Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: Câmara Municipal de Mangualde

Tag Archives: Câmara Municipal de Mangualde

Mangualde-Futuras instalações da Lecitrailer S.A. visitadas pelo presidente da Câmara

As futuras instalações da empresa, localizadas no cruzamento de Água Levada (EN234)receberam a visita do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Marco Almeida, o diretor de operações, Carlos Lafuente e a restante equipa da Lecitrailer Mangualde
A Lecitrailer, é líder ibérico no setor da montagem de carroçarias, investe três milhões de euros em Mangualde, num projeto centrado na montagem de carroçarias e no serviço de pós-venda de multimarcas. Este investimento traduz-se na criação de 20 postos de trabalho a curto prazo, com um potencial de evolução até 50 postos de trabalho.
A previsão de abertura desta nova unidade da líder ibérica está prevista para o primeiro trimestre deste ano.
Com 30 anos de existência, no setor da montagem de carroçarias tem um volume de faturação anual de faturação aproximado dos 220 milhões de euros e com cerca de 850 trabalhadores.

Acordo de Colaboração entre o Município de Mangualde e o IHRU

Na tarde desta terça-feira, aconteceu a cerimónia de assinatura/homologação do Acordo de Colaboração entre o Município de Mangualde e o IHRU – Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana ,no Salão Nobre da Câmara Municipal de Mangualde . Estiveram presentes a Secretária de Estado da Habitação, Marina Gonçalves, o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Marco Almeida, a Presidente do Conselho Diretivo do IHRU, Isabel Dias e a vereadora da Ação Social, Maria José Coelho, a quem coube a apresentação da estratégia local de habitação.

 

INVESTIMENTO TOTAL DE MAIS DE 10 MILHÕES DE EUROS

Este protocolo entre o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana, I.P. (IHRU, I.P.) e a Câmara Municipal de Mangualde, inserido na Estratégia Local de Habitação do Município, contempla soluções de reabilitação, arrendamento e construção, entre 2022 e 2025, num investimento total de 10 604 528€.

A Estratégia Local de Habitação (ELH) é um instrumento que permite que o município responda às carências habitacionais mais prementes da população, através da promoção de soluções habitacionais para pessoas ou agregados familiares em situações habitacionais indignas e sem capacidade financeira para suportar o custo do acesso a uma habitação adequada (IRHU, I.P., 2017).

A elaboração da Estratégia Local de Habitação do Município de Mangualde foi desenvolvida seguindo as seguintes fases de atuação estratégica:

  1. Diagnóstico e caracterização da situação habitacional do concelho;
  2. Definição estratégica de objetivos e medidas a alcançar em termos do setor habitacional do concelho de Mangualde;
  3. Identificação dos Instrumentos de Política de Habitação e análise das condições da sua aplicação no Município;
  4. Estruturação de uma candidatura do Município de Mangualde ao 1º Direito – Programa de Apoio ao Acesso à Habitação.

O desenvolvimento dos trabalhos foi realizado em estreita articulação entre a Câmara Municipal e toda a Rede Social de Mangualde, garantindo assim um processo de concertação, coordenação e cooperação que permitiu assegurar a qualidade do processo e a sua exequibilidade futura.

O evento foi realizado de acordo com as regras emanadas pela DGS: lugares marcados, lotação limitada, uso de máscara obrigatório, higienização das mãos à entrada, etc.

Mangualde recebeu a visita a Ministra da Agricultura

A convite da COAPE esteve recentemente em visita ao concelho de Mangualde, a Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes.

Deste modo, a governante, que esteve sempre acompanhada pelo Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Marco Almeida, visitou várias explorações agrícolas de frutos vermelhos na freguesia de Espinho e aproveitou a ocasião para também visitar uma quinta vinícola na União das Freguesias de Moimenta Maceira Dão e Lobelhe do Mato. Maria de Céu Antunes teve ainda tempo para trocar algumas impressões com empresários do setor primário, bem como tirar algumas dúvidas face aos apoios que o governo e a União Europeia irão disponibilizar ao setor. Na visita estiveram ainda presentes o Presidente da Cooperativa anfitriã (COAPE), Rui Costa, o deputado João Azevedo e o Diretor Regional de Agricultura do Centro, Fernando Martins.

Para Marco Almeida, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, esta visita foi muito importante para o concelho de Mangualde: é um setor que terá uma forte aposta por parte do Município nos próximos anos e a vinda da senhora Ministra da Agricultura ao nosso concelho é um sinal claro de que temos bons projetos, bons empresários, um futuro promissor no setor primário.”

Para Maria do Céu Antunes, Ministra da Agricultura, o concelho de Mangualde já é uma referência no setor primário em Portugal: “já visitei várias vezes Mangualde e cada vez que regresso fico mais contente com o que vejo. O setor primário está nas mãos de excelentes empresários, excelentes cooperativas que juntamente com o Município e com o Ministério da Agricultura poderão ainda fazer mais, com o objetivo de tornar o setor mais produtivo, mais competitivo”.

Mangualde promoveu este Sábado “Feira de Adoção” de Animais de Companhia

Em Articulação com o Centro de Recolha Oficial Intermunicipal.

A Câmara Municipal de Mangualde promoveu na tarde deste sábado, no Largo Dr. Couto, uma “Feira de adoção” de animais de companhia provenientes do CROI (Centro de recolha oficial intermunicipal de animais de companhia). Com o objetivo de sensibilizar para a adoção de animais resgatados da rua (cãos e gatos), dando a conhecer todo o processo,

Tratou-se de uma mostra, para convidar as pessoas a visitar o CROI, explicando que todo este processo é um ‘ciclo fechado’, ou seja, os animais são retirados da via pública, são tratados (desparasitados, vacinados, identificados, esterilizados, analisados para despiste de eventuais doenças) e são colocados para adoção para integração numa família. Todo o processo de adoção é gratuito e o animal é entregue esterilizado, vacinado e identificado com microchip.

Ao ajudarmos a fechar este ciclo estamos a contribuir para o bem-estar e segurança dos animais. A saúde pública de toda a população é a máxima de todo este ciclo.

CROI (CENTRO DE RECOLHA OFICIAL INTERMUNICIPAL DE ANIMAIS DE COMPANHIA)
Este centro – gerido pelos Municípios de Mangualde, Aguiar da Beira, Penalva do Castelo e Sátão – localiza-se na proximidade da EN 229, no concelho de Sátão, na saída da aldeia de Rãs para Aguiar da Beira. Tem atendimento ao público às segundas e sextas, entre as 9h30 e as 12h00; e às quartas entre as 14h30 e as 16h00. Contactos do CROI: 232 546 001 e 934 697 905.

Projeto-Piloto de Transporte Flexível a Pedido Ir e Vir apresentado pela CIM Viseu Dão Lafões

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões vai implementar o Projeto-piloto de Transporte Flexível a Pedido IR e VIR, que foi apresentado ,no Parque Urbano de Tondela, numa sessão que contou com a presença da Senhora Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.

O Projeto-piloto de Transporte Flexível a Pedido IR e VIR é uma solução desenvolvida pela Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões que tem como principal objetivo alargar e reforçar a oferta de transporte público de passageiros, garantindo uma cobertura adequada em zonas de menor densidade demográfica, nomeadamente, nos concelhos de Aguiar da Beira, Nelas, Oliveira de Frades, Santa Comba Dão, Tondela e Vouzela, conferindo, uma nova mobilidade a populações que residam em áreas que não dispõem de um serviço regular de transporte público de passageiros.

À semelhança do transporte coletivo regular, o IR e VIR tem (20) circuitos com horários e paragens pré-definidas, sendo que as deslocações apenas podem ser efetuadas nesses circuitos.

Desta forma, a partir do dia 04 de outubro será possível viajar, em dias úteis pré-definidos, dentro dos concelhos abrangidos, mediante reserva efetuada até às 12h (meio dia) do dia útil anterior à viagem, através do número 800 10 20 30 (chamada gratuita).

Com tarifas que podem oscilar entre os 1,05 euros e os 4,05 euros, dependendo do percurso, este projeto inovador contempla, para já, 20 circuitos, distribuídos pelos 6 concelhos.

Segundo o Vice-Presidente da CIM Viseu Dão Lafões, Paulo Almeida, “Este é um projeto ambicioso da CIM na medida em que permite anular, de uma forma definitiva, carências do transporte público de passageiros nas zonas mais isoladas do nosso território, assegurando assim uma maior coesão territorial. Com esta proposta, procuramos garantir que setores da população mais isolados e com maior dificuldade de deslocação possam aceder de forma cómoda e economicamente justa aos serviços disponíveis na sede do seu concelho”.

De acordo com a Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, “Este é um bom exemplo de utilização dos fundos europeus das regiões para promover a coesão e a qualidade de vida da população, já que assegura um serviço público mais próximo e eficiente para os cidadãos deste território, independentemente de onde vivam. Queremos apoiar projetos como este em todas as CIM do Interior. Para isso precisamos que as nossas autarquias continuem a trabalhar em conjunto pelos seus objetivos comuns, como fez, neste caso, a CIM Viseu Dão Lafões”.

Para o Presidente do Município de Tondela, José António Jesus, “O ato que hoje aqui testemunhamos é um dos mais fortes contributos para a coesão. Garantir mobilidade, acesso a serviços essenciais, como aos serviços públicos, à saúde, é uma obrigação resultante do modelo de desenvolvimento que conjuntamente desejamos aprofundar.”

Para mais informações pode telefonar para o número 800 10 20 30, todos os dias úteis das 09h às 13h e das 14h às 17h, ou, em alternativa, consultar o site: https://irevir.cimvdl.pt

Projeto Reviver José Santos Pinto em Mangualde

O concelho de Mangualde vai acolher o projeto Reviver José Santos Pinto, nos dias 10 e 11 de julho. Um projeto que pretende recuperar duas sonatas para oboé compostas pelo próprio José dos Santos Pinto, apresentando-as ao público em forma de tertúlia e concertos, onde estará presente o oboé que o músico utilizou durante toda a sua carreira.

O primeiro dia de divulgação junto ao público decorrerá no dia 10 de julho, sábado, com um Concerto Sinfónico com a Orquestra Poema (integrado na Programação Anual da Orquestra Poema), pelas 21h30, no Complexo Paroquial de Mangualde, com a seguinte programação:

  • Sinfonia nº 29 de W.A. Mozart (I. Allegretto Moderato)
  • Concerto para Oboé em Dó Maior de Mozart
  • José S. Pinto – Concertino para oboé e orquestra
  • Sinfonia nº 10 de W. A. Mozart
  • Tiago Coimbra, Oboé
  • Tiago Correia, Direção
  • Orquestra Poema

 No domingo, dia 11 de julho, terá lugar uma Tertúlia – Concerto Comentado, na Igreja Matriz de Lobelhe do Mato, pelas 21h30, com a moderação de Ana Margarida Cardoso e com os seguintes convidados: Luís Francisco Vieira e Lopes da Cruz (oboístas); Alda Santos Pinto e António Bordelo Ruivo (família); Prof. ª Maria do Rosário Pestana (INET-md | UA); Tiago Coimbra (Oboé); e Joana Moreira (Piano), com o seguinte repertório:

  • José S. Pinto – Sonate dans l’Spirit Classique, para oboé e piano
  • Tomás Borba – Rosas Bravas: Melodia do Pastor (para oboé)
  • José S. Pinto – Segunda Sonata, para oboé e piano

Para que o evento seja realizado em segurança e de forma a cumprir com todas as normas impostas pela DGS, existirá lotação limitada, pelo que a reserva de bilhetes é obrigatória e deverá ser realizada através do contacto telefónico 232 619 889.

PROJETO REVIVER SANTOS PINTO

O projeto Reviver Santos Pinto é da autoria de Ana Margarida Cardoso, que escreveu o livro “José dos Santos Pinto: retrato de um músico profissional durante o Estado Novo”, em parceria com o oboísta Tiago Coimbra. Através desta parceria pretendem recuperar duas sonatas para oboé compostas pelo próprio José dos Santos Pinto, apresentando-as ao público com o oboé que o músico utilizou durante toda a sua carreira. Este instrumento faz parte do espólio constante na Sociedade Filarmónica Lobelhense, foi restaurado e é único no mundo, uma vez que a sua dedilhação foi patenteada pelo músico.

Mangualde vai ter Centro Interpretativo de Artes e Ofícios e Albergue de Caminhantes

O Salão Nobre da Câmara Municipal de Mangualde,acolheu a assinatura do protocolo de cooperação entre o Município de Mangualde e a União das Freguesias de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães, que vai permitir a instalação de um Centro Interpretativo de Artes e Ofícios e Albergue de Caminhantes. Marcaram presença ,o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Elísio Oliveira, e o Presidente da Junta de Freguesia da União das Freguesias de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães, Rui Valério.

O referido protocolo de cooperação confere a cedência da antiga escola pré-primária de Contenças de Baixo, na União das Freguesias de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães, para a instalação de um Centro Interpretativo de Artes e Ofícios e Albergue de Caminhantes no âmbito do caminho de Santiago. Este protocolo terá vigor por um período de 10 anos, renovável por igual período de tempo.

Por sua vez, Elísio Oliveira, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde realça “a importância da reutilização e recuperação das escolas que já não estão ativas, dando-lhes assim uma nova vida e atribuindo-lhes novas funções. Estes edifícios são ricos em arquitetura e locais de referência para as aldeias e seus habitantes. Não existem soluções únicas para estes espaços inativos e, nesse sentido, torna-se essencial que cada localidade analise as suas oportunidades e a solução será encontrada tendo em conta esse desejo da população.”

Mangualde entregou Prémios do Concurso Literário “Importância da Família”

Maria da Glória Silva da Costa Rodrigues vencedora

Aconteceu , no Salão Nobre da Câmara Municipal de Mangualde, a entrega dos três primeiros prémios do Concurso Literário com o tema “A importância da Família” , com transmissão online no Facebook do Município. Este concurso, inserido no Eixo II da Rede Social – Promover a Funcionalidade Familiar, visou promover a parentalidade positiva, valorizar a importância da família na sociedade, estreitar laços afetivos, fomentar e consolidar hábitos de escrita e de leitura e promover a criatividade e a imaginação. A criatividade, a inovação, a qualidade literária, a coerência e coesão do texto foram os parâmetros em análise.

Os grandes vencedores foram: Maria da Glória Silva da Costa Rodrigues no 1º prémio, com o texto “Espinho de Sangue”, Telma Marina Carvalho Rodrigues no 2º prémio, com o texto “A Importância da Família” e Carlos Alberto Santos Rodrigues no 3º prémio, com o texto “Sandro e Alice, Filhos Pródigo”. O 1º Prémio recebeu um voucher no valor de 100€ em produtos Lísia e/ou Viriatus (Pereirinha Ourivesarias), o 2º Prémio recebeu um voucher de Livros no valor de 50€ (Papelaria Adrião) e o 3º Prémio recebeu um voucher no valor de 40€ (Restaurante Cascata de Pedra). Todos os participantes receberam um certificado de participação. O evento decorreu de acordo com as normas impostas pela Direção Geral de Saúde.

A organização da Câmara Municipal de Mangualde, durante a cerimónia, deixou um especial agradecimento aos elementos do júri, Ana Amaral, Cristina Lopes e Henrique Silva, aos patrocinadores, a João Dias que protagonizou o momento musical e a todos os participantes do concurso.

Foto: Mun.Mangualde

Município de Mangualde adquiriu grande parte da Quinta D. Leonor

A Quinta D. Leonor  situada no centro de Mangualde, foi adquirida grande parte pela Câmara Municipal de Mangualde , neste caso , falamos de 7.100 m2 dos 8.100m2 da totalidade da quinta.
Dotada de árvores valiosas e centenárias, de fonte de água potável, a correr por gravidade o ano inteiro, entre outras pequenas construções de granito. Um valor incomensurável e um tesouro urbano qualificante da cidade, do lazer e da qualidade de vida das pessoas.
A aquisição foi feita por 80.000 euros, um valor muito abaixo do seu valor real. Esta compra foi feita a pensar no futuro. Poderá não ficar de imediato disponível ao público, porquanto o direito de usufruto pertence à antiga proprietária, D. Alexandra com 95 anos de idade, que fez doação da quinta à Madalena Castelo Branco, e que por enquanto, quer preservar esse direito, podendo, eventualmente, abdicar dele a favor da câmara a todo o momento.
A proprietária, Madalena, reservou para si 1000 m2, onde poderá construir, unicamente, por acordo prévio e por imposição do PDM, serviços de café /restaurante, o que será uma segunda vantagem para valorizar este espaço ao serviço dos munícipes e do turismo.
Sobre esta operação o Presidente da Câmara, Elísio Oliveira, fez as seguintes declarações:
Fizemos história ao adquirir este jardim, esta jóia natural no centro da cidade. Mangualde é deficitário em espaços ajardinados e com esta aquisição responde a essa falha. É um alto desígnio e um privilégio proporcionarmos aos mangualdenses esta apropriação.
Este resultado foi possível graça, por um lado, à inteligência negocial e à persistência da Câmara e por outro lado ao espírito de diálogo e cooperação dos proprietários.
Quero deixar uma palavra de profundo reconhecimento e gratidão pessoal e institucional á proprietária D. Madalena Castelo Branco e ao seu pai Sr. José Pedro Castelo Branco, pela forma como foi possível, durante muitos meses, tratar este tema e como foram sensíveis aos apelos do sentido público e do espírito de cooperação com o progresso da nossa cidade. É um facto marcante e inesquecível, que não podemos deixar de realçar e enaltecer.
Ter bons jardins, parques urbanos, boas escolas, cultura e emprego são fundamentais, entre outras valências, para valorizar a construção da habitação e para fixar e atrair pessoas e alavancar o pleno desenvolvimento do nosso concelho. “

Ampliação do Centro de Recolha Oficial Intermunicipal (CROI) no Satão

O Município de Mangualde investiu cerca de 100 mil euros na ampliação do Centro de Recolha Oficial Intermunicipal (CROI), instalado no Sátão e do qual fazem parte também os Concelhos de Sátão, Penalva do Castelo e Aguiar da Beira.

Esta ampliação permitiu aumentar o número de cercas para abrigar os animais, construir uma nova área para gatil, bem como um parque de exercício para cães. Foram ainda plantadas árvores de forma a oferecer sombra e melhorar o bem-estar animal. Toda esta ampliação foi aprovada pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária.

 

Para assinalar o momento estiveram presentes os Presidentes de Câmara Municipal dos quatro Municípios associados neste CROI, bem como a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, vice-presidentes e membros da assembleia do CROI dos respetivos Municípios. A Câmara Municipal de Mangualde está ainda neste tema a trabalhar com a GRUMAPA (Grupo Mangualdense de Apoio e Proteção aos Animais) para nas suas instalações serem criados Parques de Acolhimento de Matilhas e aumentar a capacidade de resposta.

A problemática dos animais errantes tem crescido ao longo do tempo, gerando problemas de segurança e de saúde pública, suscitando assim respostas por parte da autarquia“ destacou Elísio Oliveira, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde.