclusive feriados), das 10h00 às 19h00.

 O preço das entradas é variável em função da faixa etária: crianças até aos 5 anos (grátis); crianças dos 6 aos 17 anos (3,20€/dia); a partir dos 18 anos (4,55€/dia); e reformados (2,90€/dia). Preços especiais para a aquisição de 10 entradas, mais informações através do 232 619 820.

 As piscinas exteriores situam-se num grande espaço relvado, com e sem sombra, e são compostas por uma piscina grande (35m x 12m e 480m2), um tanque infantil (19m x 8m e 152 m2), um tanque de receção (8m x 7m e 56m2) e dois escorregas. No espaço existe, ainda, um quiosque de apoio aos utentes.

EDM – Empresa de Desenvolvimento Mineiro visitou Mangualde

Foi uma visita seguida de uma reunião de trabalho, teve como objetivo a preparação de futuras ações conjuntas nas antigas minas do concelho de Mangualde. O Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Marco Almeida, o Presidente da EDM – Empresa de Desenvolvimento Mineiro, Gonçalo Rocha.
O autarca mangualdense congratulou-se com a estratégia da EDM para a conclusão da reabilitação das antigas zonas mineiras, tendo como preocupação principal a mitigação dos problemas ambientais.
Acompanharam esta visita os administradores da EDM, Zélia Estevão e Jorge Cristino, o vereador Rui Costa, o Presidente da Assembleia Municipal, Elísio Oliveira e o Presidente da Junta de Freguesia da Cunha Baixa, Paulo Marques.

Bolsas de Estudo a Estudantes do Ensino Superior do Concelho de Mangualde

O Município de Mangualde atribuiu Bolsas de Estudo a Estudantes do Ensino Superior. A iniciativa da autarquia visa apoiar jovens estudantes do concelho de Mangualde no seu percurso educativo superior, pretendendo garantir uma ferramenta municipal que promova a igualdade de oportunidades no acesso ao Ensino Superior e a prossecução dos estudos dos alunos do Município. Estiveram presentes Marco Almeida, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde e Maria José Coelho, Vereadora da Ação Social.

O programa de bolsas de estudo do ensino superior destina-se a estudantes de menores recursos económicos, residentes no concelho de Mangualde, evisa em complementaridade com os serviços sociais das universidades, minimizar o esforço das famílias.

Constituem condições de acesso à candidatura para a atribuição de bolsa de estudo, estudantes que residem no concelho de Mangualde, com aproveitamento escolar no último ano letivo que frequentaram e que não possuam um rendimento mensal per capita superior ao Indexante dos Apoios Sociais.

Esta iniciativa da autarquia de Mangualde representa um investimento total de 12 500€, no ano letivo de 2021/2022, contemplando a atribuição de 56 bolsas de estudo aos estudantes do Ensino Superior do concelho, de 76 candidaturas efetivadas. No global, durante os últimos anos, foram atribuídas 200 bolsas, representando um investimento total de 75 mil euros.