Início » Tag Archives: Campeonato de Portugal de Trial 4×4

Tag Archives: Campeonato de Portugal de Trial 4×4

Campeonato de Portugal de Trial 4×4 espera casa cheia em Mação

Um evento recheado de muitas e boas surpresas é esperado este fim de semana na Vila de Mação para a segunda etapa do Campeonato de Portugal de Trial 4×4. Com uma longa tradição na modalidade do Trial 4×4 o Clube MAC TT e o município de Mação unirão esforços na promoção e divulgação da jornada organizada pelo Clube Trilhos do Norte, com uma tripla atração, passando pela vertente desportiva, social e ambiental.
Serão cerca de duas dezenas de equipas esperadas nesta 9ª edição do CPTrial4x4 sob a alçada do MAC TT, fazendo antever uma prova repleta de excelentes momentos de Trial 4×4 e muita animação, para presentear os milhares de espetadores esperados na Vila de Mação.
A liderar o pelotão competitivo estará a dupla “RJ69” com Rui Rocha e Pedro Campas, motivada pela vitória alcançada na jornada inaugural em Valongo, procurando em Mação consolidar a liderança nas Classes Super Proto e Absoluto. Miguel Marque e Renato Machado (MM6018 Parts4x4/Americana Papelaria), iniciaram a defesa do título da Classe Proto a vencer, e querem firmar essa posição bem perto de casa. A Classe Extreme cresceu em termos de competitividade, com a chegada de experientes equipas oriunda da Promoção. Jorge Alfaia e Francisco Carvalho (73 Racing Team) dominaram a norte, sendo esperado na região da Beira Baixa um novo duelo de titãs pelo triunfo. Paulo Silva e Duarte Silva da equipa Sequeiros 4×4 chegam a Mação na frente da Promoção, sendo sérios candidatos entre um vasto leque de competidores.
A exemplo da edição de 2023, para além da vertente Desportiva o evento volta a ter como pilares basilares a área Social e Ambiental, tornando este, um “eco evento” de Trial4x4. A componente social está patente na parceria renovada com o Centro de Recuperação e Integração de Abrantes (CRIA) unidade de Mação, tendo como finalidade envolver os utentes da instituição na organização, sendo realizado, um co-driver juntamente com as equipas nas suas viaturas de competição. A vertente ambiental, será o continuar de um protocolo celebrado anteriormente entre o MAC TT e a VALNOR, sendo realizadas várias ações ambientais no decorrer da prova, razão pela qual se designara um “Eco Evento”, limpo e saudável. O “palco” da festa do Trial 4×4 está implantado nas imediações da Escola Fixa de Trânsito.
A parte competitiva está marcada para o dia de domingo (14 abril) bem preenchido e recheado de muita ação, com a realização das duas especiais de resistência. A 1ª tem início ao “nascer” do sol até à hora do almoço, com as viaturas a utilizarem um percurso diversificado, em busca dos melhores tempos, volta a volta e sem limite de passagens. A partir das 14horas arrancam mais três horas de puro trial 4×4, numa pista mítica e com longa história na modalidade, caracterizada pela sua dureza, e pelos seus resistentes obstáculos, alguns dos quais com recurso a guincho desde o início ao fim da prova. De destacar a criação de uma zona de público reservada a pessoas com mobilidade reduzida, e muitas vão ser as iniciativas que esta etapa do TRIAL 4×4 Mação nos vai trazer. A tarde de sábado (13 abril) está reservada às verificações e parque fechado. Esta ação decorre na sede do MACTT – Escola fixa Transito, com o parque fechado a ser instalado na Av. Eng. Adelino Amaro da Costa.
A segunda jornada do Campeonato Portugal Trial 4×4, decorre nos dias 13 e 14 abril, com a caravana a rumar até à Província da Região da Beira Baixa na Vila de Mação. Um espetáculo a não perder!

Foto:DR

Campeonato Portugal Trial 4×4 apresentada edição 2024

A edição 2024 do Campeonato Portugal Trial 4×4 foi oficialmente apresentada, tendo como palco, o Museu Municipal e Arquivo Histórico de Valongo. Um evento promovido pelo Clube Trilhos do Norte, Promotor da competição, e que contou com a presença da Comissão Organizadora e Promotora, clubes organizadores, entidades locais, pilotos, navegadores, parceiros e comunicação social.
Dar a conhecer o calendário desportivo e as principais alterações aos regulamentos em vigor, foram os primordiais temas apresentados nesta sessão publica. No que à calendarização das provas em competição, esta foi descrita e desenvolvida pelos representantes dos clubes locais em cada um dos cinco municípios.
No que concerne às alterações introduzidas nos regulamentos: técnico e desportivo, com os quais se vão reger a edição de 2024 do Campeonato Portugal Trial 4×4 sob a égide da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, os mesmos não vão sofrer grandes modificações, sendo aposta mais significativa ao nível da segurança e ambiental.
Melhor qualidade competitiva, com pistas adequadas; condições para o publico; preservação da natureza; e aumentar o impacto da defesa ambiental individual e coletivo (com a criação e implementação de projetos e iniciativas ambientais), interagir com a comunidade e proporcionar ações com vista à inclusão social, foram republicadas pelos intervenientes nesta apresentação.
Relativamente aos Regulamentos, referencia para a supressão da Classe Fun; manha de domingo preenchida com os treinos cronometrados (prólogo) sem limite de voltas e com um período de três horas distribuídas pelos CPT4x4 e CPPT4x4. As equipas para pontuarem em ambos os Campeonatos: são obrigados a participar em 50% das provas +1 para obter pontos acumulados nos campeonatos e diversas Classes(mínimo 3 provas):
Aumento do valor do prémio final a ser entregue na Gala final do CPT4x4, distribuídos pelos três primeiros classificados de cada uma das cinco classes.
“As alterações aqui conhecidas e apresentadas aos presentes tem a intenção de tornar o CPT4x4 mais competitivo, mais apetecível, mais seguro, mais amigo do ambiente e da sociedade. A cada ano que passa sinto que o CPTrial4x4 se torna uma competição mais forte e exigente com fortes raízes no desporto motorizado nacional. Os resultados obtidos pela CPTrial4x4 nestes anos não são fruto de trabalho individual, mas sim resultado da ação colectiva esforçada e dedicada de um grande grupo de pessoas. Somos, sem dúvida, co-responsáveis por todos os eixitos que o CPT4x4 tem atingido. Estamos certos que tudo faremos para que desfrutem de um CPT4x4 2024 de elevada qualidade organizativa e competitiva”, salientou Antero Bessa, Presidente do lube Trilhos do Norte.

Campeonato com cinco provas
Composto por cinco (5) provas, o calendário para 2024 do CPT4x4 tem o seu arranque agendado para 2 e 3 março em Valongo, num circuito cada vez mais mítico e muito apreciado pelos participantes. Este, que será o 13º ano que o município de Valongo acolhe uma edição do Trial 4×4 (sétima sob a égide da FPAK), com elevado espetáculo e emoção. De seguida viajamos até Mação para mais uma pista carismática do Trial 4×4 nacional, no fim de semana de 13 e 14 abril. A terceira ronda realiza-se a 4 e 5 maio na região do Oeste, em Alenquer, numa pista um pouco idêntica a edições anteriores onde predominam obstáculos naturais.
A penúltima prova volta a visitar o concelho de Paredes, na cidade de Lordelo. Este ano a prova realiza-se nos dias 7 e 8 setembro, mantendo a pista do ano passado. Para esta o Clube TT Paredes juntamente com os seus parceiros irá alargar a vertente competitiva a dois dias, com os Treinos Cronometrados a serem realizados na noite e sábado; a manhã de domingo será reserva a uma ação de cariz social. Depois da estreia no ano de 2018 Reguengos de Monsaraz volta a acolher uma prova do CPT4x4, com a caravana a deslocar- se a sul do Tejo, na região alentejana do distrito de Évora. Desta feita, o encerramento da edição de 2024 acontecerá a 19 e 20 outubro, onde serão conhecidos e consagrados os campeões nacionais.

Formação Comissários Trial 4×4
Com vista a alargar e qualificar as competências e os conhecimentos técnicos e desportivos em conformidade com os regulamentos em vigor, dos comissários e agentes desportivos afetos às competições do Clube Trilhos do Norte, essencialmente a modalidade de Trial 4×4, inserido no Campeonato Portugal Trial 4×4, o promotor do CPT4x4 promoveu uma ação de formação orientada nesse sentido.
Um evento acolhido por um vasto número de homens e mulheres de “formandos” que se familiarizaram com o espírito e ambiente do Trial 4×4 e adquiriram mais conhecimentos com vista a cooperarem com as organizações, permitindo-lhes assim exercer com total “profissionalismo” o exercício das suas funções.

CPT4x4 2023 – Consagração dos Campeões em Famalicão

Luta pelo Título ao Rubro… Quem será o Campeão!

São vinte e cinco, as equipas “comprometidas” com a grande festa de consagração dos Campeões
de Portugal do Campeonato Portugal Trial 4×4. Será até ao último trial, até ao derradeiro metro,
até ao baixar da bandeira de xadrez! A luta pelo principal título do Trial 4×4 nacional assenta na
Vila de Ribeirão em Famalicão.
Depois de cinco jornadas de “alto nível” competitivo com a incerteza quanto ao vencedor a
imperar em cada uma das seis classes, uma nova e derradeira jornada de Trial 4×4 está agendada
para 18 e 19 novembro nos terrenos adjacentes ao parque de estacionamento do Lago Discount.
A cidade do Alto Minho volta assim a ser determinante na consagração dos Campeões, numa
organização do Clube Trilhos do Norte em parceria com o município de Vila Nova de Famalicão,
que os campeões de Portugal farão a festa, depois de um longo campeonato.
A grande novidade para 2023 será sem dúvida a incerteza quanto aos vencedores das classes
ainda “sem” campões… Serão cinco ainda em disputa: Promoção, Proto Super Proto e Absoluto.
O percurso aproveita na sua grande parte o figurino de edições anteriores. O traçado tem de tudo
um pouco, no que ao Trial 4×4 “obrigado”, desde triais mais técnicos que rolantes; entre outros
naturais e artificiais…, em campo aberto, no meio de eucaliptais e longas picadas de terra “negra”.
Um excelente desafio para os pilotos que irão enfrentar ao longo da prova de resistência na tarde
de domingo.
Na chegada da caravana a Famalicão, a luta está ao rubro, com escassos pontos a separa
candidatos, em simultâneas batalhas épicas para atingir os tão ambicionados títulos. Luís Jorge e
Daniel Esteves (Café Restaurante A Curva) assumem a candidatura ao título absoluto; Rui Rocha e
Pedro Campas (Team RJ69), mantem uma escassa vantagem na Classe Super Proto; enquanto na
Classe Proto António Moreira e André Neves (Valclima), assumiram a liderança com um ponto
apenas para a dupla da “Oficina Bacelo” na última jornada em Lordelo-Paredes. Na Classe
Promoção Jorge Alfaia e Francisco Carvalho (73 Racinc Team) estão em posição de chegarem ao
primeiro grande título nacional de Trial 4×4. Armando Sousa e Bruno Soares (Transgatão) na
Classe Extreme e a dupla Carlos Martins/João Pinto (Reciclopeças) na Classe UTV, asseguraram já
os respetivos títulos nacionais.
As verificações Administrativas e Técnicas serão realizadas na tarde de sábado, 18 novembro, na
Vila de Ribeirão, assim como o Parque Fechado. A parte competitiva desenrola-se, a exemplo de
anos anteriores, nos espaços adjacentes ao parque de estacionamento do Lago Discount, com o
prologo a preencher a manhã de domingo (19 novembro), com o arranque da prova de resistência
marcada para as 14h.
Um espetáculo a não perder! Venha participar nesta grande festa do Trial Nacional, com
excelentes condições para o publico, e com estacionamento grátis no local da prova.

Chãs de Tavares-Mangualde registou enchente

Casa cheia em Chãs de Tavares-Mangualde na segunda passagem do Campeonato Portugal Trial 4×4 pela região da Beira Alta. Com vista para a Serra da Estrela e com o Monte de Nossa Senhora do Bom Sucesso como pano de fundo, Luís Jorge e André Esteves saborearam da melhor forma a vitória bem lá no ponto mais alto do Monte. Uma prova que cativou o público e hospedou carinhosamente os muitos forasteiros que se deslocaram até Chãs de Tavares. Desportivamente, esta ronda, que contou com vinte  e duas equipas, proporcionou um grande espetáculo de trial com muita competitividade, numa pista com as dificuldades
próprias de um circuito de Trial4x4 com obstáculos naturais. Um triunfo, muito procurado pelo piloto de “A dos Cunhados” nesta edição do CPT4x4 que marca o regresso de um dos pilotos mais antigos da modalidade de Trial 4×4 em competição. Uma jornada abrilhantada pelo excelente dia de “verão”, apenas ofuscada pelo acidente que decorreu na parte final da prova e que obrigou a uma paragem para assistência ao acidentado Comissário de Pista que foi transportado ao hospital de Viseu, encontrando-se bem fisicamente e a recuperar das mazelas. Uma situação que antecipou o término da prova antes do tempo limite da mesma com a classificação final a ser determinada pela volta anterior à amostragem da bandeira vermelha, tal como determinam os regulamentos.

Absoluto e Super Proto
Luís Jorge está de regresso às vitórias

Após dois pódios em Valongo e Alenquer consecutivos, a tão procurada vitória para Luís Jorge e Daniel Esteves “Café Restaurante A Curva”. Um triunfo que o piloto ambicionava neste regresso ao CPT44, após uns anos de interregno. Um triunfo da persistência, eficácia e robustez da “antiga”, mas competitiva viatura: “O degrau mais alto do pódio que andávamos à procura. Para calar algumas vozes: «o Dinossauro e o velho está de volta e o carro continua a portar-se muito bem». Não deixamos obstáculos por fazer a motor, numa pista muito dura e com muita pedra. Estamos ca para repetir, sempre para lutar peloslugares do pódio para atingir os objetivos no final do ano”, salientou o piloto Luís Jorge que ascende à segunda posição da classificação geral. António Henriques e Miguel Costa “Lucrofusão” tudo fizeram para chegar na frente do pelotão, mesmo não acusando qualquer problema mecânico, ficaram um pouco agastados com o comportamento “agressivo de algumas equipas…numa pista espetacular, das melhores para a prática do Trial 4×4 em Portugal”, referiu o piloto de Mangualde que terminou na segunda posição, na mesma volta do vencedor. Depois da vitória em Alenquer, Rui Rocha e Pedro Campas (Team RJ69) terminaram no terceiro posto, depois de alcançar a “pole position” no prologo. A dupla campeã nacional em título, foi forçada a abrandar o ritmo após os problemas de embraiagem, passando ainda por alguns minutos pela liderança. Já na parte final e, quando estavam a recuperar posições, viram-se obrigados a parar devido ao incidente que originou o término da prova antes do tempo limite. Um resultado que permite à dupla do Toyota manter-se na liderança de ambas as Classes. Ler Mais »

Campeonato de Portugal de Trial 4×4 arranca em Valongo

É já nos próximos dias 4 e 5 março que a cidade de Valongo acolhe a caravana do Campeonato de Portugal de Trial 4×4 para a ronda inaugural da competição, numa organização do Clube Trilhos do Norte. À semelhança das edições anteriores, o painel de pilotos inscritos é recheado de elevada qualidade, e muito diversificado no que às viaturas diz respeito.
A região do Grande Porto, assim como a cidade de Valongo, continua a proporcionar aos aficionados do desporto motorizado e do Trial 4×4 em particular, um evento recheado de elevado nível competitivo, que lhe garante o “cunho” da melhor competição de Trial4x4 em Portugal.
Prova disso mesmo, é a presença dos dois campeões nacionais de Trial4x4, enquanto competição sob a
égide da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting. Aos “campeões” Rui Rocha e Cláudio Ferreira,
juntam-se outros nomes que marcaram e continuam a ser referência da modalidade do Trial 4×4 nacional.
De destacar a presença de todos os vencedores (campeões), na defesa do título alcançado em 2022 nas
classes do Campeonato Portugal Trial 4×4: Rui Rocha (Absoluto e Super Proto); Luís Bacelo (Proto); Antonio
Moreira (Extreme com passagem este ano para a Proto; Paulo Silva (Promoção) e Carlos Martins (UTV’s).
Serão mais de duas dezenas as equipas que participam na primeira prova da temporada, numa luta pela
vitória que será disputada volta a volta, com um leque bastante grande de candidatos a poderem
surpreender, fruto da experiência acumulada, e por muitos outros adquirida ao longos de muitos anos de
competição. Ler Mais »

CP Trial 4×4-Rui Rocha e Pedro Campas (Team RJ69) triunfaram em Mação

Foi sob um sol abrasador que 26 equipas disputaram a 4ª etapa do Campeonato Portugal de Trial 4×4 2022. Depois de 2 anos de interregno a competição regressou a uma das pistas mais emblemáticas da modalidade entre equipas e público, aos comandos do experiente MAC TT.

Rui Rocha e Pedro Campas (Team RJ69) seguem invictos. São já 4 vitórias consecutivas tanto em Super Proto como em termos absolutos. Em Mação ganharam de manhã, no prólogo, e continuaram a onda vitoriosa durante a tarde. Com mais de metade do CPT4x4 2022 já disputado lideram com larga margem o Campeonato Absoluto e também o Super Proto. Ler Mais »

CPT4x4: Campeões nacionais decididos em Famalicão

Em Famalicão tudo se decidiu neste domingo, numa pista de terra negra, com subidas duríssimas e obstáculos muitos naturais. Foi este o cenário que, em Vila Nova de Famalicão, decidiu os campeões nacionais de trial 4×4 2021.

Em 2019 o Campeonato Portugal de Trial 4×4 (CPT4x4) passou pela primeira vez em Famalicão e as memórias dessa jornada são tão positivas, que o encerramento da temporada 2021.

Marco Polónio (Malpevent Team) foi o grande vencedor da jornada de Famalicão. Num dia com muitas dificuldades a equipa lutou até à bandeirada xadrez pela vitória. Correram 2h30 atrás do prejuízo e, a 10 minutos do final, conseguiram a dianteira da prova. Com os 26 pontos de Famalicão (os 25 pela vitória e 1 ponto extra pelo melhor tempo no prólogo) Marco Polónio e Daniel Esteves são os campeões nacionais da classe Super Proto.

Com um campeonato muito regular (foram segundos classificados em todas as provas) Cláudio Ferreira e João Lucas (Auto Higino) são os campeões nacionais absolutos da modalidade.

Cláudio Ferreira continua a fazer história nesta competição. O piloto de Coruche veio a Famalicão apagar a má lembrança que tinha da prova de 2019 e, mesmo sem a vitória nesta derradeira etapa, conquista o tri-campeonato em termos Absolutos.

Na Classe Proto, António Silva (Canelas Pneus) chegou em vantagem a Famalicão e durante a resistência consolidou a liderança. Numa pista recheada de dificuldades e pontos espetaculares para o público, deu mais 6 voltas do que o 2.º classificado e confirmou assim o campeonato da classe Proto.

Nélson Leitão (Imoc Team) regressou ao Campeonato depois de uma longa ausência, mas deixou bem claro que não perdeu o jeito. Foi quem mais voltas completou à pista de Famalicão: 26.

Teve a concorrência feroz do piloto da casa, Diogo Mendes (Tuff4x4/Euro) mas o piloto de Mação foi mais rápido. António Moreira (Valclima) teve uma prova muito dura, mas mesmo assim, com as 2 vitórias nas 2 etapas anteriores, sagra-se campeão da classe Extreme.

Na classe Promoção Carlos Teixeira (Tasco Stand & RC Automóvies) foi o vencedor desta jornada, com as mesmas 12 voltas do segundo classificado mas gastou menos 49 segundos. Apesar do bronze em Famalicão, Tiago Costa e Rodrigo Pinto (SuperPrint) são os campeões da classe Promoção.

Nos UTV/Buggy, tal como em Moimenta da Beira, Carlos Martins e João Pinto (Reciclopeças) foram os vencedores.

Classe Absoluto

1.º Marco Polónio – Crawler Chevrolet – 21 voltas

2.º Cláudio Ferreira – Crawler Mercedes – 21 voltas

3.º Frederico Fernandes – Proto XS5 2021 – 20 voltas

Classe Super Proto

1.º Marco Polónio – Crawler Chevrolet – 21 voltas

2.º Cláudio Ferreira – Crawler Mercedes – 21 voltas

3.º Frederico Fernandes – Proto XS5 2021 – 20 voltas

Classe Proto

1.º António Silva – Proto XS5 – 16 voltas

2.º Carlos Gomes – Nissan Proto – 10 voltas

3.º Rui Faria – Nissan URLMD 21FQ – 7 voltas

Classe Extreme

1.º Nélson Leitão – Nissan Patrol – 26 voltas

2.º Diogo Mendes – Nissan Patrol – 26 voltas

3.º Armando Sousa – Nissan Patrol GR – 22 voltas

Classe Promoção

1.º Carlos Teixeira – Suzuki Samurai – 12 voltas

2.º Pedro Pereira – Nissan Patrol GR y60 – 12 voltas

3.º Tiago Costa – Nissan Patrol 260 – 10 voltas

Classe FUN

1.º Diogo Santos – Viatura Exemplo – 3 voltas

Classe UTV/Buggy

1.º Carlos Martins – Bombardier CAN-AM Maverik – 11 voltas

2.ºLuis Edgar – Polaris XP Turbo – 9 voltas

Gala do Campeonato Portugal de Trial 4×4 vai ser em Valongo

A tradicional Gala de Entrega de Prémios está a ser já preparada pela  Comissão organizadora/promotora do CPT4x4 a realizar, no próximo dia 12 de janeiro (domingo) a partir das 16h
no Auditório VALLIS LONGUS – Dr. António Macedo. (Av. 5 de Outubro, 72 – 4440-452
Valongo).
Uma cerimónia conjunta do clube Trilhos do Norte e a Federação Portuguesa
Automobilismo e Karting (FPAK) para consagrar os Campeões Nacionais da modalidade de
Trial4x4 em todas as suas Classes.
A Gala do Campeonato Portugal de Trial 4×4 vai reconhecer e homenagear pilotos,
navegadores, equipas e personalidades que contribuíram de forma significativa para o
engrandecimento da competição.
Na gala serão atribuídos os prémios às melhores equipas das classes Absoluto,
Extreme, Proto, Super Proto, Promoção e UTV/Buggy. Serão também distinguidos os três
melhores navegadores e os três melhores pilotos das referidas classes. Para além destas
distinções, acrescem os já habituais Prémios Especiais.

foto:DR

CPT4x4-João Fernandes(Joviteam) campeão na Promoção

Cláudio Ferreira faz história em Paredes

A grande final teve lugar em Paredes como acontece desde que existe Campeonato nacional, depois do Parque da Cidade, de Rebordosa e de Gandra, em 2018 a caravana do CPT4x4 assentou arraiais em Vandoma e em 2019 repetiu o local.

Uma pista 100% natural que fez as delícias do público e das equipas.
No final das 3 horas de resistência desta 6.ª e derradeira etapa levou a melhor Cláudio
Ferreira (Auto Higino) que faz história e se sagra o primeira bicampeão nacional absoluto de trial 4×4.
Foi um ano desafiante para Cláudio Ferreira, cheio de altos e baixos.

Arrancou a época com uma vitória, fez péssimos resultados em Mação e Famalicão, trocou de navegador a meio da competição, mas nunca baixou os braços. Ao título absoluto soma ainda o título de tricampeão da Classe Super Proto.

Rui Rocha (Team Rj69) conseguiu alcançar o objetivo pelo qual tanto lutou: ser campeão
nacional. Chegou a Paredes em desvantagem, a 12 pontos de Marcelo Lopes (Team Lucrofusão),
mas depois de 3 horas muito duras de resistência conquistou a vitória que lhe valeu o título de
campeão da classe Proto.
Carlos e Rafael Gomes entraram em pista para confirmar o título logo no ano de estreia. A
matemática já lhes era favorável, mas a ausência do principal concorrente garantia a festa da dupla.
O campeão da Promoção, João Fernandes (Jovi Team), com o título já assegurado, resolveu
experimentar a classe Extreme em Paredes e foi muito bem sucedido. Completou 14 voltas ao
circuito, mais 5 do que segundo e terceiro classificados.
Destaque ainda para as vitórias de Carlos Martins e João Pinto (Reciclopeças Team) na
classe UTV/Buggy, César Carneiro e Paulo Silva (Team Sequeiros) em Promoção e Nuno Urbano e
José Luís Rosário (Urbano & Urbano) em Fun.
Os campeões nacionais de trial 4×4 têm presença garantida na Gala dos Campeões da FPAK
– Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting.

Classe Absoluto
1.o Cláudio Ferreira – Crawler Mercedes – 10 voltas
2.o Laurindo Mendonça – Jimny Proto Crawler – 9 voltas
3.o Sérgio Ferreira – Jimmy’s 4×4 48PC2 – 8 voltas
Classe Super Proto
1.o Cláudio Ferreira – Crawler Mercedes – 10 voltas
2.o Laurindo Mendonça – Jimny Proto Crawler – 9 voltas
3.o Sérgio Ferreira – Jimmy’s 4×4 48PC2 – 8 voltas
Classe Proto
1.o Rui Rocha – Toyota Land Cruiser BJ40 – 7 voltas
2.o António Henriques – Proto XS5 – 7 voltas
3.o Luís Bacelo – Nissan Patrol – 5 voltas
Classe Extreme
1.o João Fernandes – Nissan Patrol GR (Y60A) – 14 voltas
2.o Bruno Bastos – Nissan Patrol Y 60 – 9 voltas
3.o Carlos Gomes – Nissan Proto – 9 voltas
Classe Promoção
1.o César Carneiro – Suzuki Samurai – 7 voltas
Classe UTV/Buggy
1.o Carlos Martins – Bombardier Can-Am Maverick – 9 voltas
Classe Fun
1.o Nuno Urbano – Nissan Patrol Y60 – 8 voltas
2.o Pedro Pereira – Nissan patrol – 1 volta

foto:FPAK

CPT 4×4 regressa a Moimenta da Beira

Em 2013 , o Trial 4×4 passou pelo concelho de Moimenta da Beira. 6 anos depois o Campeonato Portugal de Trial 4×4 está de regresso a Leomil para uma prova que promete ser “do demo”, ou não fosse esta a terra do afamado espumante “Terras do Demo”.

Entre o vale do Douro, ergue-se Moimenta da Beira, uma região implantada numa zona granítica, de transição e paisagem tipicamente beiraltina. Em 2013 foram 30 as equipas a marcarem presença na jornada beirã e é por isso muita a expectativa para o regresso desta localidade ao calendário desportivo do trial português.

O concelho onde Aquilino Ribeiro viveu em várias fases da sua vida, eleva-se para receber a caravana da mais importante competição nacional de Trial 4×4, sendo também o regresso do distrito de Viseu às competições.

A 5.ª etapa do CPT4x4 decorre  em Moimenta da Beira no fim de semana de 12 e 13 de outubro. As inscrições já estão disponíveis em www.fpak.pt. No sábado, 12 de outubro, decorrem as verificações administrativas (no Auditório Municipal Padre Bento da Guia, em Moimenta da Beira) e também técnicas (na Praceta Fernão Mergulhão). Ainda sábado as equipas são recebidas no Auditório Municipal Padre Bento da Guia para o habitual briefing. No domingo a competição acontece, tal como em 2013,  no Monte do Alto da Portela, na freguesia de Leomil.

A sexta e derradeira jornada do CPT4x4 será realizada a 16 e 17 novembro em Paredes.